Antes do baile verde

Antes do baile verde Lygia Fagundes Telles


Compartilhe


Antes do baile verde


Contos




Nos dezoito contos reunidos em Antes do baile verde, Lygia Fagundes Telles examina com olhar ao mesmo tempo crítico e solidário os mais variados destinos humanos. Na prosa fluente e sedutora que a tornou uma de nossas autoras mais admiradas, descortinam-se conflitos amorosos, descobertas surpreendentes e a eterna tensão entre o desejo e a consciência moral.

Reunião de narrativas escritas entre 1949 e 1969, Antes do baile verde é considerado por muitos críticos o livro de contos literariamente mais bem-sucedido de Lygia Fagundes Telles.

As situações narradas são as mais diversas. Em "A caçada", um homem fica a tal ponto intrigado com uma velha tapeçaria encontrada num antiquário que acaba por mergulhar na cena retratada na peça, como se tivesse participado dela numa outra vida ou numa outra dimensão. Já no macabro "Venha ver o pôr-do-sol", um rapaz leva sua ex-namorada a um jazigo de família abandonado. Conflitos amorosos também são tema de "Apenas um saxofone", "Um chá bem forte e três xícaras", "O jardim selvagem" e "As pérolas". Mas o enfoque é sempre diverso e surpreendente. Em "O menino", por exemplo, uma infidelidade conjugal é observada de modo oblíquo, pelos olhos de um garoto que vai ao cinema com a mãe.

Mas o escopo humano e literário de Lygia não se restringe aos dramas de casais. "Natal na barca" é uma pequena parábola, com final epifânico. "Meia-noite em ponto em Xangai" é o balanço que uma prima-dona da ópera faz de sua vida solitária e vazia. Em "O moço do saxofone" um motorista de caminhão hesita em ir para a cama com uma mulher casada numa pensão de beira de estrada. Em "A janela", um louco visita um bordel dizendo que é a casa onde seu filho morreu.

Com sua prosa segura e elegante, alternando com desenvoltura gêneros e vozes narrativas, a autora expõe aqui no mais alto grau sua capacidade de seduzir e emocionar o leitor.

"Essas pequenas obras-primas, de tão fremente inquietação íntima e que exalam um desespero tão profundo, ganham a clássica serenidade das formas de arte definitivas." - Paulo Rónai

"Lygia Fagundes Telles sempre teve o alto mérito de obter, no romance e no conto, a limpidez adequada a uma visão que penetra e revela, sem recurso a qualquer truque ou traço carregado, na linguagem ou na caracterização." - Antonio Candido

Contos / Ficção / Literatura Brasileira

Edições (9)

ver mais
Antes do baile verde
Antes do Baile Verde
Antes do Baile Verde
Antes do baile verde

Similares

(24) ver mais
As Meninas
Ciranda de Pedra
A Noite Escura e Mais Eu
Seminário dos Ratos

Resenhas para Antes do baile verde (200)

ver mais
Final com fim não é importante.
on 2/11/09


Muitas das pessoas que eu converso sobre esse livro reclamam porque os contos não têm final. Mas a autora consegue fazer exatamente o que os preceitos básicos de um conto pedem: história cativante em tempo curto. Uma história não tem a necessidade de um final com resposta - podemos citar Dom Casmurro - e às vezes isso a torna também mais intrigante: o que Lygia faz com perfeição, nas suas histórias com uma boa dose de perturbação. Eu sou particularmente um fã de contos, e 5 estrelas ... leia mais

Vídeos Antes do baile verde (5)

ver mais
[Tô Lendo] Antes do Baile Verde, de Lygia Fagundes Telles

[Tô Lendo] Antes do Baile Verde, de Lygia Fag

LIVRO: Antes do baile verde

LIVRO: Antes do baile verde


Estatísticas

Desejam574
Trocam65
Avaliações 4.1 / 3.935
5
ranking 44
44%
4
ranking 34
34%
3
ranking 17
17%
2
ranking 4
4%
1
ranking 1
1%

20%

80%

Felipe
cadastrou em:
02/01/2009 00:02:57
Áquila
editou em:
18/07/2021 21:18:11

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR