A Esquerda e o Golpe de 64

A Esquerda e o Golpe de 64 Dênis de Moraes


Compartilhe


A Esquerda e o Golpe de 64


Vinte e cinco anos depois, as forças populares repensam seus mitos, sonhos e ilusões




Peço atenção para esta observação do cineasta Arnaldo jabor, contida nas páginas deste livro: “O povo olhava embasbacado aquela multidão de jovens que lhes ensinava coisas de dedo em riste, lhes fazia equações, empurrões, gritos de estímulo, eia! sus!”

Jabor, cineasta de senso aguçado para os dramas pessoais, fotografou um instante do nosso drama coletivo, na reação que o povo dispensava ao notável esforço dos jovens militares dos Centros Populares de Cultura que, até o golpe de 64, saíam pelo país pregando a politização. Em prosa e verso. Um esforço ingênuo de atrair para dentro do sistema os deserdados por ele.

Edições (1)

ver mais
A Esquerda e o Golpe de 64

Similares

(1) ver mais
Batismo de Sangue

Estatísticas

Desejam7
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 2.6 / 10
5
ranking 10
10%
4
ranking 20
20%
3
ranking 20
20%
2
ranking 20
20%
1
ranking 30
30%

45%

55%

Leandro Firmino
cadastrou em:
07/08/2009 15:57:58