A Morte do Cozinheiro

A Morte do Cozinheiro Allan Pitz




A Morte do Cozinheiro





Palavras do autor: "Nesse livro em especial não me prendi a nada; fiz como fazia nos palcos: montei um personagem e deixei fluir tudo na sua sintonia. O protagonista, Luiz Aurélio, encontra-se num estado de perturbação mental contínuo: não existe mais verdade ou ilusão; existe a sua realidade tragicômica tosca de perdas super valorizadas e ciúmes."

Apresentação do livro:

É verdade, eu matei o cozinheiro. Em momento algum deste livro negarei que matei o sórdido cozinheiro com minhas próprias mãos de escrever versos. Havia motivo claro em saciar-se com a sua morte, morte de quem por carne e gozo objetou-se ao incomensurável amor que me tornava tão puro. Eu estripei-o com suas facas imundas de trabalho banal, e escalpelei por mimo infantil, de criança brincalhona, ao ver os índios e escalpes na TV. Matei o demônio com noventa facadas, cultivando um novo demônio sanguinário em mim, portanto não negarei ter feito a coisa mais maravilhosa que eu poderia fazer por minha inconsequência gloriosa naquele momento: Eu matei o cozinheiro.

A morte do cozinheiro já deve ser considerada uma das obras literárias mais intensas e atuais sobre a dor de cotovelo e o ciúme. De forma singular o autor nos guia sem medo até o amor doente de Luiz Aurélio e as psicoses novas da recente solidão induzida. A derrota do ”eu” exaltado, o abandono, e a morte que pede lugar ao descontentamento puramente egoísta caminham livres. Vemos um jogo de querer e não poder, que desenrola o frágil espírito do ser humano desiludido de amor.

Usando a mescla de linguagens necessária em sua abordagem diferenciada, Allan Pitz atormenta os corações abalados neste livro memorável e instigante, fazendo enxergar com outros olhos a parte considerada cruel de uma trágica história romântica.



Edições (2)

ver mais
A Morte Do Cozinheiro
A Morte do Cozinheiro

Similares

(11) ver mais
Dexter: A Mão Esquerda de Deus
Querido e Devotado Dexter
Dexter no Escuro
Psicopata Americano

Resenhas para A Morte do Cozinheiro (72)

ver mais
EM CHOQUE!
on 19/4/10


Não sei se gostei tanto desse livro por ser realmente bom (e bem baratinho numa loja do Centro do Rio), ou por ter ficado em choque ao ver um brasileiro com pegada literária tão diferente (eu hein!!). A história é recortada de dentro pra fora, asfixia, prende, enfim, vale dar uma lida. Se bem que a edição não é lá essas coisas, é boazinha só, mas vale pela história. lOUCURA. Parabéns pela coragem.... leia mais

Estatísticas

Desejam81
Trocam10
Avaliações 3.5 / 195
5
ranking 24
24%
4
ranking 26
26%
3
ranking 33
33%
2
ranking 15
15%
1
ranking 3
3%

19%

81%

Pitz
cadastrou em:
17/04/2010 18:04:17