Filhos da América

Filhos da América Nélida Piñon




Filhos da América





Poucos entre nós, brasileiros, dominam a arte do discurso como Nélida Piñon, algo que a escritora faz vicejar em tudo quanto lhe seja terreno de expressão. Ela é ensaísta o tempo todo. E isso – essa qualidade – diz muito sobre o alcance deste volume. Título que não esconde a curiosidade e o conhecimento da escritora sobre a tradição ibero-americana, Filhos da América abraça – contém – um continente. De assuntos. De ideias. De riscos. De afetos. De apostas. De saudades. De paixões. De – por que não? – obsessões. É assim, sempre por meio da literatura, que a escritora enfrenta a frouxidão moral dos dias correntes, colocando o dever da escrita de pé, de prontidão, cabeça erguida, defendendo o lugar fundamental das “culturas que a modernidade asfixiou” e lhes celebrando a resistência: “São elas que me levam a perambular pelo mundo tendo verbo e imaginação como atributo”.

Ensaios / Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Filhos da América

Similares


Resenhas para Filhos da América (1)

ver mais
filhos da américa
on 20/11/16


Nunca havia lido nada da Nélida Piñon. Noutro dia vimos, Helga e eu, uma boa entrevista com ela, senhora lúcida e de ideias sutis. Sua linguagem nos enfeitiçou, sua sagacidade parecia vir de alguém que sabe dos aborrecimentos da vida, mas não se abala por eles, sem ser pessimista ou cabotina. No final de semana seguinte o acaso, sempre um fiel camareiro, fez-me encontrar esse "Filhos da América". São ensaios, discursos, necrológios. A edição, frouxa para dizer o mínimo, não identifica... leia mais

Estatísticas

Desejam7
Trocam1
Avaliações 4.0 / 2
5
ranking 0
0%
4
ranking 100
100%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

34%

66%

João gregorio
cadastrou em:
21/10/2016 11:31:31
Pedro Ricardo Bim
editou em:
25/02/2017 13:16:30