Os Sonhos de Rita

Os Sonhos de Rita Gislaine Oliveira




Resenhas - Os Sonhos de Rita


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Anelise 06/01/2016

Resenha Os Sonhos de Rita
O livro conta a história de Rita, uma menina de 17 anos que tem o dom de ver o futuro através de sonhos. Sonhou que conheceria seu atual namorado, Felipe. Também sonhou com a chegada de uma madrasta e também com a saída dela. Ela levava tudo o que sonhava como um dom que foi lhe dado para coisas boas. Até que, ela sonha que vai se casar, porém é com outra pessoa que não seu namorado. A história já começa dai e só tende a piorar.
Rita imediatamente conta do sonhos para os amigos e o seu amado. E todos juntos tentam pensar em alguma solução para a situação. Principalmente Felipe.
A relação deles não é muito bem aceita pelos pai de Rita e pela mãe de Felipe. Ambos acham que os filhos merecem algo melhor.
Eis que depois de sonhar diversas vezes a mesma coisa, Rita consegue ver finalmente o rosto do seu noivo. E no dia seguinte, Thiago aparece. E dai para frente a coisa só desanda.
Admito que li um capítulo do livro e por ter acompanhado o lançamento deste livro praticamente, minha curiosidade foi maior e eu sim, espiei no último capítulo. Desculpa, Gih!
A curiosidade matou o gato! Mas o final não poderia ter me deixado com menos vontade de bater na Rita? Vou puxar para uma conversa séria comigo!
No começo até tinha um pouco de raiva do Felipe, porque ele era um pouco possessivo com relação a Rita. Mas, depois, eu não pude deixar de ficar com pena dele e não culpá-lo mais. Ele só fez isso por conta da imaturidade e de seu amor por Rita. Ele realmente queria ficar com ela, custasse o que custasse. Mas a própria namorada dele fez as coisas ficarem estranhas entre eles.
O Thiago era um menino legal, não posso culpá-lo por ter se apaixonado pela Rita também, já a bendita simplesmente não tirava os olhos dele. Ele é fofinho! :3
Mas, para mim, os melhores personagens são justamente a Matilde, a cartomante, e o gato dela, Dimon. Só amor por esses dois! Aparecem poucas vezes, mas as vezes que aparecem. Tipo, o cara que vendeu o veneno pra Julieta. Pois é, uma "pontinha" importante.
Acabei me lembrando sem querer de As Visões da Raven durante a leitura do livro. Rita sofre do mesmo mal da Raven. Ela vê um futuro e ao tentar evitá-lo que ela o faz acontecer.
E por ainda não saber como o seu dom funcionava que a Rita também cometeu erros. Suas escolhas culminaram no futuro que ela enxergou, assim como Matilde lhe disse: Você tem o poder de mudar o futuro. (Ou algo assim!)
Apesar do final não ter sido o que eu esperava, gostei dele de alguma forma. Ainda foi bonitinho! Mais pelo Felipe senpai. Vem, Felipe, eu te consolo.
Só não conto mais porque senão acabo contando o final.
A edição tava linda, as páginas todas bonitinhas. E eu "comi" metade do livro em uma noite, por conta da vontade de ver a treta e também da escrita super fluida da Gih. A gente vai lendo e lendo, quando percebe acabou o livro!
Enfim, recomendo o livro sim. Uma leitura para relaxar e também para pensar sobre as nossas escolhas na vida.

site: http://zodiacane.blogspot.com.br/2016/01/resenha-19-os-sonhos-de-rita.html
comentários(0)comente



Giane 09/09/2015

Os Sonhos de Rita
Conheci esse casal através de um conto de natal que a Gislaine me enviou. Li e simplesmente me apaixonei pelos dois. Então quando o livro saiu em pré-venda não tardei a adquirir o meu exemplar, mas infelizmente posterguei muito essa leitura.

"- Rita, não conhecemos nenhum Felipe.
- Eu conheço. Dos meus sonhos. E estou apaixonada. É ele, Bia. Eu tenho certeza disso." P. 5

Rita é uma menina meiga, carinhosa e ao mesmo tempo forte e temperamental. Cuida com muito amor de seu pai que após uma separação tornou-se alcoólatra. Além disso Rita tem sonhos "premonitórios". Tudo começou com resultados de jogos e algumas coisas sem importância, até que ela sonhou com o amor de sua vida. Agora ela namora Felipe a dois anos e a história de como eles se conheceram e se apaixonaram é realmente muito linda!

"Bem, o importante é que eu sou bom o bastante para a minha pequena." P. 25

Nem o pai de Rita, nem a mãe do Felipe aceitam esse namoro. O primeiro por achar que sua filha não tem futuro com esse menino e a segunda por não aceitar que Rita e seu pai sejam agnósticos. É nessa fase que começam os pesadelos "malditos" da menina. Ela sonha com o seu dia tão esperado: o do casamento. Está tudo perfeito, o vestido é lindo, a igreja perfeitamente decorada, mas o noivo não é seu amado namorado!

"Felipe desigou o celular, apagou a luz e dormiu. E naquela noite, teve um sonho horrível: via Rita se casando com um homem, mas não dava para ver quem era, porque ele estava de costas. Rita estava linda e parecia feliz. Muito feliz." P. 31

Com a ajuda dos amigos o casal vai tentar de tudo para que esse casamento não aconteça. Rita ama intensamente Felipe e isso com toda certeza é retribuído. É um amor como já não se vê por aí! Tudo vai indo bem até que um dia chega na escola Tiago, o sobrinho da diretora e mais novo aluno. Mas ele não é só isso: Ele é o noivo do sonho!!!

"- Eu jurei que ia pensar em alguma coisa. Porque eu não posso te perder Rita. Se eu te perco, perco a mim mesmo." P. 86

Rita entra em um dilema: contar ou não contar para Felipe tudo sobre seu sonho. É nessa parte que tudo começa ir de mal a pior. A menina se vê em uma teia de mentiras e coisas para esconder de seu amor.

"Mas quando voltou a olhar para a frente, não havia o que fazer. A kombi que trazia os alunos para a escola já havia batido nele, e ele estava no chão." P. 95

Vou confessar que mesmo o Felipe sendo um menino ciumento e possessivo, que ficou meio louco com toda essa história, eu torci por ele até a última página. O amor deles é puro e sincero e nunca na vida poderiam se esquecer de maneira nenhuma um do outro. Rita começou a história muito forte e decidida, mas no final do livro senti que o fardo que ela carregava era tão grande que a transformou numa menina que chorava até por uma palavra mal dita.Tiago, é claro, não me conquistou! Ele se mostrou muito calmo e tranquilo, mas teve uma pequena passagem no livro que me fez acreditar que ele não era assim como se aparentava. Não sei porque não simpatizei com esse menino! kkkkk
A capa está simplesmente linda, bem a cara da história. A diagramação e a correção estão perfeitas. As páginas são amarelas, com letras e espaçamento em tamanho bom. Por fim tenho a dizer que eu não terminaria o livro assim, mas acho que a Gih seguiu a lógica da vida em ajudar a Rita em sua escolha. E isso só me fez confirmar que ela é uma grande autora e que amo os seus livros!

site: http://umaleitoraaquariana.blogspot.com
comentários(0)comente



Marcos 11/08/2015

Um romance surpreendente
Como seria sua vida se você pudesse prever o futuro? Será que você evitaria erros e se tornaria uma pessoa melhor? Será que saber o que ainda vai acontecer é uma maldição? Talvez nenhum de nós possa responder isso, mas a Rita com certeza pode. E te garanto: ela não vai relatar nada tão feliz que o seu dom tenha lhe proporcionado.

Rita era uma menina alegre, inteligente e feliz. Sempre com amigos ao seu redor, tinha uma vida normal de adolescente. Contudo, um sonho muda a sua vida para sempre. Ela sonha com o seu próprio casamento. Ou melhor, o prevê. Entretanto, o noivo não era o seu amado namorado, mas um homem desconhecido. Para piorar a situação, Rita nunca tinha falhado em suas previsões.

A protagonista promete para si mesma que jamais vai se separar de Felipe, seu namorado, pois o ama e o quer para sempre. Convencida disso, conta sua previsão para seu companheiro e para os amigos. Sabendo do ocorrido, eles se juntam para tentar evitar o futuro. Entre risadas e hipóteses loucas, ficam convencidos de que nada poderia separar os dois pombinhos.

“Rita acordou sorrindo. Quem era aquele garoto? Ele era lindo. Moreno, alto, com um sorriso no rosto. E ele parecia amá-la. Não. Ele a amava, ela podia sentir osso no próprio sonho. Era tão real. Mas ela não se lembrava de conhecê-lo. Não era da escola. Ela tinha certeza disso. Não teria como passar despercebido. Era ele. Com certeza era ele” (p. 5).

Mas, certo dia, Thiago aparece na cidade. E era ele: o rapaz do sonho, o futuro marido de Rita. Ela fica inquieta e seus sentimentos começam a se tornar confusos. Ela poderia sentir algo por aquele rapaz? Ela acreditava que não. Mas Felipe andava tão estranho, tão agressivo que... Vocês terão que ler o livro para descobrir.

A partir de uma premissa pouco comum na literatura contemporânea – o dom de prever o futuro –, Gislaine Oliveira cria um romance leve, divertido e cheio de análises sociais. A autora consegue, com habilidade, fugir do simples clichê do triângulo amoroso e vai além; aproveita sua obra para registrar e criticar temas polêmicos. O que, sem dúvidas, enriquece muito a sua obra.

O primeiro ponto abordado e de forma bem forte, direta e contundente é o preconceito religioso. Em um país como o Brasil, laico, mas de maioria cristã, ainda existe muita gente que olha torto para quem é ateu, agnóstico ou, até mesmo, possui uma crença divergente do cristianismo. E a autora aborda exatamente isso; Rita é agnóstica e, por isso, sofre inúmeros preconceitos e desaforos. Através dela, a autora mostra como pode ser angustiante viver em um ambiente onde não se é aceito por causa de suas opiniões ou crenças.

“Ele estava irredutível. Felipe nunca era assim. Ele era sempre tão flexível e compreensível. Exceto quando se tratava do ciúme doentio que sentia por Ritinha. Será que acontecera alguma coisa? Tati torcia para que não. Da última vez, o primo perdera o controle e quase se metera em um grande problema. Tati ainda lembrava-se do rosto inchado de William, o ex-colega, que vivia no pé de Rita” (p. 17).

Outra crítica bem interessante feita pela autora é em relação ao ciúme doentio. Quem representa esse problema é Felipe. Na eminência de perder Rita, ele fica louco. Irritado, agressivo e idiota, consegue representar bem tudo que qualquer pessoa deve evitar. Afinal, sabe-se bem que a violência verbal é apenas o primeiro passo para outros tipos de violência.

Como a autora usa seus personagens como mediadores de críticas sociais, ela os constrói de maneira muito interessante. Todos eles são bem trabalhados e reais. Thiago nos ganha por sua bondade e inteligência, se mostrando um bom exemplo de ser humano. Rita irrita no princípio por sua natureza dramática e chorona, mas depois é possível entender o seu lado. Afinal, ser vítima de preconceito, ter um namorado meio descontrolado e ainda ter revelações não deve ser nada fácil. Por fim, acaba nos ganhando também. Até Felipe tem seu lado bom, mesmo tendo outro muito ruim; mostrando exatamente que ninguém é perfeito.

Não obstante os personagens interessantes, a autora também merece crédito pelos diálogos naturais e inteligentes que constrói. Todas as falas são bem realísticas, tipicamente adolescentes. Não parecem frases planejadas simplesmente para fazerem efeito.

“– Não quero conhecer melhor ninguém que não queira conhecer a Deus. – a mãe de Felipe era irredutível quando o assunto era religião. Ele tentava respeitá-la, mas ela estava passando dos limites” (p. 43).

Além da boa construção do enredo, Os Sonhos de Rita também chama a atenção pela boa diagramação. As páginas são amareladas, as letras, grandes e ainda há detalhes em todas as folhas, o que dá um charme a mais. Sem contar que a capa é muito bonita, combinando muito bem com a obra.

Sem dúvidas indico a obra para todos, até mesmo para quem não curte muito romance. Eu mesmo não gosto muito e aproveitei o livro. Leia sem medo e com a mente aberta, muito provavelmente você irá gostar do que vai encontrar.

site: http://www.desbravadordemundos.com.br/2016/09/resenha-os-sonhos-de-rita.html
comentários(0)comente



Carol Cristina | @blogacdh 25/07/2015

Rita e Felipe eram perfeitos um pro outro. Os dois tinham certeza disso, e todos em volta também (exceto seus pais, rs). O amor deles era pra sempre. Mas Rita tinha um curioso dom. Ela tinha sonhos que mostravam o futuro. Sonhos que, por mais que tentasse mudar, aconteciam.
Certo dia, Rita sonha com seu casamento... E descobre que o noivo não era Felipe. Mas nenhum dos dois quer que isso aconteça, e junto com seus amigos, Luana, Guilherme, Thati e Miguel, se unem em busca de uma solução, qualquer forma de fazer com que o sonho de Rita não se realize.

"Como ela ousaria se casar com alguém que não fosse Felipe? Ele era seu amor, seu passado, seu presente e futuro. Era com ele, com certeza com ele, que queria casar. Não com um estranho. E ela tinha certeza absoluta disso."

Felipe é um namorado extremamente ciumento; Rita é orgulhosa e tem uma personalidade muito forte. Os dois reagem como podem à situação, e o medo de perder um ao outro os leva a tomar atitudes que ainda conseguem piorá-la... Entre dramas, ciúmes, inseguranças e mentiras, Rita terá que descobrir o verdadeiro significado de seu dom e aceitar que a vida não é um livro clichê que você já sabe o final.

"- Você não tem o dom da vidência, pequena. Você tem o dom de mudar o futuro com os seus sonhos. Porque você acredita neles, mas não consegue controlá-los. Ainda. Seu futuro é embaçado, porque seus sonhos bagunçam tudo."

Esse é o segundo livro da autora que eu resenho aqui no blog, o primeiro foi Justa Causa. Durante a resenha vocês irão ver algumas comparações entre os dois pra percebemos as diferenças e evoluções. Fiquei muito contente em renovar a parceria com a Gislaine e poder viver mais uma de suas histórias.
Algo que a Gih está de parabéns é na questão de cada história que ela escreve ser totalmente diferente da outra. Se eu comparar Justa Causa e Os Sonhos de Rita, são abordagens, climas e linguagens diferentes. Também já li vários contos dela, então posso dizer isso. Ela é bem flexível e criativa.
Em Os Sonhos de Rita, a narrativa da Gih tem um bom ritmo e prende o leitor. O livro é pequeno mas a história é concisa e não afetada pela quantidade de páginas. Aquela rapidez nos acontecimentos que havia apontado em Justa Causa não ocorreu tanto aqui, o desenvolvimento dos fatos foi bem planejado.
Os Sonhos de Rita passa mensagens bem claras pro leitor, sobre amor, amizade, crenças, escolhas e suas consequências. A escrita da autora evolui nesse livro e mostra também seu lado crítico sobre questões sociais nas entrelinhas. O livro traz referências da literatura em alguns momentos, tanto com opiniões sobre leitor e leitura em si, como fazendo relações com passagens de livros específicos, no caso, O Morro dos Ventos Uivantes da Emily Brönte.

"Mas ele tinha por Rita um amor que duvidava que alguém pudesse sentir. Rita era parte dele. Ou todo ele. E perdê-la era perder a si mesmo."

O começo do livro tem um pouco de enrolação. Apesar do clima tenso propiciado pelo sonho deixar o leitor curioso, e a amizade de Rita, Felipe e seus amigos tentar deixar a situação mais leve e divertida; infelizmente o casal tem um tom super exagerado e dramático que chega até a irritar e tornar a leitura um pouco chata, pelo menos até metade do livro. Talvez tenha sido uma estratégia da autora pra convencer o leitor de algumas coisas, mas não funcionou muito comigo...
De verdade, eu fiquei até preocupada com o Felipe, rs. Ele é um namorado muito instável, possessivo e ciumento. Fofo e romântico também, entretanto, instável. Já a Rita é chorona, porém tem uma personalidade forte (e com certeza muito da Gih) e isso traz pontos positivos pra ela. Mas também achei que, no geral, todos os personagens se complementam na história.
O capricho na edição do livro é perceptível. A única coisa que eu não gosto é a expansão da imagem na capa =/ Os detalhes de diagramação das páginas podem parecer exagerados, mas combinam com a proposta do livro, e não atrapalharam minha leitura. Não encontrei nenhum erro de revisão \o/
Se o começo do livro me pareceu enrolado, o final foi um pouco corrido. A Rita, num certo ponto da história, acaba descobrindo quem é o noivo de seus sonhos, Thiago. Gostei muito dele como personagem e, confesso, mudei de torcida algumas vezes XD Senti falta de mais cenas entre a Rita e o Thiago, e também de algumas explicações no final do livro, principalmente sobre os personagens secundários (Gih, uma história sobre Lu e Gui cairia bem, hein? rs).

"Acho isso tudo tão injusto. Tem gente que passa a vida procurando um amor. E eu encontrei dois. Daria tudo pra que houvesse conhecido apenas um."

Tem outro ponto que eu gostaria de comentar também. O pai da Rita e a mãe do Felipe nunca concordaram com o namoro dos dois, principalmente por questões religiosas, tema que é muito abordado durante o livro. Não só sobre essa questão, mas em algumas situações no livro a Gih é muito taxativa ao se posicionar. Acho que alguns assuntos devem ser abordados com uma flexibilidade maior, até porque o público de leitores de um escritor é variado. Não, um autor não escreve livros para agradar todo mundo e tem o direito de defender a ideia que quiser na qual acredita, mas demonstrar uma visão unilateral e generalizar não é muito inteligente, na minha opinião.
Vocês não tem ideia de como esse livro termina! Gislaine Oliveira, QUE FINAL FOI ESSE? Reli várias vezes pra saber se tinha entendido direito, não sabia mais o que achar! Fiquei muito surpresa! Até agora não sei se concordo ou não com o desfecho, mas entendi que desde o começo do livro já estávamos sendo preparados pra isso.
O problema é que eu sou uma leitora chata. Eu gosto de livros que me cativam de verdade desde o começo... Por mais que do meio pro final as coisas melhorem muito, eu gosto de gostar de um livro por inteiro! Por isso, minha nota foi 3,5 para o conjunto de positivos e negativos dessa leitura. A recomendação vai depender muito do seu gosto pessoal de leitura, mas esse é um bom romance, com enredo diferente, bem escrito, que cumpre a função de entreter e com certeza faz o leitor pensar também.

"- A Rita ama você e você a ama. O que poderia separá-los?
- Os sonhos dela?"

site: http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com
comentários(0)comente



Bárbara @versosenotas 27/05/2015

Resenha: Os Sonhos de Rita
O que você faria se descobrisse que o amor da sua vida não é seu futuro?

Rita conheceu Felipe antes mesmo de conhecê-lo pessoalmente e logo soube que ele seria o amor de sua vida. Confuso? Nem tanto, isso porque ela tem um dom: sonhar com o futuro. E de fato, no primeiro dia de aula, eles se conhecem, se tornam amigos e, por fim namorados. Uma linda história de amor, não é mesmo? Digna de contos de fadas! Isso... se Rita não tivesse sonhado com seu casamento.

Dois anos se passaram desde o início do namoro e o casal, Rita e Felipe, não poderiam estar mais felizes. Apesar dos pais de ambos não aprovarem o relacionamento, eles estão a cada dia mais apaixonados e, inclusive, fazem planos para o futuro imaginando como será formar uma família.

Tudo estava indo bem até que um dia Rita sonha estar se casando com outro homem que não era Felipe. O desespero inunda o coração dos jovens apaixonados e logo o medo e a angústia da perda se tornam fortes demais. Seus amigos, Guilherme e Luana, tentam ajudar de todas as formas e começam a pensar em planos para evitar este acontecimento. Isso seria fácil, não fosse pelo fato de ser impossível modificar o curso do destino.

“Como ela ousaria se casar com alguém que não fosse Felipe? Ele era seu amor, seu passado, seu presente e futuro. Era com ele, com certeza com ele, que queria casar. Não com um estranho. E ela tinha certeza absoluta disso.”

E daí em diante várias são as tentativas de mudar o sonho da jovem. A pressão é grande e Felipe acaba por aumentar seu ciúmes pela namorada e não consegue ficar um segundo longe dela, tamanho era seu desespero. Rita, ao ver a mudança repentina no humor do namorado aceita ficar mais tempo com ele porque sabia que essa seria uma forma de acalmar seu coração. No entanto, a chegada de um estudante novo em sua sala muda suas vidas para sempre.

Thiago é aquele tipo de garoto lindo, inteligente e simpático. Mas isso Felipe também era e Rita não daria uma chance sequer para o rapaz chegar perto dela. Tudo estaria valendo para evitar que seu sonho se realizasse, inclusive ser antipática com ele. Mas, um dos seus maiores erros foi não dizer a Felipe que Thiago era o garoto dos seus sonhos.

Será que Rita conseguiu manter distância do aluno novo? Seu amor por Felipe seria mais forte que seu sonho?

Os Sonhos de Rita me surpreendeu bastante, principalmente pelo final inesperado. Confesso que quando disseram que era impossível descobrir com quem a mocinha desse livro ficaria no final eu desconfiei, mas é a pura verdade. A autora conseguiu dar um nó na minha cabeça e isso tudo é culpa da Rita rs. Ela é uma menina chorona e que tem medo do futuro desconhecido, mas posso dizer que aprendi com suas escolhas. O final deixou uma mensagem que me fez pensar e perceber a importância das nossas escolhas e que um minuto pode ser o suficiente para mudarmos nossa vida completamente.

Gostei muito da escrita da Gislaine neste livro. Ela criou personagens por quem pude torcer e desejar um final feliz. A autora também citou diversos trechos do clássico O Morro dos Ventos Uivantes o que me deixou com muita vontade de retomar a leitura. Acho que é uma ótima dica para os fãs deste livro.

A diagramação está boa, as folhas são amareladas e tem uma arte bem bonita em cada uma delas (conforme a foto ao lado). A leitura é fluida e rápida, pois a vontade de saber qual seria o destino desse triângulo amoroso faz com que fiquemos grudados em cada página. Nem preciso dizer que está mais que recomendado :D

Gostou da resenha e quer descobrir o que aconteceu com a Rita? Você pode adquirir seu exemplar através do e-mail: gisasouzadeoliveira@bol.com.br

Visite o blog: http://versosenotas.blogspot.com.br/ onde tem essa resenha e muito mais!!


site: http://versosenotas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Silvana - Blog Prefácio 22/05/2015

Já imaginou sonhar com alguma coisa e seu sonho se tornar realidade? É isso que acontece com Rita. Sempre que ela sonha que algo vai acontecer, acontece. As vezes não no dia seguinte, mas sempre acaba acontecendo. Ela até já tentou fazer com que não acontecesse, agindo de forma diferente, mas no fim acabou acontecendo o que ela tinha sonhado. Por isso agora ela está tão perturbada, porque sabe que não importa o que ela faça, o sonho irá se realizar.

O sonho no caso, é seu casamento. Você pode imaginar que ela tenha ficado pulando de alegria, afinal ela irá se casar. Ela até que ficou feliz, pois, assim já sabe o vestido que irá usar, onde será realizado a cerimonia, essas coisas. Mas o que não deixou ela nem um pouco contente, foi o noivo que estava no sonho. Não era seu atual namorado, o Felipe. Ela não conseguiu ver quem era na primeira vez que teve esse sonho. Isso que é curioso, seus sonhos nunca se repetiam, mas esse ela começou a ter todos os dias. Isso deixou ela num estado de dar dó. Ela só sabe chorar.

É claro que ela pediu ajuda a seus amigos e ao seu namorado, mas eles não conseguem encontrar uma solução. Por mais que eles pensem em como resolver essa situação, eles sabem que os sonhos de Rita sempre se realizam. Até em uma cartomante Rita e sua amiga Luana foram, mas a cartomante não quis revelar o que tinha visto. Felipe promete que não irá desistir dela e como o tempo passa e não acontece nada, Rita fica mais calma. Até o dia em que ela consegue ver o rosto do noivo, que ela não conhece por sinal, até que ele entra em sua sala de aula.

Eu acompanho o blog da Gi, o Profissão Escritor e acompanhei os primeiros capítulos desse livro que ela foi postando no blog. Só serviu para me deixar na maior curiosidade. E quando ela ofereceu o livro para eu ler e resenhar, é claro que aceitei. Em primeiro lugar vou falar de uma coisa que não gostei no livro. Eu li em pdf, e não sei se foi por isso, se na versão impressa está diferente, mas fiquei perdida varias vezes durante a leitura. Estava no mesmo capitulo e as cenas mudavam de um paragrafo para outro, sem nenhum aviso. Achei os capítulos enormes também. Mas pode ser que seja assim só no que eu li. Não sei.

Agora quanto a escrita da Gi, eu amei. É leve, divertida e ao mesmo tempo levanta varias questões durante a leitura, como ler por prazer e não ler por obrigação. Infelizmente eu torci por algo que não aconteceu no final hehe. A Gi me surpreendeu. Os personagens são cativantes, só da Rita que não virei muito fã. Achei ela um pouco infantil para seus 17 anos. A Matilde também me deu nos nervos. Matilde é a cartomante. Ela sempre dava um jeitinho de atrapalhar a vida da Rita hehe. Enfim recomendo para quem gosta de um bom romance. E para quem ficou curioso em saber como vai terminar essa história hehe.


site: http://blogprefacio.blogspot.com.br/2015/04/resenha-os-sonhos-de-rita-gislaine.html
comentários(0)comente



Sofia Trindade - Fórmula do Amor 10/02/2015

Leve, agradável e com um toque de mistério que eu adoro.
Os sonhos de Rita com certeza foi uma boa leitura de começo de ano. Um livro leve, agradável e com um toque de mistério que eu adoro. Mesmo não sendo fã de romances sempre abro um espaço para os livros da Gi. Os livros dela são bem legais, a escrita dela é maravilhosa e os finais sempre nos surpreende. Mas uma coisa que eu notei nesse caso foi que algumas partes poderiam ter um desenvolvimento melhor. Algumas cenas me passavam o ar de incompletas e algumas atitudes dos personagens me deixavam confusa. Mas tirando isso não encontrei mais nada que possa impedir a leitura. É um bom livro e merece ser mais reconhecido.


site: http://formula-amor.blogspot.com.br/2015/02/resenha-os-sonhos-de-rita.html
Gisa 25/02/2015minha estante
Obrigada So :)




Lê Golz 08/02/2015

Um romance fofo!
Os sonhos de Rita é um romance fofo publicado pela Editora Novo Romance, e que me surpreendeu no final.

"Minha vida tinha se transformado numa tentativa desesperada de não perder Rita. Nem mesmo por um segundo." - Felipe.

Rita tem um dom: todos os seus sonhos, literalmente, se tornam realidade. Tudo que ela sonha durante a noite, demorando ou não, sempre acaba acontecendo. Tudo é uma grande brincadeira, e até então, tudo estava normal, até que ela tem um sonho totalmente indesejado.

Ela namora Felipe há dois anos, e é completamente apaixonada por ele, mas vê seu namoro ficar abalado depois de seu último sonho. Ela iria se casar, mas não foi Felipe que apareceu em sua mente enquanto dormia, mas um outro homem, que Rita nem se quer conhecia.

Todos seus amigos mais próximos tentam pensar em uma maneira de reverter esse sonho de Rita. Ela mal podia imaginar casando-se com outra pessoa que não fosse Felipe, e ele, sentia o mesmo. Depois de várias ideias para mudar a situação, que não levariam a nada, pois os sonhos dela sempre se concretizavam, Felipe começou a ficar possessivo, pois temia o dia que perderia seu amor.

Os dias foram passando e a tensão entre eles aumentava, mas Rita continuava amando Felipe. Até que um novo aluno entra na sala, e é ninguém menos que o noivo dos sonhos de Rita!

"Porque eu prefiro morrer a vê-la com outro. 'No momento que seu interesse acabasse, eu iria arrancar-lhe o coração e beber seu sangue' " (p. 23)


A narrativa é feita em terceira pessoa, e Gislaine tem uma maneira simples e gostosa de escrever. A leitura é clara e as falas entre os personagens não é nenhum pouco formal. Sobre a diagramação não posso dizer, pois li um e-book. A revisão está impecável, e se tinha algum erro, passou despercebido.

Os personagens principais me conquistaram muito. O fato de Felipe ter se tornado mais ciumento do que já era, e querer grudar em Rita, foi totalmente compreensível, pois ele tinha medo que seus sonhos se concretizassem. Ele amava ela de um jeito muito fofo. Mas achei que Rita foi infantil algumas vezes, em mentir para ele. Quanto aos amigos de Rita, achei que eles foram super infantis também no final.

"Pense em Dom Casmurro, O morro dos ventos uivantes. Todos tem um triângulo amoroso. Os sucessos atuais contam com ele. É quase uma regra literária atual. Para alcançar sucesso: triângulo amoroso. O que acontece, porém, na maioria dos casos, são triângulos idênticos. Não há novidade." (p.106)

O livro é curto e a narrativa da autora bem simples, mas a história foi muito bem construída. Ela criou um triângulo amoroso bem inusitado. A cada página que eu passava, eu queria descobrir logo o que Rita iria fazer, e com quem ela ficaria.

Não fazia ideia de como seria o final, e me surpreendi muito nas últimas páginas. Confesso que achava que nada de muito emocionante ia acontecer, mas me enganei, e percebi que o final valeu pelo livro inteiro. Pode não ter sido o final que muitos leitores queriam ou imaginavam, mas achei que foi muito fofo, apesar de ter desejado outra coisa. E o legal é que Rita vai descobrir o propósito de tudo ter acontecido como aconteceu.

Não é o melhor livro que li, mas sem dúvida, um romance leve e gostoso para se ler em uma única tarde. A leitura desse livro nos mostra que, nem tudo que planejamos na vida, ocorre como o desejado, e que as coisas podem mudar de uma hora para outra. Livro recomendado, escolha seu personagem preferido e torça por ele!

site: http://livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/2015/02/resenha-os-sonhos-de-rita.html
Gisa 08/02/2015minha estante
Oi Leh, muito obrigada. Amei a sua resenha. Um beijão




Meu Vicio em Livros 05/02/2015

Fofo
Rita é uma garota que possui um dom: sonhar com o futuro. Uma noite ela sonha com seu próprio casamento. Tudo seria perfeito se o noivo em questão fosse o seu namorado Felipe, por quem ela é terrivelmente apaixonada, o fato é que ela nem consegue ver o rosto do tal homem.

Tanto ela como Felipe, se desesperam pois sabem que com os sonhos dela não se brinca, tudo que ela sonha realmente acontece. O namoro deles é lindo e maravilhoso, a não ser pelo ciúme possessivo de Felipe que ao saber do sonho tenta junto com os melhores amigos, Luana e Guilherme, bolar um plano para driblar o destino.

Para complicar ainda mais a situação, os pais do casal também não aprovam o relacionamento e fazem de tudo para separa-los. Eles estudam na mesma classe e Felipe começa a ficar de olho em todos os passos de Rita, se tornando um chato, seu ciúme só piora quando chega um aluno novo na turma.

Rita começa a sonhar repetidamente sobre o casamento até enfim, ver o rosto do futuro noivo. Já deu para adivinhar quem é aqui né? Uma leitura leve, rápida, divertida e com um final surpreendente! Eu adorei, fiquei até com vontade de ler o livro que foi citado tantas vezes como favorito da protagonista: “O Morro dos Ventos Uivantes”, não vai faltar oportunidade é claro.


leia mais aqui: http://meuvicioemlivros.blogspot.com.br/2015/01/resenha-os-sonhos-de-rita-gislaine.html

site: http://meuvicioemlivros.blogspot.com.br/2015/01/resenha-os-sonhos-de-rita-gislaine.html
Gisa 08/02/2015minha estante
Diii, muito obrigada pelo carinho. Fico imensamente feliz que tenha gostado


Thais 04/11/2016minha estante
gente , leio muitos livros mas não curti muito esse ... um final diferente ok!! mas casar com um pensando em outro ? não curto histórias assim. Tinha tanto amor pelo Felipe e nada ... acho q Thiago tinha muito pra mostrar na historia e quase não mostrou a historia dele . Rita muito confusa !




AmadosLivros 22/11/2014

Resenha no blog Amados Livros
Não deixe de conferir nossa opinião sobre este livro no nosso blog! E lá também tem muitos outros livros legais! Dê uma passadinha lá! ;D
Link no final da postagem! ;]

site: http://amadoslivros.blogspot.com.br/2014/09/livro-os-sonhos-de-rita.html
Gisa 25/02/2015minha estante
Mi, sua resenha ficou tão linda. Pena que ela não esteja aqui :3
Se você quiser, você consegue marcar que tem spoiller viu? :P
Beijão




Arlindo Barata 15/10/2014

Rita tem um dom muito especial, ela sonha com o futuro. Foi assim que ela conheceu o seu grande amor, Felipe. E o casal, mesmo não sendo aprovado pelos pais de ambos, se ama intensamente, porém um sonho coloca dúvidas sobre romance deles. Rita sonhou com seu próprio casamento, mas o noivo não é o Felipe. Esse simples sonho leva as emoções dos dois aos extremos. Felipe se torna um ciumento obsessivo por Rita, e esta fica desesperada para não perder amor da sua vida.

O livro apresenta uma narrativa bem clara, rápida e prazerosa. É uma história repleta de clichês e citações de outros livros que acabam tornando-a singular. Confesso que não consegui criar uma grande feição pelas personagens, e em alguns momentos achei Felipe um grande idiota (ksksks), é uma situação pouco comum e não sei como eu agiria.

O que eu senti falta na leitura de Os Sonhos de Rita foram alguns acontecimentos antes de seu sonho, tipo como foi contar para seu pai sobre o namoro, como foi revelar o dom para seus amigos e até mesmo como foi construir um amor tão grande entre Felipe e Rita.

O final supera as falhas. Simplesmente eu amei o final. A autora conseguiu manter um suspense de como seria o desfecho e quando acabou... Tipo, é isso?. No todo foi incrível de ler.


site: http://macaliteraria.blogspot.com.br/2014/10/resenha-os-sonhos-de-rita.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Bru - @umoceanodehistorias_ 02/10/2014

Ah, o amor!
Devo começar dizendo que esperava algo completamente diferente nesse livro, a Gislaine conseguiu, mais uma vez, me surpreender.

O livro nos conta história de Rita uma menina que possui um dom: sonhar com o futuro. Esse dom lhe foi útil muitas vezes: para saber quando a namorada de seu pai iria embora, a resposta de uma prova, conhecer o tão namorado perfeito e se apaixonar...

- Eu conheço. Dos meus sonhos. E estou apaixonada. É ele, Bia. Eu tenho certeza disso.

Mas, uma noite pode mudar tudo Rita sonha que irá se casar, mas, mesmo não vendo o rosto do noivo ela sabe que não é com seu namorado, o que fazer agora? A vida de Rita muda completamente e, ao dividir o sonho com o namorado, Felipe, e os amigos Luana e Guilherme, a dor da tristeza toma conta dela, o livro é repleto de momentos tristes onde Rita sente-se complemente perdida. Seus amigos querem fazer de tudo para mudar o sonho, mas eles sabem: os sonhos de Rita são inalteráveis.

Apesar de alguns sonhos de Rita não serem muito bons, eles eram vistos como uma benção: poder ver o futuro antes de acontecer.

Felipe fica, simplesmente, paranoico confesso que, no começo, isso me irritou. Tudo o que Rita faz ele quer estar presente, ele fica observando cada passo de Rita e torna-se obsessivo. Os dois se afastam dos amigos e tudo vira motivo de brigas.

Ama Rita acima de tudo. Ela era seu grande amor, ele tinha certeza disso. Não importava o quanto dissessem que aquilo tudo não passava de um amor juvenil que logo iria passar. Ele tinha certeza de que não iria. E a simples possibilidade de perdê-la, fez com que seu mundo caísse.

Rita e Luana chegaram a procurar uma cartomante para entender o sonho de Rita, mas nada adiantou a mulher apenas trouxe mais dúvida para a mente da menina. Até que Rita consegue ver o rosto do noivo e se surpreende quando ele começa a estudar no mesmo colégio: chama-se Thiago e é o sobrinho da diretora da escola e veio para a cidade para cuidar da tia. Rita decide não contar para Felipe e aumentar ainda mais o ciúme do namorado, mas a descoberta será inevitável. O que fará Rita? Ficará com Felipe ou Thiago.

A trama foi muito bem criada e desenvolvida, me senti totalmente ligada à Rita e até os personagens secundários receberam o destaque que merecia. Quando li que Rita sabia quem era o noivo do sonho fiquei ávida por saber com quem ela ficaria e fiquei muito feliz com a escolha dela. Também gostei muito da explicação que a autora deu para seus sonhos.

Eu quis mudar as coisas muitas vezes. Mas no passado, a gente não mexe. O passado é uma coisa que a gente guarda, exatamente do jeito que foi.

Esse livro é mais do que recomendado, e quem gosta de um bom romance é leitura obrigatória. Gostaria de parabenizar a Gislaine por mais uma linda obra. Além de uma ótima autora você tornou-se uma amiga para mim, obrigada por sempre nos presentear com lindas palavras e histórias.

Não sei como explicar, mas certamente que tu e toda gente tem a noção de que existe, ou deveria existir, um outro para além de nós próprios. Para que serviria eu ter sido criada se apenas me resumisse a isso? (O Morro dos Ventos Uivantes).


site: http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/2014/10/os-sonhos-de-rita-gislaine-oliveira.html
Gisa 08/02/2015minha estante
Obrigada Bru pelo carinho e por essa resenha linda. Fico imensamente feliz que tenha gostado




13 encontrados | exibindo 1 a 13