Crimes do Tarô

Crimes do Tarô Leonardo Nóbrega




Crimes do Tarô





"A livraria estava deserta àquela hora da manhã. Tinha um clima tranquilo, era um espaço de paz onde cheiros, luzes e sombras, objetos e móveis antigos em madeira escura harmonizavam-se. Era possível reconhecer ali a presença de culturas milenares e a sapiência de povos ancestrais. Mesmo pessoas céticas, como inspetor Tomás, podiam sentir a energia esotérica que inundava aquela pequena sala em uma estreita galeria do Bairro Cigano. A presença de Tomás naquela loja demonstrava a certeza que ele agora tinha de que mais cartas de tarô surgiriam para decifrar. Tinha esperança que não fossem muitas."

Suspense e Mistério

Edições (1)

ver mais
Crimes do Tarô

Similares

(1) ver mais
Outros Tempos

Resenhas para Crimes do Tarô (11)

ver mais
on 23/11/15


Quando o Banco Efetivo é assaltado e um vigia assassinado, o policial Tomás é designado para o caso. Na cena do crime ele encontra a tal carta de tarô e uma testemunha relata que o assaltante na verdade é uma mulher, uma bela loira de olhos verdes. Logo uma série de crimes começa acontecer, e a ligação entre elas a princípio, as cartas de tarô, mas Tomás descobre que as vítimas podem não ser tão vítimas quanto parecem. Durante as investigações outros crimes aparentemente sem li... leia mais

Estatísticas

Desejam8
Trocam3
Avaliações 4.3 / 30
5
ranking 37
37%
4
ranking 60
60%
3
ranking 3
3%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

21%

79%

Poesia na Alma
cadastrou em:
08/01/2015 17:32:44
Kris - Conversas de Alcova
editou em:
29/01/2015 01:06:06