Casa de Verão

Casa de Verão Marcia Willett




Resenhas - Casa de Verão


3 encontrados | exibindo 1 a 3


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rafaella 10/05/2013

" Logo pensou na própria mãe e na tristeza que estragara toda a vida dela. Parecia difícil acreditar que ela estivesse morta; ainda assim, sua vida fora pautada em tanto desespero que ela poucas vezes parecera viva. Às vezes, se sentira culpado por ser capaz de rir e se divertir enquanto ela vivia mergulhada em tanta melancolia" Página 25


Matt desde pequeno teve se acostumar com as constantes bebedeiras e crises depressivas de sua mãe. A família se mudou para o Afeganistão e nunca mais foi a mesma, uma vez que o pai de Matt morreu em combate. Depois da morte de Tom e a volta da família incompleta às suas origens, Helen tornou-se destrutiva para si e seus dois filhos: Matt e Imogen. A caçula acabou se acostumando com a maneira de viver de sua mãe, pois era muito pequena quando tudo aconteceu. Por outro lado Matt tem lembranças de uma vida feliz ao lado dos pais e fica intrigado por sua vida mudar tão radicalmente.


" Milo escorregou um pouco na cadeira; sentia-se velho, cansado e entediado. As pessoas que amava estavam todas com problemas: caro Matt com um bloqueio agonizante de escrita; queridos Im e Jules e seu doce bebê prestes a ficarem sem casa; e seu querido Nick à beira do divórcio." Página 50


Casa de Verão começa quando Matt resolve olhar a caixa em que guardava seus tesouros quando pequeno e percebe que nela estão guardadas apenas fotos suas, apesar de ter certeza de que na época em que elas foram tiradas Im já havia nascido. Além deste mistério também há a impressão de que Matt não se reconhece nas fotos, sejam os lugares em que ilustraram as imagens ou as próprias roupas que o garotinho usava. Com estas dúvidas Matt recorre a Lottie e Milo que são como sua família, pois foi com a ajuda destes dois que sua infância não tornou-se um verdadeiro desastre. Quando questionados ambos não sabem como reagir, pois conheceram Helen e sua família apenas quando estes retornaram do Afeganistão.


" Este é o verdadeiro problema, pensou Matt. Im está magoada porque Jules não está levando os sentimentos dela em consideração, e Jules está magoado porque acha que Im não liga para ele. Deus do céu, que confusão! Todos esses desentendimentos e mágoas jorrando para todos os lados; toda chantagem emocional que vem junto com os relacionamentos. Que bom que estou fora disso." Página 113


Nesta busca por suas origens Matt precisa, também, acabar com um bloqueio que o aflige depois de seu grande lançamento: Epiphany. História esta que foi baseada na infância de Matt, sendo que apresenta um menino que possui a companhia de um alter-ego ou um fantasma. Para resolver o bloqueio Matt tem certeza de que precisa resolver tudo o que lhe aconteceu durante seus primeiros anos e para isto conta com a ajuda de sua irmã Imogen, Milo e Lottie.

Além dos problemas de Matt, Casa de Verão, mostram um pouco da vida de cada personagem e seus demônios. Milo é pai de Nick e ex-marido de Sara, que por sua vez é irmã de Lottie, ou seja, estão todos em família. Lottie cuidou dos pequenos Matt e Imogen quando sua mãe não podia e acabou se afeiçoando aos irmãos, agora ajuda-os a resolver seus problemas já na vida adulta. Nick vem pedir ajuda ao pai e este resolve fazer um proposta para Imogen: comprar a Casa de Verão. Porém Jules, marido de Im, que é veterinário não aceita porque seria muito perigoso para ele viajar de madrugada quando fosse chamado. Rosie é a filha de Jules e Im e confesso que me apaixonei pela menininha e suas aparições com o coelho Bab. Venetia também é um personagem interessante e que traz um pouco de humor à leitura, a mulher tem seus 70 anos e é amante de Milo.

Marcia Willett conseguiu me prender do início ao final da leitura, pois quando você acha que Matt desvendou o segredo das fotos outro segredo ainda está em fase de descobertas. Como já falei os personagens que mais me agradaram foram Lottie e seus sábios conselhos e o sarcasmo de de Venetia. Entrei em contato com a Bertrand Brasil e perguntei se há uma continuação da obra, porém não haverá. Acredito que a autora teria uma grande história para tornar Casa de Verão em uma série (bem que eu queria!!!). O livro é super recomendado, adorei tudo nele. Desde a capa ( que é muito mais bonita pessoalmente) até a narração, apesar de a autora ser bastante detalhista ao descrever algumas situações. Como sou uma leitora bem chata fiquei esperando uma continuação da obra, pois quando vocês conferirem Casa de Verão irão concordar comigo. Pretendo solicitar à Bertrand Brasil as outras obras da Marcia Willett porque adorei bastante a sua forma de escrever e também as sinopses são bastante chamativas, espero que as outras obras sejam tão boas quanto esta.



" Matt sentou-se na varanda da Casa de Verão: estava confuso e decepcionado. Tinha mesmo acreditado que sua descoberta começaria a desbloquear seus poderes criativos, que se livrar do peso que sentira por toda a sua vida liberaria inúmeras ideias. Ainda assim, o bloqueio permanecia e, junto com ele, a suspeita insistente de que havia mais a ser revelado." Página 271


DISPONÍVEL EM: http://laviestallieurs.blogspot.com.br/2013/05/resenha-casa-de-verao-marcia-willett.html
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3