The Program

The Program Suzanne Young




Resenhas - The Program


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Ster 17/09/2016

Nem palavras tenho.
Que livro foi esse? Meu pai amado. Sem palavras. Tão profundo, chocante e real que me deixou nas lágrimas só esperando para poder ler o próximo…
comentários(0)comente



Andresa Dias 11/06/2015

Resenha do blog Leituras & Fofuras
Resenha do blog Leituras & Fofuras
É PROIBIDA A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL DESTA RESENHA.

Resenha do blog Leituras & Fofuras: http://leiturasefofuras.blogspot.com.br/2015/05/li-no-kindle-13-program-de-suzanne-young.html

The Program é uma distopia diferente da qual estamos habituadas por aí. Ele me lembrou um pouco a série Slated e Delirium. Da série Slated eu só li o primeiro volume, Reiniciados e a trama de apagar a mente das pessoas me fez recordar dele. E em Delirium, onde o amor é uma doença, nesse caso, temos a depressão como uma doença epidêmica, onde há um tratamento para ela. É um pouco similar a ideia dos dois livros que citei, mas de forma bem diferente, então em nenhum momento quis fazer comparações.

Na primeira parte da história somos apresentados a protagonista Sloane, uma adolescente de 17 anos. Seu irmão cometeu suicídio dois anos atrás. Sua melhor amiga teve sua memória apagada e não se lembra dela. Seu amigo se suicida. Vários outros estudantes e conhecidos são levados ao programa e tem sua mente apagada ou se matam. Ela e seu namorado, James, estão na mira do Programa e qualquer deslize, qualquer sinal de depressão, selará o destino deles, da mesma forma que aconteceu com seus amigos. Tudo que eles têm que fazer é esperar completarem 18 anos para não serem alvos do Programa, pois nessa idade eles têm liberdade de escolha. Mas com tantas perdas a seu redor, fica cada vez mais difícil fingir estar bem. Eles estão cada vez mais perto de terem suas memórias apagadas.

"... algumas coisas são melhores deixadas no passado. E o que é verdadeiro está destinado a se repetir. "

O romance entre Sloane e James é fofo, é bonito, nós torcemos por eles. James é quem segura as pontas no início da história. Ele era o melhor amigo do irmão de Sloane e também perdeu amigos, seja para a morte ou para o Programa e mesmo assim, faz de tudo para que nenhum dos dois seja a próxima vítima. Mas aos poucos ele acaba sucumbindo e é Sloane quem tem que tomar as rédeas da situação. Fica cada vez mais difícil esconder o sofrimento por todas as perdas.

"O suicídio é um contágio comportamental. É velho ditado "Se todos os seus amigos saltassem de uma ponte, você saltaria também?" Aparentemente, a resposta é sim."

A premissa de The Program funciona assim: de uns anos para cá, boa parte dos adolescentes (1 a cada 3), tem depressão ou comete suicídio e isso acaba virando uma epidemia. Para “cuidar” desse problema, foi criado o Programa, onde adolescentes depressivos ou com tendências suicidas são levados (quase sempre à força), passando semanas sob algum tratamento, que inclui ter as memórias apagadas. Depois do tratamento, retornam para a sociedade, mas não realmente. Eles vão para uma escola especial, somente para aqueles que passaram pelo Programa.

"Eu estou tão sozinho que é como estar morto, mas ainda consciente."

A segunda parte foca no Programa em si. No que acontece depois da pessoa passar pelo tratamento, se há alguma esperança de lembrar-se de alguém que ama, se é possível se apaixonar pela mesma pessoa, mesmo sem suas lembranças anteriores.

É um mundo onde os adultos acreditam que o Programa realmente funciona e é beneficial aos filhos. É um mundo apavorante, porque conforme vamos lendo, há momentos que até dá pra entender o comportamento dos pais. Se as opções fossem a morte do seu filho ou o Programa, o que escolheria?

Senti que faltaram mais informações sobre o programa e os problemas que afetam os adolescentes, mas não foi algo que afetou a leitura. O que me incomodou um pouco foi o possível triângulo amoroso que se forma mais pro fim do livro. Não era bem um triângulo amoroso, mas quase isso. E Realm, o terceiro integrante dessa situação, era meio que apavorante.

De toda forma, o livro é bem interessante e prende nossa atenção. A série por enquanto conta com o volume 2, The Treatment e The Remedy, que é um prequel e conta com personagens diferentes (mas foi o mais recente a ser lançado, mesmo a história se passando antes do primeiro livro) e um conto, The Recovery que se passa depois segundo livro e foca em Realm. O terceiro livro, The Epidemic, tem previsão para abril de 2016. Infelizmente acredito que nenhuma editora nacional tenha comprado os direitos.

site: http://leiturasefofuras.blogspot.com.br/2015/05/li-no-kindle-13-program-de-suzanne-young.html
comentários(0)comente



Sarah Warman/ @travelholic_sarah 21/06/2013

Amei o livro, doida para ler o próximo!!!! ❤📖
erikswel 04/05/2015minha estante
Olá Sarah, do que se trata este livro?




3 encontrados | exibindo 1 a 3