A Redoma de Vidro

A Redoma de Vidro Sylvia Plath


Compartilhe


A Redoma de Vidro





A Redoma de Vidro – Dois anos antes de suicidar-se em 1963, a poeta Sylvia Plath elaborou esse romance sobre uma mulher – no fundo, ela mesma – que vai perdendo o senso até que sobra só um surrealista e vazio senso comum.

Único romance de Sylvia Plath (1932-1963), que se suicidou um mês após sua publicação, A redoma de vidro é um misto de ficção e autobiografia. Como a autora, também a protagonista é depressiva e suicida, embora sua história e personalidade sejam diferentes. Por isso mesmo, o romance é também uma representação simbólica de mulheres de classe média que, na década de 1950, tinham pouco acesso a informações, a rupturas sociais e morais e à liberdade sexual, causando, entre outras coisas, estados de transtorno mental. O tratamento com choques elétricos, recebido por Esther Greenwood, é só uma das faces do problema, ainda atual, de enfrentamento dos distúrbios psiquiátricos.

Com humor, coloquialidade, ironia e agilidade, acompanhamos a jornada de uma escritora jovem e bonita, convidada a passar um mês como correspondente de uma revista de moda em Nova York, em meio a jantares fúteis, festas de coluna social e amizades fugazes, entre as quais ela se sente inútil e amplamente deslocada. Conhecida como poeta, Sylvia Plath revela-se aqui como uma romancista que faz com que o leitor, como se ele também submetido a uma redoma de vidro, perca o fôlego e se sinta tão aprisionado quanto a própria Esther Greenwood. Noemi Jaffe Escritora e crítica literária

A Coleção Folha Grandes Nomes da Literatura traz ao público 28 ilustres autores da literatura mundial cujos clássicos marcaram gerações de leitores. Entre eles estão Machado de Assis, Fernando Pessoa, Eça de Queirós, Oscar Wilde, Virginia Woolf, Joseph Conrad, Tolstói e outros renomados autores.

Biografia, Autobiografia, Memórias

Edições (2)

ver mais
A Redoma de Vidro
A Redoma de Vidro

Similares


Resenhas para A Redoma de Vidro (5)

ver mais
Não sei explicar
on 8/4/21


É muito forte entrar na mente de uma mulher como Sylvia Plath, tantos pensamentos e dores colocados em uma personagem que você se apega muito e tenta ajudar sem ter como, pois, bem, é um livro. Forte e inacreditável.... leia mais

Estatísticas

Desejam12
Trocam1
Avaliações 4.2 / 47
5
ranking 49
49%
4
ranking 36
36%
3
ranking 13
13%
2
ranking 0
0%
1
ranking 2
2%

20%

80%

AngelsRoses
cadastrou em:
25/10/2020 12:52:38
AngelsRoses
editou em:
26/10/2020 12:56:01

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR