Aspirando E  Expelindo

Aspirando E Expelindo Gabriel Ferreira


Compartilhe


Aspirando E Expelindo





“Aspirando e Expelindo” do jovem autor Gabriel Ferreira traz sisudos poemas breves em que se misturam figuras de linguagem com esquemas comunicativos leves, mas de forte sinestesia. É a poesia falando de coração para coração e de si para si mesmo. São reflexões sobre o passar do tempo, sobre os lugares de estar em companhia do ser amado. Há poema com versos cada um de uma palavra só, mas, de repente, o leitor encontra uma frase poética que é uma prosa reflexiva. O poeta apresenta o amor na figura “dela”, sempre caricata, mas imaginável em carne e ossos, olhos e rosto, abraçando e beijando. Mesmo com temas tão diversos, há uma linha unitária firme, nenhum poema é longo ou enfastiante. O único problema é que se termina de ler a obra toda e fica um gosto muito forte de “quero mais”.

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Aspirando E  Expelindo

Similares

(5) ver mais
Por aí
Rascunhos Poéticos
Pó, Poeira & Poesia
O Poeta da Madrugada

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

100%

Gabriel
cadastrou em:
22/02/2018 12:39:43
Gabriel
editou em:
22/02/2018 12:52:37