O fantasma de Canterville

O fantasma de Canterville Oscar Wilde




Resenhas - O fantasma de Canterville


6 encontrados | exibindo 1 a 6


M. Dubas 28/04/2013

Este conto, foi originalmente publicado em 1891. É, já faz um tempinho desde então rsrsrs. Não se assuste com a data em que foi escrito, a narrativa é mais gostosa do que mousse de chocolate e torta de maçã combinados. Eu juro!
O conto é hilariante, porém há um fundo crítico ao patriotismo aparente.
O enredo, conta a história de um fantasma que assombra o castelo de CanterVille faz 300 anos, na Inglaterra. Ele era temido, e fez dezenas de ex-moradores da propriedade, morrer, entrar em crises de pânico, estado de demência e etc. todas as pessoas nas redondezas tinham pavor do temido fantasma de CanterVille.
Tudo isso muda quando a família Otis, recém chegada dos Estados Unidos, compram a propriedade, mesmo tendo sido formalmente avisados da presença de um fantasma nas dependências da propriedade. Eles dizem que são Americanos e que não acreditam em tal tolice, tanto que ao perceberem uma mancha de sangue que permanecia no chão no lugar onde o fantasma havia matado sua esposa há séculos atrás, o filho mais velho do casal Otis tratou logo de usar um detergente modelo Americano e em poucos minutos a mancha de sangue não estava no lugar onde esteve, desde sempre.
A coisa começa a tomar forma cômica, pois o fantasma se sente ofendido pelos Otis não temerem sua presença. Ele fica em um estado deplorável, gripado e com uma profunda depressão. Vê se pode! Ele, cria forças e usa toda sua experiencia e empenho para se vingar dos Otis, por terem ferido seu ego. Os gêmeos, filhos mais novos dos Otis, deixam o fantasma especialmente ofendido, eles não demonstravam respeito a ele, pelo contrario, arquitetavam trapassas para a pobre alma, que acaba ficando muito mais assustado do que assustador.
Enfim, a filha do meio dos Otis, Srta. Virginia desempenha um papel muito importante para o desfecho do conto.
comentários(0)comente



wildfoxx 04/08/2013

Sério? 1891?
O Fantasma de Canterville assusta, não pelo fato de ser um conto sobre um fantasma, mas por ter sido escrito a mais de um século atrás, no ano de 1891.

Perde, no entanto, quem elege o preconceito devido a data em que a obra foi escrita, e não lê este livro.

Pois, O fantasma de Canterville é merecedor de cinco estrelas. Primeiro pela edição da editora Leya, com o selo Barba Negra, que além de uma capa incrível, ainda conta com ilustrações totalmente conceituais do criativo Wesley Rodrigues. Isso sem falar na diagramação. Esta torna a obra tão fácil de ser lida, que você nem percebe que já esta acabando o livro.

E segundo pela história em sí. Oscar Wilde inovou as histórias de fantasma, trazendo a tona uma personagem frustrada, que não consegue assustar os seres humanos, pelo contrário, ele é assustado, aterrorizado por um par de gêmeos malandros, somado a um pai viciado em inovações modernas, como um removedor de manchas super potente.

Toda essa trama, todas as armadilhas feitas para pregar uma peça no fantasma, tornam a obra engraçada, crítica e recheada de ironia. Muito divertido e delicioso de ler, esse livro será, com toda certeza uma recomendação aos amigos que perguntarem sobre indicação de alguma obra de humor inteligente.

leia mais em:

site: http://prettylittlefreedom.blogspot.com.br/2013/08/o-fantasma-de-canterville.html
comentários(0)comente



Nádia 28/04/2017

Que delícia de leitura. Apesar de ser um clássico inglês é super fácil e rápido de ler. "Acho que o fantasma existe, disse Lorde Canterville, sorrindo, embora ele possa ter resistido às propostas de seus ousados empresários. Há 3 séculos ele é bem conhecido, na verdade desde 1584, e sempre aparece às vésperas da morte de algum membro da nossa família. Bom, o médico da família faz a mesma coisa, Lorde Canterville. Mas fantasmas não existem, senhor, e não acho que as leis da natureza abram uma exceção para a aristocracia inglesa." #oscarwilde#classico#literaturainglesa#todoilustrado

site: https://www.instagram.com/p/fVL2jIGvxy/?taken-by=pomarliterario
comentários(0)comente



Becky Cunha 20/02/2012

Um dos livros mais trágico-engraçado que eu já li. Oscar Wilde foi absolutamente maravilhoso escrevendo essa história. :)
comentários(0)comente



Café & Espadas 25/02/2014

Resenha O Fantasma de Canterville
Uma história apresentada por um misto de diversão e lamentação.

De início temos a compra da Reserva de Caça de Canterville pelo Sr. Hiram B. Otis com o aviso de que aquele lugar era assombrado. Porém, Sr. Otis, que se dizia vir de um país moderno, não acreditou na história de Lord Canterville, dizendo levar os móveis e o fantasma para avaliação.

Algumas semanas depois a compra foi concluída e a família Otis fez sua mudança. Já nos primeiros dias constataram a presença do famoso fantasma. De forma meio irônica o escritor nos mostra a cena mais engraçada do livro (na minha opinião, mas não vou dizer qual é).

No decorrer do livro e depois de uma apresentação não muito calorosa entre a família e o fantasma, o antigo morador da Reserva passa a ser o assombrado do lugar. Ele não consegue sequer dar o mínimo susto nos mais novos da família, pelo contrário, são eles que se divertem fazer armadilhas ou jogar travesseiros na pobre criatura.

A história ruma para um desfecho não muito esperado (pelo menos não por mim) e nos deixa satisfeitos. Um ótimo passatempo para um fim de tarde, recomendo a todos os amantes da boa literatura! A edição é curtinha e cheia de ilustrações.

site: http://cafeeespadas.blogspot.com.br/2014/02/resenha-o-fantasma-de-canterville.html
comentários(0)comente



Samy 13/02/2014

Esse livro entrou na minha estante recentemente, na última compra que fiz pelo Submarino. Já fazia um tempo que eu queria ler algo do Oscar Wilde para conhecer o estilo do autor – pois é, nunca tinha lido nada dele. Confesso que a capa do livro me chamou muito a atenção por ser rosa choque, azul e preta, além ter um castelo com um fantasma a la Tim Burton – não perguntem, simplesmente lembrei do estilo dele, com esse fantasma da capa. Eu achei linda! Quando eu vi que era do Oscar Wilde e estava a 7 reais, não resisti.
E fico feliz por não ter resistido! Achei o livro muito bom! Agora quero ler outros dele.

É um livro super fino e muito rápido de ler, já que possui diversas ilustrações de página dupla, tanto do fantasma propriamente dito, quanto da família Otis – que vai morar no castelo que o fantasma assombra. É quase uma página de desenho para uma de texto. E essas ilustrações são bem curiosas, pois estão mais para rabiscos do que para desenhos certinhos. Achei que combinou bem com o livro.
A escrita do autor é bem descompromissada, com gracinhas e piadas sutis no decorrer de toda a narrativa. Achei uma delícia de ler.

A estória é bem simples, com um fantasma – Sir Simon Canterville – que assombra o castelo de Canterville há 300 anos e é muito temido pela população local. Sua fama é de já ter levado à morte vários antigos moradores e visitantes do local, além de induzir estado de pânico e degradação mental em diversos outros. Agora ele tenta assustar a família de americanos que comprou a propriedade. E a estória É o fantasma. A família Otis está ali como coadjuvante. O principal são as emoções, ações e frustrações do Sir Simon, enquanto tenta colocar medo nos americanos.
O livro é narrado em terceira pessoa por um narrador desconhecido dos leitores e que conheceu a família Otis. Segundo ele próprio, ficou sabendo de parte da história diretamente pelo sr. Otis – como ele ficou sabendo o lado do fantasma, eu não sei.

Muita gente tem preconceito com estórias antigas, achando que a linguagem é sempre difícil e a trama monótona, mas quem tem esse pensamento pré-concebido se engana com O Fantasma de Canterville. É um livro muito gostoso de se ler e vale muito um espacinho na estante! Recomendo a leitura!

site: http://www.infinitoslivros.com/2014/01/resenha-o-fantasma-de-canterville-oscar.html
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 6