Eu achava que isso só acontecia comigo

Eu achava que isso só acontecia comigo Brené Brown


Compartilhe


Eu achava que isso só acontecia comigo


Como combater a cultura da vergonha e recuperar o poder e a coragem




COMO COMBATER A CULTURA DA VERGONHA E RECUPERAR O PODER E A CORAGEM.

Pesquisadora, pensadora e autora best-seller do The New York Times, Brené Brown oferece um estudo libertador sobre a importância de nossas imperfeições - tanto para nossos relacionamentos como para nosso próprio senso de identidade.

“Este é um daqueles raros livros que têm o poder de transformar vidas.” – Harriet Lerner, autora de Mudando os padrões dos relacionamentos íntimos

“Brené Brown oferece insights e estratégias para compreender a vergonha e superar seu poder sobre nós. Um olhar interessante para uma emoção que debilita e prejudica o potencial de muitas mulheres.” – Booklist

“Para um número enorme de leitores, Eu achava que isso só acontecia comigo pode significar um portal para a liberdade e a autoestima.” – Martha Beck, colunista da O, the Oprah Magazine

A busca pela perfeição é exaustiva e implacável. Somos constantemente bombardeados pelas expectativas sociais que nos ensinam que ser imperfeito é sinônimo de ser inadequado.

Para onde quer que se olhe, há mensagens nos dizendo quem, o que e como deveríamos ser. Dessa forma, aprendemos a esconder nossas lutas e nos proteger da vergonha, do julgamento, da crítica e da culpa, buscando segurança no fingimento e na perfeição.

Brené Brown é referência no tema do poder da vulnerabilidade e tem inspirado milhões de pessoas com seus livros e palestras. Com base em sete anos de sua pesquisa inovadora e centenas de entrevistas, este livro revela uma verdade transformadora: nossas imperfeições são o que nos conectam uns aos outros e à nossa humanidade.

Vivemos em uma cultura que nos diz que devemos rejeitar nosso corpo, nossas histórias autênticas e até nosso verdadeiro eu a fim de nos adequar e sermos aceitos. Vícios, perfeccionismo, medo e culpa são apenas alguns dos sinais externos dos efeitos da vergonha nos aspectos mais banais e visíveis de nossa vida – da saúde mental e física à imagem corporal, incluindo nossas relações com parceiros, filhos, amigos, dinheiro e trabalho.

Brené mostra que nossas vulnerabilidades não são fraquezas; são lembretes poderosos para manter nossos corações e mentes abertos à realidade de que estamos todos juntos nisso. E apresenta estratégias para transformar nossa capacidade de amar, trabalhar, ser pai ou mãe e construir relacionamentos.

Literatura Estrangeira / Psicologia

Edições (1)

ver mais
Eu achava que isso só acontecia comigo

Similares

(1) ver mais
Tenha sucesso sendo você mesmo

Resenhas para Eu achava que isso só acontecia comigo (2)

ver mais
Um sentimento comum e muitos males. (@upliterario)
3 weeks, 3 days ago


Sabe quando você sente aquele fervor terrível que começa no meio do estômago e sobe amargo pela garganta, tingindo a língua de terror e apreensão; que te paralisa e te faz suar frio e t(r)emer? Dura alguns segundos ou anos. E acontece com qualquer um, mesmo que ninguém fale disso. . O nome dessa sensação é: vergonha. E ela está intrinsecamente relacionada com uma série de problemas que nossa sociedade enfrenta. . “[...] a vergonha é tão poderosa que às vezes sentimos vergonha só de... leia mais

Estatísticas

Desejam99
Trocam1
Avaliações 3.8 / 6
5
ranking 50
50%
4
ranking 0
0%
3
ranking 33
33%
2
ranking 17
17%
1
ranking 0
0%

11%

89%

João gregorio
cadastrou em:
30/01/2019 10:39:07
Pri Paiva
editou em:
31/01/2019 11:24:38
Pri Paiva
aprovou em:
31/01/2019 11:25:32