Viva Chama

Viva Chama Tracy Chevalier




Viva Chama





Neste novo romance, Tracy Chevalier foca sua história na cidade de Londres do século 18 e na vizinhança onde vive o pintor, poeta e visionário William Blake. No livro, o artista explora o estado de inocência e experiência dos personagens, tema de sua obra-prima, Canções da Experiência e da Inocência.



A história é contada a partir da perspectiva de alguns vizinhos, em especial, duas famílias, uma que chegou recentemente do interior - que representa a inocência - e outra já costumada com a vida em Londres - que representa a experiência.



Após a trágica morte de um dos filhos, os Kellaway abandonam a pacata e provinciana Dorset para se estabelecerem na capital, em pleno terror antijacobino. O patriarca, Thomas Kellaway, consegue trabalho como carpinteiro do circo do excêntrico e poderoso Philip Astley, cujos espetáculos causam furor enorme na sociedade.



Logo no início, Jem Kellaway e sua irmã, Maisie, encantam-se com a esperta e fogosa Maggie Butterfield. Uma surpreendente amizade nasce entre eles enquanto se aproximam do vizinho William Blake. Com o tempo, os três começam a frequentar o jardim do artista, que não tenta influenciá-los com seus ideais políticos, mas sim, incentivá-los a ler e entender poesia.



Porém, tudo muda quando os ideais da Revolução Francesa cruzam o Canal da Mancha, chegando à Inglaterra, e os monarquistas começam a desconfiar da visão um tanto quanto avançada de William Blake sobre liberdade, igualdade e fraternidade.



Viva Chama é o quinto romance de Tracy Chevalier publicado no Brasil. Anteriormente foram lançados Anjos caídos, A dama e o unicórnio, O azul da virgem e o megassucesso Moça com o brinco de pérola, todos pela Bertrand Brasil.


Edições (1)

ver mais
Viva Chama

Similares

(2) ver mais
Seres Incríveis
A Última Fugitiva

Resenhas para Viva Chama (4)

ver mais
Tygre, tygre, viva chama. Que as florestas da noite inflama...
on 21/1/10


"Viva Chama" é um livro mágico e surpreendente. Possui 400 páginas, mas parece que tem a metade disso. A história é rica em detalhes, personagens e fatos. O poder de descrição de Tracy Chevalier, que eu já havia conhecido em "Moça com Brinco de Pérola", é muito bem expresso ao longo da história. A autora consegue nos transportar para a Londres do século XVIII, para o grandioso anfiteatro de Philip Astley e para a cidadezinha de Piddletrenthide, em Dorset, na Inglaterra. E temas como a ... leia mais

Estatísticas

Desejam48
Trocam2
Avaliações 3.8 / 90
5
ranking 32
32%
4
ranking 30
30%
3
ranking 24
24%
2
ranking 11
11%
1
ranking 2
2%

9%

91%

bogas
cadastrou em:
30/07/2009 16:37:15