Desenrola

Desenrola Juliana Lins...




Resenhas - Desenrola


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Juninho 02/09/2017

final e história surpredente
foi legal em ler o livro que é bem parecido com o filme
comentários(0)comente



Alexia Pereira 31/05/2016

Desenrola: O Livro Baseado no Filme
Ou melhor, baseado no roteiro do filme. E, sim, mesmo sendo criado a partir do filme, tem algumas pequenas diferenças - não que isso deixe um melhor que o outro.
[...]
Priscila tem 16 anos e, o melhor: vai ter a casa inteira para ela durante três semanas, enquanto a mãe viaja a trabalho, e o pai mora com a nova esposa, e não é de fazer vista grossa. Quando um peculiar trabalho de matemática une Pri e seu melhor amigo com Boca, um garoto que tenta bancar o pegador, e Tize, que por acaso é a irmã do cara que Pri idolatra (também conhecido como Rafa: O Cara. Isso, com letras maiúsculas mesmo.), mas que nem sabe da existência dela, as coisas começam a mudar para Priscila, e a garota normal até demais encara a realidade de que, embora diferentes, as meninas têm as mesmas coisas em comum, os mesmo medos e tudo o mais.
Mas será que Priscila vai ser tão normal assim depois de tentar conquistar o cara do sonhos dela? Será que os sentimentos pelo melhor amigo são algo a mais? E onde foi parar a agenda dela?
Claro, com Boca. O que ele vai fazer depois de descobrir os desejos escritos pela garota branquela do seu grupo de matemática? Bom, aí que entra Amaral, o melhor amigo mala de Boca, que começa a atazanar o amigo para descobrir o que rola entre ele e a Priscila. Logo, o boato de que os dois ficaram se espalha pela escola e, ao contrário de ficar brava, Priscila tem uma ideia genial para finalmente agarrar o boy magia, vulgo Rafa.
E o que acontece quando uma garota que só pensa na primeira vez esbarra com o menino que só quer uma segunda chance?
[...]

site: Mais em: http://caradeluaoficial.blogspot.com.br/2016/05/desenrola-o-livro-baseado-no-filme_22.html
comentários(0)comente



Mah 23/02/2013

Muito bom. Desenrola, é um livro completamente agitado e que sabe descrever exatamente a vida de um adolescente de uma forma muito engraçada, independente do sexo. Uma escrita suave que te envolve em uma agitação que não para nunca e te instiga para próxima pagina, li tão rápido que não vi o tempo passar.
Peca em alguns erros, como de pontuação e símbolos, mas que podem ser perdoados e ignorados por terem vindo de um roteiro. Eu gostei muito e recomendo para quem gosta de uma boa comedia romântica.
comentários(0)comente



Nanda 13/07/2012

[Resenha] Desenrola - Juliana Lins e Rosane Svartman
Como eu já havia visto o filme, eu já estava familiarizada com o livro, mas ler as palavras que eu vi em filme foi muito bom. O livro começa com Priscila narrando a viagem de sua mãe, Clara, tudo isso em pensamento, super irônicos por sinal, e numa narrativa super divertida.
Aos poucos nós vamos conhecendo a história de Priscila, sua paixonite pelo irmão mais velho de uma colega de sala, seu melhor amigo, Caco, e suas frustrações e medos. A forma que o livro foi escrito deixa o leitor sentindo como se a protagonista estivesse falando com ele, o que é uma coisa muito legal.
Tudo muda para Priscila quando, em um trabalho de escola, ela se vê num grupo com Caco, Tize (a irmã dO Cara) e Boca. O grupo não poderia ser mais estranho, e é engraçado ler a primeira reunião deles, com suas personalidades diferentes, tudo isso com as legendas da Priscila.
Decidida a mudar todos os aspectos da sua vida enquanto sua mãe viaja, Priscila começa a correr atrás dO Cara, também conhecido como Rafa, o surfista e irmãos mais velho de Tize mais desejado pelas meninas do primeiro ano. A partir desse ponto que se "desenrola" a história, envolvendo um quase assalto e um amasso no sofá da casa de Priscila que não saiu como o planejado.
Mas tudo muda quando Tize chama Priscila para acampar com seus amigos, e isso incluía Rafa, Priscila foi, e lá que tudo muda. Eu cheguei a mencionar o personagem Boca ali em cima, então, depois de um certo vídeo cair na internet dele falando algumas coisas sobre a Priscila, ele começa a prestar mais atenção na menina (ou branquela) e nesse acampamento ele fica realmente enciumado de ver Priscila e Rafa.
O livro conta com a narrativa da perspectiva de Priscila, Boca e o amigo do Boca, Amaral, pra quem acha que vai se perder em meio a tantos personagens narrando uma história, é super tranquilo. Ainda conta com a participação especial da irmã do Boca, Jurema, que narra um capítulo pequeno. O livro é muito bom, fininho, e a leitura não é cansativa, eu recomendo muito pra quem quer rir e se identificar com a história de Priscila.
Agora um parênteses sobre o filme, a música é muito levada em conta pelo fato de no início Priscila achar uma fita cassete no meio das coisas da sua mãe, a trilha sonora do filme é ótima também, mesmo sendo algumas músicas dos anos 80.
O final do livro é romântico, e como diz Priscila foooooooooofo, não vou contar e deixar vocês na curiosidade, mas é um final surpreendente (pelo menos pra quem não viu o filme).
Nanda 19/08/2012minha estante
Originalmente postada em: http://www.entrelinhascasuais.com/2012/06/resenha-desenrola-juliana-lins-e-rosane.html




David.H.S 08/03/2012

Desenrola!
Quando resolvi enfim ler este livro, imaginava ser um livro chatinho de menina. Ainda bem que estava enganado, Desenrola não é um livro de menina, mas sim um livro que qualquer pessoa que já foi ou ainda é jovem, vai amar!
Com uma leitura bem rápida e divertida da primeira a última página, o livro te prende demais. Escrito em primeira pessoa, faz você entrar realmente o drama de Priscila.
Priscila é uma adolescente branquela que tem medo do mar. Apaixonada pelo irmão mais velho de Tize, a menina mais popular da escola, e seu melhor amigo Caco que praticamente é a sua alma gêmea só que nunca rolou nada ente eles.
Tudo finalmente se desenrola quando ela consegue sair com Rafa, mas na hora de transar ela conta para ele que é virgem, no mesmo instante ele sai de sua casa e não a convida mais para sair.
Desesperada Priscila busca perder a sua virgindade para finalmente conseguir sair com Rafa.
Neste meio tempo surge um boato na escola de que Priscila teria transado com Boca o garoto mais atentado da sala...
Até que ponto tudo irá acontecer na vida de Priscila:
Boca, Caco, Rafa, Tize, sua mãe Clara...
Tudo está acontecendo neste periodo em que sua mãe está viajando e ela está sozinha em casa!!
E em alguma hora Priscila vai ter que Desenrolar...
Este livro foi uma delicia de ler, dei muita risada, a narrativa é bem divertida com os dramas de Priscila, dramas estes em que grande parte dos jovens vão se identificar, como por exemplo, a primeira vez, a busca do primeiro amor, e da própria identidade. Não importa, seja menino, ou menina todos irão em algum ponto se identificar com o livro! Além disso há capítulos em que o Boca narra, além do seu amigo Amaral.Tudo isso só faz com que o livro fique mais rico. Já tinha visto o filme quando li e tinha gostado muito. Se você gostou do filme então irá amar o livro que mostra a visão que o Boca tem das coisas. Os capitulos ficaram muito legais com fotos dos personagens e o livro é todo lindo!
Indico a todos os leitores que curtem uma boa estória juvenil!


Para ler muitas resenhas visite:
http://brihodasestrelas.blogspot.com
http://www.istoeleitura.co.cc/
comentários(0)comente



Denha 04/03/2012

A primeira vez de todas nós
Resenha postada em http://fictiontwilight.blogspot.com
Desenrola é um livro divertido, atual e muito envolvente. Eu o li assim, mole mole, em 2 dias, porque é uma leitura das mais fáceis, igual a ler um blog de menina na web. Mas o que faz a gente gostar de ler este livro é que a gente se identifica com os desejos e experiências da Priscila, mesmo que a gente tenha vivido a adolescência há uns 10 anos atrás...
O livro todo gira em torno da primeira vez de uma garota e isto vira até tema de trabalho da escola. Priscila ficou com o cara dos sonhos de qualquer adolescente, o universitário/surfista bonitão que no filme é interpretado pelo Kaiky Brito, mas o moço deu no pé, bem no meio do vamo-vê quando descobriu que ela era virgem e que, por isso, se ele fosse adiante, ela iria grudar nele. Bom, ela já perseguia o cara pra todo lado, então acho que não ia fazer a menor diferença... rs...

Bom, a primeira vez da Priscila acontece e não foi tão especial quanto ela esperava. Acho que toda garota já passou ou vai passar por isso. A gente imagina que a primeira vez seja com alguém que mais parece príncipe encantado no cavalo branco e que ele te fará a mais protegida das criaturas, mas, no final das contas, o cara só está preocupado em voltar correndo pra namorada. (Leia o livro e descubra se isso aconteceu comigo ou com a Priscila!)

Desenrola é assim, cheio dos pequenos dramas divertidos dos adolescentes e decorado com as músicas da velha fita de sucessos dos anos 80 que o pai de Priscila deu pra mãe dela. É um livro pra relaxar e relembrar que a adolescência é uma fase gostosa (Tia Denha nostálgica MODE ON), mas que tudo tem proporções gigantescas que nos fazem querer viver a vida intensamente.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Juninhooo 02/05/2011

Postado no www.CooltureNews.com.br
Essa não é uma tarefa fácil, afinal esse é um livro voltado principalmente para as meninas, mas achei interessante poder visualizar esse outro lado e relembrar de algumas histórias dessa fase um tanto tumultuada mas muito boa. Como disse a uma grande amiga, gostaria de ter lido esse livro quando era mais jovem, seria de grande ajuda para saber como as meninas pensavam (o que é uma tarefa praticamente impossível! Mas ajudaria).

Por ser voltado para um público mais jovem a leitura é muito simples e flui de uma forma muito rápida, e o fato de ser narrado em primeira pessoa, intercalando entre os personagens fez com que eu conseguisse me identificar com todos em alguns momentos e perceber que certas duvidas e “neuras” aparecem tanto nos meninos como nas meninas.

Priscila é uma branquela esquisita que fica sozinha em casa após a mãe sair de viajem (quem nunca sonhou com isso quando era jovem? Pois é, ela estava no paraíso) e vive andando por ai com um Walkman (sério, isso existiu, e pensar que algumas pessoas nunca ouviram falar dele me dá medo, estou ficando velho mesmo) que encontrou enquanto remexia as coisas de sua mãe. Prisicila está disposta a botar seu plano em prática, perder a virgindade com “O Cara”, que nem sabe de sua existência.

A trama tem como pano de fundo um trabalho escolar onde Priscila, Caco (seu grande amigo), Tize (irmã dO Cara)e Boca (comédia!) resolvem fazer um levantamento sobre a quantidade de meninas que já perderam a virgindade (“quem já liberou a perseguida”, by Boca) em sua escola.

Se você analisar friamente a trama, pode até pensar que são abordados assuntos “batidos”, porém esses assuntos não ficam realmente ultrapassados, se você acha isso, sinto muito lhe informar… mas você (está velho) já passou dessa fase. Muitos podem pensar que não passam de uma outra versão de “Malhação”, na verdade é isso mesmo, uma outra versão, A Melhor, afinal os temas em Desenrola não ficam voltados a relacionamentos “amorosos”, onde uma garota quer o namorado da outra e faz de tudo para isso. Em Desenrola os assuntos retratados são realmente os que valem a pena. Se você está passando por essa fase é uma ótima leitura (ainda mais se for menina), se já passou vale a pena ler para relembrar.
comentários(0)comente



CooltureNews 09/04/2011

Por: Junior Nascimento (CooltureNews)
Para mais resenhas e super promoções acesse nosso site: www.CooltureNews.com.br

Essa não é uma tarefa fácil, afinal esse é um livro voltado principalmente para as meninas, mas achei interessante poder visualizar esse outro lado e relembrar de algumas histórias dessa fase um tanto tumultuada mas muito boa. Como disse a uma grande amiga, gostaria de ter lido esse livro quando era mais jovem, seria de grande ajuda para saber como as meninas pensavam (o que é uma tarefa praticamente impossível! Mas ajudaria).

Por ser voltado para um público mais jovem a leitura é muito simples e flui de uma forma muito rápida, e o fato de ser narrado em primeira pessoa, intercalando entre os personagens fez com que eu conseguisse me identificar com todos em alguns momentos e perceber que certas duvidas e “neuras” aparecem tanto nos meninos como nas meninas.

Priscila é uma branquela esquisita que fica sozinha em casa após a mãe sair de viajem (quem nunca sonhou com isso quando era jovem? Pois é, ela estava no paraíso) e vive andando por ai com um Walkman (sério, isso existiu, e pensar que algumas pessoas nunca ouviram falar dele me dá medo, estou ficando velho mesmo) que encontrou enquanto remexia as coisas de sua mãe. Prisicila está disposta a botar seu plano em prática, perder a virgindade com “O Cara”, que nem sabe de sua existência.

A trama tem como pano de fundo um trabalho escolar onde Priscila, Caco (seu grande amigo), Tize (irmã dO Cara)e Boca (comédia!) resolvem fazer um levantamento sobre a quantidade de meninas que já perderam a virgindade (“quem já liberou a perseguida”, by Boca) em sua escola.

Se você analisar friamente a trama, pode até pensar que são abordados assuntos “batidos”, porém esses assuntos não ficam realmente ultrapassados, se você acha isso, sinto muito lhe informar… mas você (está velho) já passou dessa fase. Muitos podem pensar que não passam de uma outra versão de “Malhação”, na verdade é isso mesmo, uma outra versão, A Melhor, afinal os temas em Desenrola não ficam voltados a relacionamentos “amorosos”, onde uma garota quer o namorado da outra e faz de tudo para isso. Em Desenrola os assuntos retratados são realmente os que valem a pena. Se você está passando por essa fase é uma ótima leitura (ainda mais se for menina), se já passou vale a pena ler para relembrar.
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9