172 Horas Na Lua

172 Horas Na Lua Johan Harstad




Resenhas - 172 horas na Lua


212 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Heliton 26/02/2020

Enquanto não acontece, apenas imaginamos.
Uma mistura de sci-fi e horror, 172 horas na lua foi uma leitura com um início bem lento, mas durante a narrativa o mistério, as suas revelações e o suspense em torno do enredo foram deixando-a mais interessante.

Inicialmente o autor nos apresentou a vida e os sonhos, assim como os problemas de cada um dos personagens principais, 3 adolescentes que foram escolhidos para irem à lua.

Bom, dito isso, a parti do ponto em que o trama central começou a ser revelada, se percebeu do início ao fim dela a ausência de uma construção mais detalhada, me referindo a certos acontecimentos ou mistérios que a cercam, assim como um desenvolvimento melhor na relação entre alguns personagens.

Ao finalizar, a sensação é de que o livro, por falta desses detalhes e a inclusão de alguns outros - que ao fim se tornaram até dispensáveis -, ficou corrido. Mas foi uma boa leitura sim. Além desses pontos negativos, posso dizer que o suspense e a tensão em cima do medo do desconhecido que nos é apresentado, nos impulsiona a ler até o fim com essa expectativa em saber o que está acontecendo.

É interessante o sentimento que se tem ao descobrir sobre o mistério que cerca o trama, pois após finalizar a leitura, a vontade de pesquisar mais sobre chega a ser tentador.
comentários(0)comente



Guilherme 29/08/2015

Advertência: Esse livro causa insonia e vício!
Assustador.
Acho que não tem como começar essa resenha sem usar esse adjetivo para descrever essa leitura.

Sabe aquele livro que você estava esperando à meses o lançamento? Aquele livro que você estava louco pra ler e com as expectativas lá em cima? Então, esse é o meu caso com 172 Horas na Lua, sempre via o pessoal da gringa recomendando e quando soube do que ele se tratava a minha vontade de ler subiu mais ainda. Assim que fiquei sabendo do lançamento nacional pela Novo Conceito corri para solicitar e quando ele chegou tive que largar tudo para começar a ler. Mal sabia o que me esperava.

Em 172 Horas Na Lua estamos em 2018 e a NASA está a procura de 3 jovens entre 14 e 18 anos do mundo todo para fazer uma expedição na lua. Isso mesmo, 3 adolescentes serão escolhidos para passar uma temporada de 172 horas (1 semana) na lua. Segundo a organização, a expedição tem como objetivo fazer novas pesquisas no solo lunar, além disso, a NASA está com uma visibilidade negativa e mandar adolescentes para lua com transmissão para o mundo todo pode mudar isso.
O que acontece é que ao chegar lá coisas estranhas começam a acontecer e eles descobrem que nem tudo o que eles sabiam sobre a lua é verdade. Nem um pouco.

O livro começa com uma reunião super misteriosa da NASA e então começamos a ver as perspectivas desses jovens que se interessaram em se inscrever no programa, são três pessoas de três lugares diferentes do mundo, Mia é uma norueguesa vocalista de uma banda e seu maior objetivo é ser bem sucedida na música com sua amigas. Ela fica chocada ao saber que seus pais a inscreveram mas acaba indo depois de muito refletir. Midori é uma japonesa que quer muito sair de onde está e conquistar o mundo. Antoine é um francês que depois de ter tido o coração partido pela ex-namorada só quer esquecer tudo e sumir.

A narração acontece em terceira pessoa sob o ponto de vista de vários personagens, ao longo do texto não ficamos presos somente na cabeça dos protagonistas e isso fez com que eu visse a história como um todo, o que foi muito legal.

A leitura é fluida e rápida, o começo do livro é lento pois estamos sendo apresentados aos personagens e eles precisam ser treinados e tudo mais, mas quando eles chegam na lua meus amigos, esse livro pega fogo!. Nunca li nenhum livro que tenha me deixado realmente com medo, quando certas coisas aconteciam eu ficava me lembrando "é só um livro, é só um livro!".

Eu sinceramente não sei porque 172 Horas Na Lua ainda não foi adaptado ao cinema.

Outro destaque positivo é a edição física que possui uma diagramação bem caprichada e várias imagens que integra ao texto uma visualidade maior, durante várias cenas temos fotografias das descrições feitas pelos personagens e isso só deixou o livro melhor, as imagens se encaixam muito bem e deixam a leitura ainda mais ágil.

As descrições da lua foram simplesmente impecáveis, é muito difícil descrever um lugar que nem o autor nem o leitor esteve mas garanto que o Johan Harstad fez isso com maestria, durante a leitura o tempo todo eu me senti imerso na história e consegua imaginar com perfeição as descrições feitas.

O livro também tem um lado todo político e tecnológico, e o meu lado nerd queria casar com o livro nesses momentos. O autor fez uma longa pesquisa sobre construções de naves, códigos, como é feito o processo, a lua, sobre as missões Apollo, sobre a briga espacial entre EUA X URSS, Guerra Fria e até mesmo a teoria de que os humanos já foram a lua mais vezes do que a humanidade sabe.

O desfecho da trama foi um dos melhores que já vi em um livro desse gênero, o autor não apela para continuações mas ainda assim cria um final chocante que me fez gritar um AI MEU DEUS!. Algumas perguntas ainda ficaram no ar na minha opinião mas acho que a intenção do autor seja que nós tiremos nossas próprias conclusões.

Sinceramente, 172 Horas na Lua foi tudo que eu esperava, tirando o fato de eu não ter me conectado aos personagens e não ter sentido por eles, a leitura correspondeu as expectativas.

Se você gosta de um livro que vai te deixar com medo e que você realmente não saiba o que vai acontecer na próxima página, eu recomendo esse livro imediatamente. 172 Horas na Lua além de ser visceral, vai fazer você nunca mais olhar para a Lua com os mesmos olhos.

site: http://leituraforadeserie.blogspot.com/2015/08/resenha-172-horas-na-lua-johan-harstad.html
Giu 04/01/2016minha estante
Olá Guilherme, estou terminando de ler este livro e estou gostando pra caramba!! Mas tem um único ponto negativo, eu achei q muitas vezes enquanto lia, o autor não descrevia o lugar em que estava por isso fiquei meio perdida em algumas partes haha mas talvez seja eu mesma!! Adorei sua resenha por vários motivos: 1- simplesmente vc escreve super bem e conseguiu colocar tudinho do livro ai (sem dar spoiler haha) 2- a sua resenha acho que foi a primeira que eu achei com a mesma opinião que a minha, porque muitas resenhas falam super mal do livro, oq eu acho errado porque é mt bom!! Bemm, é essa a minha opinião!! estou gostando bastante também do livro, até porque lua, astronauta e terror é comigo mesmo!! bj grandee


Guilherme 11/01/2016minha estante
Oi Giu, muito obrigado!, comentários assim sempre me motivam a continuar a escrever a minha opinião sobre livros.
Eu senti isso bem pouco viu?, concordo com voce, acho que algumas vezes ele podia ter descrito mais mas não foi algo que me incomodou.
Obrigado novamente!, espero que curta o final hahahah.


Camila 17/08/2017minha estante
Compartilho da mesma opinião. Li o livro há dois meses e ainda fico me questionando sobre todos os acontecimentos, logo pretendo relê-lo. 172 Horas na Lua é incrível! /gostaria de compartilhar essa notícia sobre o sinal espacial 6EQUJ5 http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2017/08/1910378-o-misterioso-sinal-espacial-detectado-ha-40-anos-que-ate-hoje-intriga-astronomos.shtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=twfolha




Ellie 07/06/2020

Ideia boa mas mal executada
A ideia desse livro foi muito boa mas muito mal executada, inclusive veio com umas imagens muito legais que ajuda a explicar (gosto quando livros vem com mapas), mas não consigo explicar as partes ruins sem spoilers.


SPOILERS A FRENTE


Umas coisas foram meio bobas e sem lógica, por exemplo a escolha dos adolescentes, não fez sentido pra mim que dentre os três escolhidos nenhum deles era um nerd viciado nessas coisas da NASA, tinham que ter feito um teste pra ver se os adolescentes tinham um conhecimento mínimo e interesse na Lua, até porque muita gente ia querer ir. A Midori quase tirando os sapatos no meio da Lua sendo que ela teve um treino intensivo por 3 meses e sabe que não dá pra simplesmente tirar um sapato na Lua foi bem bobo também. A explicação do sapato do astronauta estar na Lua até hoje foi porque ele tava jogando em alguma coisa pra ele conseguir escapar foi ainda mais sem lógica, até porque os sapatos pela descrição pareciam estar perto um do outro como se alguém tivesse tirado cuidadosamente. Tem vários desses detalhes que me deixaram meio irritada porque a história podia ter sido bem melhor. Os cenários de suspense foram bem mantidos, só acontece mais pro final, mas não reclamo. O final me deixou meio sem entender, acharam a Mia perto do Darlah 2?? Ela não chegou ao 1?? Não marquei essa resenha como spoiler pra ficar mais visível que alguém leia isso e me responda, se quiserem pode me chamar por mensagem, sou legal, juro.
Ellie 21/04/2021minha estante
Só um adendo, tão fazendo uma promoção pra fazer uma viagem em volta da lua, só eu acho que isso pode dar ruim?


Thiago 29/06/2021minha estante
Eu aqui nas resenhas procurando alguém que me explique como o corpo dela foi encontrado próximo ao II se claramente houve duas Mia no I. E que diabos estava escrito na carta do Sander? O que aconteceu depois? Pelo visto os humanos sobreviveram já que houve outra expedição em 81. Droga!




Mono 16/01/2021

literalmente zero estrelas
Eu juro por Deus que não vou falar muito pq esse livro me estressa e o simples fato de eu lembrar que gastaram PAPEL com ele me deixa PUTA. Enfim ele é um lixo ambulante, persongens risíveis, as ações que a NASA toma são RIDÍCULAS, esse livro TODO é ridículo e um puta desperdício com um plot tão interessante. Enfim eu expliquei melhor e com mais detalhes nesse link caso você queira saber é só acessar https://twitter.com/mono_asatreides/status/1348071822726721536?s=21
Majubileuu 15/04/2021minha estante
KKKKKKK MEU DEUS-----
A BOMBA


Mono 15/04/2021minha estante
Vc foi logo nesse gdybyfg




Bru 27/05/2020

Tenso e Amedrontador
Uma ficção que mistura fatos reais com fantasia.
E o final.. minha nossa.
Foi o primeiro livro que ao ler, senti medo.
Basicamente um livro que te faz se perguntar: o que nós, meros civis não sabemos e nunca saberemos?
comentários(0)comente



Tamirez | @resenhandosonhos 31/08/2018

172 Horas Na Lua
Eu tinha ouvido falar coisas boas, porém a nota no Skoob estava meio baixa e por isso não fui esperando nada sensacional, porém a surpresa chegou depois que a leitura acabou e eu já vou explicar porque.

Na primeira metade do livro nós estamos na Terra, conhecendo nossos protagonistas e entendendo os motivos de cada um. Essa parte pode ser lenta e extensa eu fiquei sempre me perguntando quando a coisa ia ficar boa. Até que, na metade do livro, quando eles estão prestes a embarcar na nave a história começa a dar drops do que viria a seguir e parecia que ia seguir por um bom caminho.

Dai, quando eles embarcam, gente do céu, a coisa começa a ir por água a baixo logo de cara e eu ficava sempre pensando: não né? já? sério? noooossa. E é a partir daqui que cada página carrega uma dose de tensão que é suficiente para que não abandonemos o livro até descobrir que fim isso vai dar. E quando o fim chega, você pensa: pera, é isso? não sei o que pensar.

E sim, eu achei o fim ok e ia por o livro na estante, dar a notinha no Skoob e deixar de lado, o problema foi que eu não consegui parar de pensar na proposta que o livro apresentou e quando me dei por conta estava virada na maluca das teorias da conspiração, desbravando a internet em busca de mais informações que de certa forma fossem “colaborar” com a história ficcional que Johan escreveu.

E foi ai que eu percebi que esse não era um livro ok e sim um dos livros mais interessantes que li esse ano, exatamente pelo efeito pós leitura ter sido tão maior que os sentimentos durante a mesma. Aliás, acho que isso nunca tinha acontecido dessa forma pra mim. Eu me emociono durante o momento e não depois. Mas dessa vez eu fiquei em parafusos pensando nas teorias loucas e em como quando se trata da Lua, realmente todos nós não fazemos a menor ideia do que está acontecendo e muito menos do que há lá em cima, quem sabe, esperando -olhando – por nós.

Portanto, fica a dica pra você que gosta de ficção científica e quer ler algo bacana, 172 Horas na Lua é super recomendado e talvez vá despertar em você a mesma paranóia que despertou em mim, pois mesmo já fazendo um tempo que eu li, toda vez que olho pra Lua me pego pensando no que será que tem lá em cima.

site: http://resenhandosonhos.com/172-horas-na-lua-johan-harstad/
comentários(0)comente



Jaqueline349 09/09/2023

Só pra registrar mesmo esse livro que eu li tem um bom tempo,porém confesso que eu achei bem parado, até mais ou menos na metade do livro parecia que não acontecia nada e a trama da lua e todo o suspense só começa bem depois e só aí me interessei mais na história.
comentários(0)comente



Dierson 13/09/2021

172 horas de chatice
Um dos piores livros que já li na minha vida, pela sinopse tinha tudo pra ser bom, mas o enredo é fraco, os personagens são rasos, tem um "romance" mais sem sal que eu já li e um plot absurdo de ruim. O final é a cereja do bolo pra completar a decepção.
Karina Paidosz 21/09/2021minha estante
Kkkk desculpa, eu ri da cereja do bolo pra completar a decepção.
?




Juliana 13/09/2015

172 horas de chatice
"172 horas na lua" foi escrito por Johan Harstad, traduzido por Camila Fernandes e publicado no Brasil em 2015 pela Editora Novo Conceito. A obra possui 288 páginas muito bem editadas! A diagramação está impecável. A obra é divida em três partes. O livro foi cedido ao blog em parceria com a Editora.

A estória se passa em 2018. Quase cinco décadas desde que o homem pisou na Lua pela primeira vez. A NASA promove um sorteio mundial que escolherá três jovens para passar uma semana na base lunar DARLAH 2 - um lugar que, até então, só era conhecido pelos altos funcionários do governo americano.

Os três escolhidos foram Mia, Midore e Antoine (não é spoiler). Eles são considerados os jovens mais sortudos do mundo. Porém, não é bem assim. A NASA tinha motivos para não ter enviando mais ninguém à Lua nesse período de cinco décadas. Alguns eventos inexplicáveis e experiências fora do comum começam a acontecer por lá...

Esse livro tinha tudo para ser ótimo! Afinal, a premissa é super interessante e minhas expectativas estavam nas alturas. Uma pena ver uma ideia tão boa não ser trabalhada da melhor maneira que poderia alcançar. Surpreendi-me de maneira negativa com essa leitura. Para início de conversa, durante a leitura é notável a presença de alguns erros de digitação, bem como ortográficos.

Além disso, a estória demora a se desenvolver e não é anda envolvente. Não me senti submersa pela narrativa até pouco mais que a metade do livro e isso traz um sentimento de frustração muito grande ao leitor. Nas primeiras 180 páginas nada de relevante acontece e eu realmente não via expectativa de melhora. Dito e feito: os eventos posteriores são previsíveis e chatos.

Entrando no mérito dos personagens, eles são mal construídos e por vezes muito monótonos. Parece que eles simplesmente foram "jogados" no papel e pronto. Só para constar, entendem? E os diálogos são muito, muito, muito pobres. Por vezes soam até mesmo infantil.

Mas a obra não é de todo mal. O Sander, irmão da protagonista Mia, é um fofo! Adorei a maneira como ele aparece na narrativa. Outro ponto positivo é que a obra contém dados e fatos reais, isso é sempre interessante. Sem contar a edição que está super linda e recheada de páginas com imagens! :)

Enfim, como eu disse anteriormente, a impressão que fica é a que o autor teve uma ideia brilhante, mas que foi mal desenvolvida. Harstad poderia ter trabalhado melhor com os artifícios dispostos. Fiquei muito decepcionada com esse livro.

site: http://www.livroseflores.com/2015/09/resenha-172-horas-na-lua-johan-harstad.html
comentários(0)comente



Francine 04/04/2021

Cometi o erro de ler outras resenhas depois de terminar o livro. E, realmente, o livro não é lá essas coisas. A leitura flui bem, apesar de sem graça, pois basicamente metade da história se passa na terra. E eles nem ficam 172 horas na lua porque, na hora que chegam na base, tudo já começa a dar errado e eles fazem de tudo para voltar. A partir daí a história fica corrida, como se tivesse limite de páginas e o autor não pudesse se estender nas explicações. MAS, contudo, entretanto, todavia, eu gostei. O que faz valer mesmo é a parte da lua, que me surpreendeu. Além de trazer componentes e informações reais.
comentários(0)comente



Mari 19/10/2020

Não ache que esse livro é suspense/mistério, pois não é.
Vamos lá, nunca faço resenha, mas dessa vez tinha bastante coisa entalada que precisava falar.
Bom, já vou começar dizendo que achei o livro extremamente fraco e confuso. Toda hora o autor tenta levar essa história para o mistério, mas tudo nela é tão risível que você não consegue levar a sério.
Primeiro: adolescentes na lua. Como que em algum momento era pra eu levar isso a sério? Você pode me falar que dragões realmente existiram, e é provável que eu ache sua história mais verossímil que essa.
Segundo: os personagens não são explorados. A cada momento eles mudam o que você achava que era a personalidade deles e sem contar que NENHUM é interessante.
Terceiro: MUITA enrolação pra pouco livro. Muito do livro é só a apresentação de personagem e treinamento na terra (metade dele se duvidar) e quando se chega na lua é tudo corrido, apressado e você fica se perguntando se pulou alguma coisa.
Infelizmente a maior decepção do ano. Tinha esse livro faz MUITO tempo e sempre ouvi coisas ótimas dele, mas se você não gosta de histórias enroladas, personagens fracos e finais apressados, pode passar longe (sem contar que não tem suspense/mistério nenhum nele).

site: https://www.instagram.com/aurireads/
comentários(0)comente



Vanessa.Brizola 17/02/2016

Premissa boa, Livro medíocre.
Ainda bem que a minha expectativa não estava lá em cima. Ô livro ruim!

A ideia desse livro é empolgante para fãs de ficção científica e horror (como eu), mas a narrativa pobre do autor aliada a uma estrutura medíocre fazem da história dele um dos piores livros que já li.

Os personagens principais são três adolescentes insuportáveis, estereotipadas até o talo! As cem primeiras páginas do livro são uma provação para o leitor. Temos de ler toda a historinha de "aborrecentes" mimados, revoltados com suas vidinhas e seus papais, para então a parte na Lua começar. E quando achamos que o terror vai engrenar ele já terminou. Autor não soube segurar suspense nem manter tal atmosfera. E o final é aqueles fins típicos de filmes de terror de quinta categoria classificado com uma estrela no Netflix. Putz grila!!!

A premissa é muito interessante, e na mão de um escritor competente, ficaria boa. Afinal as dez páginas que explicam o motivo do terror todo, te prendem. E só. Acabou. É isso. Uma estrela bem merecida.

Não gastem seu dinheiro ou seu tempo. Se, como o que a orelha do livro diz, esse Johan Harstad é um dos autores escandinavos mais importantes da atualidade, isso sim é de assustar...

Fábio 01/03/2016minha estante
De todas as resenhas achei esta sua o máximo, sincera e divertida kkkkkkk. vc leva jeito para a crítica. Já estava meio desconfiado e quando você falou adolescentes mimados desisti kkkk.


livrosepixels 07/03/2016minha estante
Não li o livro ainda, mas pelo que já ouvi outras pessoas falar, o segredo do livro é o que você passa a pensar após lê-lo. Acho que seja essa a ideia do livro: fazer você pensar.

Se esta premissa é verdadeira, o livro mostra-se magnífico.


Vanessa.Brizola 12/03/2016minha estante
Reeiih , isso vai depender da sua bagagem cultural sobre o tema. Eu que já consumi muito do gênero, não vi nada inovador ou impactante o suficiente para me fazer pensar. Magnífico não chega nem perto da classificação dele, mas acho importante opinar, sobretudo, depois de lê-lo.


livrosepixels 28/03/2016minha estante
Van, ganhei o livro ontem de páscoa, lerei ele na próxima semana.
Vamos ver no que a história dá hehe *--*

Quanto a bagagem cultural do tema, amo esse tipo de tema, já li uns par de livros relacionados.. tomara que isso não seja um fator pra me decepcionar hehe


Mari 25/04/2016minha estante
Disse tudo! Isso na mão de um bom autor ficaria ótimo!
Parece que o cara queria fazer uma ficção científica, escreveu o final, lembrou que tinha que arrumar um jeito que colocar todo mundo lá na lua e escreveu um começo mais ou menos. Além do que, livros com adolescentes e casalzinho vendem mais.




Maria Lucia 28/11/2021

Esperava mais
Não é o pior livro que já li, tem uma parte mais pro final que empolga e dá vontade de ler mais, mas não curti a leitura não. O livro é muito detalhista no início e no final parece que atropela tudo só pra concluir.
comentários(0)comente



Vic Wonder 02/06/2022

final surpreendente
Comecei o livro sem muitas expectativas mesmo gostando do Tema. Confesso que o início é um pouco lento e não me identifiquei com os personagens, mas fui avançando.
O tema de ficção é muito interessante e o autor conseguiu descrever o que assisto bastante nos filmes.
A curiosidade humana é algo bem perigoso mesmo sendo necessária. A mensagem principal que consegui captar é valorizar o que temos, mesmo que seja pouco.
O final fiquei de queixo caído. Notei algo estranho mas não desconfiava mesmo rs.
Recomendo e aconselho ter paciência.
Tudo é explicado?
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



212 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR