Fogo Vermelho

Fogo Vermelho Drica Bitarello




Resenhas - Fogo Vermelho


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Rapha 03/07/2012

Resenha Fogo Vermelho no blog Doce Encanto
Fogo Vermelho é um romance histórico que nos conta a tragetória de Radegund, uma garota ruiva que viu sua família inteira ser dizima quando ainda era apenas uma criança, contudo essa tragédia não a tornou uma pessoa frágil, ao contrário, Radegund cresceu uma mulher forte, guerreira, e com objetivos bem claros em mente: vingar-se do responsável pela morte de seus familiares!

Mark é a única pessoa em quem Raden (apelido carinhoso usado por Mark) confia. A relação entre os dois é bem profunda, e embora, aos olhos das pessoas de fora, pareça que os dois vivam como marido e mulher, há apenas uma grande e pura amizade. "Será mesmo?"

Os dois viviam da profissão de "matadores" e passavam longos dias na estrada. Por muito tempo Raden escondeu seu verdadeiro sexo, afinal, se já era perigoso ser um matador homem, quem dirá uma mulher?

Apesar da confiança que possuíam, o passado, tanto de Mark, quando de Raden, era um mistério um para outro. No decorrer da trama é que vamos descobrindo os segredos mais ocultos de cada um.

Somos também apresentados a Luc, um suposto frei que auxilia Raden e Mark no momento que mais precisam: Durante uma madrugada Mark e Raden são atacados, a príncipio pensam se tratar de ladrõezinhos, mas logo percebem que era uma emboscada, estavam atrás da ruiva e, pejo jeito, queriam a sua cabeça.

A partir deste fato é que somos realmente inseridos na história, os segredos começam a vir a tona intrinsicamente com muita aventura - e de quebra romance ;)

Deixo uma pergunta no ar: Será que teremos um triangulo amoroso? Leiam e descubram! rs

Bom galera, romance histórico não é bem meu gênero favorito, na verdade a parte histórica é que não é minha praia, não curto grandes descrições, o que no caso deste livro era extremamente necessário já que as cidades citadas não existem mais, porém eu curti bastante a leitura!

Consegui mergulhar na estória e me aproximar dos personagens, conhecer o passado de cada um, perceber o que levou cada um a ser o que era e do jeito que era. A única coisa que me incomodou e que fica como dica para ser melhorado numa próxima edição é o tamanho da letra, muito pequenininha, a leitura acabava ficando cansativa.

Apesar de ser o segundo livro de uma série, não impede que seja lido a parte, dá pra entender tudo!

Se você curte romances históricos ou quer simplesmente dar uma chance a este gênero, leia Fogo Vermelho. Tenho certeza que não vai se arrepender!

Confira outras resenhas em: http://rapha-doceencanto.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Janna 21/04/2012

Fogo Vermelho
Fogo Vermelho é um romance histórico que nos conta a história de Radegund (Raden), uma jovem que perdeu a família em uma chacina, se tornando a única sobrevivente, sendo assim vagou pelas terras, encontrou pessoas que a ajudaram, fez muitas amizades, uma em especial Mark, que se tornou seu amigo praticamente um irmão.
Mas Raden tem uma missão descobrir quem e o porque assassinaram sua família.

Ela se tornou uma guerreira, fora obrigada a conviver no meio de muitos homens, tendo que se fazer passar por um homem. O livro nos conta que ela é uma mulher linda, mesmo maltratada pelas batalhas que teve que enfrentar no decorrer de sua vida. Luta para se manter viva, pois o mesmo que matou toda sua família, busca por ela, para assim terminar o que começou.

Eu adorei Raden, uma mulher muito forte, o sofrimento a tornou uma mulher que é capaz de qualquer coisa para salvar aqueles que ama e manter sua honra.

Esse foi o segundo romance da série, o li através do Book Tour que o Blog Alquimia dos Romances organizou, mas assim como a Elimar falou, não ter lido o primeiro romance não altera em nada com o entendimento da história, uma trama muito bem articulada, cada detalhe vai se encaixando, eu gostei demais do livro, quero ter a oportunidade de ler o primeiro e os outros da série que ainda virão.

Não sou muito de ler romances históricos, mas me apaixonei por esse, são histórias que nos prendem e ao mesmo tempo que você quer saber como tudo vai se resolver, você fica triste quando a história acaba.

Para ver como o destino faz as coisas certas, um acontecimento que quase levou Raden a morte, foi o que a fez conhecer seu grande amor. Não vou contar muito sobre esse romance de Raden e Luc pois tenho receio de falar demais, mas quero que saibam que é uma bela história onde envolve diversos sentimentos, ciúmes, amor incontrolável, posso dizer que o livro tem muitas cenas hots.

Drica desenvolveu muito bem a história, fico pensando como ela pode ter tanta imaginação, ainda não a conhecia, e me espantei com seu livro, com certeza ficará em minha memória. É nessas horas que me revolto por morar no Brasil, tantos escritores bons que merecem destaque, que merecem serem conhecidos e reconhecidos por seus esplêndidos trabalhos. Autores nacionais precisam ter mais espaço, serem mais valorizados.

Drica se tornou uma das minhas autoras nacionais preferidas. Obrigada Elimar por ter me convidado a participar do Book Tour, se não fosse por ele não teria conhecido a autora maravilhosa que é Drica Bitarello.

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Apaixonadas por 12/02/2012

Resenha
Segundo livro da série,eu não li o primeiro mas isso não atrapalhou de maneira alguma a leitura e compreensão do livro,ao contrário, fiquei muito curiosa para saber o que aconteceu antes e principalmente louca de vontade de ler as sequências.

Radegund carrega muito ódio dentro de si por acontecimentos do passado que envolvem a morte da sua família,vive disfarçada de homem,lutando como uma mercenária ,revestida pelas roupas e uma couraça em volta de si,que deixa todos os sentimentos de fora,o único que lhe é próximo é Mark,de quem ela salvou a vida em combate,amigo e eventual amante conhece Raden como ninguém a ponto de sentir quando ela está em perigo,e sabe que ela esconde muitos segredos.

Quando Mark decide voltar para casa,ela é atingida em uma emboscada a vida dos dois é levada para um caminho que eles nunca imaginariam,segredos são revelados,sentimentos florescem,e suas vidas mudam completamente de rumo.

Vou ser sincera,eu comecei a ler esse livro sem muita empolgação,as primeiras páginas não me atraíram muito,mas acho que foi melhor assim,porque a surpresa ao avançar na leitura foi maravilhosa,narrativa envolvente,emocionante,onde você consegue sentir a emoção dos personagens,fiquei presa as páginas e só soltei quando cheguei ao fim.

O trabalho de pesquisa da Drica foi primoroso,a riqueza de detalhes da época,as vestimentas,costumes,comidas são retratados de forma minuciosa,mas não atrapalham de maneira nenhuma o desenrolar dos personagens e não são enfadonhas.

Acho um extremo desperdício esse livro não estar nas prateleiras das melhores livrarias do país,e não estou exagerando nos elogios,estou sendo 100 % sincera quando os faço.
comentários(0)comente



Bianquinha 12/02/2012

Fogo vermelho - Resenha
Segundo livro da série,eu não li o primeiro mas isso não atrapalhou de maneira alguma a leitura e compreensão do livro,ao contrário, fiquei muito curiosa para saber o que aconteceu antes e principalmente louca de vontade de ler as sequências.

Radegund carrega muito ódio dentro de si por acontecimentos do passado que envolvem a morte da sua família,vive disfarçada de homem,lutando como uma mercenária ,revestida pelas roupas e uma couraça em volta de si,que deixa todos os sentimentos de fora,o único que lhe é próximo é Mark,de quem ela salvou a vida em combate,amigo e eventual amante conhece Raden como ninguém a ponto de sentir quando ela está em perigo,e sabe que ela esconde muitos segredos.

Quando Mark decide voltar para casa,ela é atingida em uma emboscada a vida dos dois é levada para um caminho que eles nunca imaginariam,segredos são revelados,sentimentos florescem,e suas vidas mudam completamente de rumo.

Vou ser sincera,eu comecei a ler esse livro sem muita empolgação,as primeiras páginas não me atraíram muito,mas acho que foi melhor assim,porque a surpresa ao avançar na leitura foi maravilhosa,narrativa envolvente,emocionante,onde você consegue sentir a emoção dos personagens,fiquei presa as páginas e só soltei quando cheguei ao fim.

O trabalho de pesquisa da Drica foi primoroso,a riqueza de detalhes da época,as vestimentas,costumes,comidas são retratados de forma minuciosa,mas não atrapalham de maneira nenhuma o desenrolar dos personagens e não são enfadonhas.

Acho um extremo desperdício esse livro não estar nas prateleiras das melhores livrarias do país,e não estou exagerando nos elogios,estou sendo 100 % sincera quando os faço.

Post completo no blog: www.apaixonadasporlivros.com.br
comentários(0)comente



Liz 05/02/2012

Este é o segundo livro da série "Radegund" e conta como essa mulher, que passou boa parte da vida fingindo não ser uma para poder sobreviver, voltou para a terra onde nasceu depois de um longo período lutando no Oriente Médio. Ela, que já sofreu muito durante toda a vida, tem que enfrentar não só os fantasmas do passado, mas também pessoas de sua própria família que não querem exatamente que a guerreira sobreviva por muito tempo. Pelo menos Radegund tem boas pessoas ao seu lado: Mark, o melhor amigo que alguém poderia ter. Fiel, companheiro e compreensivo, ainda que ele mesmo tenha seus problemas familiares. Há também Luc, um bom homem que se entregou ao clero por se considerar culpado de um acidente grave. Se bem que sua relação com esta mulher pode acabar mudando os seus planos de vida.

Eu fiquei bastante impressionada com o livro. Admito que costumo esperar muito pouco de obras escritas por novos autores (brasileiros ou não), mas não foi devido às baixas expectativas que gostei de "Fogo vermelho". A história é bem amarrada e os personagens principais são muito bem construídos. Adorei vê-los não sendo perfeitos e tentando sempre aprender com os erros. Isso só os tornava ainda mais carismáticos.

...

Resenha completa em: http://bit.ly/x96lVG
comentários(0)comente



Liachristo 26/12/2011

Resenha - Fogo Vermelho - Drica Bitarello
Resenha - Por: Lia Christo - Blog: Doces Letras


"Dona de um temperamento arredio, Radegund era taciturna, e tão avessa a companhia humana quanto um porco-espinho. E apesar de discreta e reservada, não pudera impedir que seus cabelos vermelhos e os ferozes olhos da cor de musgo, - aliados naturalmente ao fato de ser uma mulher – se tornassem famosos na Terra Santa"



O Livro conta a história de Radegund, uma mulher determinada, com um passado cheio de sombras dolorosas, as quais ela prefere não compartilhar com ninguém, nem mesmo com Mark, a quem aprendeu a confiar no campo de batalha.
Essas lembranças levaram a jovem Radegund a se tornar uma feroz guerreira, coisa totalmente incomum entre as mulheres daquela época, e é por este motivo que ela sempre esconde sua identidade.

Mark é um sarraceno que está ao lado de Radegund desde os tempos difíceis vividos no Oriente Médio. Eles formam uma estranha dupla, porém mortal.
Mark tem a capacidade de por mais tortuosa e feroz que seja a caminhada, não deixar o humor desaparecer.
Ele se juntou a Radegund em uma de suas batalhas no Oriente médio, após ela ter salvo sua vida, a partir dai eles seguem juntos em todos os momentos.
Após sofrerem uma terrível derrota, eles decidem voltar para a Normandia, terra natal de Radegund, onde ela começa a reencontrar todo seu passado, ou melhor, seu passado à reencontra.

"Definitivamente, não se sentia nem um pouco a vontade na terra que, um dia, fora seu lar. Estreitou os olhos e cerrou os punhos, amaldiçoando o nó que se formara repentinamente na boca do estômago."

Confesso que não tinha ouvido falar sobre este livro antes de receber a proposta da Elimar e isso de certa maneira foi bom, porque assim não me deixei influenciar com outras resenhas ou comentários sobre ele.

Uma das passagens que mais gostei foi quando Raden, está sendo perseguida por Louis e reza...

"Diabos! Luc, Mark, Sven...Onde estão todos esses homens quando eu preciso de apenas um deles?"(Texto retirado da página 440 do livro.)

Acabei me surpreendendo muito com este livro, de uma maneira muito boa. Quando li a sinopse pela primeira vez, pensei que fosse mais um livro romântico, com um pouco de aventura do tipo que adoro, mas, já no primeiro capítulo pude perceber que estava errada, e que haveria muita ação, suspense, humor e todos os elementos para uma empolgante leitura.

O livro tem uma narrativa fácil, que flui de maneira contínua, nos fazendo degustar o livro sem perceber o tempo passar, e Os personagens secundários estão muito bem descritos e se desenvolvem muito bem no decorrer da história.

Esta obra, é a segunda de uma série, porém o fato de não ter lido o primeiro livro não interfere no entendimento da história. E estou ansiosa para ler "A Cruz e o Crescente", que será o próximo livro.

Recomendo a leitura de "Fogo Vermelho" a todos que gostam de um bom livro, daqueles que nos surpreende e empolga a cada página. Que a cada capítulo lido você fica ansiosa pelo próximo e triste por estar chegando ao fim...
comentários(0)comente



Leninha Sempre Romântica 28/02/2011

E a jornada de Radegund continua, agora ao lado de Mark ela vai atrás de seu passado, precisa finalmente pôr a vida em brancas cartas.
Uma longa jornada que culminou numa emboscada que põe em risco sua vida, e Raden se vê a mercê dos cuidados de um monge de lindos olhos azuis como o céu, seu coração guerreiro não estava preparado para as novidades que o destino reservava para ela, uma mulher que não sabia lidar com sentimentos tão femininos, se via agora sem saída.

Mark seu amigo fiel e sensitivo está sempre a seu lado, mas ele também está em conflito íntimo, o desejo o consome, mas a honra o impede de deixar transbordar seus sentimento.
E um inimigo espreita cada passo de Radegund e Mark tornando seu caminho uma luta sem tréguas.

Um livro mais que apaixonante, Radegund e Mark continuam perfeitos. O pano de fundo dessa jornada torna o livro eletrizante, cheio de mistérios e conflitos, regado com cenas bem calientes, de tirar o fôlego. Aguarde belas surpresas durante a leitura, por que cada página tem um gosto de quero mais.
Conheceremos nesse livro um lado de Radegund e Mark que ficou escondido no livro O Reino dos Céus, um lado mais humano, que se entrega sem reservas, sem deixar a força característica do livro de lado.

Drica sabe dosar humor, ação, sensualidade tornando o livro numa verdadeira preciosidade. Faz com que o leitor só pare a leitura quando vira a última página e mesmo assim querendo mais.

Uma narrativa fácil, um livro eletrizante, cheio de reviravoltas, num contexto impecável!

Ansiosa pela sequência: "A Cruz e o Crescente"

comentários(0)comente



Bibi 27/01/2011

Adoreiiiiiiiiiiiiiiiii
Fogo Vermelho!

Mais uma vez a Drica nos presenteia com uma historia maravilhosa, cheia de reviravoltas...


Radegund aparece mais uma vez emergida da vingança, em meio a tantas intrigas, aparece a verdadeira identidade da Raden... Muita linda com seus cabelos vermelho, o demônio vermelho nos apresenta uma da mais bela historia de amor.

O Mack continua lindo, adorei saber que ele terá seu próprio livro,,Quero o Mack pra mim afff... Caraca ele se apaixonou mesmo pela Clarisse... Achei ela maravilhosa pra ele...


O amor do Luc e da Raden é lindo, sem contar q o Luc é super ciumento... nunca li um livro com o cara tão ciumento... adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiii... ele é apaixonadíssimo...maravilhosos...


Super recomendo!

comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8