Pós-F

Pós-F Fernanda Young


Compartilhe


Pós-F


Para além do masculino e do feminino




Em sua primeira obra de não ficção, Fernanda Young se insere no acalorado debate sobre o que significa ser homem e ser mulher hoje. Em textos autobiográficos, ela se revela como uma das tantas personagens femininas às quais deu voz, sempre independentes e a quem a inadequação é um sentimento intrínseco. E esse constante deslocamento faz com que Fernanda seja capaz de observar o feminino e o masculino em todas as suas potencialidades. É daí que surge o Pós-F., pós-feminismo e pós-Fernanda, um relato sincero sobre uma existência livre de estigmas calcada na sobrevivência definitiva do amor, no respeito inquestionável ao outro e na sustentação do próprio desejo.

“Não sou especialista em nada. Melhor, não sou especialista de coisa pronta. Procuro me aprimorar em mim, entendendo sobre mim – usando, é claro, tudo o que observo nos outros”, escreve. Assim, em Pós-F: Para além do masculino e do feminino, que é ilustrado com desenhos da autora, Fernanda Young vasculha internamente vivências e sentimentos para oferecer aos leitores sua visão de mundo.

Fernanda se dirige a qualquer ser humano que habite nosso planeta neste século XXI, seja homem ou mulher. Como alguém que reúne diferentes perfis e concilia papéis aparentemente opostos, ela fala abertamente sobre a própria vida com o intuito de se posicionar sobre liberdades e responsabilidades – sem jamais deixar de combater o machismo em nossa sociedade. Sua preocupação central, no entanto, é superar polarizações para construir algo maior, em que caibam todos os gêneros.

O objetivo de Fernanda Young não é ter a palavra final, mas contribuir com o debate – defendendo não a sua opinião, mas o direito de tê-la. Pois ela insiste que o ponto central de toda essa discussão deveria ser o respeito ao outro, algo que continua sendo desmerecido em nome de uma bipolaridade. É por isso que no mundo Pós-F. não há mais a necessidade de discursos e atitudes radicais: masculino e feminino se dissolveram num universo de encontros de desejos, sem interdições ou medos.

Ensaios / Literatura Brasileira / Não-ficção

Edições (1)

ver mais
Pós-F

Similares


Resenhas para Pós-F (4)

ver mais
Decepcionante
on 25/2/19


Um desserviço. A resenha da colega abaixo é precisa. Um livro completamente preconceituoso, chegando a ter um capítulo muito transfóbico em que a autora diz não entender por que alguém faria cirurgia pra mudar de gênero porque há de se explorar as possibilidades do seu corpo. Não bastasse ela se meter em assunto alheio pra falar bobagem, também diz muita besteira do próprio movimento feminista. Falta a Fernanda Young sororidade ou, caso ela prefira, empatia mesmo.... leia mais

Estatísticas

Desejam36
Trocam3
Avaliações 3.1 / 72
5
ranking 17
17%
4
ranking 29
29%
3
ranking 24
24%
2
ranking 21
21%
1
ranking 10
10%

17%

83%

Gabriele Talaia
cadastrou em:
05/05/2018 03:46:20
Pri Paiva
editou em:
01/06/2018 17:06:14
Pri Paiva
aprovou em:
01/06/2018 17:06:50