Rosalie Lightning

Rosalie Lightning Tom Hart


Compartilhe


Rosalie Lightning


Memórias Gráficas




Rosalie Lightning é o belíssimo memorial do cartunista Tom Hart, já indicado ao Prêmio Eisner 2017, sobre a morte prematura de sua pequena filha Rosalie. As ilustrações comoventes atingem em cheio qualquer leitor e nos conduzem na jornada da família de Hart após sua perda. Com a expressão gráfica que representa como ele e sua esposa buscaram sentido na esteira da morte de Rosalie, o autor explora os temas do luto, da desesperança, do renascimento e, por fim, da redescoberta da esperança.

Hart retrata com criatividade o conforto que encontra na natureza, na filosofia, nas grandes obras literárias e na arte de todas as mídias neste tributo expressivamente sincero e amável a sua garotinha. Rosalie Lightning é uma obra-prima gráfica que registra como o amor de um pai nunca há de morrer.

__________________________________________

“Rosalie Lightning é sincera, penetrante, ardente e belíssima. Todo pai vai encontrar um pedacinho de si neste memorial inesquecível.”
Scott McCloud, autor de O Escultor, na lista de mais vendidos do New York Times

“É difícil falar de Rosalie Lightning sem recorrer a hipérboles porque é, de fato, uma realização acachapante: A escrita e o depoimento mais corajosos que devo ver em vida. Não há palavras de louvor que bastem para esta obra de tanta valentia e determinação. Ela vai trazer carinho a enlutados em gerações por vir; sou profundamente grato por este livro.”
John Darnielle, autor de Wolf In White Van, na lista de mais vendidos do New York Times

“Não sei como Tom Hart conseguiu produzir um livro tão atordoante, tão abrasador, depois de tanta devastação e tanta fúria; penso que seja a atitude mais graciosa e humana que alguém poderia tomar. Ler Rosalie Lightning é como estar à beira de um abismo e assistir a alguém que constrói uma ponte de titânio servindo-se apenas da força pura e esmagadora do amor.”
Lauren Groff, autora de Destinos e fúrias, na lista de mais vendidos do New York Times

“Só um cartunista de habilidades formidáveis e um pai com nervos de aço conseguiria remanejar esta mágoa e sair com uma obra de arte. Não consigo ler sem chorar.”
Austin Kleon, autor de Roube como um artista, na lista de mais vendidos do New York Times

“Um presente para todo leitor e qualquer pessoa que já atravessou o luto.”
Library Journal

“Profundamente tocante.”
Kirkus Review

Biografia, Autobiografia, Memórias / HQ, comics, mangá

Edições (1)

ver mais
Rosalie Lightning

Similares

(1) ver mais
Três Sombras

Resenhas para Rosalie Lightning (22)

ver mais
Lágrimas sem fim
on 22/3/20


Tentei ler esse livro pela primeira vez qndo minha filha tinha menos de 2 anos. Não consegui. Imaginar a perda, imaginar que eu pudesse não ter mais ela comigo fez com que a leitura ficasse entalada em mim e não pude seguir adiante. Passado mais de 1 ano, nesses tempos de pandemia, com ela tirando a soneca da tarde no sofá, resolvi tentar mais uma vez. Chorei do início ao fim, e sofri, e pensei o tempo todo que se fosse comigo eu jamais conseguiria seguir em frente. É lindo, é triste, ... leia mais

Estatísticas

Desejam54
Trocam3
Avaliações 4.3 / 151
5
ranking 54
54%
4
ranking 36
36%
3
ranking 8
8%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

33%

67%

Daiane
cadastrou em:
12/07/2017 15:43:18
Gabriel
editou em:
13/07/2017 17:50:15