Uma Lady e Nada Mais

Uma Lady e Nada Mais Nathalie Rezende




Resenhas - Uma Lady e Nada Mais


6 encontrados | exibindo 1 a 6


Thamires.Sobral 17/05/2022

Uma Lady e Nada Mais
Amélia Willians filha do conde Westminster se apaixonou por John um simples camponês, porém seu pai nunca aceitou essa relação, e os dois fugiram, mas o Conde não vai deixá-los viver em paz, e mesmo isolados eles serão encontrados e John não terá a chance de ver sua filha Caroline crescer.

Caroline Willians agora com 20 anos, viu sua mãe trabalhar como lavadeira para lhe dar o mínimo de educação e conforto, porém ela adoece e Carol não vê outra opção a não ser trabalhar como camareira para ajudar sua mãe e garantir que não lhe faltará nada.

Contudo Carol irá trabalhar como criada no Bordel Sun and Moon, e madame Bennett tem outros planos para essa bela jovem de voz encantadora. O caminho de Carol e Albert Frederick Harper, o décimo Duque de Somerset irão se cruzar.

Albert Frederick era um o segundo filho e por conta disso, sempre levou a vida como um completo libertino, contudo quando seu irmão mais velho morre, as responsabilidades de um Duque passam a ser sua, assim como a obrigação de encontrar uma noiva, contudo ele está bem atento para não cair em um golpe, existem muitas interesseiras em consegui um casamento vantajoso.

Confesso que teve alguns pontos que me incomodaram, se tem algo que amo nos romances de época e a paixão do casal, porém aqui não consegui ver Albert e Caroline apaixonados, e ele não foi um libertino que ganhou meu coração, pelo contrário, não gostei de algumas atitudes dele com a Carol, mas ressalto como a escrita da autora e fantástica, você fica totalmente envolvido na trama e inconformado com a pouquíssima quantidade de páginas.

Justamente por esse motivo, não vou falar mas para evitar spoliers, mas se você procura uma leitura rápida e para embarcar de mente aberta, recomendo conferir “Uma lady e nada mais”.
comentários(0)comente



Ana 20/04/2022

Não é nada satisfatório avaliar tão mau livros de autoras independentes e brasileiras, mas em algumas situações se torna extremamente necessário.
Iniciei a leitura imaginando que pela quantidade de páginas, seria fluída e bonitinha, mas aparentemente me enganei.
Parece que, para alguns, a mera ambientação de uma estória no período regencial, acrescentado a menções de títulos e bailes, é o suficiente para classificar um livro de época. No entanto, nem mesmo a famigerada "licença poética" pode atropelar os mais básicos costumes do período. A personagem principal parece uma moça do século XXI perdida no passado, assim como a escrita e as conversações pareciam se tratar de uma obra contemporânea. Nenhum personagem agiu de forma condizente com sua época... sem sequer entrar no mérito das decisões dos protagonistas - e personagens secundários.
A autora quis tanto enfiar diversos enredos consecutivos em apenas 100 páginas, que nenhum ficou minimamente aceitável. Você sequer pode dizer que o casal tá apaixonado quando acontece a cena - patética - da separação. Para fechar com chave de ouro, as características do próprio personagem principal foram alteradas no epílogo, quando comparado ao bebê.
Não pretendo continuar apontando os diversos equívocos que percebi na leitura, porque a resenha se estenderia de forma que não desejo... mas sinceramente, lançar um livro de época sem a mínima pesquisa histórica é o cúmulo.
Aline 27/04/2022minha estante
Que decepção, eu recebi o livro e achei a capa linda, criei expectativas mas vim aqui ler os comentários, vou ler pq afinal, comprei, mas sem expectativas rs


Ana 29/04/2022minha estante
Não deixa de ler mesmo, talvez tu goste e nem perceba ou se importe com o que me incomodou. Eu sou sempre da opinião que todos devem ler o livro que gostou independente dos comentários negativos, porque sempre tem uma parte que ama e outra que odeia hahah
Levo sempre em consideração os livros da julia quinn "para sir philip, com amor" e "um cavalheiro a bordo" que eu tava super na expectativa e não gostei de nenhum, mas vi muita gente defendendo com unhas e dentes porque amaram kkkk assim como outros livros dela que amei de paixão e vi pessoas que odiaram.
É muito subjetivo, porque tem erros que eu muitas vezes tolero e consigo gostar da trama e outros que eu simplesmente não consigo suportar e faz todo o resto do livro perder a graça pra mim. Então realmente não dá pra saber se tu não ler, mas espero que tu goste pra ter valido a pena o livro físico. Mas se não gostar, ao menos é um livro bonito na prateleira kkkkk




Pâmella 08/04/2022

Uma Lady E Nada Mas
Caroline precisa de dinheiro para ajudar sua mãe que está doente, então começa a trabalhar como camareira em um bordel. Em uma noite a cantora do local se demite e Carol precisa substituir a mulher e é assim que ela encanta Albert, o Duque de Somerset. Depois de se decepcionar muito com ele, Carol descobre que é uma Lady e vê sua vida mudar totalmente? mas se torna impossível cumprir sua promessa de nunca mais ver o Duque?

O livro é bom, mas falta alguma coisa. Não me apeguei ao casal, principalmente ao Duque, achei péssima sua atitude com a Carol e não consegui perdoar ele. ?????
Mas não é um livro ruim.
comentários(0)comente



Jani.Alves 23/03/2022

Previsível
O conto é corrido e os acontecimentos passam bem rápidos e sem contar que é super mal escrito, muitos erros ortográficos que acabam atrapalhando na interpretação, sendo assim necessário reler algumas partes repetidas vezes.
Confesso que minhas expectativas estavam altíssimas para esse livro e não foram superadas ?
comentários(0)comente



Alice no país das maravilhas 23/03/2022

A neta do conde e o duque libertino
Um romance de época, com uma leitura prática e rápida.
Do meio do livro para o final é onde a história começa a ficar empolgante.
Depois de tudo que Amélia passou, ela só queria o melhor para Caroline então sempre tentou proteger sua filha. Amélia é filha de um conde, o qual nunca aceitou seu relacionando com um camponês.
Quando a filha já estava muito envolvida nos trabalhos do bordel, Amélia resolveu contar toda a verdade e voltar para a casa do pai e assumir sua herança. Portanto, Carol no seu trabalho se apaixonou por um duque que não acreditou nela.
Portanto, o que não é surpresa, quando Carol volta a sociedade e é assumida como neta do conde e o Duque Albert está procurando uma esposa pois ele precisa se casar para liberar sua herança, ele vai tentar reconquistar Caroline com todas as forças que tiver.
Para finalizar a história com uma parte fofa: veio gêmeos!!!!!
comentários(0)comente



Alda - Dondoca Literária 04/02/2022

Ótimo Enredo!
#DondocaResenha.

Caroline Willians, cresceu vendo a mãe se acabar de trabalhar para lhe dar o mínimo de conforto e educação, contudo, aos 20 anos, ela se vê obrigada a fazer o mesmo, trabalhando de camareira para retribuir tudo que lhe fora proporcionado.

Agora, trabalhando de uma forma nada convencional, o destino resolve colocar em seu caminho o jovem Albert Frederick Harper, décimo Duque de Somerset.

Albert, era o segundo filho e sempre levou uma vida promiscua, entretanto, após a morte do irmão, ele se ver cercado de responsabilidades e com a terrível obrigação de encontrar uma noiva para garantir o ducado que herdou.

Ele é um homem justo e não mede esforços para ajudar aqueles que dele depende, mas o que fazer, quando a única coisa que deseja é a mulher errada, que usou de artifícios inescrupulosos para dar um golpe e conseguir um casamento vantajoso?

🌹Aí, gente, sabe aquele enredo com potencial para uma tremenda obra? Pois bem, foi essa a sensação que tive ao terminar a leitura, que foi realizada numa sentada e me deixou com um enorme gostinho de quero mais!

Esse foi meu primeiro contato com a autora e estou inconformada com as pouquíssimas páginas que nos foi destinada, sua escrita é ótima, os personagens são consistentes, um prologo que nos tira o folego e uma trama de segredos, que pode mudar para sempre o destino de todos. Sem dúvidas foi pouco!

Não vou falar mais nada, só saibam que, o livro é digno de 5 estrelas, mas tirei uma, só porque senti a necessidade de um enredo melhor trabalhado, afinal, não e toa que sou a louca do romance de época.

Agora, pelo amor do senhor, me diz se isso já aconteceu com vocês, não posso ficar frustrada sozinha?...

Att. Alda💋!
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 6