A Fala entre Parêntesis

A Fala entre Parêntesis Max Martins
Age de Carvalho


Compartilhe


A Fala entre Parêntesis





Este livro não é o produto de simples co-autoria; encerra um único poema de dois poetas, a dois concebido e a dois escrito - único mas feito da interligação de vários poemas que alternadamente compuseram ao longo de meses, criação em comum na qual exercitaram, intencionalmente, o antiquíssimo jogo da "renga", praticado pelos letrados japoneses desde o século XIV, segundo regras restritas. A transposição conhecida desse jogo para o verso ocidental, precedente imediato de "A fala entre Parêntesis, é "Uma Cadeia de Poemas" (Renga, a Chain of Poems, George Barziller, New York, 1971) elaborada entre quatro poetas de nacionalidades diferentes, o mexicano Octávio Paz, o francês Jacques Roubaud, o italiano Eduardo Sanguineti e o inglês Charles Tomlinson, num hotel de Paris, onde os reuniu esperto e prestimoso editor, durante cinco dias de convívio, em abril de 1969. (Benedito Nunes, na apresentação do livro)

Literatura Brasileira / Poemas, poesias

Edições (2)

ver mais
A fala entre parêntesis
A Fala entre Parêntesis

Similares

(5) ver mais
Sangue-Gesang
Moços & Poetas
Age de Carvalho: todavida, todavia
H

Estatísticas

Desejam3
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.7 / 7
5
ranking 71
71%
4
ranking 29
29%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

57%

43%

Vasco
cadastrou em:
05/03/2009 16:30:29