Samuel Wainer - Minha Razão de Viver

Samuel Wainer - Minha Razão de Viver Augusto Nunes




Resenhas - Minha Razão de Viver


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Denize.Dias 29/10/2017

Herói? Anti-herói?
Uma história com 50 tons de cinza. Não, nada haver com série porno-erótica mas com uma obra de arte que vi no Inhotim: dois quadros gigantes com...os 50 tons de cinza que existem, um na vertical e outro na horizontal.
Temos aqui uma mistura da história do Brasil com a história do nosso jornalismo. Foi inevitável comparar com este período turbulento e as vezes cheio de radicalismo que estamos passando: lava-jato; Lula ou Bolsonaro? Dilma ou Dória?
No final uma certeza: apesar de tudo, estamos melhor hoje como país e como cidadãos.
O livro é fácil de ler, tem boa fluência e, mesmo sabendo dos desdobramentos históricos, ficava ansiosa pelo próximo capitulo.
#samuelwainer; #augustonunes;
comentários(0)comente



@umlivroeumvinho 19/05/2016

Fiquei encantada com tantas experiências jornalísticas. Samuel viveu muita coisa nesse meio e as coloca neste livro com tanta sinceridade e detalhes que fazem o leitor querer estar em seu lugar muitas vezes.
Samuel cita em suas memórias grandes nomes, como Getúlio Vargas, Assis Chateubriand, João Goulart, Juscelino Kubitschek e até Chacrinha. O livro mostra suas vitórias e suas perdas na vida, como a criação do Jornal Última Hora e as perseguições por causa disso.
Um ótimo livro para estudantes e amantes de Jornalismo, e também da história brasileira. Inspirador.
comentários(0)comente



Hester 21/03/2015

Excelente livro. Eu que tive a oportunidade de ler os editoriais deste excelente jornalista na Folha de Sao Paulo, quando ela era ainda A Folha, saboreei a oportunidade de saber mais sobre o jornalista e o ser humano.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



de Aquino 24/10/2011

Sua Razão de Ler
Sinceridade.
Essa foi a melhor palavra que veio à minha mente ao terminar de ler este livro.

Samuel Wainer teve uma vida muitíssimo interessante, pode acreditar.

Jornalista fundador do jornal "Última Hora", Wainer teve relações estreitas com Getúlio Vargas - na sua segunda eleição, que o levaria ao suicídio -, JK e Jango, além de um episódio interessante com Jânio Quadros.

Bastidores do poder, bastidores das jogadas econômicas, bastidores de ícones do jornalismo brasileiro.

Livro mais do que recomendado para compreender essa turbulenta fase da Democracia brasileira e mais ainda para aprender sobre como fazer jornalismo e sobre a história deste.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Prim 12/07/2011

É um grande livro de um apaixonado pelo jornalismo que, mesmo não sendo um fora de série do texto escrito, superou as dificuldades materiais e montou um dos principais jornais do país à sua época. Samuel é um vencedor acima de tudo porque aproveitou as oportunidades que a vida lhe ofereceu especialmente diante dos políticos com um viés, digamos, nacionalista. Sendo o principal exemplo sua relação próxima com Getúlio Vargas, entre 1950 e 1964.

O livro não é uma aula de ética, afinal a iniciativa privada pura, àquela sem relação de troca de favores com os políticos, era ainda mais difícil que hoje. Samuel foi sim, muitas vezes, conivente e manipulado por presidentes, políticos e empresários mas tem o mérito e a grandeza de não escrever com rancor, essa arma dos fracassados, sobre a maior parte de seus adversários. E também não demonstrou amargura perante sua vida, que terminou sem ao menos uma fração de todo o poder, influência e dinheiro que já possuiu ou viu passar diante de si.
comentários(0)comente



Alexandre 19/09/2009

Instigante painel do Brasil
Além de contar sua vida, recheada de momentos interessantes e ricos, Wainer traça um instigante painel da história política do Brasil. Um painel rico mas parcial, retratado por uma pessoa que viveu muitas vezes à sombra do poder. Leve, fácil e muito gostoso de ler.
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8