Amor Fora de Hora

Amor Fora de Hora Katarina Mazetti




Resenhas - Amor fora de hora


51 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Chele 13/01/2021

Tinha tudo pra ser mas não foi!
Imagina um homem e uma mulher que se conhecem num cemitério e que muitas vezes se sentem incomodados com a presença um do outro mas que por um pequeno gesto emocional involuntário se apaixonam? Aquele livro que você lê a sinopse e pensa: esse vai ser top. Não se iluda bebe, a narrativa pode até ser cativante mas o desenvolvimento foi uma negação, isso sem falar no final nada satisfatório. A impressão que fica é que a única coisa que realmente une o "casal" é o sexo e que não é suficiente para superar uma cortina brega ou um quadro de ponto cruz feito pela falecida mãe do cara pendurada na parede da sala.
comentários(0)comente



Rai 14/12/2020

Fora de hora
Esperava bem mais do livro. Ele foi bem louco de ler. Umas coisas aleatórias surgindo pela leitura mas consegui finalizar. E além de tudo o final fica com uma incógnita se vai dar certo ou não o lance hahahaha
comentários(0)comente



Mônica 11/10/2020

Chato
Por se passar em outro país com uma cultura totalmente diferente da minha achei difícil me identificar com qualquer situação ou personagem. As referências são muito diferentes.

No começo parecia interessante e até estava divertido. Tinha uma graça, uma provocação entre as personagens, mesmo que a Desirré fossem totalmente sem sal. O Benny trazia essa leveza, essas cores pra história.
Depois foi ficando sem sentido, a Desirré foi ficando cada dia mais indecisa/chata e o Benny menos alegre.
Confesso que não entendi algumas reações dela, achei que ela foi insensível em muitas.

Mais pro final o livro foi ficando chato e difícil de se continuar, mesmo sendo curtinho. E o final em si achei um absurdo, porque não combina com o que ele mesmo defendeu durante a história, sobre os homens não serem todos iguais.

Não entendi direito a Marta, que sempre foi tão resolvida acabar na situação que acabou. E sinceramente se não tivesse a parte dela não faria a menor diferença pro livro.
Outra parte que poderia ter sido jogada fora é da Inez. Totalmente aleatório, sem graça e que não acrescenta grandes coisas. As cenas da casa dela poderiam facilmente ter acontecido na biblioteca.

O que eu achei bacana é que a divisão de capítulos por personagens ajudou o livro a não ficar monótono. Mas o último foi bem confuso, porque a diagramação era dela, mas ele que narrou. Em alguns momento não entendi se era ela ou ele falando, mas acho que isso tem mais a ver com a tradução do que com a autora.

Enfim, não entendi o hype, principalmente para o mercado brasileiro. E achei bem fraco. :(
comentários(0)comente



Martinha.Souza 10/07/2020

Enigmático
Duas pessoas totalmente opostas que se apaixonam e começam a viver ardentemente essa paixão. Mas ninguém está disposto a ceder, já que o choque cultural e o estilo de vida de ambos se encontram em lados opostos.
Final bastante enigmático e curioso.
comentários(0)comente



sandim_steh 14/06/2018

Amor Fora de Hora – Katarina Mazetti
Amor Fora de Hora é romance sueco, que foi traduzido para 28 idiomas, ganhou um filme francês e se tornou musical [...]

CONFIRA O RESTO DA RESENHA LÁ NO BLOG!

site: http://onlydreams.com.br/amor-fora-de-hora-katarina-mazetti/
comentários(0)comente



Jéssica 22/03/2018

Um livro que ganhei de presente, que me mostrou como duas pessoas tão diferentes podem construir um relacionamento,mesmo que ele não seja perfeito me mostrou que quando nenhum dos dois cede o relacionamento não engrena,vai se minando os sentimentos aos poucos.Um livro que fez pensar também que muitas vezes não vemos o que se passa com outro que está conosco, que tipo de vida ele leva ou sonha em levar e o motivo de suas atitudes.Uma leitura muito divertida já que cada capitulo é pelo viés de um personagem.Um final chocante!Vou sentir muitas saudades de Benny e a Siri
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jacque Leão 25/06/2014

Vou classificar como Chato!
Esse livro demorei dias pra terminar de ler, por que era simplesmente chato!
Personagens nada interessantes e a história não rendem.
Basicamente duas pessoas muito diferentes se apaixonam, a única coisa que elas têm em um comum é a visita ao cemitério para visitar parentes recente falecidos(onde se conheceram), o cara é até aceitável apesar de ser um fazendeiro com aparência de estar na casa dos 50, e a moça uma bibliotecária aparentemente nova e sem graça. Eles não ficam juntos, mas acabam tendo uma ligação pro resto da vida. No final é chato! ¬¬'
comentários(0)comente



Clã 09/05/2014

Clã dos Livros - Amor Fora de Hora
Um amor impossível, absurdamente improvável, porém difícil de resistir.

Essa é a história acontecida na Suécia... de Desirée, uma bibliotecária absolutamente urbana e cosmopolita e Benny, um fazendeiro solitário.
Ambos se encontram no cemitério. Ela visitando o túmulo do marido falecido e ele visitando e o túmulo de sua mãe.
A princípio os dois ficaram incomodados com a presença um do outro, até que um sorriso apareceu nos rostos e tudo mudou.
Com um ritmo super gostoso e um amor realmente fora dos padrões, a história de Desirée e Benny me mobilizou. Torci, torci muito pelos dois.
Eles são o cúmulo do oposto... Ela super urbana.. ele um homem absolutamente do campo.
Benny se dá conta de que não pode mais ficar sozinho. Após a morte de sua mãe, cuidar de si mesmo, da casa e da fazenda sozinho é uma tarefa impossível. Quer muito conhecer uma boa moça, que cozinhe, arrume tudo, cuide dele e ainda ajude com a fazenda.

"Agora todos eles vão para casa, para a sua maldita varanda com entalhes, e cobrem seus filhos adormecidos, pensei, e amanhã a mulher passa um café forte para ele, para que possa ter mais energia, e faz uma massa de pão e salsicha. Para que, aliás, estou vivendo, maldição?!"

Já Desirée quer sim conhecer um bom homem, que a leve ao teatro, leia muitos livros como ela e discuta filosofia.
Mas o destino quis que os dois se encontrassem, e ao ovários dela a empurraram na direção dele. Rsrsrs

"Por um longo tempo, relutei em visitar o túmulo de Örjan. Aos poucos, está ficando mais frio, dizia a mim, não quero sentar ali e pegar uma inflamação nos ovários. Vamos correr o risco, diziam os ovários, nós queremos examinar o lenhador com um pouco mais de atenção."

Os dois sentem uma atração muito forte um pelo outro e são perfeitos juntos, porém somente na intimidade. Fora isso... não se entendem com nada, discordam de tudo e são incapazes de se encaixar, um no mundo do outro.

"Assim eu sonhava quando pensava em Benny e em nossos joguinhos – tem que haver um caminho para manter isso. Trancar a porta do apartamento e guarda-lo dentro do meu guarda roupa até que eu volte do trabalho."

Será que os dois conseguirão se entender?
O romance é totalmente fora dos padrões...engraçado e com muitas cenas bem realistas! =)

Não posso dizer que ela seja bonita ou feia, de alguma maneira isso não me interessa. Ela simplesmente é o que é.
E eu me apaixonei por ela.
Não foi um clique. Foi mais como aquela vez em que, sem querer, eu esbarrei na cerca elétrica.

Adorei, recomendo!

site: http://cladoslivros.blogspot.com.br/2014/05/resenha-amor-fora-de-hora-katarina.html
comentários(0)comente



Liachristo 22/02/2014

Amor Fora de Hora - Katarina Mazetti - Editora Lua de Papel
Ao iniciar a leitura, senti uma certa dificuldade com a escrita da autora, com sua maneira peculiar de contar sua história, talvez por ela ser sueca, e que eu me lembre, ainda não ter lido nada de uma escritora deste País, ou talvez pelo tipo de humor meio seco, com uma escrita lenta, meio arrastada, sei lá. Só fui realmente engrenar na história depois de alguns capítulos, mas o que posso concluir, é que valeu a pena ter dado uma chance para esta leitura, e ao término do livro, ter apreciado a história, mesmo que não tenha sido com muito entusiasmo...
Mas, como sempre digo ao meus leitores e amigos, gosto de me aventurar em histórias diferentes, mudar de ares de vez em quando, e sendo assim sempre vale a pena ter uma nova experiência literária.

Benny e Desirée, são completamente diferentes, vêm de mundos diferentes, e parecem ser duas pessoas que nunca irão se entender, daquelas que basta olharmos uma vez, para sabermos que não têm chance de ficarem juntos.
Mas, é aí que estamos completamente enganados, a química entre eles surge de repente, e a partir daí tudo o que eles querem é tentar encontrar uma maneira de fazer com que a relação deles consiga funcionar.
Eles são de meia idade e ambos bastante definidos em seus estilos de vida, mas estão loucamente apaixonados.
Desiree, acaba de perder o marido, e Benny é um agricultor que nunca foi casado.

Desiree apesar de ter sido casada, nunca teve realmente amor por seu marido, não o amor que envolve sentimentos conflitantes e paixão. Nunca sentiu por seu marido o que vem sentindo por aquele cara, que sempre vê lá no cemitério... É isso aí leitores. Os dois se conhecem num cemitério. Desirée costuma visitar sempre o túmulo de seu marido por se sentir sozinha e meio perdida depois de sua morte... Do outro lado temos Benny, um homem de trinta e poucos anos, que perdeu sua mãe há algum tempo, e sente muita falta dela, se sente muito sozinho.

No início os dois se olham com desconfiança, se estranham. Um não consegue imaginar o que o outro faz sempre ali. Sentem até uma certa antipatia um pelo outro.
Mas, basta um pequeno acontecimento, um sorriso trocado, para que todo o mundo deles fique diferente, para que os dois se sintam diferentes, e que a partir daí, não parem de pensar um no outro e de sentirem vontade de estar sempre juntos.

Mesmo assim, nada é muito fácil para este casal. Desiree não se sente pronta para assumir uma relação séria novamente,, ela não gosta de cozinhar, não quer ser uma dona de casa, e muito menos viver em uma fazenda.
Enquanto que Benny precisa de alguém que possa ajudá-lo na fazenda, alguém em quem se apoiar nesta vida dura de fazendeiro que ele leva.

A escritora Katarina Mazetti escreveu o livro em capítulos alternados, o que nos dá uma melhor visão do que cada um dos personagens estão sentindo, e acho que no caso desta história ficou perfeito, fez mais sentido ser assim.

A história é um pouco doce, em alguns aspectos, e até um pouco fascinante em outros. Mas, no final fica-se a sensação de algo meio confuso, como aqueles filmes que vemos e no final não sabemos se gostamos ou não, ou nem sequer sabemos se entendemos... kkkkkkk

Há uma personagem bem estranha neste livro, a Sra. Lundmark que vem a ser amiga de trabalho de Desirée. Elas trabalham juntas na biblioteca, mas na verdade nem se conhecem direito. A Sra. Lundmark optou por retirar-se da interação real com as pessoas, e preferiu apenas observá-los. Apesar de sua personagem ser um pouco trágica, de certa maneira, ela também ajuda Desirée a perceber o que ela não quer em sua vida.

A história de amor dos dois tem um certo charme, mas é imperfeita, o final não é muito satisfatório, nada a ver com os romances que estamos acostumados a ler.

Avaliação final:
Eu gostei das observações mordazes que a personagem Desiree costuma fazer, e da capacidade de Benny para a devoção.
Gostei do fato dos capítulos serem alternados e algumas vezes até nos mostrando os mesmos fatos na visão dos dois personagens. Assim o leitor poderia ver claramente como é fácil e muitas vezes mal interpretado as ações um do outro.
Não gostei muito do fato de Desiree não ter compromisso com nada, ela tende a ser egocêntrica e até mesmo ingrata em algumas situações.
Benny, por outro lado, fica parecendo um cão fiel, daqueles que mesmo que seu dono não seja bom com ele, sempre volta para uma lambida na mão ou um tapinha na cabeça. O último capítulo me decepcionou, já que sou uma romântica incurável.
O livro tem algumas partes encantadoras e divertidas, e eu pensei que o desenvolvimento dos personagens foi bem-feito na maior parte da história.

A capa é bonita, mas não acho que tenha muito a ver com a história. A fonte usada, a cor e textura das páginas, são bastante satisfatórias. A revisão não apresenta erros. Enfim um belo trabalho de edição.

Quero agradecer a Editora Lua de Papel, por me enviar esta cópia do livro para resenhar e poder compartilhar com vocês, a minha opinião.
Eu gostei de ler e com certeza gostaria de recomendar este livro aos meus leitores!
Bjus










site: http://www.docesletras.com.br/2014/02/resenhas-amor-fora-de-hora-katarina.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Alessandra 28/09/2013

Achei broxante!
Esse foi difícil fazer resenha pois eu não gostei do livro e não tinha ideia de por onde começar,mas vamos lá.

O livro conta a história de Desirée uma mulher que perdeu o marido em um acidente e por isso sempre vai ao cemitério e senta num banco de frente para o túmulo e fica por lá um tempo pensando,culpando-o por ter sido descuidado e morrido no acidente(como se ele tivesse culpa mas tudo bem né).

Benny é um homem simples que cuida da sua fazenda sozinho,pelo fato de trabalhar muito ele não tem tempo pra cuidar da casa direito e de se alimentar,ele sempre vai ao cemitério pra cuidar dos túmulos que seus pais estão enterrados.
Desirée começa a se incomodar com esse homem que se veste de qualquer jeito e tem cheiro estranho(na opinião dela),e Benny também começa a se incomodar com aquela mulher bege(leiam que vocês saberão porque) que sempre fica sentada la.Mas um dia ele resolve sentar no mesmo banco que ela,e nesse momento acontece uma coisa que fazem com que os dois sorriem e a partir desse sorriso as coisas começam a mudar entre eles.
A paixão cresce,mas as diferenças entre eles são muito grandes e as brigas começam a acontecer e se tornar mais frequentes e isso pode fazer com que o namoro acabe( ou acabou?Terão que ler);
Desirée que um homem que seja da cidade não campo,que um homem que goste basicamente das mesmas coisas que ela e Benny não é assim,digamos que ele seja um ogro).
Será que eles irão se adaptar ao estilo de vida um do outro?

Minha opinião sobre o livro é...não gostei,quer dizer detestei,eu criei uma expectativa muito grande a respeito desse livro e quebrei a cara bonito viu.No começo eu tava adorando o livro mas depois ele começa a se tornar chato.Desirée não sabe o que quer,uma hora quer ficar com ele outra hora não.Benny fez tudo e mais um pouco para agrada-lá e nada era o suficiente.E o final??Sem comentários foi totalmente broxante sem graça.
comentários(0)comente



Esdras 12/08/2013

Bom. Por que não?
Ao contrário de muitas opiniões, gostei do livro sim. Porque, pra começar, foge dos padrões dos romances que , diga-se de passagem, não gosto. Não é meloso. E, claro, pode acontecer com qualquer um, chegar a ficar com alguém e depois descobrir que não há muita compatibilidade. Então porque não retratar isso? Gostei.
Sah 09/10/2016minha estante
Tô pensando em ler esse livro. Vi muitos comentarios negativos. Mas prefiro encarar a leitura e ter minha opinião. Gostei do fato de vc mencionar que não é algo meloso rsrs




Luciane 04/08/2013

Quando marquei no skoob que estava lendo este livro, fiquei impressionada com a nota dada a ele "2.8" (o máximo é 5), pois estava gostando muito. E gostei até o final. Claro, o final poderia ter sido mais emocionante...
O livro é um romance. Benny e Desirée se encontram em um cemitério, onde ele vai visitar a lápide de seus pais e ela a de seu marido. Depois de muitos encontros ao acaso, eles resolvem se conhecer. Aparece um amor arrebatador, mas com muitas diferenças, ele do campo (rude, dono de uma fazenda, na qual tinha que fazer tudo sozinho, tendo parado de estudar ainda no ensino fundamental) e ela da cidade (bibliotecária, conhecedora dos livros).
Adoro livros como este, no qual cada capítulo é contado por um personagem.
O livro é curtinho (174 páginas).
Este livro é do Grupo Livro Viajante.

site: http://www.skoob.com.br/topico/grupo/1284
comentários(0)comente



Karina 29/07/2013

Amor Fora de Hora - Katarina Mazetti
A sueca Katarina Mazetti nos escreveu um romance peculiar. Um livro que deveria ter mais reconhecimento e divulgação, principalmente aqui no Brasil.
Uma história de amor com uma sutileza incrível, uma extraordinária leveza em sua escrita, e como palco, um lugar impossível para o encontro perfeito.
Desirée é uma jovem mulher, amante dos livros. Trabalha na sessão de livros infantis na biblioteca da cidade, e se diverte loucamente com as crianças.


Porém recentemente ela perdeu seu marido em um acidente de carro. Foi então que ela passou a ir regularmente até ao cemitério. Passou então a ver frequentemente um rapaz que visita o túmulo ao lado, cuja aparência a irrita tanto quanto a lápide sem charme onde ele coloca flores.
Benny é o jovem rapaz. Ele mora no interior e é fazendeiro. Viaja quase uma hora de carro para cuidar e visitar o local onde seus pais estão enterrados.


Benny é um homem simples, passou a vida cuidando de seus pais e ajudando na fazenda. Hoje ele comanda sozinho toda a sua terra. Sem sua mãe para ajudar em casa, ele não tem tempo nem para se alimentar adequadamente, e roupas ele só compra por um catálogo. Por isso sua aparência não é das melhores.
Ele também se sente incomodado cada vez que encontra sua vizinha de túmulo, sempre vestida como se fosse a um evento, com sua pose esnobe, seu chapéu de feltro e um pequeno caderno à mão.
Mas quando conversam pela primeira vez, todo o sentimento mudou dentro deles. Na ocasião era aniversário de Desirée, e ele fez de tudo para agradá-la, comprou vários presentes, todos simples, mas o carinho ali representado a encantou profundamente.
As diferenças entre dos dois, eram visíveis.
Benny gostava de um churrasco sangrento e gorduroso. Desirée gostava de carne, mas já era mais adepta ao vegetarianismo.
Ela gostava da cidade, livros, ópera e amava seu trabalho.
Ele gostava do campo, só lia sobre agricultura e amava futebol e cerveja.


Mas mesmo com todas as diferenças, a atração entre os dois era palpável.
Porém mesmo eles adiando o inevitável, eles precisam conversar e seriamente.
As brigas agora se tornaram frequentes, Benny não suporta mais esse relacionamento, eles precisam se decidir.
Desirée precisa dele, também não esta mais aguentando essa situação. Mas ela é diferente, e não conseguiria mudar.
Agora eles precisam conversar.
Benny toma então a iniciativa. Ele quer alguém que possa ter uma vida ao seu lado, que cuide da casa, dos filhos e que trabalhe com ele na fazenda.
Desirée quer um homem fino, que comente sobre os melhores livros com ela, que possa passear e viajar com ela e os filhos, e que aceite o seu trabalho.
Quem irá se adaptar a vida do outro?
Quem irá ceder para que possam ser feliz?
Qual será o desfecho dessa história de amor?
A magia desse livro é impressionante.
A autora nos conta a história de duas maneiras distintas, pois cada capítulo é contado por um dos personagens. É possível sentir o mesmo que Desirée e depois provar dos sentimentos de Benny na mesma situação. Sentimos as imperfeições e os medos de cada um de uma maneira única.
Esse é o mais belo romance sobre um amor de verão, o mais divertido, o mais curioso, que não dá para parar de ler.
Casa de Livro Recomenda!



Dispostos, pelos bosques vagamos, e logo pescamos na esperança de um verão próximo. Bem sabemos: sempre a primavera irá chegar se juntos, o inverno não deixar entrar.




Titulo: Amor Fora de Hora.
Titulo Original: Grabben I Graven Bredvid.
Autora: Katarina Mazetti.
Ano: 2011.
Páginas: 174.
Editora: Lua de Papel.

Boa Leitura.

Casa de Livro Blog.

Karina Belo.




O que vejo diante de mim é inacreditavelmente estúpido, mas de repente, percebo que estou sentado ali, fitando-a e rindo largamente. Ela me lança de novo um olhar, e antes que eu me recomponha, ela sorri de volta!



Eu tentava pensar em mim fazendo parte de sua vida. Mas não veio imagem alguma. Eu não contava com tal choque cultural, na casa de um homem sueco quase da minha idade que morava a quarenta quilômetros de distância. Provavelmente, eu poderia me dar melhor com um muçulmano praticante.



E se eu vender a fazenda, se não for mais o Benny da fazenda Rönn, quem serei então?
Eu gosto de ter diesel embaixo da unha, uma boa sala de máquinas e um jato de alta pressão, eu quero assinar A Vaca Leiteira e os classificados da revista do agricultor e quero ter dois tratores, uma enfardadeira, uma fertilizadora e um guindaste! Até que um oficial de justiça venha e solicite um leilão obrigatório.




- Eu não quero os seus conselhos, apenas outro olhar. Quero olhos de Lince como os seus. O que você quis dizer quando me disse que Benny ou é o cara totalmente errado para mim ou a minha única possibilidade?
comentários(0)comente



51 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4