Num Piscar de Olhos

Num Piscar de Olhos Teodora Kostova




Resenhas - Num piscar de olhos


20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Carolina DC 26/04/2015

Apaixonante!!!
No epílogo temos as explicações sobre a família de Stella. Em um dia normal na família, a jovem Stella Quinn de apenas 14 anos de idade está esperando seu pai, seu irmão mais velho, o Eric e seu tio voltarem de um jogo. Sua mãe, Hellen e sua tia Nikki estão em casa depois de um longo dia de compras bem divertido. E Num piscar de olhos... tudo mudou... Um grave acidente de carro destrói essas duas famílias. Nikki, amiga de décadas de Hellen, não suporta mais ficar em Londres e leva sua filha Lisa para a Itália poucas semanas depois. Novamente, a vida de Stella e Hellen mudam num piscar de olhos. Mas as duas são fortes e determinadas e juntas, continuam superando os obstáculos. Quando Stella faz 18 anos idade é diagnosticada com câncer de fígado e por dez meses ela passa por inúmeras cirurgias, tratamentos e quimioterapia. Após a terceira cirurgia, Stella decide irá passar o verão em Gênova, com sua prima Lisa e aproveitar a vida. Ela quer ir para um local onde desconhecem sua história para curtir um romance de verão. E assim essa linda história tem início....

O local: Gênova foi descrita como um local paradisíaco e desafio a qualquer leitor que finalizar essa obra, não ficar com vontade de ir visitar o local. As cores, aromas e sabores saltam das páginas. A simpatia do povo, a beleza da população, o amor pela vida. Tudo isso e muito mais é apresentado de forma apaixonante. A arquitetura local, a história, seus vinhos. Somos arrebatados por tudo.

Os personagens:
Stella é uma jovem de 19 anos muito madura devido as circunstâncias. Bonita, inteligente e leal, tudo que ela quer é viver. A sua generosidade e preocupação pelo próximo é tocante. O passado deixou marcas profundas, como o medo de andar de carro e dirigir, mas também o medo de perder mais alguém.

"Você tem que amar algo ou alguém; não importa se é romântico ou não, mas se você não tem nada que ame em sua vida, então você está perdido. Danificado... Você precisa ter um sonho, caso contrário, o que te fará seguir em frente? Sem um sonho, é como você estivesse andando constantemente em um túnel escuro e sem luz no final dele. E você precisa de sorte, é claro, porque sem ela, as coisas não dão certo, por mais que você tente". (p. 288)

Massimo ou Max tem 22 anos de idade e é o melhor amigo de Lisa. É sedutor, extremamente sexy e protetor. Seu sonho é ser arquiteto e para isso tem dois empregos, inclusive de salva-vidas na praia. Quando ele ama é para valer. Não existem meio-termos. Ele é intenso e arrebatador.

"Uma buzina soou à distância e, quando Stella voltou-se para o mar para olhar o enorme navio que tinha produzido o som, seu olhar ficou preso em uma cena tão bonita que a pitoresca praia empalideceu em comparação. Um salva-vidas estava emergindo da água, seu calção laranja grudava em suas pernas e água pingava e escorria por ele todo. Ele balançou a cabeça para se livrar de parte da água em seu cabelo e Stella sentiu como se tudo começasse a se mover em câmera lenta - pequenas gotas de água deslizavam do pescoço em direção ao seu peito largo e braços musculosos, passando pela tatuagem desenhada em seu ombro direito, e continuava até embaixo, seguindo por seu peito e no abdome tanquinho, finalmente se perdendo na sua cintura. Parte de outra tatuagem estava aparecendo na parte de cima, do lado esquerdo do seu quadril, o resto do desenho escondido. Sua pele dourada e bronzeada brilhava ao sol e ele movia-se com tanta graça que uma pantera poderia ser considerada desajeitada ao lado dele". (p. 23/24)

Lissa é prima de Stella. As duas não se veem desde a morte de seus pais. Atualmente estuda História da Arte na Universidade de Gênova, além de trabalhar em uma galeria e ainda dar aulas. Ama o que faz, é uma artista de coração e muito talentosa. Também é muito protetora com aqueles que ama, principalmente com sua prima, pois sabe de sua condição. É divertida, mas tem os seus momentos sombrios, graças a um grande segredo.

Gia é a irmã de Max e faz parte do grupo. É uma chef talentosa e educada, porém não é tão carismática. Ela tem uma história interessante junto com outro personagem do livro (torcendo para que a Teodora Kostova escreva outros livros e torne isso uma série!)

Beppe é o amigo de infância de Max. Totalmente irresistível para as mulheres, só precisa sorrir ou dançar que tem uma fila delas querendo sua atenção. É divertido, adora provocar o Max e sabe exatamente que botões apertar. Por trás da fachada de festeiro, é um homem de conteúdo e complexo.

Enredo/ Trama/ Narrativa e História: O desenrolar dos acontecimentos é linear e conciso. Foi bem desenvolvido e as cenas são claras. A história é emocionante, pois ao alterar a perspectiva da narração entre Max e Stella, o leitor consegue compreender seus temores e sentimentos. O leitor por sua vez, desde o epílogo, retêm informações que um ou outro personagem em determinado momento não faz ideia e ficamos com vontade de contar ou auxiliá-los para evitar prováveis mágoas.

A escrita da autora: é fluida, leve e direta. Não há excessos de adjetivos ou características, de forma que até mesmo as descrições dos locais, alimentos e sabores são claros.

A autora ainda nos apresenta um prólogo muito especial, pois tem uma passagem de tempo de mais de uma década e em primeira pessoa.

Revisão/ Diagramação/Layout e Capa: A editora arrasou no trabalho. O fundo é acinzentado, o rodapé é diferente e existe detalhes no meio do texto. A capa é linda e ao mesmo tempo consegue passar muita profundidade.

"Num piscar de olhos" é uma linda história de amor, superação e segundas chances.

"Eu não quero ser capaz de me apaixonar, porque tenho medo que meu coração seja quebrado de uma maneira ou de outra". (p. 91)


site: http://www.viajenaleitura.com.br/
Ingrid 04/05/2015minha estante
Amei sua resenha! Acho esse livro super especial. A Charme arrasa mesmo!
Você é parceira da editora? Não achei a resenha no blog.




Livros Encantos 09/06/2015

Num piscar de Olhos

Num piscar de olhos é aquele romance que ultrapassa as páginas do livro e chega até o leitor com aquele amor que conquista, envolve, comove e nos faz sentir todas as emoções dos protagonistas além das páginas.

O que me impressionou nesse livro além de um amor visível entre nossos protagonistas foi a maturidade em ambos, mesmo com pouca idade, a carga emocional do que já viveram, suas perdas os deixaram maduros com uma visão centrada sobre objetivos na vida .

Stella após uma grande perda que a deixou sem chão, e a saudade de sua prima e amiga Lisa que foi morar em outro país, descobre que está com câncer, e luta contra ele . No livro iremos encontrar Stella teoricamente curada , vindo a ser confirmado após sua ida a Gênova, ela decidir viver sem pensar no amanhã, apenas esses meses.

Ao chegar lá irá conhecer um salva vidas lindo, e se encantará com ele, em uma reunião na casa de sua prima descobre que ele é amigo dela e fica com receio de se envolver.
Meninas a autora conseguiu através das palavras, mostrar o tamanho da atração entre os dois, inicialmente Stella reluta tanto contra esse sentimento, eu fiquei tanto na torcida por esse casal , que quando aconteceu no livro vibrei, sorri e tive a certeza eles eram feitos um para o outro. O amor chegou se instalou entre eles, e trouxe alegria , luz para a vida de Stella .

Max nunca se sentiu tão inteiro e completo, como ao lado de Stella por isso não vai desistir , irá lutar por seu amor e para estar ao seu lado.

Uma descoberta e a certeza que o amor deles é real, forte e verdadeiro.

A autora conduziu o livro com uma leitura leve, mas ao mesmo tempo intensa, construiu personagens fortes, guerreiros, que merecem amar e serem amados .

O final do livro foi lindo e confesso que após a leitura abri um sorriso enorme, pois torci muito para Max e Stella .

A leitura fluiu muito bem com doses certas de romance, perdas e amor pela vida .

A autora nos mostrou a importância de ter alguém em nossa vida, que faça valer a pena cada momento, e na força desse amor, venceu a esperança .

Um livro que me comoveu pela força da protagonista, um amor que nos envolve.
Esse livro nos trás a sensação que cada pessoa tem sua alma gêmea e merece ser feliz, mesmo com todas as adversidades que a vida nos impõe, nos deixando mais fortes e livres para viver .... Intensamente .

site: http://www.livrosencantos.com/2015/05/num-piscar-de-olhos-teodora-kostova.html
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 30/04/2015

Num piscar de Olhos primeiramente me conquistou pela capa, eu achei umas das capas mais lindas da Editora Charme e quando me deram a lista dos livros disponíveis para resenha, não tive dúvidas, tinha quer ser ele para resenha.

Comecei a ler com a expectativa a mil, um livro que fala sobre perdas, doenças e um romance na Itália não tinha como me decepcionar, e posso adiantar que estava certa.

"Mesmo que sua vida parecesse perfeita, no momento, um futuro incerto pairava sobre ela, e ele poderia mudar num piscar de olhos. Isso não significa que você deva parar de vivê-la."

O livro começa com Stella tendo um verdadeiro inferno astral. Ela perde o pai, o irmão e o tio em um acidente de carro e de tabela perde a prima Lis e a tia que vão viajar para Itália por não suportar ficar em uma casa cheia de lembranças e dor, não bastando isso, ela descobre que tem câncer. Começa então a fazer os tratamentos e tem uma melhora. Com saudades da prima resolve viajar para Itália, ela vai querendo se divertir sem pensar no futuro, só não imaginava se apaixonar por Max num piscar de olhos.

[...]

LEIA MAIS NO BLOG

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2015/04/resenha-num-piscar-de-olhos.html
comentários(0)comente



Helena Stein 09/05/2015

"E assim, num piscar de olhos, sua vida mudou para sempre."
Quando terminei de ler esse livro, a primeira coisa que pensei foi: "Onde consigo uma Lobotomia?".

Existem livros e livros. Há aqueles que mexem com a sua cabeça de tal forma que a trama fica impregnada na sua mente por dias. Até invade os seus sonhos. As emoções, o drama e absolutamente tudo é tão envolvente e intenso que leva o leitor a níveis estratosféricos. Mas, em contraponto, há outros livros que ao longo da leitura, sua veia teimosa insiste em te forçar a continuar e como a esperança é a última que morre, você acredita que em algum momento toda aquela besteira vai se tornar alguma coisa linda e épica.

Pois bem... Ainda estou esperando o momento épico do primeiro volume da trilogia Heartbeat. Preciso parar de acreditar que a esperança é a última que morre e mandar a vadia para o inferno logo na primeira impressão de que estou perdendo o meu tempo lendo um romance absolutamente sem sal, maçante e chato.

A sinopse vende bem. Faz uma ótima propaganda e ilude o leitor sobre um romance que tem tudo para ser inesquecível... Sim, e é inesquecível, na categoria: "Os 10 piores romances da minha vida".

Stella é uma típica protagonista cheia de problemas, tragédias e inseguranças. Após perder o pai e o irmão em um trágico acidente de carro, a autora considerou que seria legal construir uma personagem com todos os grandes problemas emocionais do mundo e jogá-la em uma lugar na Itália para ter um romance de verão, onde já estava fadado ao fracasso antes mesmo de começar, pois além de ter que enfrentar diariamente seus traumas sobre acidentes de carros e ódio espiritual, Stella descobre que tem câncer.

Desculpe. Se você leu esse romance e adorou, gostaria que deixasse um comentário e me dissesse o que levou o seu coração a palpitar em favor a esse drama mexicano que Kostova criou em uma narrativa em terceira pessoas bastante infantil e arrastada.

Eu teria dado apenas uma estrela, mas Max merece um ponto a mais por ter sido tão fofo e com uma paciência budista para suportar todo o drama. Uma das coisas mais frustrantes que pode haver em um romance para mim, é quando a protagonista não é uma personagem que merece toda a dedicação e amor do mocinho. Stella não está ao nível do Max. Definitivamente, um rapaz como ele merecia uma garota BEM melhor. Não estou dizendo que as tragédias na vida da Stella devam ser ignoradas e tratadas com indiferença, mas a autora poderia ter criado uma personagem mais forte e decidida. Levando-se em conta por tudo o que ela passou, imagino que chorar, se fazer de mártir e se fechar em autopiedade, não sejam características promissoras.

Max é um típico italiano dos sonhos: Lindo, charmoso e tão apaixonado que o açúcar escorria pelo meu tablet. Ele foi impecável ao demonstrar seus medos, e mostrar que tinha seus próprios demônios para combater diariamente. E mesmo que tenha demorado um pouco para decidir o que queria para sua vida, após tomar tal decisão, o rapaz não mediu esforços para conquistar a garota que considerava ser a mulher de sua vida.

E o rapaz lutou. Bateu o pé. Insistiu. Pegou um avião e foi para outro país.

E tudo para ter que lidar com uma Stella histérica, mimada, chata e absolutamente infantil.

Mas isso também é culpa da autora que não soube conduzir de forma retilínea o romance. Em cada capítulo, o casal passava pela briga de: "eu quero você, mas não posso te ter. Saí daqui. Não, volte aqui... Não me toca, me beija!". Deu pra sentir a confusão?

É ridículo, entendiante e cheio de clichês adolescentes que nem mesmo os personagens coadjuvantes puderam salvar, porque eles também eram confusos e cansativos. Não é um romance que indico de forma alguma. Vá tomar um café, veja um filme, leia uma lista telefônica, há outras mil maneiras de aproveitar o seu tempo.

site: http://www.everylittlebook.com.br/2015/04/review-in-heartbeat-teodora-kostova.html
Indiamara 09/05/2015minha estante
Nossa que decepção, e eu achando que era um livro maravilhoso. Bem menos um para comprar então.


Indiamara 09/05/2015minha estante
Nossa que decepção, e eu achando que seria um livro maravilhoso. Bem, pelo menos é um a menos para comprar.


Ana Paula 18/12/2015minha estante
Céus.... Acho que nunca vou conseguir acabar de ler esse maldito livro!!!!!!! É um puta porre!!!!!!! Só falta começar com: Meu querido diário...... Essa descrição diária está me deixando completamente louca, porque nada acontece..... Historinha ridícula!!!!!! Arrastada!!!!!! Extremamente cansativa!!!!! Joguei meu dinheiro no lixo comprando esse livro!!!!




Everything but the books 27/05/2015

Uma história linda, de amor e superação!
O que dizer deste livro? Um romance lindo, com uma carga emocional muito grande, com personagens que te cativam pela história de vida forte e dramática. Seria assim que eu o classificaria.

Quando lemos a sinopse, já temos uma leve impressão do que esperar: mocinha doente com medo de se envolver, rapaz bonito, um amor arrebatador… Mas engana-se quem pensa que é só isso. Por trás de um roteiro aparentemente ‘simples’, escondem-se perdas, segredos e superações.

Cada um lida com a dor à sua maneira…

Stella lidou com a perda muito nova. Após um acidente terrível que matou duas pessoas que ela amava, teve que dar adeus ao que restou de sua família; sua tia Nikki e sua prima e melhor amiga, Lisa, se mudaram do Reino Unido para Itália, como forma de lidar com a dor.

Stella se viu sozinha com a mãe e, quando achou que nada poderia mais acontecer, recebeu a notícia de que estava com câncer. Como se não bastasse todo o sofrimento, após um doloroso tratamento, os médicos ainda não têm certeza se está totalmente curada e ela precisa fazer novos exames daqui dois meses. Aproveitando, ela usa esse tempo para conhecer Gênova, reencontrar sua prima e distrair-se de tudo o que vem passando. Ela só não contava que a distração viria em forma de um salva-vidas.

"E num piscar de olhos, a sua vida mudaria para sempre."

Max é o italiano que mexeu com a cabeça de Stella. Com uma beleza de tirar o fôlego, ele é perfeito em todos os sentidos. E como se não bastasse, ele é o melhor amigo de Lisa, e Stella se vê numa difícil missão: afastá-lo a todo custo.

Apesar da grande atração entre os dois, Stella tem medo de se entregar. Com a dúvida constante de que a doença volte, o medo de envolver Max e quebrar seu coração, e magoar sua prima, ela tenta evitar, em vão, se envolver…

"Stella rezava todos os dias para que ele não se espalhasse para outros órgãos desta vez – porque, se o fizesse, ela não teria quase nenhuma chance de sobrevivência…
Como poderia permitir-se ter um relacionamento com um cara incrível e condená-lo a ficar com uma garota doente?"

Assim como Stella, Max também teve que lidar com a perda muito cedo, e isso de alguma forma os aproxima ainda mais. Após muita luta, ela resolve ceder às investidas dele e aproveitar as seis semanas que eles têm juntos. E é nessas semanas que ela descobre que pode ter uma vida normal longe do drama que a acompanhava.

"Havia algo sobre estar com Max que embaçava a realidade. Era um tipo de borrão, uma mancha na qual não haviam razões para não ficarem juntos. Um borrão no qual não havia câncer, apenas planos e sonhos para o futuro."

Mas, à medida que as férias vão acabando, o medo da realidade toma conta de Stella e ameaça a destruir o sonho que ela vive, fazendo-a decidir se é forte o suficiente para lutar por sua vida e por seu amor por Max.

"Pela primeira vez, a vida te deu uma tábua de salvação. Pegue-a."

Uma história linda, de amor e superação!
Em alguns momentos, me deu vontade de pegar Stella e dar umas boas ‘sacudidas’ nela, por suas atitudes, mas, ao final do livro, eu consegui entender todo esse medo e não saberia dizer se faria diferente…

Destaque para os personagens secundários: Lisa, Gia e Beppe, que deram ao livro um caminho diferente, tirando um pouco o peso do drama. E eu já estou curiosíssima para ler o segundo livro, que contará a continuação da história da irmã e do melhor amigo de Max e saber também o que acontece com Lisa e seu ‘segredo’. Não, não vou contar, não adianta pedir. :P

Eu não conhecia a escrita de Teodora, mas, logo nas primeiras páginas, já virei fã.

Ah, antes de terminar, quero deixar meus parabéns mais uma vez pelo belíssimo trabalho da editora. A cada livro lançado é uma surpresa agradável aos nossos olhos: começando pela capa, seguindo pela diagramação, tradução e revisão. Tudo impecável, que te faz ter prazer de ler.

site: http://blogeverythingbutthebooks.com/2015/05/27/resenha-num-piscar-de-olhos-teodora-kostova-editoracharme/
comentários(0)comente



Taty Assis 28/05/2015

É tão interessante o quanto nos envolvemos com algumas histórias a ponto de ter a sensação de estar fazendo parte daquilo de verdade e desejar que os personagens se tornem parte real de nossas vidas. E o mais interessante de tudo é a magia, o poder que as palavras têm. Sim, poder. Poder de nos emocionar, de nos deixar irados, apaixonados, e de nos envolver como um simples passe de mágica, ou até mesmo, num piscar de olhos. E ao ler "Num Piscar de olhos" a magia das palavras aconteceu, e me vi completamente envolvida com a história e personagens (principalmente com o Max rsrs).


Stella perdeu seu pai, irmão e tio em um trágico acidente de carro. Se não bastasse a dor da perda, sua tia Nikki e sua prima e melhor amiga Lisa mudam para outro país a fim de deixarem as memórias dolorosas para trás e começarem uma nova vida. Se antes já era difícil conviver com a dor, com a partida das duas as coisas se tornaram mais difíceis ainda, e a vida de Stella e de sua mãe nunca mais foram a mesma.

Quatro anos se passaram, e com eles a triste notícia que Stella estava com câncer. E mais uma vez ela vê sua vida completamente abalada, nada mais é certo, mas Stella não entrega os pontos tão facilmente. Ao realizar uma cirurgia para retirar o tumor, ela decide que, se receber o sinal verde de que o câncer estava sob controle ela iria aproveitar a vida. É então que Stella decide viajar para Itália para rever sua tia Nikky e prima Lisa, e curtir da melhor maneira três meses longe de casa, porque ela sabe que depois desses 90 dias nada sua vida é certo, na verdade sua vida é uma completa incerteza.

E é sua estádia na bela Gênova que Stella conhece o homem que será capaz de abalá-la completamente.

“Não era mais apenas atração que sentia. Era algo mais profundo, algo que ardia em seu peito e fazia sua barriga se agitar cada vez que ele a encarava com seus sensuais olhos cor de avelã.”

Max é um dos melhores amigos de Lisa, e se vê encantado por Stella assim que a conhece. A atração entre eles é evidente, mas Stella sabe que se envolver com Max não é certo por vários motivos, e o primeiro deles é que, ela não quer se machucar e muito menos machucá-lo porque sabe que sua viagem tem data marcada para acabar, e se envolver na situação em que se encontra só trará problemas. Mas Max está mais que convicto em conquistar Stella, e ele vai entrar de cabeça nas suas investidas, mesmo sabendo que poderá terminar destruído.

“Stella era a melhor coisa que tinha acontecido em sua vida em um longo tempo e ele seria condenado se a perdesse. De agora em diante, ele seria o que ela precisava que ele fosse.”


O envolvimento entre Max e Stella acontece gradualmente. Stella tenta de todas as formas resistir ao que sente por Max, mas acaba se entregando, mas não antes de deixar claro que eles teriam apenas seis semanas até ela ir embora. Max se apaixona num piscar de olhos, e se vê completamente envolvido e aceita qualquer acordo para poder aproveitar mais tempo junto dela.

“O que eles tinham era perfeito demais para desperdiçá-lo com a cruel verdade. Além disso, ambos sabiam que não duraria para sempre. Eles tinham seis semanas e Stella pretendia torná-las tão incríveis como ela poderia, sem pensar em mais além disso.”

Mas Stella esconde sobre sua doença, e ao saber o quanto Max sofreu na adolescência para cuidar do pai, ela acaba recuando e se afastando. Seria Max capaz de aguentar passar por mais essa provação? Seria Stella capaz de entender que quando se ama, queremos ficar junto da outra pessoa independentemente do seu estado?


Teodora Kostova nos presenteia com uma história incrivelmente doce, emocionante e possível. Peguei-me em alguns momentos com um nó na garganta, o sofrimento, a alegria, a paixão, os medos (...) dos personagens pareciam flutuar em minha direção, e acabei me envolvendo completamente.

A Stella é uma garota guerreira, passou por tantas aprovações que não sei o que faria no lugar dela. Não sei se tomaria as mesmas decisões, ou até mesmo pensaria da mesma forma, talvez tenha sido não compreendê-la totalmente que tenha me dado vontade de entrar no livro e gritar com ela alguns momentos rsrs. Acho que diferentemente dela eu seria egoísta, se passasse pelo o que ela teve que passar, gostaria de ter todos os que eu amo perto de mim, não tentaria afastá-los. E talvez tentar afastar, ou até mesmo esconder sua verdadeira situação tenha sido um dos maiores erros da vida de Stella.


Max, OMG! Max é uma coisa linda de meu Deus. Impossível não ficar encantada com todo aquele charme italiano, que além de tudo é salva-vidas. Max foi o personagem que mais me cativou nessa história. Além de lindo, maravilhoso, charmoso, um cozinheiro de primeira, quente, sexy, ele é um cara doce. Não teve uma adolescência fácil, perdeu o pai e se viu sem saída, recorrendo para as coisas erradas da vida, até que encontrou apoio em Beppe, seu melhor amigo, e também em Lisa. Apaixonou-se rapidamente por Stella, e depois disso sua vida virou uma completa bagunça, mas não tinha nada que ele queria mais do que ter Stella para si e fazer com que ela se tornasse parte constante de sua vida. Max é completamente apaixonante, encantada por ele é pouco!

Destaque para os personagens secundários que tem papel superimportante na história. O próximo livro da trilogia é do Beppe, e já estou ansiosa, porque algo me diz que o Beppe vai se tornar mais querido do que já é. Quero ver a Gia - irmã do Max - se entregar a seu desejo e sentimentos, e quero mais da história de Lisa e seu segredo.

Espero que vocês leiam esse livro e que se encantem por ele num piscar de olhos ;)



site: http://www.aculpaedosleitores.com/2015/05/resenha-num-piscar-de-olhos.html
comentários(0)comente



Paula Juliana 04/06/2015

Resenha: Num piscar de olhos - Teodora Kostova

''Em minha defesa, como não poderia? Eu nunca conheci um homem que teve tal efeito sobre mim. Eu não sei o nome dele, mas estava pronta para enlaçar minhas pernas em volta de sua cintura. Num piscar de olhos.''

Toda uma vida pode mudar... Num piscar de olhos!

O que você faria se perdesse sua perfeita vidinha feliz da noite para o dia? Se sua confortável ''bolha'' protetora fosse tragicamente esmagada e você visse as pessoas que mais ama partirem para nunca mais voltar? Você está triste, confuso e de luto, tudo que quer é sua família, as pessoas que ama perto, quer voltar no tempo ou simplesmente não sentir... mas a vida não espera você se recuperar, ela segue em frente, você estando preparado ou não, você se fechando ou não, e quando menos espera... vem outro choque, outra dor, outra queda!

Então, você joga tudo para o alta e tenta viver o agora, ser feliz, não pensar no futuro... mesmo que no final você quebre todos no seu caminho!

'' - Então, você já ouviu falar de mim? - Sim, eu ouvi falar de você - você é o melhor amigo da minha melhor amiga! Você é provavelmente o único homem em Gênova, risque isso, nada disso, o único em toda a Itália que não posso ter. Você é a única pessoa com a qual eu não posso ter o meu sexy caso de verão...'''

Hoje a resenha mega romântica é sobre o livro: Num piscar de olhos da autora americana Teodora Kostova! Já fazia muito tempo que queria ler essa obra, namorando a capa bonita, lendo várias resenha, algumas mega positivas, outras bem negativas, resolvi que estava na hora de tirar minhas próprias conclusões!
O que encontrei? Bem... é um romance, com bastante drama, uma mensagem fantástica, que fala da vida, e das merdas que podem acontecer, das dores que podemos sofrer, assim como também fala que se não deixarmos acontecer, podemos simplesmente existir, mas deixamos de viver!
Num piscar de olhos é fofo, é previsível, sim é, mas muitas histórias são e nem por isso perdem seu brilho, ele é linear, segue um padrão, logo no começo da história já sabia mais o menos o que ia encontrar, como o livro ia seguir, mas sinceramente, foi uma leitura muito gostosa, que curti cada segundo, em todas as suas quase 400 páginas!

''Suas palavras estavam dizendo uma coisa, mas seu corpo tinha uma opinião completamente diferente. Max gostou disso. Ele não conseguia se lembrar de quando foi a última vez, se houve alguma, que uma garota tinha tido esse tipo de reação apenas por estar perto dele. Claro, a ele não faltava atenção feminina, mas não era nada assim.''

Stella é nossa mocinha, ela perdeu seu pai e seu irmão em um acidente de carro, logo depois sua tia que também perdeu o marido no mesmo acidente se muda, levando sua prima e melhor amiga junto para a Itália, logo ela se vê só com sua mãe, onde antes era uma grande família feliz, agora só tinha dor e perda, como se a tragedia fosse pouca, Stella descobre que tem câncer, então ela luta e se trata, mas pode ser que não esteja realmente curada, sempre haverá a possibilidade da doença voltar, se já não voltou, então enquanto espera para saber seu destino, Stella vai para a Itália ficar com sua tia e prima, vai em busca de um romance de verão, das férias de sua vida! Logo de cara ela encontra com o gatissímo Max, que trabalha como salva-vidas da praia, digamos que é atração a primeira vista, ou amor mesmo como Max logo diz!

O negocio é que Stella não conta sobre sua doença, não conta que pode estar morrendo e que os tratamentos já não lhe fariam efeito se a doença voltasse, então ela foge, ela corre dele, tenta não cair na sedução do rapaz, porém... acaba fraquejando e o casal se vê logo completamente apaixonado! Então, o que será desse história? Entre tapas e beijos, muitos dramas, muitas histórias e muito amor a história se desenvolve!

'' - Você parece melhor do que qualquer refeição que podemos pedir no restaurante - disse ele, seu hálito quente fazendo cócegas em seu pescoço. - Vamos ficar aqui e ter você, em vez disso - ele sussurrou perto de seu ouvido e ela estremeceu fisicamente.''

Num piscar de olhos me lembrou muito os livros da minha querida autora Bella Andre, são leve, mesmo tratando de temas pesados, seguem uma linha gostosa, clichê, mas com histórias românticas e fofas! Sem esquecer a pegada mais adulta, mais hot, gostei muito do romance, indico para quem gosta desse tipo de história, quem se envolve lendo! Max é apaixonante e cativante, um homem lindo, sedutor, e paciente! Stella tem seus dramas, ela está lidando com muitas coisas, quer e não quer, as vezes irrita como uma boa mocinha, a história é linda, a mensagem verdadeira e acredito que todos devem ler para assim ter suas próprias opiniões! Espero realmente que a autora faça novos livros contando as histórias dos secundários que ficaram no ar e para mim, Num piscar de olhos é recomendadíssimo!
Afinal...''Viver é a coisa mais rara do mundo, a maioria das pessoas apenas existe, isso é tudo.'' Leiam!!!

'' - Nunca sequer pense que isso é apenas sexo. É incrível, é verdade, mas é incrível, porque significa alguma coisa... para mim. Porque é com você.''

Paula Juliana

site: http://overdoselite.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Camila Lobo 13/06/2015

Resenha: Num Piscar de Olhos (Por Livros Incríveis)
O livro é intenso. Forte. Bonito.
O ínicio é meio morno, com muitas apresentações, descrições de lugares e corridas pela praia. Entretanto, há um momento do livro que bam!, as coisas começam a fluir e entram num ritmo na qual eu não consegui parar de ler. E posso garantir, isso não demora tanto a acontecer!
Acho que mesmo com tantos personagens, não consegui sentir ódio de nenhum deles. Raiva sim, bastante, hahaha.
Uma grata surpresa foi Max. Apesar de sua descrição física ser a de um completo bad boy, ele é exatamente o contrário disso. É um cavalheiro, com uma boa personalidade e quase tudo que eu gostaria de encontrar em alguém.
Gostei muito do modo que a Teodora moldou as coisas. Ela criou um ambiente aconchegante, e quase pude sentir como se já conhecesse a Itália! Ponto também para os casais que ela criou. A autora conseguiu criar um romance leve e apaixonante, que conseguiu me frustrar, berrar de alegria, torcer pra caramba e chorar como um bebê. Devo mencionar que estou muito ansiosa para ler o segundo livro “Then, Now, Forever” (sem título pro português ainda) porque narrará a história de um casal que adorei! Mas gostaria de saber mais sobre um meio casal bem conturbado e o futuro deles. Espero que eu possa saber mais no próximo livro, ou nos que virão.

Leia mais em:

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2015/06/resenha-num-piscar-de-olhos-teodora_12.html
comentários(0)comente



Meu Vício em Livros 28/07/2015

Num Piscar de Olhos voce pode se apaixonar
Este livro me fez ficar totalmente apaixonada e encantada pelo mocinho, é gente porque a mocinha... tive vontade de dar na cara dela. Ela sofreu muito concordo, teve muitas perdas, tem uma doença séria e tem toda uma boa intenção em nome do amor, só acho que ela deveria ter sido mais forte e mais corajosa para lutar pelo que queria. E ela queria o Max, desde que se veem pela primeira vez.

Aos 14 anos o mundo dela desmorona, perde o pai, o irmão e o tio em um acidente. Por consequência disto ela se separa da melhor amiga e prima Lisa, que com a perda do pai e dos demais entes queridos, vai morar com a mãe na Itália para fugir das lembranças.

Quatro anos mais tarde, Stella sofre outro golpe, é diagnosticada com câncer de fígado. Ela foi submetida a uma cirurgia e agora tem que esperar pelo resultado desta por três meses. Stella continuou em contato com a prima, que a convida para passar este tempo de espera com ela. A principal razão de Stella querer ficar longe de Max neste período é para poupá-lo, já que não deseja ser um estorvo na vida dele.
"Meu maior medo até hoje é que as pessoas com quem me importo sejam arrancadas da minha vida e eu não seja capaz de fazer nada sobre isso. Eu percebo que é do que a maioria das pessoas tem medo, mas conheço a sensação por experiência própria e nunca mais quero passar por isso."


Max é um salva-vidas de 22 anos que também teve muitas dificuldades no passado. Ele perdeu o pai e não soube lidar muito bem com as coisas durante os dois primeiros anos. Até que um dia, ele vai para um grupo de aconselhamento para jovens e conhece Lisa. Eles se tornam grandes amigos e quando Max conhece Stella, descobre que vão passar muito tempo juntos por causa dos amigos em comum e sente uma atração muito forte por ela.

Esta delícia do Max me conquistou desde o começo. Lindo, gentil, paciente, apaixonado, fiel até quando não queria ser e super ciumento. O ciúme é uma coisa que ele nunca experimentou até Stella. Ele é de tirar o folego e as cenas quentes são poucas, mas maravilhosas! Cego pelo amor e pela falta de informação sobre o estado de saúde da amada, Max acredita que ela está apenas de férias e decide não perder mais nem um minuto deste tempo longe dela.
"Eu acredito que tudo acontece por uma razão. As pessoas entram nas nossas vidas por uma razão; nada é uma coincidência."
Chegamos à parte que quis dar na cara da Stella. Ela não queria revelar seu segredo, queria que as pessoas não olhassem para ela como a "menina que tem câncer", estava decidida a não se envolver em um relacionamento, pois faria ambos sofrerem, mas mesmo assim, não saiu de perto dele, fez o coitado sentir desejo e sofrer do mesmo jeito com suas rejeições. Max merecia uma mulher mais decidida e mais sincera. De inicio eles até tentam ser amigos, mas a atração fala mais alto e ele faz de tudo para conquistá-la.
"Ele não a deixaria ir embora e passaria por cima de tudo e todos que atravessassem seu caminho... Stella era sua alma gêmea, sua casa, seu tudo, e ele nunca a deixaria escapar."
Vou dar um desconto para Stella só porque aos 19 anos às vezes não agimos sempre de forma muito inteligente, ainda mais depois de tantos traumas. Agora, esta perfeição de homem, o namorado dos sonhos, tatuado, todo amoroso e romântico, com suas expressões italianas, OMG! Ele é muito sexy! O livro já vale a pena só por ele, tenho certeza que você também vai se apaixonar. Tem o ponto de vista do casal e a cada POV de Max eu ficava ainda mais louca por ele.
"Stella era a melhor coisa que tinha acontecido em sua vida em um longo tempo e ele seria condenado se a perdesse. De agora em diante, ele seria o que ela precisava que ele fosse."
O enredo se baseia em muitos segredos, segredos de Stella, segredos de Lisa, onde temos um suspense básico na trama por causa disto e também temos Beppe (melhor amigo de Max), que com certeza tem uma história mal resolvida com Gia (irmã de Max).

É um belo romance, uma história que ao mesmo tempo em que traz um tema triste, fala também de amor a primeira vista. Os personagens secundários são interessantes e os diálogos também, além disto, o cenário italiano onde a história se passa é maravilhoso! Fiquei ansiosa pelas sequências da série que vão trazer respectivamente as histórias de Beppe e Gia e de Lisa e o objeto do seu segredo, que você descobre neste aqui.
"A vida é uma jornada, não um destino."



LEIA MAIS NO LINK:http://meuvicioemlivros.blogspot.com.br/2015/07/resenha-num-piscar-de-olhos-serie.html

site: http://meuvicioemlivros.blogspot.com.br/2015/07/resenha-num-piscar-de-olhos-serie.html
comentários(0)comente



Thays 01/08/2015


Stella sofreu grandes perdas, parte de sua família foi precocemente tirada dela quando ela tinha apenas 14 anos. Ela era muito apegada ao seu pai e seu irmão principalmente. Tudo que restou foi a sua mãe. Nesse mesmo acidente Stella perdeu seu tio.

Sua Tia com sua filha e melhor amiga de Stella foram embora, pois não suportaram a perda e as lembranças.

Como se já não bastasse sofrimento o suficiente, quatro anos depois Stella foi diagnosticada com câncer no fígado. Ela passou por uma série de cirurgias, e agora com 19 anos ela teve uma cirurgia que aparamente poderia ter livrado todo seu câncer. Após dois meses ela voltaria e realizaria uma consulta para saber se ela estava livre ou não.

Nesse meio tempo Stella decide ir até a Itália visitar sua prima e melhor amiga Lisa, ela pretende ficar dois meses. O que Stella não esperava é que encontraria vontade de viver com um gato salva-vidas.


Por acaso o tal salva vidas é o melhor amigo de sua prima Lisa, quando Stella toma noção disso, decide se afastar para não atrapalhar a amizade de sua prima com o Max, quando ela for embora.
Mas ela não esperava que Max fosse tão persistente. Mesmo assim Stella não quer se relacionar para não trazer sofrimento a ninguém até por que a uma remota chance de seu câncer ter voltado. Max tenta de todas as formas conquistar Stella, o que não será nada fácil, e bem digamos que Stella não facilite muito.

“-Então, não evite. Eu quero que você seja tão obcecada por mim como eu sou por você...”

Porém ela tem uma grande ideia de ficar com ele apenas nesse meio tempo e ele aceita, “um caso de verão”, porém Max sente que é mais do que isso, e isso não facilitará em nada a volta de Stella para o seu país e o pior ele nem faz ideia de que ela tem câncer, e ela nem quer contar para que ele não se sinta preso a ela por conta disso.
Stella passou momentos maravilhosos ao lado de Max, como ela iria embora e deixaria para trás alguém com quem ela se sente tão ligada?

“Eu não queria me apaixonar por você – ela deixou escapar.”

“Um pouco mais de duas semanas; isso era tudo que lhe restava com Max. Como ela conseguiria continuar vivendo como se nada disso tivesse acontecido? Como se ela não o tivesse conhecido? Como se não o amasse com todas as suas forças?”

Max também sofreu grandes perdas e perdeu o seu pai quando tinha apenas 15 anos, e em um determinado momento sabemos o por que ele morreu, e todo o mundo parece desabar aos pés de Stella.

Eu não tenho palavras para descrever todos meus sentimentos. Nessa história temos personagens secundários que complementam a estória, temos o Beppe, amigo de infância do Max, mulherengo e festeiro, mas isso é apenas fachada pois ele é um homem incrível.
Gia é a irmã de Max, uma cozinheira, que não tem tanto carisma, mas eu gostei bastante do “relacionamento” dela com o Beppe.
E a Lisa, que é a prima da Stella, que também tem grande participação na estória, dela eu não posso falar muito para não dar spoiler.
Eu fiquei encantada e maravilhada com todos os personagens, e eu quero um livro com a estórias deles, pra ontem!

Vamos falar do enredo do livro e a trama que é magnifica, você pode achar batido essa estória da mocinha com câncer. Bem eu fiquei encantada como tudo foi se desenrolando e achei a trama magnifica.
O mocinho, gente é um mocinho mesmo, pois Max é apaixonante, ele é um dos meus mocinhos preferido (vocês sabem que eu não curto o mocinho mas Max merece meu amor).
A Stella (Deus como eu quis matá-la), ela não é depressiva, mas o não querer fazer ele sofrer me irritou um pouco, mas a persistência do Max foi tão linda que foi impossível não gostar deles dois. Eu entendi em um determinado momento toda situação, e acho que eu não agiria diferente da Stella. Então passei a entender.
A escrita é leve e flui facilmente comece a ler ás 23 horas e quando fui ver já tinha lido mais da metade, em poucas horas, o livro é contado em terceira pessoa (graças a Deus, acho que se fosse e primeira eu não teria gostado tanto), a narrativa é maravilhosa eu me senti muito próxima e conectada aos personagens, coisa que geralmente acontece quando a estória é contada em primeira pessoa.
É uma estória cheia de dramas, o que me tocou foi a superação e o perdão de cada um nesse livro, eu me emocionei demais, e gente o final é I LOVE, sem mais, eu amei e recomendo muito essa leitura

site: http://thaysmdelima.blogspot.com.br/
Victor 01/08/2015minha estante
Esta é boa história narrativa e gostei da sua resenha esclarecida.




Giovana Soares 02/09/2015

Resenha: Num Piscar de Olhos
A primeira vez que vi o livro fiquei apaixonada na capa, porém quando fui ler a sinopse ela me deixou um pouco desanimada, pois ultimamente vários escritores tem usado o câncer para fazerem uma historia impactante e dramática e eu tenho fugido de livros assim, então acabei ficando com um pé atrás em relação ao livro. Então eis que surge uma luz no fim do túnel, eu estava dando uma olhadinha em um blog que gosto muito e a blogueira estava falando maravilhas do livro, então a minha curiosidade me venceu e eu acabei solicitando o livro para a editora quando a oportunidade surgiu, e eu não poderia ter feito uma escolha melhor.

O livro narra a historia de Stella, ela é uma garota meiga, animada e amorosa que mora com os pais e o irmão, em uma certa tarde ela está esperando o pai, irmão e "tio" chegarem para eles assistirem a uma partida do time favorito deles, porém eles acabam sofrendo um terrível acidente por conta de um motorista bêbado e morrem. Arrasada com a morte do marido, Niki que é sua tia de consideração acaba se mudando para a Itália junto com a sua filha Lisa, que por acaso é a melhor amiga de Stella, e depois desse acontecimento ambas as mães nunca mais se falaram, apenas as meninas que mantém contato. E quatro anos mais tarde Stella acaba recebendo a noticia que tem câncer e passa por vários tratamentos e cirurgias no período de dez meses, e quando está um pouco melhor resolve passar um tempo com Niki e Lisa na Itália, ela queria aproveitar o tempo que tinha, já que não se sabe se seu câncer foi curado ou não. Então as malas feitas e o coração na mão por deixar sua mãe, ela parte rumo a um país totalmente diferente.

Quando chega ela é muito bem recepcionada pela sua tia e pela sua amiga, e não poderia estar mais feliz de finalmente as reencontrar. Niki tem um spa e Lisa está fazendo faculdade, então ambas não tem muito tempo para ficar com Stella, e é em um desses tempos que ela passou sozinha que ela resolve fazer uma caminhada na praia, porém ela acaba se deparando com um salva vidas maravilhoso! E algum tempo depois ela acaba descobrindo que ele se chama Max e que é o melhor amigo da Lisa, e com medo de machucar tanto a Lisa quando o Max ela resolve não passar de amizade com ele. Porém a atração entre eles é inegável e ela terá que ser forte se quiser manter a promessa que fez para a amiga.

Eu não esperava uma historia tão envolvente vinda do livro, os personagens são tão bem montados e a historia é tão bem escrita que não teve como eu não me apaixonar. Eu confesso que esperar um livro todo dramático e muito mi mi mi vindo da personagem principal mas ela não é assim em nenhum momento, não fica se menosprezando e luta pelo que quer. Eu não poderia pedir uma protagonista feminina melhor!

O Max é um amor de rapaz, confesso que em uma ocasião ou outra ele me deu um pouco de raiva mas não tem como você ficar brava com esse bonitão, ele é carinhoso, romântico, cuidadoso e determinado e vai tentar a todo custo conseguir o coração de Stella.

Os personagens secundários também são maravilhosos: Niki, Lisa, Beppe e Gia, todos ele tem uma personalidade própria e que conseguiram conquistar um espaço no meu coração.

A leitura do livro foi fluída a autora conseguiu criar uma historia de superação, amor, amizade e ainda colocou um toque de suspense, ela não poderia ter feito uma mistura melhor. E não pensem que o livro traz um romance bobo e clichê, não julguem como eu fiz, a historia é mais do que isso, ela nós ensina que devemos viver nossas vidas e não simplesmente existir, ela nós incentiva a lutar pelo que queremos e a aproveitar todas as oportunidades.

E como se a historia já não fosse boa o suficiente a Charme arrasou na diagramação, tudo foi feito com muito carinho e cuidado, as paginas estão lindas e todas tem detalhes, é tudo muito apaixonante.

Eu fiquei encantada com a historia de Num Piscar de Olhos e tenho certeza de que você também vai ficar.


site: http://fonte-da-leitura.blogspot.com.br/2015/09/resenha-num-piscar-de-olhos.html
comentários(0)comente



Viviane 10/09/2015

Amor à toda prova!!!
Adorei!!! Incrível como o amor verdadeiro pode fazer coisas maravilhosas, até mesmo curar alguém de uma doença terrível como o câncer. Todos que tiverem a oportunidade leiam pois é uma historia maravilhosa. Simplesmente Linda!!!
comentários(0)comente



Ana Caroline 17/11/2015

Num Piscar de Olhos foi um livro que eu demorei um pouco para terminar de ler e não foi por ser ruim, mas para poder processar toda a história.

O livro já começa com uma tragédia onde Stella conhece a dor do luto. Alguns anos depois, quando ela começa a acreditar que finalmente pode superar o que passou e viver sua vida ela descobre que está com câncer. Nada parece dar muito certo na vida de Stella.

Depois de passar muito tempo lutando contra a doença ela decide que vai viajar para visitar sua prima e também para aproveitar um pouco a sua vida, pois até agora ela só tem sobrevivido e não aproveitou nada da vida enquanto ela passava.

O seu plano inicial é curtir a viagem ao máximo e isso inclui os garotos, ela não quer nenhum compromisso, mas sim uma grande aventura. Logicamente que não é bem isso que acontece. Logo no seu primeiro dia na casa da sua prima ela decide passear na praia e não acredita em seus olhos quando vê um rapaz maravilhoso saindo do mar em câmera lenta (pelo menos parece que está em câmera lenta para ela). Stella fica deslumbrada, mas acha que não vai encontrá-lo novamente, porém a sorte finalmente está a seu favor e o gato da praia aparece na casa da sua prima.

Max, também conhecido nesta resenha como "o gato da praia" é um dos melhores amigos de Lisa, a prima de Stella. Ele a viu na praia uma vez e só consegue pensar nela, mas aparentemente ela não está interessada nele, pois deseja apenas uma aventura de verão, porém não quer ter essa aventura com o melhor amigo da sua melhor amiga.


"E num piscar de olhos, a sua vida mudaria para sempre."


Então é aí que começa a história desses dois, pois Stella quer lutar contra a sua atração pelo Max enquanto pelo outro lado, Max está jogando todo o seu chame em Stella para fazer com que ela mude de ideia.

Eu sei que lendo tudo isso, juntamente com a sinopse você deve imaginar uma história bem clichê, mas muita calma, pois apesar de possuir uma base bastante conhecida: protagonista feminina doente e cheia de traumas do passado e protagonista masculino igualmente cheio de traumas do passado, esse livro possui uma história linda e emocionante.

Num Piscar de Olhos é um livro que conta a história de duas pessoas que passaram por uma das piores dores que eu acho que existe no mundo que é perder uma pessoa que você ama. E acredito que quando isso afeta você ao extremo é até difícil acreditar que pode amar alguém novamente e também é difícil se permitir sentir esse tipo de amor, pois o medo de amar e perder é enorme. Mais Teodora Kostova, conseguiu nesta história mostrar mais uma vez que o amor encontra maneiras de quebrar suas barreiras e se inserir novamente na sua vida.

Confesso que em muitos momentos eu me irritei bastante com a Stella e o Max. Com ela por ser muitas vezes uma garota mimada que acha que tudo tem que ser do seu jeito e na sua hora. Pode até ser que ela realmente acreditasse que estava fazendo as coisas que fez pelas outras pessoas, mas pra mim, mesmo quando ela fazia algo pensando no bem estar de alguém, lá no fundo ela estava fazendo isso apenas por si mesma. E eu também odiei a forma como ela tratou a prima achando que só porque ela tinha uma opinião a sua prima deveria ter a mesma e ponto final. Talvez eu tenha gostado mais da Lisa do que da Stella (ok eu gostei mesmo e quero um livro com a história da Lisa com o Gino *-* por favor, nunca te pedi nada Teodora Kostova rs). E com o Max eu fiquei com raiva por ele achar que as vontades dele vem em primeiro lugar e não pensar muito nas outras pessoas.

Eu sei o que você está pensando, "Que casal de egoístas!", também pensei isso muitas vezes, mas confesso também que apesar dos seus defeitos ou até mesmo por seus defeitos Max e Stella são personagens que vão emocionar você.

Num Piscar de Olhos com toda certeza foi uma grande leitura, que me mostrou como a perda pode acabar moldando você em uma pessoa assustada com a vida e com os sentimentos, mas que com as pessoas certas na sua vida, com força de vontade e um pouco de sorte você pode reconstruir a sua vida e refazer os seus caminhos.


Obs: Descobri que não é um livro único e que vai ter continuação com os personagens secundários o/ , obrigada Teodora Kostova, que nem leu a minha resenha, mas já me deu um presente *-*

site: http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Portal JuLund 22/02/2016

Num piscar de Olhos, @EditoraCharme
tella morava com sua mãe, seu pai e seu irmão e todos tinham uma vida feliz. Sua prima Lisa morava na mesma rua e as duas famílias eram amigas há vinte anos, praticamente uma família só. Porém, um telefonema coloca tudo a perder.

Para se recuperar do choque que atingiu as duas famílias, sua tia resolve se mudar para a Itália com Lisa, sua prima e melhor amiga. Foi um choque, mas as surpresas nada agradáveis não param por aí. Stella sofre novamente.

Leia resenha completa no

site: http://portal.julund.com.br/resenhas/num-piscar-de-olhos-editoracharme
comentários(0)comente



Lane @juntodoslivros 19/09/2016

Resenha Num Piscar de Olhos
O enredo do livro Num Piscar de Olhos tem como base Stella, que com tão pouca idade, já passou por muita dor e sofrimento na vida. Até então, sua família sempre foi muito unida. Formada por sua mãe Helen, pai Bradley, tia Nikki, tio Gordon, sua prima e melhor amiga Lisa e até seu irmão Eric, apesar dele ser quatro anos mais velho que ela, eram todos muito unidos. Eles formavam uma grande família feliz. Até que uma tragédia desestruturou toda a família.

“E assim, num piscar de olhos, a vida delas mudou para sempre.” Página 7

Aos 14 anos, Stella perdeu o pai, o irmão e o tio em um trágico acidente de carro. Dois meses depois sua tia Nikki decide ir embora com Lisa para a Genôvia, na Itália, recomeçar a vida, abandonando Stella e principalmente sua mãe Helen. Nikki e Helen eram amigas há mais de vinte anos e esse abandono da Nikki, justo quando todas deveriam ficar juntas, partiu seu coração.

Anos depois, Stella e Helen sofrem mais um baque: Stella tem câncer no fígado. Depois de um longo tratamento e ter removido parte do fígado, tudo o que Stella mais quer é viver um pouco. Sair de sua zona de conforto. Ela tem três meses para retorna ao hospital e fazer novos exames para saber se o câncer realmente não voltará. Então ela decide visitar por dois meses sua prima Lisa, que não vê há cinco anos. Tudo o que Stella quer é reencontrar a prima, curtir bastante e quem sabe encontrar um paquera de verão. Mal sabia ela o que esse verão lhe reservava.

O destino decide aproximar Stella de Max, o melhor amigo de Lisa. A atração dos dois é palpável, mas Stella tenta resistir, pois não quer deixar Lisa no meio dos dois quando ela tiver que ir embora. Além do fato de que Stella sabe que seu câncer pode voltar e se envolver com o melhor amigo de sua prima, só vai deixar tudo ainda mais complicado. Ela também não pretende contar a ele sua situação decidindo que os dois vão ser apenas amigos. No entanto, Max vai usar todo seu charme para mudar isso.

“Max queria que os pensamentos sobre ele fossem a única coisa que ocupasse a cabeça de Stella. Quando ela estivesse tão desesperada por ele como ele estava por ela, então ele faria sua jogada e faria valer a pena.” Página 156

O livro é narrado em terceira pessoa com o foco na visão de Stella, mas temos alguns momentos em que os pensamentos de Max são prioridades. E nesses momentos eu senti pouco fôlego.

Algo que me incomodou foi o cabelo de Stella. Para alguém que passou 10 meses pela quimioterapia, ela deveria ter perdido boa quantidade de cabelo. Fiz uma pequena pesquisa sobre o assunto e vi que dependendo do medicamento da quimioterapia, os cabelos não são afetados. Mas a autora poderia ter sido clara quanto ao assunto, pois maioria das pessoas acredita que a queda de cabelo é um efeito colateral da quimioterapia, podendo ter comentado que no caso de Stella, seus cabelos foram poupados. É um detalhe, mas para mim eles contam bastante.

Como ponto positivo, Num Piscar de Olhos é um livro bastante sensível e cheio de fortes emoções. Stella é uma garota forte, mas ao mesmo tempo egoísta. Ela passou tanto tempo presa em seu mundo com sua mãe que acabou se fechando para o mundo. Em algumas ocasiões me senti um pouco na pele de Stella, na pele de uma garota que viveu muitas tragédias e que lidou tanto com elas que quando uma coisa boa acontece o medo de ser feliz a consome. De ser feliz e logo depois perder tudo de novo, num piscar de olhos.

A leitura é leve e por algumas vezes divertida, mas tem bastante drama também. Não só da relação complicada dos protagonistas como de outros personagens. Lisa tem seu próprio segredo, além da relação complicada do casal (?) Gia e Beppe, que são irmã e melhor amigo de Max, respectivamente. Acredito que isso dará um gancho para os dois próximos livros da trilogia. O segundo livro é Then, Now, Forever que já foi lançado lá fora e o terceiro é Colour Me Inside que ainda não tem previsão de lançamento.

Recomendo a leitura como um clichê romântico e uma boa pitada de drama. Não vá com grandes expectativas e aproveite a leitura. ;)

site: http://www.lagarota.com.br/2016/09/livro-num-piscar-de-olhos.html
Ana Beatriz 09/01/2017minha estante
Olá... VC poderia me dar um pequeno spoiler sobre o final? Ele tem final "feliz" ou "triste"?
Obrigada.


Lane @juntodoslivros 09/01/2017minha estante
Tem final feliz. ^^


Lane @juntodoslivros 09/01/2017minha estante
Vou te responder por mensagem para não deixar spoiler aqui, ok? Olha lá,


Wlá 29/10/2017minha estante
Cris!!!!! Como vc falou , nem toda medicação de quimio cai o cabelo, conheço pessoas que fez meses de tratamento , e o cabelo continua igual. Beijos!!!!!!




20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2