Ponte de Outono

Ponte de Outono Takashi Matsuoka


Compartilhe


Ponte de Outono





No ano de 1311, na torre principal do Castelo do Bando de Pardais, uma bela mulher sentada à janela contempla o exército inimigo reunindo-se lá embaixo, fogueiras acesas iluminando a escuridão da noite. Enquanto aguarda calmamente a sua morte, ele começa a escrever a história secreta do clã Okumichi: a revelação por trás do dom profético compartilhado por todas as suas gerações e o notável destino que as espera. Por seis séculos, estes escritos permanecem ocultos, até serem descobertos por uma americana, que desembarca no porto de Edo em 1861, fugindo de um passado trágico. Em Ponte de Outono, o escritor nipo-americano Takashi Matsuoka, autor do cultuado Bando de Pardais, retoma o fascinante estilo de escrita que marcou a obra anterior. O autor descortina uma trama de ação e emoção, honra e traição, que atravessa séculos e continentes, do violento e majestoso Japão feudal às ruas apinhadas da cidade de São Francisco do século 19.
Ao traduzir a história dos ancestrais do Senhor Genji, do clã Okumichi, Emily acaba se envolvendo em uma narrativa épica de heroísmo e amor proibido: a trajetória da Senhora Shizuka, uma bela princesa feiticeira que durante muitas gerações encantou os homens do clã Okumichi. Examinando os frágeis pergaminhos, Emily descobre que a trama da sua própria vida está interligada à dos antigos escritos. No encontro do passado com o presente, surge uma história jamais descoberta. E a profecia secreta, há séculos protegida, corre o risco de ser finalmente revelada.
Ponte de Outono, de Takashi Matsuoka, é um romance único, ambientado num passado envolto em mistério e misticismo, um mundo habitado por samurais e ninjas, mas repleto de uma filosofia que ultrapassa as barreiras temporais e culturais.

Edições (1)

ver mais
Ponte de Outono

Similares

(1) ver mais
Bando de Pardais

Resenhas para Ponte de Outono (7)

ver mais
Impressões
on 28/2/20


É um livro bem longo e que traz vai e volta no tempo, em diferentes histórias, que obviamente se juntam para completar a obra. Achei regular, legal pra quem curte a cultura japonesa, mas não é nada bem aprofundado sobre. Tem trechos alguns trechos bem bonitos e reflexivos, mas o desenrolar da história não surpreende muito. Trecho página 456 " -Quem é você? - quis saber Kimi - Um eremita e um peregrino - respondeu ele Kimi sabia que um eremita era alguém que se isolava do ... leia mais

Estatísticas

Desejam52
Trocam2
Avaliações 4.3 / 108
5
ranking 49
49%
4
ranking 32
32%
3
ranking 17
17%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

21%

79%

Piarelly
cadastrou em:
07/01/2009 09:22:28

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR