Formação Econômica do Brasil

Formação Econômica do Brasil Celso Furtado


Compartilhe


Formação Econômica do Brasil





A tese de doutoramento sobre a economia colonial, defendida na Sorbonne em 1948, e o primeiro ensaio sobre a economia brasileira contemporânea, escrito no ano seguinte, são o ponto de partida do livro mais conhecido de Celso Furtado, publicado em 1959: Formação Econômica do Brasil. Quando o escreveu, na Inglaterra, Furtado imaginava explicar o Brasil para os estrangeiros. Acabou explicando para os brasileiros. Formação Econômica do Brasil chega, neste lançamento da Companhia das Letras, à 34ª edição, e está traduzido em nove línguas, entre elas romeno, chinês e japonês. O livro que se tornou um marco na historiografia econômica brasileira por pouco não existiria: o manuscrito enviado de Cambridge para a editora brasileira extraviou-se. Por sorte, o microfilme feito de última hora num equipamento precário pôde ser projetado: as quase trezentas páginas escritas à mão foram datilografadas, dessa vez com cópia.
Formação Econômica do Brasil apóia-se numa visão derivada tanto da história como da economia. A combinação do método histórico com a análise econômica era, na época, uma novidade. Pela primeira vez, alguém no Brasil fazia historiografia econômica tendo uma sólida formação de economista. O texto se inicia com a análise da ocupação do território brasileiro, comparada também com as colônias do hemisfério norte e das Antilhas. Seguem-se os ciclos do açúcar, da pecuária, do ouro, a ascensão da economia cafeeira, e, no século XX, a crise da cafeicultura e a industrialização, cuja especificidade o autor trata com excepcional clareza. Em paralelo aos cinco séculos de história econômica, Celso Furtado estuda a evolução da mão-de-obra no Brasil, desde a escravidão até o trabalho assalariado, o dos imigrantes europeus e dos migrantes internos. Na conclusão, aponta os dois desafios a serem enfrentados até o fim do século XX, que guardam plena atualidade: completar a industrialização do país e deter o processo das disparidades regionais.

Edições (9)

ver mais
Formação Econômica do Brasil
Formação Econômica do Brasil
Formação Econômica do Brasil
Formação Econômica do Brasil

Similares

(48) ver mais
Os Donos do Poder
História Econômica do Brasil
Formação do Brasil Contemporâneo
Brasil

Resenhas para Formação Econômica do Brasil (22)

ver mais
on 26/6/20


O livro discorre sobre as nuances econômicas da terra brasileira, desde a invasão portuguesa ao pós-guerra, dando, ainda, algumas perspectivas até o final do século xx. Celso claramente cumpriu seus objetivos ao escrever o livro, já que ele carrega uma linguagem muito acessível. Também, a forma como o livro funciona (onde as descrições econômicas acompanham as históricas) ajuda enormemente no seu didatismo. Infelizmente, isso não é linear: Alguns capítulos, essencialmente os sobre tran... leia mais

Estatísticas

Desejam158
Trocam3
Avaliações 4.1 / 681
5
ranking 41
41%
4
ranking 39
39%
3
ranking 17
17%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

59%

41%

Felipe Cabuto
cadastrou em:
18/01/2009 14:36:49