Revelações

Revelações Melissa de la Cruz




Resenhas - Revelações


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Luh 29/08/2012

Mais ação, mais romance e um triângulo amoroso que lentamente se complica.
Resenha retirada do blog Fome de Livros e escrita pela Luh.
http://blog.fomedelivros.com.br/2012/08/resenha-revelacoes.html

A Trama: Por começar alguns (poucos) meses após O Baile de Máscaras, o início pode ser um pouquinho confuso para quem não lê os livros em sequência, mas ao longo da história a autora vai explicando o que está acontecendo. A coisa que mais me irritou nesse livro é que, como se um triângulo amoroso não fosse suficiente, Melissa resolveu adicionar mais complicações amorosas, acho que não há nenhum relacionamento "normal" em todo o livro. Como sempre, a primeira metade do livro é um pouquinho mais lenta, focando nos romances e construindo a trama, mas depois a história fica emocionante! A autora, inclusive, descreve o Rio de Janeiro em sua história e eu acho que ela fez um trabalho digno!

Os Protagonistas: Basta dizer que Schuyler honestamente não mudou muito. Ela manteve a mesma personalidade de Vampiros de Manhattan e O Baile de Máscaras, mas gostei de como esse livro mostra seu melhor e seu pior "lado", mostra que ela faz muitas coisas certas mas também erra bastante.

Os Personagens Secundários: Em Revelações fica ainda mais visível que aos poucos Bliss está se tornando outra das protagonistas. Muitas coisas inexplicáveis continuam acontecendo com ela (principalmente quando Dylan aparece), mas a personalidade amável da garota conquista qualquer leitor. Lawrence também aparece bastante e eu adorei o personagem. Charles Force, por outro lado, costumava ser ótimo mas entrou em declínio e agora está sendo simplesmente péssimo.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu absolutamente adorei essa capa. Ela é bonita e tem tudo a ver com a história, principalmente aquela estrela! É uma pena que a capa não combine muito com as outras, o estilo é o mesmo mas a imagem é bem diferente. A diagramação do livro é idêntica a do volume anterior e eu gostei bastante. Agora temos ainda menos citações de grifes, acredito que são bem poucas (ou eu me acostumei com elas?).

Concluindo: Para quem queria mais ação, suas preces foram atendidas! O livro tem muito mais ação, principalmente da metade até o fim, e eu devorei esse volume da série!
Ricardo 14/03/2017minha estante
Você tem este livro pra enviar?




Thaís 16/05/2012

Este é o terceiro livro da série best-seller do The New York Times. Já resenhei anteriormente aqui no blog Blue Bloods 1 e Blue Bloods 2. Estava ansiosa por esse terceiro volume e já adianto que fiquei ainda mais ansiosa pelo quarto volume da série, mas não sei quando será lançado e nem a previsão do mesmo (se alguém souber me avise). A série é incrível e o que mais chama a atenção do leitor é o nível de mistério, apreensão e desenvoltura da narrativa.

A leitura deste livro manteve-se na controvérsia entre a verdadeira linhagem de Sky (Schuyler Van Alen) e não adianta se desesperar para saber, vamos entender no final deste volume muitas coisas, entre esta, que é importantíssima devido ao últimos contratempos, mistérios e assassinatos.

Sky está ainda mais com seus laços de amizade reforçados com Bliss, muita coisa vai se desenrolar entre essa amizade e no decorrer do livro, somos levados a acreditar em diversas hipóteses e a conclusão é inimáginavel ao leitor.

Mimi Force continua ansiando pela união com Jack Force que está cada vez mais próxima, e ela sequer imagina que o mesmo, vem se encontrando com uma antiga paixão, será que Jack conseguirá destruir e cancelar o pacto de sua união com Mimi? Poderia amá-la? A separação é impossível, mas ele cogita diversas possibilidades.

Schuyler continua com Oliver como seu familiar humano, até quando ele lhe dá um ultimato, ou ele ou Jack. Como poderá escolher entre o amor e a paixão? Perigo, medo e guerra. A batalha ainda esta só no começo.

O que mais me chamou a atenção neste volume da série de sucesso foi que, nossos personagens são levados ao Brasil, especificamente no Rio de Janeiro, no Corcovado, monte esse que, abaixo da estátua do Cristo Redentor, esconde uma perigosa ameaça à humanidade. A autora não esteve no Brasil para escrever este livro, pois nos agradecimentos do livro, ela agradece a uma pessoa pelas pesquisas, uma referência na página 262, descreve:

"Schuyler suspirou. A cidade era rica em justaposições: pobreza e riqueza, crime e turismo, tudo em uma mistura estonteante e vertiginosa. Era impossível admirar a beleza sem notar também a feiura."

Muitos não gostaram da capa, eu gostei. E achei bem mais bonita que a original em inglês:


Não preciso dizer que recomendo não é mesmo? Pois em poucas palavras deixei bem claro o quanto a série é ótima e quanto aprecio a mesma. Agora é torcer para que o próximo volume não demore a ser lançado aqui no Brasil.
silvana drumond 06/08/2012minha estante
faz sentido ela descrever assim o rio, ja que tudo nesse livro eh "o melhor", "o mais caro", "o mais exclusivo", "o mais famoso", "o mais..., o mais, o mais, o mais" .... :PPPPPP

detalhe assim que chega no Rio a sky é quase assaltada! hehehe


Thaís 06/08/2012minha estante
É mesmo Sil! kkkk


Ricardo 14/03/2017minha estante
Você tem este livro pra enviar


Thaís 02/04/2017minha estante
Tenho o livro, mas é de minha coleção pessoal. Obrigada!




2 encontrados | exibindo 1 a 2