Luz

Luz Elena P. Melodia




Luz (My Land #3)





Luz é o terceiro e último capítulo da saga My Land, cujos primeiros dois livros, Escuridão e Sombra,venderam mais de 50.000 exemplares na Itália.

Com uma história de atmosfera noir e urbana unida à fantasia neorromântica, Elena P. Melodia sela o destino da protagonista Alma, que lutará para compreender a própria natureza e conquistar a capacidade de amar e se emocionar.

No mundo paralelo de My Land, as águas cristalinas são agitadas pela dor das almas que esperam um corpo humano. São os Não Nascidos, oprimidos pelo Leviatã, ser perverso que se serve de mortos suicidas para enviá-los à Terra com a finalidade de provocar medo e terror. De lá vem Alma: bela jovem de 17 anos, incapaz de ter emoções, como os temores, alegrias e paixões das amigas.

Aos poucos ela compreende os acontecimentos macabros tomam conta da narrativa ao longo dos primeiros títulos, como mortes inexplicáveis que prevê em um caderno. Ela descobre agora sua origem e o que o Leviatã reserva para seu destino. Na companhia de seu amigo Morgan, que aos poucos nutre sentimentos ambíguos por ela, ela irá se rebelar contra o Leviatã.

No entanto, a decisão de lutar contra esta força poderosa e inteligente trará enormes riscos a Alma. Contra ela agem forças que perseguem Não Nascidos rebeldes, além do fato de que, quanto mais próximo do Leviatã, mais poderoso ele se torna. Os riscos e dificuldades que envolvem a ida a My Land não superam, entretanto, a decisão de Alma de libertar a si mesma e poder enfim ser uma verdadeira humana, dotada de sentimentos.

A batalha entre o bem e o mal é eterna na saga My Land. Ainda assim, Luz encerra uma sequência de horrores e fatos quase inexplicáveis para a jovem Alma. Mais do que um romance sobre o sobrenatural, o bem e o mal, é uma história de luta pela liberdade de escolha, coragem e o poder de redenção do amor.

Fantasia / Jovem adulto / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (1)

ver mais
Luz

Similares

(3) ver mais
Escuridão
Sombra
Escuridão

Resenhas para Luz (10)

ver mais
on 26/1/13


A autora tinha a faca e o queijo na mão, mas chegamos ao fim da Trilogia My Land com uma surpreendende decepção. Luz, prometia ser uma 'conclusão' épica para a Trilogia My Land, mas nada mais foi do que um livro escrito por preguiça e em repetições de diálogos do livro anterior, Sombra. O mistério dos assassinatos é finalmente resolvido, e nisso tenho que elogiar: A autora caprichou. Não há como negar que ela pegou a mitologia de Leviatã e criou um suspense muito realist... leia mais

Estatísticas

Desejam189
Trocam21
Avaliações 3.4 / 220
5
ranking 27
27%
4
ranking 20
20%
3
ranking 30
30%
2
ranking 14
14%
1
ranking 8
8%

10%

90%

Marcos
cadastrou em:
12/12/2012 22:00:42
Irina
editou em:
27/03/2017 08:36:15