You

You Caroline Kepnes
Caroline Kepnes




Resenhas - You


11 encontrados | exibindo 1 a 11


yasneryst 08/10/2020

Acho que gosto mais da série...
Ótima construção de personagem. Eu li marcando todas as bandeiras vermelhas que o Joe nos entrega, todos os momentos em que ele de fato demonstra não ser uma pessoa saudável.
No entanto, a série nos leva a um caminho onde somos postos a julgar nossa própria moralidade, porque o Joe é gostável, e por muitas vezes nos vemos contra a Beck e torcendo por ele. Mas isso não acontece no livro, aqui o Joe não é gostável, ele é um mala!
A obra prende e eu engoli o livro, mas o fechamento não é tão claro quanto a série induz o leitor a pensar que seria.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Márcia 26/12/2015

You
Sinopse: Quando a aspirante escritora Guinevere Beck entra na livraria East Village onde Joe trabalha, ele é instantemente fisgado. Beck é tudo que Joe sempre quis: linda, difícil, inteligente e tão sexy quanto seus sonhos mais malucos. Beck ainda não sabe mas ela é perfeita pra ele é tão logo quanto, ela também não consegue resistir a um cara que aparentemente foi feito pra ela.
Porém, Há mais em Joe que Beck sabe é muito mais em Beck do que a fachada de "OH, tão perfeita". A obsessão mutual deles logo se desenrolará em um turbilhão de consequências mortais.

Se tem algo que posso falar sobre a leitura de 'YOU' é que foi diferente de tudo que já li até hoje. Desde da escrita até a construção de personagens criada por Kepnes. Kepnes narra a história de Beck e Joe pelo ponto de vista do rapaz e em segunda pessoa, ou seja, você se sente na cabeça de Joe e mais próxima assim dos personagens e isso resultou numa experiência perturbadora.
Durante a leitura do livro, você vai achar certas situações onde irá se auto questionar se você também não é tão errado(a), e isso foi, sem dúvida, algo que fiquei pensando frequentemente, mesmo depois de ter terminado a leitura.

Por estarmos falando de um livro de suspense e personagens completamente complicados de falar sobre sem dar spoiler, direi apenas que: YOU é um livro muito pesado, a atmosfera que a autora cria te puxa pra história que ela quer contar, mas ao mesmo tempo você sentirá a vontade de jogar o livro pro lado e tentar ler algo mais leve.

YOU é um livro bem escrito, com personagens complexos e com um suspense que leva você ansioso até o final; o final do livro é bem satisfatório e bem realístico, o que em partes me deixou bastante satisfeita.

YOU não tem previsão nem direitos comprados de publicação no Brasil.
comentários(0)comente



Malú 31/12/2020

Fiquei surpresa por seguir um caminho diferente da série, mas no final dá tudo no mesmo. A forma que a autora escolheu escrever é muito interessante, você fica preso 100% do tempo na cabeça do protagonista, então há vários momentos em que ele se perde em um pensamento e acaba nesses fluxos de consciência.
comentários(0)comente



Prof. Angélica Zanin 26/07/2018

Amor às avessas
Você - história narrada em primeira pessoa por um psicopata obsessivo Joseph, funcionário de uma livraria em Nova York, que conversa, durante a narrativa, com Você - Beck, ora fruto de sua mais recente obsessão. Diferente, pois permite ao leitor entrar na mente distorcida de um criminoso. Incrível como uma mulher consegue ver o mundo com um olhar tão masculino e doentio o que comprava, claro, o talento de Caroline Kepnes. A história faz menção a músicas, lugares, livros, autores que são pela escritora homenageados. Confesso que algumas referências me escaparam, mas não impediram a compreensão. Se eu gostei? Achei pesado, não é agradável conviver tão proximamente a uma mente extremamente conturbada. Vale a pena? Sempre vale, afinal: "Eu pensei em quão desagradável é estar trancada do lado de fora" Virgínia Woolf, citada por Caroline Kepnes.
comentários(0)comente



Reis 17/08/2018

Tinha potencial mas...
O começo é interessante. O final é bom. Tudo entre essas duas coisas não é.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Cris 08/03/2021

Bizarro, perturbador e assustador
“It is an indisputable fact: Some people on this earth receive love, get married and honeymoon in Cabo. Others do not. Some people read alone on the sofa and some people read together, in bed. That’s life.”

Este livro é narrado de uma forma bem diferente, em segunda pessoa. Temos a história do ponto de vista de Joe Goldberg, o protagonista. Ele é gerente em uma livraria em Nova York e tem sua vida mudada ao atender uma cliente que entra na livraria para comprar livros, ele imediatamente se sente atraído por ela.

Ele troca um flerte bobo e inocente com ela e descobre o seu nome quando ela vai pagar a conta com o cartão de crédito. A partir de então, ele fica completamente obcecado pela moça, e passa a stalkear todas as redes sociais dela. A moça é Guinevere Beck, uma jovem estudante universitária e aspirante a escritora.

O livro tem uma narrativa bem ágil, e a história me pegou logo de cara. Achei que o início foi muito bom, mas se perdeu no meio da história, e o final me surpreendeu. A narrativa é crua, direta, com muito palavrão e teor sexual explícito, afinal, estamos na cabeça de um personagem extremamente perturbado. E estar na cabeça deste psicopata é dolorido.

Além do Joe, não gostei de nenhum personagem deste livro. A autora mostra pessoas tóxicas, e com seus piores defeitos. Tem o boy lixo, tem a amiga invejosa, tem a amiga fútil. Difícil gostar de alguém. Mesmo a Beck, é uma personagem que me irritou muito. Mentirosa, aproveitadora e sonsa muitas vezes.
Temos também um problema relacionado à parte policial e investigativa da história, que é péssima. Joe consegue se livrar de muita coisa que realmente, parece impossível.

Tirando estas falhas na história, temos um livro que faz várias citações e referências a outros livros, afinal, Joe e Beck são amantes da literatura, e isso foi bem interessante de se ver. O livro também nos traz uma reflexão sobre o quanto expomos nossas vidas em redes sociais e quanto isso pode nos prejudicar. A história é muito atual neste ponto, e achei muito interessante observar como a tecnologia faz parte da nossa vida muitas vezes de forma nociva.

Como vocês devem saber, há uma série na Netflix inspirada no livro. Eu gostei muito da série, a escolha dos atores foi muito bem feita e temos uma fotografia lindíssima. Porém, há algumas diferenças. A principal delas é referente à personalidade do Joe. No livro, fica claro desde o início que ele é um psicopata, a série não deixa isso tão evidente logo de cara. Na série, ele é mais “gostável”, mostra ele interagindo com uma criança de forma super fofa, e vamos percebendo aos poucos que ele realmente é encrenca pesada hahahaha. Também gostei da série, prende muito a atenção. Assisti só a primeira temporada por enquanto.


site: http://instagram.com/li_numlivro
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR