Cyber Brasiliana

Cyber Brasiliana Richard Diegues


Compartilhe


Cyber Brasiliana





Este é o primeiro romance na área de ficção-científica de Richard Diegues, um dos escritores mais prolíficos da Literatura Fantástica Brasileira. Nele o leitor se depara com uma Realidade Alternativa, que se desenvolve em um universo Pós-cyber, no qual os países do eixo-norte do globo se encontram em decadência, confrontados pelas três grandes potências surgidas no eixo-sul: a União da República Brasiliana, a Africanísia e a Euronova. A qualidade de vida abaixo da linha do equador assume ares de utopia, enquanto no outro hemisfério as corporações lutam pelo controle dos espólios dos antigos países. Nesse cenário, em que uma parte da economia mundial está visivelmente instável, o equilíbrio é mantido por meio da força, de uma consistente e bem defendida base econômica, e da tecnologia que avançou a passos largos até se tornar fundamental à vida.

Foi nesse contexto que o Hipermundo se desenvolveu. Um sistema baseado em uma super-rede de servidores, no qual as pessoas desfrutam de uma forma complexa de realidade aumentada, utilizando-a para trabalho, socialização, cultura e registro digital de todas as informações mundiais.

Parte do enredo dá suporte para uma ação vertiginosa que se desenrola enfatizando os dramas dos personagens, enquanto a outra se aprofunda nas questões desencadeadas pelo cenário social, levantando questões como: a tecnologia poderia afastar realmente o homem do rumo espiritual para o tecnológico? Até que ponto desejamos nos afastar do convívio pessoal e transpor esse contato para a virtualidade? Do que seríamos capazes de abrir mão em troca da imortalidade? O modo de vida que desfrutamos hoje é algo definitivo ou apenas um conceito a que nos atemos?

Edições (1)

ver mais
Cyber Brasiliana

Similares

(29) ver mais
Phantastica Brasiliana
Outras Copas, Outros Mundos
Space Opera
Space Opera II

Resenhas para Cyber Brasiliana (10)

ver mais
Um cyberpunk (mais ou menos) brasileiro
on 3/8/10


Recém-lançado, o "Cyber Brasiliana", de autoria de Richard Diegues, editor e fundador da mesma Tarja Editorial que o publica, revela no posfácio sua ambição: quer ser uma referência aos leitores menos acostumados ao gênero, para que saibam que nem tudo em ficção (científica, deve-se presumir) é um bicho de sete cabeças. Conseguiu? Em parte. No fundamental, é um bom romance de ficção científica, digno de constar como uma das referências do cyberpunk nacional – ou do pós-cyber, se prefe... leia mais

Estatísticas

Desejam32
Trocam1
Avaliações 3.7 / 45
5
ranking 36
36%
4
ranking 29
29%
3
ranking 20
20%
2
ranking 2
2%
1
ranking 13
13%

61%

39%

Richard Diegues
cadastrou em:
14/07/2010 14:21:57