Quem Sou Eu?

Quem Sou Eu? Wellington Budim




Resenhas - Quem Sou Eu?


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Kelly Midori @kemiroxtvliterario 07/04/2021

Resenha: Quem Sou Eu? | Wellington Budim | @kemiroxtvliterario
Quem sou eu? é um livro de romance policial escrito pelo autor Welligton Budim, corresponde a Editora The Books sendo de literatura nacional. Eu li esse livro no formato de ebook que foi me disponibilizado pelo escritor. Eu o já conhecia que fizemos parceria com o outro livro dele chamado 'Teu pecado' e ele é um dos organizadores do Prêmio Ecos de Literatura.

Essa obra contém: Dedicatória, Prefácio escrito pela Patrícia D'Oliveira, Sumário, prólogo, capítulos numerados, epílogo e agradecimentos. Capista: Denis Lenzi, Revisão: Mari Vieira, Diagramação: Grazi Fontes e Editora chefe: Waldinéia de Oliveira Gomes.

Esse livro começa já impactante com mãos com sangue de que alguma morte ocorreu, o desespero da personagem principal. Ela chama a polícia por estar em perigo mas ela a pousou nos braços dele. Depois disso começa explicando o título do livro: Annie Durval acorda em um hospital e tem perda de memória, ela não sabe como poderá pagar as contas do hospital, tenta fugir. Mas ela ainda fica lá e falam para ela o nome dela, o delegado procura acusando de matar o marido Sr. Durval ela mas como ela está no hospital médica fala só quando ela se recuperar. Uma amiga procura ela, ficou feliz em vê-la.

Ela saí do hospital, a amiga dela saí com ela. Os policiais prendem ela, ocorre um acidente, um cara chamado Flanklin quase atira nela pedindo um código mas a tal amiga Dolores e o Enrico tira ela de lá fingindo que era entrega , Annie se veste de Bob Esponja e foge. Será que ela irá recuperar a memória? E será que ela matou o marido? E será que terá mais mortes?

Eu amei esse incrível romance policial, gostaria de contar mais coisas mas aí seria spoiler tentei escrever de um jeito que fiquem curiosos. Eu gostei muito no livro que tem referência ao livro 'Enterro dos Ossos' da Renata Maggessi. Pretendo ler mais futuras obra do escritor com certeza. A escrita é bem envolvente. Esse livro está disponível no site da Editora The Books e na Amazon. Quem curte romance policial mistérios e suspense é uma excelente escolha.

Quote:
"Cuidado com o que deseja, Annie. O universo sempre conspira a favor daquilo que desejamos."

site: http://kemiroxtv.blogspot.com/2021/04/resenha-quem-sou-eu-wellington-budim.html
comentários(0)comente



Cris Moraes 06/01/2021

Surpreendente!
A história de Annie Duval e sua jornada em total amnésia foi uma narrativa eletrizante que me fisgou da primeira à última linha! O autor construiu um enredo fantástico, bem amarradinho na trama, cujos fatos vão se sucedendo numa sequência ardilosa, incrível e envolvente. É uma baita narrativa com elementos policiais e os bastidores sórdidos de nossos políticos. O jogo de interesses e a ganância pelo dinheiro são apresentados em um fantástico segundo plano, oferecendo uma base perfeita para encaixar os fatos do mistério policial.
Sou daquele tipo de leitora que não se preocupa muito em antecipar o desfecho final, descobrindo de antemão o culpado da história. Gosto de ir me situando em cada cena e vivenciando cada momento do suspense e suas muitas possibilidades.
Então, nesse sentido, a leitura foi perfeita para mim. Ainda que o final do livro fosse uma das possibilidades cabíveis em minha imaginação, gostei demais que tenha sido apresentado apenas nos últimos parágrafos.
Recomendo a leitura e parabenizo o autor pela obra,
comentários(0)comente



Thai Zavadzki (@meowbooksblog) 24/03/2021

Excelente.
Um suspense exatamente como algumas pessoas tinham me prometido: de tirar o fôlego.

Só pela sinopse já dá para ter noção do que vamos encontrar, né? Um quebra cabeça que só será completamente desvendado na última página. E isso é real, viu? A narrativa não perde o ritmo em momento nenhum, nem mesmo no epílogo, que teoricamente, seria algo mais “calmo”.

Para mim, esse livro foi uma mistura de Incorruptíveis com E Não Sobrou Nenhum: aborda uma coisa bem homicida, mas também envolve tópicos políticos, critica a política do nosso país de uma forma que eu senti certa influência da realidade e gostei bastante.

É essa a forma mais próxima e sucinta que consigo descrever esse livro, porque, na verdade, ele é uma loucura, hahaha. No bom sentido, é claro. Envolve coisas pessoais, políticas (como já dito), morais, sociais… Enfim, foi uma leitura bastante surpreendente, mesmo que já esperasse bastante dela.

Gostei demais da escrita do Wellington Budim, uma vez, no início, encontrei umas descrições um tanto repetidas, no final algumas coisas me pareceram um tanto machistas, porém, tivemos um leve conserto disso no final. Enfim, a escrita do autor supre absolutamente tudo que o enredo precisa, é excelente e bastante envolvente, eu não consegui parar de ler até que desvendasse tudo, isto é, virasse a última página.

Li tudo em cerca de 4 horas (com uma pausa de 40 minutos, mais ou menos). Fiquei realmente vidrada, querendo saber tudo daquele enredo que parecia indecifrável a princípio. Uma montanha russa de emoções que variava entre choque e confusão.

Annie é como todas as personagens que perdem a memória: confusa, um pouco ingênua por não saber em quem confiar, para onde correr, e o legal desse tipo de enredo é justamente estarmos acompanhando a visão dessa figura. Descobrir quem ela é e o que a fez chegar no ponto que chegou.

Em Quem Sou Eu? é interessante acompanhar como Annie só quer descobrir quem é enquanto diversas coisas do enredo dependem dela, cobram a memória que ela perdeu.
[...]
CONTINUA NO LINK
https://meowbookblog.com/2021/03/24/resenha-quem-sou-eu/

site: https://meowbookblog.com/2021/03/24/resenha-quem-sou-eu/
comentários(0)comente



Leitores Peculiares 02/02/2021

PERFEITO DEMAIS
Quem sou eu? //@wellingtonbudimautor //@thebookseditora -🧩
.
A história já começa com uma perseguição alucinante, São Paulo se torna palco de um dos romances policiais mais fantásticos que eu li em toda a minha vida.
Annie Duval acorda na Serra da Cantareira, sem saber quem é, e muito menos o que faz ali, ela é socorrida pela bondade de um motorista que avista uma mulher despida à beira da pista. Daí em diante é só ladeira abaixo. Depois de ser levada ao hospital, medicada, ela por fim descobre que seu passado esconde muitas coisas, seu futuro é bem incerto, e o presente, bom, esse ela nem sabe, pois nem ao menos seu nome se recorda.
Acusada de assassinar seu marido, um político renomado, ela não faz ideia de que tipo de vida levava.
Uma narrativa traçada de uma das maneiras mais brilhantes que apreciei, inacreditável como não tem pontas soltas e o emaranhado de acontecimentos é todo desenrolado no decorrer da trama.
Eu fiquei um bom tempo sem conseguir ler absolutamente nada, pois o impacto que esta trama me causou foi demais. O final é simplesmente de tirar o fôlego...
A qualidade da escrita do Wellington é formidável, nota-se que houve uma pesquisa muito bem elaborada por parte do Autor, não foi um livro escrito em um mês. Com toda certeza ele levou muito mais que isso só com a pesquisa. Como eu gostaria que todos tivessem um cuidado assim ao escreverem suas histórias, se preocupassem mais com a qualidade do livro escrito do que com a quantidade de livros publicados.
Melhor livro que li de romance policial este ano.
.
Recomendo, panfleteio e indico...

site: https://www.instagram.com/p/CEXhsgeDqJX/
comentários(0)comente



Debby Vieira 02/02/2021

MARAVILHOSO
Livro: Quem sou eu?
Autor: Wellington Budim
Editora : The Books / Dark Books

O primeiro suspense a gente nunca esquece, é este o meu sentimento...
Annie Duval é uma mulher rica e refinada, mas isso ela só descobre depois, pois logo nas primeiras páginas ela nem sabe quem é.
Após acordar na serra da Cantareira perto de uma estrada ferida e sem memória descobre que esta sendo acusada do assassinato de seu marido, um senador famoso e influente Augustus Duval, ela só possui um colar, que não parece mas tem mais segredos nele do tudo.
Eu presenciei a reação de minha mãe quando trabalho neste livro, ela ficou por dias a fio dizendo que eu precisava ler, apesar de ser uma leitura de suspense não tem contra indicação para menores lerem. Então eu decidi me aventurar, e li tão rápido que até eu me surpreendi.
Fiz várias anotações, confabulei possíveis suspeitos, dormi tarde, sumi das redes sociais. Tudo isso porque eu precisava saber quem era Annie Duval e o que aconteceu com o Senador.
“Em quem confiar quando todos podem ser suspeitos?”
Eu preciso dizer que Wellington entrou para minha lista de autores favoritos, se algum dia eu escrever um romance policial, minha inspiração terá sido ele.

site: https://www.instagram.com/p/CKzSxTijBhd/
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5