Máquina de Inventar Instantes

Máquina de Inventar Instantes Cícero Almeida


Compartilhe


Máquina de Inventar Instantes





Sentir e extrapolar o sentir. É isto que Máquina de Inventar Instantes obriga-nos. Sentir mas, também, ao sentir, experimentar ser, um ser-outro, sem ilusões, sem passividade, sem comodismo, mas em uma territorialidade própria da poesia, próprio da palavra que voa sua própria borda. E descobre-se livre, porque ousou a rebeldia.

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Máquina de Inventar Instantes

Similares


Resenhas para Máquina de Inventar Instantes (2)

ver mais
A poesia de Cícero é um bicho no cio pronto para uivar.
on 11/5/16


Máquina de inventar instantes, de Cícero Almeida, Premius Editora, 95 páginas, foi o encontro casual de afeição e curiosidade. Afeição, pois no primeiro instante que vi a capa do livro, sendo divulgada por meu amigo escritor Leonardo Nóbrega, me encantei. Curiosidade, pois, passado o impacto do encantamento, queria saber do conteúdo. O nome do blog, Poesia na alma, não deixa dúvidas sobre meu gosto literário. Porém, isso não significa que eu vá gostar de toda poesia ou que eu queir... leia mais

Vídeos Máquina de Inventar Instantes (1)

ver mais
Poema Apografia - Cícero Almeida in Máquina de Inventar Instantes

Poema Apografia - Cícero Almeida in Máquina d


Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 6
5
ranking 50
50%
4
ranking 50
50%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

25%

75%

Juliana
cadastrou em:
30/11/2015 21:05:40
Cícero Almeida
editou em:
11/12/2015 14:06:21