O Poeta Amargo

O Poeta Amargo Rui Sampaio


Compartilhe


O Poeta Amargo





A poesia é uma forma de expressão, uma maneira de enunciar-se, de vomitar o que se sente, pode também ser um fingimento, uma vontade de sentir algo ou de fugir de si mesmo, pode ser algo que lhe acalma, que lhe anima, que limpa a alma, pode ser uma necessidade, uma maneira de expurgar a dor, a raiva, de aliviar o coração e falar com rimas quando o momento pede que se cale, quando você não pode gritar. A poesia pode ser algo belo que você deseja escrever porque está apaixonado ou simplesmente porque acordou feliz, pode ser uma forma de gratidão e de conectar-se com o divino, poesia também pode ser crítica social, uma forma de protesto, de reflexão, pode ser liberdade, uma maneira de dizer o que é preciso, de falar sobre tolerância, sobre justiça, sobre as mazelas humanas, sobre sociedade, consciência e evolução, poesia é arte e também filosofia, afirmação e negação. Nesta obra o “poeta amargo” faz tudo isso, usa a poesia de várias maneiras e com vários objetivos, de forma a eterniza-se em cada alma que se identifica com seus versos ou que nela encontra inspiração e motivação para a vida.

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
O Poeta Amargo

Similares


Resenhas para O Poeta Amargo (12)

ver mais
O POETA AMARGO
on 9/2/20


As poesias são um tanto reais e tocantes, me identifiquei com boa parte delas. Além disso, o livro é dividido em quatro partes. Quatro vertentes que recheiam a obra de sentimentalismo e reflexões. Eu amei, sério. Depois dessa leitura eu fiquei me perguntando o motivo de eu nunca ter pego nenhuma obra de poesias ou poemas para ler antes.... leia mais

Estatísticas

Desejam2
Trocam1
Avaliações 3.8 / 34
5
ranking 32
32%
4
ranking 44
44%
3
ranking 18
18%
2
ranking 0
0%
1
ranking 6
6%

15%

85%

lerteralmente
cadastrou em:
09/06/2019 21:14:10

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR