Uma Princesa em Meu Lugar

Uma Princesa em Meu Lugar Paula Ottoni




Resenhas - Uma Princesa em Meu Lugar


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Tatiane 30/07/2018

Resenha:
Clara é uma estudante de jornalismo que dedica seu tempo aos estudos e aos amigos ,mora com a mãe que está sempre viajando a trabalho. Sofia é princesa de charmelyn vive com seu pai e sua madrasta malvada Sofia é uma princesa que não aceita as regras da sociedade e ela não se conforma que o rei decidiu que tinha chegado o momento da filha se casar. Clara e Sofia são personagens muito parecidas físicamente são fortes e com objetivos. Clara quer mostrar que pode fazer algo de bom no mundo e Sofia quer mostrar que mulheres podem ser livres e terem suas próprias opiniões
Clara vive no século XXI
E Sofia no século XIV As duas vão entrar em uma aventura trocando de lugar através de uma quadro mágico antigo e uma vai viver a vida da outra por um certo tempo.
No começo vão gostar mas elas acabam descobrindo que cada uma gosta do seu mundo do jeito que ele é. Fantasia aventura romance e emoção são coisas que vão encontrar nesse livro gostei muito da história apesar de me decepcionar um pouco com o final que não foi como eu pensei que seria mas mesmo assim amei o livro indico muito
comentários(0)comente



Julia G 22/01/2013

Uma Princesa em Meu Lugar - Paula Ottoni
Resenha publicada originalmente no blog http://conjuntodaobra.blogspot.com

"De princípio não reparei que um quadro me observava, é claro, porque eu estava dormindo. Só acordei dois minutos depois, com o telefone tocando.
[...]
Foi quando pus o telefone no gancho que percebi que minha cabeça doía à beça. Passei direto pelo retrato, sem reparar que a garota estava em uma posição diferente. Fui até a cozinha e puxei a minha caixinha de remédios da prateleira. Peguei a aspirina, pus na boca e saí tomando um copo de água pela casa. Estava indo para o banheiro quando finalmente reparei na façanha que acontecia em minha própria sala.
A pintura do quadro se mexia. Eu quis dizer que a garota de tinta a óleo SE MOVIA!"

Como qualquer adolescente, Clara tinha uma vida boa, mas que não achava fácil. Seu pai morrera há alguns anos, vivia sozinha com sua mãe, que sempre precisava deixá-la por causa de seu trabalho. Todos os problemas do mundo pareciam ser seus, principalmente porque tantas coisas erradas ao seu redor não poderiam ser mudadas.

Mas a chance de fugir de tudo isso surgiu da maneira como menos esperava: Sofia, uma princesa que vivera séculos atrás, muito parecida com Clara, passou através de um quadro e chegou ao mundo contemporâneo e, por alguma razão, não conseguia retornar ao seu mundo. A única que poderia passar para o outro do quadro era Clara que, após algumas horas de ensinamento mútuo sobre seus próprios mundos, resolveu viver a vida de Sofia em Chamelyn.

A oportunidade de viver tudo o que estiveram privadas por tanto tempo se deu com essa troca, e as duas garotas se sentiam felizes com isso: Clara, com o ar puro, um príncipe dos sonhos e um pai que nunca teve. Sofia, com a liberdade que era dada a Clara, as novidades do mundo moderno e uma mãe, que nunca fizera parte de sua vida. O maior problema para as duas é que elas não sabiam quando e se poderiam voltar às suas próprias vidas.

Mesmo com uma história que lembra muito os contos de fada que eram lidos na infância e que, talvez, eu tivesse gostado muito mais se me viesse às mãos há alguns anos, Uma princesa em meu lugar, de Paula Ottoni, me cativou. A narrativa ingênua e bem desenvolvida do livro envolve, e a escrita gostosa da autora quase não passa a impressão de ser seu livro de estreia.

Narrado em primeira pessoa nas passagens de Clara, e em terceira quando o foco se dá nos acontecimentos que remetem a Sofia, as divisões são bem definidas e não confundem. As personagens, inclusive, têm cada uma sua própria personalidade, e seus traços são marcados ao longo da trama, o que contribui para gostar mais de uma ou de outra, de acordo com os gostos. Ainda que com os outros personagens essa identificação não seja tão fácil, são também encantadores e com características próprias.

Cheio de segredos e mistérios, o livro se desenrola em cenários perfeitamente encaixados e conseguimos nos sentir onde as garotas estão, principalmente quanto às passagens de outro século. Todos as pontas foram amarradas no final, que não chegou a ser surpreendente, mas agrada.

O romance que se desenvolve é fofo, só não faz suspirar. Senti como se fosse mesmo um desenho animado em que tudo dá muito certo e se encaixa, que faz do casal bonitinho, e só. Algumas cenas são um tanto engraçadas, o que deu um ar ainda mais leve à obra. O que eu mais gostei mesmo em toda a história foi que, apesar dos pensamentos egoístas das duas personagens principais, elas aprenderam que, nem sempre, os nossos problemas são os maiores do mundo e que, às vezes, um pequeno gesto pode mudar o mundo de alguém.

Notei alguns errinhos gramaticais, principalmente de alguns "há" que deveriam ser apenas "a", mas isto foi a única coisa que sobressaiu. Se fizer uma pequena comparação com a outra obra da autora que li, A Destinada, gostei mais do enredo e desenvolvimento desta última leitura, mas é perceptível que a autora desenvolveu ainda mais seu trabalho de escrita no segundo livro.
comentários(0)comente



Carolina Lopes 09/08/2012

Uma Princesa em Meu Lugar de Paula Ottoni é um livro bem rápido e simples de se ler. A narrativa é em 1ª pessoa sob a visão de Clara e em 3ª pessoa mostrando a visão de Sofia.
O livro começa contando como a vida de Clara Martins é entediante, ela vivia casadamente a rotina. Tudo que Clara desejava era algo diferente, uma mudança em sua vida.


"Se todos os dias de minha vida fossem ser como aquele, acho que eu explodiria."


E de repente, os desejos de Clara, uma jovem estudante de jornalismo, são realizados. Ela troca de lugar com Sofia, uma princesa de Charmelyn de um outro século, que é exatamente igual a ela com exceção da cor dos cabelos.


A estória se desenrola, e Clara que antes estava cansada de todas essas coisas do nosso tempo atual, tem que aprender que mesmo em outra época num outro local nem tudo será flores. Ela precisa usar vestidos enormes, não pode ser tão sociável já que ela é um princesa agora e não pode sair conversando e fazendo amizade com todos os servos, ela tem que aturar sua madrasta, Eleonora, e ainda tem que obedecer seu pai, um homem rígido e firme que quer casá-la com um noivo que nunca viu e que nem poderá opinar sobre.


Sofia, por outro lado, tem que se acostumar a liberdade do nosso século. Ela tem que se familiarizar com o celular, microondas, a universidade, as roupas e costumes diversos dos outros e etc. Mas o principal que ela mais preza é a liberdade de escolha: ela pode sair para onde quiser, com quem quiser e na hora que quiser, ela pode escolher quando ela vais casar e pode casar por amor e não por obrigação.


Durante a leitura, dá para perceber que Paula Ottoni tem um forte senso de igualdade. Em vários trechos do livro ela coloca uma crítica sutil sobre as classes sociais e sobre as ações do homem para com os outros..
O livro é um conto de fadas com um toque de romance, uma pitada de humor e uma certa dose de clichê.
O único ponto negativo é que em algumas partes achei que no texto faltava uma pouco de coesão. Mas são com pequenos erros que crescemos...
Paula, parabéns pela obra e boa sorte no seu futuro literário.
Recomendo!


"Hoje posso dizer que estou realizada. Posso dizer que se um raio caísse na minha cabeça agora, eu teria, em meus últimos segundos, pensado que vivi aquilo que eu disse anteriormente que queria: fazer uma coisa radical, arriscar minha vida por um bem maior, fazer uma coisa muito boa para alguém a ponto de nunca mais sair da mente dessa pessoa, viver uma aventura e um grande amor.
Mas aí vem a pergunta: eu me sentiria realizada? Sentiria que fiz tudo o que precisava fazer em minha vida? A resposta ainda é NÃO. Porque EU SOU FELIZ! EU AMO A VIDA! E pessoas assim nunca sentirão que fizeram tudo o que precisavam fazer em seus dias finitos. Porque elas sempre querem mais! Querem viver! E aí é que está toda a diferença do mundo."
Bruna 27/10/2016minha estante
Adorei sua resenha! Fiquei com uma mega vontade de ler! *-*




Andressa 27/07/2012

Uma Princesa em Meu Lugar - Paula Ottoni
Desde que vi este livro em outros blogs tiver certa curiosidade em lê-lo principalmente por passar a ideia de ser de uma leitura leve, divertida e ainda por cima com algum toque de romance. Por isso, assim que o livro de Booktour chegou aqui em casa já iniciei a leitura, que se revelou basicamente aquilo que esperava dela mas com algumas pequenas ressalvas.

Como a história é narrada em primeira pessoa por Clara e em terceira pessoa por Sofia, tive a sensação de que a personagem principal do livro é na verdade apenas a primeira e que temos conhecimento da vida da segunda somente pela troca realizada entre elas. Com isso acabei me sentindo muito mais envolvida com Clara, que ao longo do livro podemos perceber possuir uma personalidade forte, uma grande força de vontade de querer mudar o mundo e trazer mais liberdade para a vida de todos em Charmelyn - inclusive para a de Sofia.

Gostei dessa ideia da autora de mostrar dois séculos diferentes no livro, mas algumas vezes senti que, infelizmente, poderia ter sido melhor aprofundada e aproveitada no contexto. Apesar disso, as garotas passam por várias dificuldades ao longo da trama e algumas delas até me fizeram rir, o que tornou a leitura mais dinâmica e divertida: principalmente nas partes onde Sofia aparecia tentando sobreviver na atualidade com toda a tecnologia diferente de seu mundo - inclusive, Paula teve o cuidado de mencionar várias dessas tecnologias, indo do estranho barulho que faz uma simples campainha até a utilização dos celulares modernos.

Apesar do romance não ter sido o foco principal do livro, gosto muito de histórias que possuem nem que seja um pouco dele. Talvez por não ter sido realmente o foco da autora, principalmente o jeito como este amor começa pode parecer um tanto superficial: Clara tem menos de dois dias em Charmelyn e já se apaixona por um rapaz, enquanto Sofia começa a sair com um aqui. Mesmo assim, depois de tudo o que acontece com as duas garotas acabei por torcer pelos dois casais, e sei que se fosse eu no lugar de uma delas, também estaria no mínimo encantada por eles.

No final, terminei a leitura com um leve sorriso no rosto e percebi que apesar desses pontos que citei acima, gostei muito da história e da narrativa criadas por Paula. Com certeza uma história para divertir, relaxar e que consegue te deixar triste ou feliz com os acontecimentos que nela ocorrem, ou na ansiedade de saber como tudo vai terminar.
comentários(0)comente



Fernanda Faria 06/04/2012

Colina do Tordo Blog - Uma princesa em meu lugar - Paula Ottoni
Quando Paula Ottoni anunciou que ia fazer um book tour de seu primeiro livro eu não pensei duas vezes e me inscrevi para participar. E que alegria senti quando o blog foi escolhido junto com outros para ler a história. Demorou um pouquinho, mas em fim chegou à mim e logo estará nas mãos de outra blogueira.

O porque de eu estar tão ansiosa para lê-lo foi pela sinopse que me agradou. Talvez não seja uma história inovadora, já vimos em outras ocasiões histórias desse tipo, mas mesmo assim estava esperando a minha vez de ler. E devo confessar que me agradou bastante.

Clara Martins e Sofia são duas personagens bastante fortes. Cada uma tem um objetivo de mostrar que realmente podem fazer alguma coisa para mudar, elas buscam algo que valha realmente a pena em lutar. Clara quer mostrar que pode fazer algo, Sofia quer revolucionar e mostrar que mulheres podem sim ter opinião de expor suas idéias. Mas por que estou escrevendo isso se nos dias atuais tudo isso pode ser feito? Acontece que Sofia é uma princesa que veio de outro século.

A temática do livro foi bem elaborada. O encontro inesperado entre as duas personagens foi muito bem escrito e não ficou nenhuma ponta solta. Paula conseguiu escrever exatamente o que queria, sem deixar o leitor confuso com os acontecimentos, que algumas vezes são um pouco corridos.[...]

Leia a continuação no blog: http://www.colinadotordo.com/2012/03/uma-princesa-em-meu-lugar-paula-ottoni.html
comentários(0)comente



Aione 24/01/2012

Clara, uma estudante de jornalismo, vive sua vida desanimada. Ela não vê nada de empolgante nela, além de se sentir revoltada no mundo que vive, com tantos problemas e desigualdades. Eis que, através de um quadro, ela conhece Sofia, princesa de um reino do século XV e parecidíssima com ela. Como Sofia não consegue voltar pela tela por onde veio, mas Clara sim, as duas decidem trocar de lugar para ver o que acontece. Como seria para Clara viver em pleno século XV e para Sofia, em pleno século XXI?


Li o livro através do Book Tour organizado pela Paula Ottoni, autora de “Uma Princesa em Meu Lugar”. Estava muito ansiosa pela leitura e não me decepcionei.
A história é narrada sob dois pontos de vista: um, em primeira pessoa, por Clara, e o outro por Sofia, em terceira pessoa. Ambas as narrativas se mostraram fluidas e bem estruturadas. Particularmente, preferi a visão em primeira pessoa, uma vez que a autora inseriu mais humor na escrita dessa forma por conta dos pensamentos de Clara. Em alguns momentos me peguei dando boas risadas com eles.
O enredo foi bem bolado. Mais do que as confusões vividas pelas garotas por estarem em épocas diferentes das suas, ambas estão em busca de algo que nem ao menos sabem, vivem uma fase de amadurecimento e valorização. Além disso, gostei da maneira com que a trama foi desenvolvida.
Sobre as personagens, adorei a Clara e não simpatizei tanto com a Sofia. Logo de início, Clara mostra seu descontentamento com as injustiças do mundo e adorei os seus ideais, sem contar que pude compreender a incapacidade por ela sentida frente aos problemas sem aparente solução. Também, ficou claro seu desânimos com a própria vida e o desejo de encontrar um diferencial. Ao trocarem de papeis, Clara tem a chance de se tornar a garota de atitudes que sempre desejou e ganhou minha simpatia com suas ações. Sofia, por outro lado, não conseguiu me conquistar. Inicialmente, não tinha antipatizado com ela, porém, conforme a história se desenrola, acabei não concordando com as atitudes que tem. A impressão que tive é que ela acabou apenas criando confusão na vida de Clara e, por isso, sentiu falta de sua antiga vida. Enquanto ela se mostrava indignada com o individualismo e egoísmo das pessoas do século XXI, vi ela mesma ter atitudes egoístas e infantis e dizer que os outros é que assim agiam. Dessa maneira, enquanto vi a evolução de Clara, a de Sofia ficou um pouco nebulosa para mim.
Algo também que me incomodou um pouco foi o fato de não ter sentido tanto que a Clara realmente estivesse em outro século. Ainda que o ambiente seja diferente, algumas atitudes e modos das personagens daquela época não me pareceram tão distantes dessa, talvez pela maneira como as falas foram construídas. Também, tive a sensação de as duas terem se adaptado muito bem às épocas vividas, que foram poucas as dificuldades encontradas. A autora coloca sim as duas passando por confusões e sem saberem como agir em determinados momentos, mas em outros parecia ser natural o que estavam fazendo, como se aquilo fizesse parte do dia a dia delas, o que não era o caso.
O final me prendeu completamente à história. Li sem parar, querendo saber o que aconteceria. Fiquei surpresa com alguns acontecimentos, mas acho que não havia como ser diferente. Sem contar que epílogo deixou um cheiro de continuação no ar e, sendo assim, fiquei bem curiosa para saber o que mais a Paula reserva para Clara e Sofia!
De um modo geral, foi uma leitura que muito me agradou. A narrativa me prendeu, a história, ainda que alguns pontos tenham me desagradado, me convenceu e me deixou ansiosa para saber seu desenrolar. A Paula foi feliz com a escrita de seu livro e recomendo a todos que buscam uma leitura leve e divertida!
comentários(0)comente



Alícia 22/12/2011

15 de Agosto de 2011
Um verdadeiro conto de fadas! Totalmente apaixonante, sem tirar nem por.

Uma Princesa em Meu Lugar é uma aventura brasileira escrita por Paula Ottoni que nos conta a historia da troca de Clara, uma jovem estudante de jornalismo dos tempos atuais, com Sofia, uma princesa do século passado do reino de Charmelyn.

Sofia agora vive no nosso século e tem que lidar com nossas velharias que para ela são novidades. Celular, televisão, universidade, cachorro-quente… hm! Muita coisa para ela, mas que vale a pena por uma única coisa: ela pode mandar em sua propria vida. Ela pode escolher com quem sair, com a idade em que vai se casar e, principalmente até, com quem vai se casar.

Já Clara tem que lidar com enormes vestidos (no inicio ela ama, afinal no inicio tudo são flores), o preconceito entre as classes sociais (já que ela agora é nobre e não pode se socializar com todo mundo), a malvada da Eleonara e ainda por cima seu pai está para lhe escolher um noivo… ela não pode nem sequer opinar.

Ambas passam por novas experiencias e mudam de opiniões sobre tudo o que conhecem, ou pensavam conhecer – como é o nosso caso com Clara. E é desse jeito que Uma Princesa em Seu Lugar é uma historia incrivel, com dose certa de tudo: doce certa de humor, de romance, de questões politicas (haha, de um jeito legal e que nos faz pensar), até tem a dose certa de clichê – afinal, todo conto de fadas tem seu clichezinho. É uma ótima narração – ora temos a narração em primeira pessoa pela Clara ora temos a narração em terceira pessoa focada na Sofia! Enfim… é divino.
comentários(0)comente



luzuanon.appromances 25/10/2011

"Não adianta fugir"
http://www.apaixonadaporromances.com.br


Clara tem 17 anos, mora com mãe que por causa do trabalho passa muito tempo viajando, e a filha dedica-se aos estudos e seu tempo livre aproveita para sair com os amigos. Mais ultimamente nada a satisfaz, e não preciso dizer que tudo muda quando ela se vê diante de outra pessoa idêntica a ela na sala de estar da sua casa, Sofia é a típica princesa da idade média, que não tem direito a liberdade e está revoltado, pois seu pai, rei de Charmelyn decidiu que chegara o momento da filha casar.
Neste livro, a autora Paula Ottoni apresenta uma história leve e que nos proporciona momentos de satisfação. A narrativa é feita a cada capitulo por Clara e a princesa Sofia, dessa forma a história flui mais rápida e bem dinâmica.
A história gira em torno das tentativas de cada uma encontrar uma solução para resolver seus problemas, mas a verdade é que essa experiência as levará a conclusão de que não adianta fugir. Não dá para imaginar o que vai acontecer, temos muitas surpresas e para cada uma foi uma grande lição de vida, que torna a leitura muito agradável para o leitor.
O livro não fala apenas da troca de identidade mais também da viagem no tempo, elas estavam vivendo em séculos diferentes e achei que essa parte não foi tão aprofundada, tem uma ou outra referencia das dificuldades que cada uma enfrentou para se acostumar com a nova realidade. Confesso que a princípio me incomodou um pouco, mas gostei do livro e pelo final deixou a impressão que terá uma continuação. Será? Aos poucos os autores nacionais estão me conquistando, agora tenho que perguntar para a Paula Ottoni hehehe


comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8