A Paixão de Mademoiselle S.

A Paixão de Mademoiselle S. Jean-Yves Berthault


Compartilhe


A Paixão de Mademoiselle S.





Um surpreendente relato verídico de luxúria na Paris dos anos 1920.

Parece mentira, mas não é: enquanto ajudava uma amiga a esvaziar o sótão de uma casa, o diplomata francês Jean-Yves Berthault descobriu por acaso uma antiga sacola de couro com iniciais gravadas em prateado. Dentro dela, cartas de amor, escritas pela mesma pessoa, “numa linguagem mais que ousada, inacreditável em matéria de audácia erótica”.
Datada dos anos 1920, essa correspondência, assinada por uma misteriosa Simone, está dirigida a seu amante Charles, um homem mais jovem e casado. Nela, a autora, uma parisiense de classe alta, expressa seus desejos e fantasias enquanto adentra um universo de prazer físico que, conforme rompe tabus, toma rumos inesperados.
Escrito em uma linguagem tão elegante quanto explícita, este tesouro epistolar é uma jornada de despertar sexual e exploração psicológica no qual uma mulher corajosa desafia as fronteiras que a sociedade impunha a seu sexo e classe para encontrar a liberdade e, em última instância, a si própria.

Erótico

Edições (1)

ver mais
A Paixão de Mademoiselle S.

Similares


Resenhas para A Paixão de Mademoiselle S. (1)

ver mais
Mademoiselle avançadinha
on 3/4/18


Cartas de forte conteúdo erótico evidenciam que nossas bisavós podiam ser bem avançadinhas em matéria de sexo. Pelo menos é o caso desta francesa, conhecida apenas como Simone. Sado masoquismo, inversão de papéis e dominação feminina ainda são tabus hoje em dia... imagine em 1920! Até por isso mesmo acho que o livro não empolga. Em teor erótico é muito peculiar e não deve excitar a maioria dos leitores. Como livro de ficção é chato pra cacete, com suas elogiosas descrições do ser amado... leia mais

Estatísticas

Desejam11
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 2.3 / 5
5
ranking 0
0%
4
ranking 20
20%
3
ranking 20
20%
2
ranking 40
40%
1
ranking 20
20%

37%

63%

Adriana Scarpin
cadastrou em:
14/02/2018 09:00:21