A Sedutora

A Sedutora Babi Barreto




Resenhas - A Sedutora


14 encontrados | exibindo 1 a 14


Giuliana Sperandio 28/05/2016

Resenha do Blog Clube do Livro e Amigos - Escrita por Giuliana Sperandio
Aviso: Não leia esse livro esperando apenas um HOT, ele é bem mais, muito mais... Leia sem moderação e Open your mind! Esse livro não é recomendado para menores de 18 anos, contém sexo e violência.

Um político influente e rico acaba vindo para o Brasil na esperança de esquecer as desilusões e escândalos de seu passado. Para isso ele acaba se tornando embaixador. Ele quer deixar a poeira abaixar e pensar em sua vida, pois nada do que pensou como prioridade era verdadeiro. Sua vida foi uma mentira.


Então, uma morena com um jeito provocante e sensual vai balançar seu mundo, dividir seu coração e atrapalhar seus planos... Lana Lima, um rebolado de tirar o fôlego e uma atração de tirar de órbita quaisquer planos ou razão.

Em um passeio por um show de funk na Comunidade do Limão, James acaba conhecendo (trombando) com Lana Lima, uma dançarina de funk para lá de tempestuosa e explosiva, mas com uma beleza de tirar o juízo de qualquer marmanjo. Quando ele a vê dançando, mexe irrevogavelmente com seus instintos e ele só pensa em possuí-la, porém, o que Lana tem de sedutora, tem de perigosa. A morena é "protegida" pelo perigoso bandido Macalé (mas quem disse que sedução e cautela combinam?). Já no primeiro encontro, Macalé encomenda uma emboscada para James, pelo súbito interesse do gringo pela morena sedutora. É salvo e advertido por Lana, que pede para ele se afastar do morro e dela.

Mas como disse anteriormente, cautela e atração não combinam, e ele acaba indo atrás da morena de forma um tanto quanto insistente. Lana sempre o repele de maneira brusca, mas ele repara que ela também se sente atraída por ele, porém algo além da compreensão faz com que a morena o afaste, a insistência de James vai fazer com que ele vá por um caminho onde a volta é praticamente impossível...



Ele descobre um passado de perdas de Lana e um submundo onde prostituição, tráfico, violência e escravidão se misturam de uma forma horrenda e aterrorizante.


As revelações vão além, inclusive, em uma delas, ele será confrontado com o seu passado de maneira a fazer com que o moço tome uma decisão brusca. Uma das coisas que intrigam James é o fato de Lana não parece pertencer aquele ambiente inóspito. Em uma de suas visitas ao morro, ele descobre que Lana antes de ter sua carreira duvidosa de dançarina do funk era uma bailarina clássica, então, por que ela simplesmente não virava as costas e ia embora?

Por que em alguns momentos ela parece ser ao mesmo tempo altiva e inalcançável, e em outros parece fazer um pedido mudo de socorro através do olhar amedrontado?
Será que Lana tem algo a esconder? Qual motivo dela não deixar ninguém se envolver em sua vida?






Minha Opinião

São muitas perguntas, muitas mesmo. O leitor vai ficar fissurado pela resposta de cada uma delas (eu fiquei roendo minhas unhas, devorei o livro avidamente) para poder desvendar todos os enigmas da história...

Fiquei admirada com a escrita da Babi. Se antes ela escrevia bem, agora ela subiu muitos pontos nesse livro. Conseguiu me fisgar do começo ao fim, sabendo dosar momentos delicados, fortes com cenas de tirar o fôlego.


O Casal principal James e Lana tem uma química fatal. No começo achei o James meio caricato, pela formalidade em suas palavras, mas como ele mesmo explica, aprendeu o português através de um lorde, então, perfeitamente plausível (e tornou ainda mais charmoso)

Outro presentinho da autora para os leitores de A Sedutora é a trilha sonora que abre cada capítulo, sempre com musicas que têm tudo a ver com o momento vivido pelos personagens. Outra coisa que devo aplaudir aqui é a eficiência na revisão. Não achei erros, se tem são tão mínimos que passou batido aos meus olhos.

A única coisa que fiquei com vontade de pular na Babi é que quando chegou a ultima página, imaginei o Serginho Malandro falando Pegadinha do malandro, yeah yeah.... Por que a dona Babi me deixou com coração na mão e acabou o livro? Humpft, muita sacanagem!! Isso não se faz dona Babi!

Ficaram muitas interrogações para o próximo livro, mas se for 10% do que foi esse primeiro, caros leitores, se segurem na poltrona que a pressão vai ser grande!

Quer ler algo sensual, mas com altas doses de adrenalina, uma pitadinha de suspense e muito rebolation?
Então... se deixe seduzir por...
A Sedutora!




site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2016/03/resenha-nacional-sedutora-babi-barreto.html
Babi Barreto 07/06/2016minha estante
Sá linda ?
Obrigada pelo carinho, e fiquei honrada que tenha gostado do livro.
Mil beijos!




Kelly 20/04/2016

Maravilhoso
Olá Pessoal!!
Antes de começar e resenha gostaria de fazer uma declaração. Sei que é maravilhoso ter parceria com editoras,mas nada no mundo me faz trocar minhas autoras e autores por elas, pois com elas tenho atenção, reconhecimento e muito carinho e infelizmente não somos bem tratados assim em todos os lugares. E a resenha de hoje é só mais uma prova disso!

A Sedutora é a terceira obra da minha parceira Babi Barreto que tenho o prazer de ler e resenhar, e é com muito orgulho que vou apresentá-la para vocês.


"Não tinha ideia da razão do perigo que essa mulher trazia para a minha vida, mas era um risco que eu estava disposto a correr."


James Dixon é poderoso, não só por ser rico, mas por ter um cargo importante dentro do consulado brasileiro, imponente e prepotente esse moreno não sabe onde esta se metendo quando resolve sair com seu motorista para assistir um show de funk dentro de uma favela carioca.

Acreditando ser apenas mais um passeio para gringos, ele parte para sua aventura apenas com a curiosidade de um turista, mas saíra de lá com um desejo insano que pode e irá colocar sua vida em perigo.


"Ela tinha me avisado que este era um caminho sem volta. E caminhei de peito aberto e alma exposta em direção ao perigo."

Lana é dançarina de funk, uma morena atraente e poderosa que têm todos os homens aos seus pés, inclusive Macalé, o atual chefe da bocada onde ela se encontra protegida. Por trás de todo esse rebolado existe uma mulher culta e influente, que depois de perder a mãe brutalmente se vê obrigada a entrar nesse mundo para desvendar o mistério da morte da mesma e o paradeiro do seu irmão desaparecido.

Por mais que Lana não esteja disposta a se entregar em um relacionamento, James será insistente, e aquele tesão momentâneo acabará se tornando uma paixão perigosa, onde a vida de ambos correrá perigo.

Os dois possuem mágoas e segredos que serão revelados no decorrer da história, onde até os personagens secundários se tornam peças essenciais desse grande quebra cabeça.


"Quando uma alma é profundamente decepcionada, confiar novamente é um desafio grandioso até para os seres que possuem uma fé maior."

O livro não podia ser mais nacional, com um cenário típico brasileiro, Babi nos apresenta um romance que aos meus olhos pode ser bem natural, um gringo passeando pela favela que se apaixona pela protegida do bandido, com um diálogo bem brasileiro, Babi nos convida a fazer um passeio pelas favelas do Rio de Janeiro e viver esse romance eletrizante.

Claro que a primeira vista pode parecer clichê, o rico poderoso se apaixona pela mocinha e bum... O problema é que de mocinha a Lana não tem nada, ela é forte e decidida, sabe o que quer, e esta aqui a trabalho, a vingança motiva sua permanência no Brasil, e se apaixonar não é uma coisa que esta nos seus planos.

Além de termos uma super mulher na história, todo o enredo de crime e tráfico de mulheres que rodeia o contexto da história nos remete a uma realidade que até pode parecer enredo de novela das 21hrs, mas só se você finge que não vê o que acontece ao seu redor.


"O jeitinho brasileiro, as barganhas, as negociações escusas ocorriam aqui mais claramente do que em qualquer outro lugar do mundo que já tenha vivido, o que não foram poucos."

Com um enredo quente e cheio de emoção, a leitura se torna rápida e desesperadora, já que a autora sabe levar o contexto com maestria, nos instigando a continuar a leitura e saber como isso vai terminar, sendo assim imagine a minha raiva quando num momento de muita tenção a obra acabou e eu descobri que tinha mais um volume? Pois é, eu quis matar a Babi.

Um livro que super recomendo, com um cenário bem nacional, uma trama instigante e personagens fortes e decididos. Com certeza ele vai para os favoritados, se você gosta de livros quentes e cheios de adrenalina essa é uma boa pedida, não deixe de conhecer esse casal instigante e desfrutar de uma leitura leve e apaixonante.


site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/
Babi Barreto 07/06/2016minha estante
Kelly ?
Como é bom ser sua parceira literária.
Tanto carinho pelo meu trabalho...
Obrigada de todo coração.
Mil beijos!




Clube do Livro 31/03/2016

Resenha Clube do Livro e Amigos ( Giuliana Sperandio )
Aviso: Não leia esse livro esperando apenas um HOT, ele é bem mais, muito mais... Leia sem moderação e Open your mind! Esse livro não é recomendado para menores de 18 anos, contém sexo e violência.

Um político influente e rico acaba vindo para o Brasil na esperança de esquecer as desilusões e escândalos de seu passado. Para isso ele acaba se tornando embaixador. Ele quer deixar a poeira abaixar e pensar em sua vida, pois nada do que pensou como prioridade era verdadeiro. Sua vida foi uma mentira.


Então, uma morena com um jeito provocante e sensual vai balançar seu mundo, dividir seu coração e atrapalhar seus planos... Lana Lima, um rebolado de tirar o fôlego e uma atração de tirar de órbita quaisquer planos ou razão.

Em um passeio por um show de funk na Comunidade do Limão, James acaba conhecendo (trombando) com Lana Lima, uma dançarina de funk para lá de tempestuosa e explosiva, mas com uma beleza de tirar o juízo de qualquer marmanjo. Quando ele a vê dançando, mexe irrevogavelmente com seus instintos e ele só pensa em possuí-la, porém, o que Lana tem de sedutora, tem de perigosa. A morena é "protegida" pelo perigoso bandido Macalé (mas quem disse que sedução e cautela combinam?). Já no primeiro encontro, Macalé encomenda uma emboscada para James, pelo súbito interesse do gringo pela morena sedutora. É salvo e advertido por Lana, que pede para ele se afastar do morro e dela.

Mas como disse anteriormente, cautela e atração não combinam, e ele acaba indo atrás da morena de forma um tanto quanto insistente. Lana sempre o repele de maneira brusca, mas ele repara que ela também se sente atraída por ele, porém algo além da compreensão faz com que a morena o afaste, a insistência de James vai fazer com que ele vá por um caminho onde a volta é praticamente impossível...



Ele descobre um passado de perdas de Lana e um submundo onde prostituição, tráfico, violência e escravidão se misturam de uma forma horrenda e aterrorizante.


As revelações vão além, inclusive, em uma delas, ele será confrontado com o seu passado de maneira a fazer com que o moço tome uma decisão brusca. Uma das coisas que intrigam James é o fato de Lana não parece pertencer aquele ambiente inóspito. Em uma de suas visitas ao morro, ele descobre que Lana antes de ter sua carreira duvidosa de dançarina do funk era uma bailarina clássica, então, por que ela simplesmente não virava as costas e ia embora?

Por que em alguns momentos ela parece ser ao mesmo tempo altiva e inalcançável, e em outros parece fazer um pedido mudo de socorro através do olhar amedrontado?
Será que Lana tem algo a esconder? Qual motivo dela não deixar ninguém se envolver em sua vida?






Minha Opinião

São muitas perguntas, muitas mesmo. O leitor vai ficar fissurado pela resposta de cada uma delas (eu fiquei roendo minhas unhas, devorei o livro avidamente) para poder desvendar todos os enigmas da história...

Fiquei admirada com a escrita da Babi. Se antes ela escrevia bem, agora ela subiu muitos pontos nesse livro. Conseguiu me fisgar do começo ao fim, sabendo dosar momentos delicados, fortes com cenas de tirar o fôlego.


O Casal principal James e Lana tem uma química fatal. No começo achei o James meio caricato, pela formalidade em suas palavras, mas como ele mesmo explica, aprendeu o português através de um lorde, então, perfeitamente plausível (e tornou ainda mais charmoso)

Outro presentinho da autora para os leitores de A Sedutora é a trilha sonora que abre cada capítulo, sempre com musicas que têm tudo a ver com o momento vivido pelos personagens. Outra coisa que devo aplaudir aqui é a eficiência na revisão. Não achei erros, se tem são tão mínimos que passou batido aos meus olhos.

A única coisa que fiquei com vontade de pular na Babi é que quando chegou a ultima página, imaginei o Serginho Malandro falando Pegadinha do malandro, yeah yeah.... Por que a dona Babi me deixou com coração na mão e acabou o livro? Humpft, muita sacanagem!! Isso não se faz dona Babi!

Ficaram muitas interrogações para o próximo livro, mas se for 10% do que foi esse primeiro, caros leitores, se segurem na poltrona que a pressão vai ser grande!

Quer ler algo sensual, mas com altas doses de adrenalina, uma pitadinha de suspense e muito rebolation?
Então... se deixe seduzir por...
A Sedutora!


site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2016/03/resenha-nacional-sedutora-babi-barreto.html
comentários(0)comente



Silvânia Alves 23/03/2016

Um livro que faz jus ao nome!
Sabe aqueles livros que você começa ler, já querendo matar o protagonista? Este é um deles...pensem na vontade que eu tinha de entrar na história e dar uns tapas na cara do James pra ver se ele acordava pra vida, hahahahahah.
Mas a medida que a história foi fluindo, o James conquistou minha simpatia e eu passei a admirá-lo por sua coragem.
Babi Barreto é famosa no meio literário, por suas mocinhas destemidas, fortes, guerreiras, e em A Sedutora não é diferente Lanna Lima, a famosa dançarina de funk é uma mulher que não se deixa abater pelas adversidades e nem fica esperando que alguém resolva seus problemas, ela vai lá e faz o que tem de ser feito.
A Sedutora, livro da escritora Babi Barreto faz jus ao nome. Conquista, seduz, a medida que você vai lendo e conhecendo a história de Lanna Lima.
Lanna nasceu no morro, ainda pequena sonhava em ser uma grande dançarina de ballet, mas um golpe do destino faz Lanna se enveredar por um caminho totalmente oposto aquele que ela e sua mãe sonharam.
Lanna conhece James em uma noite em que a dançarina vai se apresentar na favela, James Dixon está em busca de diversão, quando Augusto, seu motorista o leva ao morro. Assim que vê Lanna subir ao palco, o gringo se sente atraído na hora pela morena, mas Lanna esconde segredos que colocam sua vida e a de James em risco.
Macalé, chefe do tráfico, tem a dançarina como "sua". Ele tem um acordo com Lanna, ajudá-la a encontrar o assassino de sua mãe e saber o paradeiro de seu irmão, em troca da dançarina lhe ajudar em seus negócios obscuros.
Ao saber que Lanna e James se envolveram Macalé começa uma perseguição desenfreada a fim de " eliminar" seu rival, e para isso coloca de volta na vida de James, Emma Johnson, uma ex namorada do rico herdeiro da família Britânica.
Abandonado por Emma no altar, James carrega consigo mágoas que o tempo não foi capaz de apagar.
Quando Macalé percebe que está perdendo Lanna para o gringo decide matá-lo, mas acaba dando pistas não somente de que sabe mais sobre o assassinato de sua mãe, como também acaba revelando que há algo maior por trás do envolvimento de James e de Lanna.
O que o chefe do tráfico teria a ver com o assassinato da mãe da dançarina?
E Emma. Por quê a jovem que seria mulher do primeiro ministro britânico, o abandonou no altar e veio parar em uma favela?

Confira mais de James Dixon e Lanna Lima na resenha.

site: http://www.detudopouco.com.br/2016/03/resenha-do-livro-sedutora-babi-barreto.html#more
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Livros Encantos 01/03/2016

Um livro repleto de surpresas
Um livro que vai te surpreender.

Lana é uma cantora de Funk que faz muito sucesso, protegida por um dos lideres do morro da macaca, qualquer pessoa que tente se aproximar dela corre um grande risco.
Com uma personalidade forte, ela é muito independente, perdeu sua mãe de uma maneira não compreensível, e seu irmão está sumido.

James veio ao Brasil para trabalhar e se encanta com Lana, enquanto não a ter não irá sossegar, mesmo que arrisque sua vida, ele passa a conhecer um outro mundo visto que vem de uma vida totalmente oposta a essa.

O cenário do livro é algo que me deixou bem curiosa, a vida nos morros com seus chefes, foi muito bem trabalhado deixando o leitor bem situado com os ambientes.

O relacionamento de James e lana está evoluindo em meio a muitos perigos, ambos tem segredos de seu passado que vão aos poucos sendo revelados surpreendendo o leitor.
A trama toma uma rumo maravilhosa que me deixou de queixo caído pelo elemento surpresa.

Os personagens secundários são de suma importância em todo livro, alguns personagens irão mudar o rumo do livro.

Com um final repleto de tensão, a autora nos deixa sedentos pela continuação para saber os rumos que os personagens irão ter.

A autora aborda como sempre em seus livros um tema de suma importância. a escravidão sexual de mulheres , foi bem trabalhado mostrando uma realidade, as vezes ignorada por muitos.
Com uma gama de várias elementos e muito bem trabalhados a autora conseguiu levar ao leitor, um romance hot, intrigas pelo poder, escravidão sexual, deu a história uma rumo que consegue deixar o leitor tenso com as revelações.

Com personagens muito bem construídos, Lana me conquistou por sua garra e coragem,uma mulher que sabe o que quer, em alguns momentos fez escolhas que são justificadas pela amor a sua família ou o que restou dela.

James é um homem que não desiste, com uma caráter nobre, vai conseguir tocar o coração de Lana, ambos se completam.

Parabéns a autora que ousou nesse livro, saindo de sua zona de conforto, acompanho a Babi desde seu primeiro livro , é incrível seu crescimento como autora, nesse livro se confirma a grande autora que temos o prazer de ler.

A capa linda ressaltando a sedução de nossa protagonista, e com uma revisão impecável.


site: http://www.livrosencantos.com/2016/02/a-sedutora-babi-barreto.html
comentários(0)comente



Renata 16/02/2016

Amei
Como vou começar a falar desse livro…

Se eu seguir os meus princípios de “não spoiler” pode até ficar um pouco chata, então vou usar meus métodos de persuasão mais fortes.

Este livro, que tem como plano de fundo os morros do Rio de Janeiro versus a curiosidade que a alta sociedade tem de conhecer esse mundo, formam uma mistura explosiva.

Quando essas duas pontas se juntam, pode ocasionar um caos.

Lana é uma dançarina. James, um Diplomata.

Ele desenvolve uma fissura por ela que o impede de enxergar os limites e os perigos que a cercam.

É uma historia enxuta, direta, bem desenvolvida e principalmente deixa bem claro seus objetivos.

Mas nem tudo são flores!!!

Vou dizer que a minha primeira frase ao acabar o livro foi “Babi Barreto: EU TE ODEIO”

O Livro tem continuação… se não tivesse eu matava a autora (brincadeirinha)

P.S.: Se você leitor(a) se apaixonar pelo Macalé, fique bem claro que não foi a única! Ele é unanimidade da galera!


site: www.literaturadecabeca.com.br
comentários(0)comente



Leninha Sempre Romântica 10/02/2016

Durante a leitura de A Sedutora me senti totalmente fora da minha zona de conforto. Logo eu, acostumada a ler romances românticos e dramas me vi jogada de cabeça num ambiente inóspito, na cidade do Rio de Janeiro, mais precisamente num morro, cercado de traficantes perigosos, embalada ao som do funk de Anitta e Ludmila. Vivendo o dia a dia de Lana, uma dançarina famosa, linda, sensual e sedutora.

Nesse universo eis que surge James, um gringo que queria sair um pouco do seu universo certinho, aristocrata, onde vive cercado de luxo, com muitas comodidades, sempre cercado por belas mulheres. Porém, ao esbarrar em Lana num baile funk sua vida vira de ponta cabeça, de repente lá está ele, fugindo do morro de onde foi expulso e com apenas um objetivo na vida: Ter aquela mulher em sua cama.

Deu para sentir o clima?! Deu para sacar o que lhes aguarda na narrativa desse romance, regado com muita música, ação, erotismo, mas, acima de tudo, muito suspense?! Pois é, eu não estava preparada para tanto frenesi. Quando menos esperava lá estava eu vivendo num ambiente hostil, envolvida em segredos que permeiam toda a narrativa, criando um clima envolvente e enigmático que dá aquele medinho de virar uma esquina e dar de cara com um brutamontes armado querendo saber o que eu estou fazendo ali. Ops, viajei, rsrsr.

Um pano de fundo para lá de eletrizante e inesperado, mas não se deixe assustar ao saber que o funk, o morro, traficantes, tiros e muita ação te afaste da possibilidade de ler A Sedutora, muito pelo contrário, acho que quando um autor consegue escrever algo novo, que choca, e mesmo assim prender o leitor sem perder o foco da leitura, ele fez o seu trabalho: entreteu, envolveu e o pano de fundo passa a ser apenas isso, um pano de fundo.

Conversando em off com a autora descobri que ela não deseja ser vista como uma autora que se foca em apenas um estilo literário, e ela está conseguindo isso. Surpreendeu com Magia do Sorriso que é um romance com um toque de fantasia, agora nos brinda com um policial/suspense/erótico/romance, e me confidenciou que futuramente teremos um drama. (Leninha já ansiosa por esse drama).

Voltando ao livro...

Babi Barreto conseguiu me prender na leitura desde o prólogo até as últimas páginas. Me fez arregalar os olhos assustada e transpirar de tanta adrenalina, conseguiu me convencer com o universo que criou, me fez acreditar ser possível esbarrar com um Macalé da vida, me fez sentir uma paixonite pelo James, asco por Emma, e pena de Lana em certos momentos.

Convido você, leitor, a se aventurar na leitura de A Sedutora, só assim você vai conseguir entender tudo que eu quis passar na escrita dessa resenha. Prepare-se para muita ação, emoção, adrenalina, pulsação acelerada, mas, acima de tudo, prepare-se para o final. Você vai se surpreender!


site: http://www.sempreromantica.com.br/2016/02/a-sedutora-babi-barreto.html
comentários(0)comente



Falando em livro... 10/02/2016

[Cheiro de Livro Nacional] A Sedutora - Livro 01 | por Alê Cruz
Hoje venho fazer meu desabafo do grande lançamento do mês, o livro A Sedutora da autora mineira, minha conterrânea, Babi Barreto. A trama é regada de muito mistério, drama, sensualidade, ação e mistério. A história nos leva para a cidade do Rio de Janeiro, mais exatamente em dois morros cariocas, Morro do Limão e Morro do Baiano (nomes fictícios), e nos mostra a realidade das favelas e de todo o abuso e violência que existe por lá. Os bailes funks, os morros e o tráfico foram muito bem descritos no livro, fazendo com que eu me sentisse dentro desse cenário, e devo confessar que, quanto mais a leitura avançava, mais eu sentia medo. Pois, mesmo sendo uma ficção, essa realidade triste e chocante existe, infelizmente. Outro ponto que chamou minha atenção e me deixou muito envolta na história, foi o fato da Babi abordar o tráfico de mulheres, fazendo uma bela critica a essa fatalidade, e um alerta estrondoso também. Este foi o primeiro livro que eu leio com esse tema, e me deparei com muita crueldade e sujeira.

Bom, mas agora vamos conhecer um pouquinho sobre esses personagens, e como a vida faz seus caminhos se cruzarem...

Lana Lima é linda, sexy, autentica e envolvente. Perdeu sua mãe muito cedo, mas com muito esforço, conseguiu vencer na vida. Tornou-se uma dançarina de balé muito famosa e vivia na Itália. Quando encontra uma oportunidade de desvendar fatos do seu passado, ela larga tudo para trás e volta para o Brasil. E assim, ela se infiltra nos bailes funks dos morros, e se envolve com a milícia carioca para tentar obter alguma pista que a leve aos seus objetivos. Lá ela passa a ser a protegida do maior traficante do Rio de Janeiro, o dono do morro do Limão, o impiedoso Macalé. O cara é totalmente alucinado pela Lana, chegando a ser quase uma doença, ele não deixa nada nem ninguém chegar perto dela, e isso fará com que James tenha grandes dificuldades em se aproximar da dançarina.

Falando em James... Ele é um Inglês que vem de uma família abastada e de grandes posses, e trabalha na embaixada da Inglaterra no Brasil. James se infiltra nas favelas cariocas com o intuito de estudar o trafico de mulheres e tentar ajudá-las a sair dessa escravidão. Quando ele conhece Lana, ele fica completamente enlouquecido pela dançarina e embriagado pelo seu cheiro. James passa a viver uma saga pra poder reencontrar a mulher que anda tirando seu sono. Ele fica tão fissurado, que quando cai em si, percebe que está praticamente perseguindo-a. E mesmo louca para se entregar a este inglês envolvente, Lana não se entrega tão rápido. Não estava em seus planos encontrar um homem que a fizesse se desviar de seu objetivo. Sem contar que, seria muito perigoso, tanto para ela, quanto para ele, envolvê-lo nesse meio.

Depois de muita insistência, James consegue vencer Lana pelo cansaço, e enfim, eles se rendem a essa desejo que os consomem. E que desejo, Senhor! Contudo, como nada são flores, eles terão que enfrentar muitos perigos e muitas armadilhas pela frente. Macalé, o chefe do morro e a ex noiva de James, resolvem fazer da vida desse casal um inferno. Prepare-se, pois o livro está recheado de tensão. A leitura não é nem um pouco calma, cada capítulo veio testando meu pobre coração. O livro é muito sensual (quennntee mesmo), mas a autora soube trabalhar essas cenas perfeitamente, deixando-o dentro do contexto, sem ultrapassar o senso de vulgaridade. Os personagens são outro ponto forte, eles foram muito bem construídos, principalmente a Lana, que é uma mulher extramente misteriosa, determinada e muito forte. Sua vida é cheia de segredos, e apesar de estar infiltrada nesse meio sujo dos morros, ela é inteligente e sagaz, sabe o quer e luta para o que conquistar o que deseja. Ela realmente é uma verdadeira sedutora, que deixa os homens aos seus pés, incluindo o nosso querido James.

A Sedutora, é aquele tipo de livro que te deixa encantado pela capa, instigado pela sinopse e totalmente envolto pela trama. A Babi soube criar um enredo incrível e desenvolvê-lo com maestria. Confesso que em alguns pontos fiquei perdida, eram tantas informações, ação, sensações e acontecimentos, que eu estava quase mergulhando no livro. Rs Uma história que ultrapassa o romantismo, que retrata cenários reais e bem descritos, e quando vai chegando ao final, você fica totalmente presa a ele, torcendo pra que o casal enfim consiga ter a paz merecida, mas é aí que ela te pega de jeito. E só pra deixar registrada a minha indignação (risos), já falei para a Babi que isso não se faz com o leitor. O livro termina assim, no paaaahhhh! Quase tive um “trem no coração”! Rs O negócio é aguardar a sequência do livro, que infelizmente ainda não tem data de lançamento, mas segundo a autora, ele não vai demorar muito para sair. Oremos!

Se você curte uma romance que saia do padrão “mais do mesmo”, que seja sensual, que apresente um tema forte e real, que tenha suspense, mistério, tensão, ação e muita adrenalina, então essa é a minha dica para você. Tenho certeza de que você irá se apaixonar por esse casal, se emocionar, torcer, vibrar e principalmente, se render a essa sedutora e ao lorde do James.

Leia a resenha completa no blog: http://goo.gl/tiqWZh

site: http://www.cheirodelivronacional.com.br/2016/02/resenha-sedutora-babi-barreto.html
comentários(0)comente



Rosacarla 10/02/2016

[RESENHA] A SEDUTORA - BABI BARRETO
Oi galerinha!!!

Como estamos de carnaval? Espero que bem, e imagino que os leitores assim como eu estão aproveitando para por as leituras em dia!

Vamos de resenha? Hoje trago para vocês uma resenha e uma super dica de uma autora parceira do blog e que acompanho desde o primeiro livro, a Babi Barreto, que sempre nós presenteia com livros lindos como Em busca do Verdadeiro, Magia do Sorriso, O Antirromance entre outros.
Nota da Colunista:
Se você, assim como eu já acompanha a carreira da Babi vai achar A Sedutora bem diferente dos seus outros livros, mas um diferente muito bom.

Nota da Colunista:
Bem jogue de lado seu conceitos e "pré conceitos" porque de longe nem tudo que parece é, as vezes a gente tem que por uma "lupa" em cima da situação para entendê-la.

Bem, a sinopse de A Sedutora já fala por sim, ao mesmo tempo em que manda um recado, "se você procura romance, suspense e muitas intrigas vem pra cá". Logo no inicio podemos ver dois pontos importantes, as duas pontas dessa estória, de um lado James, inglês (aí Babi assim você me mata, inglês? fiquei logo imaginando o sotaque), vindo de família aristocrática, cheio de conceitos de conduta e moral que vem para o Brasil atrás de desvendar uma trama sobre tráfico de mulheres e do outro Lana, uma ex bailarina em ascensão que mesmo com a morte precoce da mãe roda o mundo em turnês para sustentar a família humilde, mas que se vê obrigada a largar os palcos e as sapatilhas após um terrível acontecimento que a obrigará a largar tudo, subir o morro e virar uma dançarina de boate, em termos bem esquisitos, pois Lana só pode dançar, ninguém pode se aproximar ou conversar com ela.
Nota da Colunista:
A situação é mais esquisita ainda do que parece, então é ler pra ver.

Lana é a protegida de um homem chamado Macalé que a mantem em uma situação no minimo "dúbia" a deixa dançar de forma sensual na boate, seduzindo seus frequentadores, mas a função de Luna começa e termina aí, ninguém pode chegar até ela e o desavisado que tenta é repreendido de forma violenta. James se vê facinando por uma mulher que ele não vê o rosto (na visita de James a boate ele só vê Lana mascarada), ele só sente seu aroma inebriante e a eletricidade que eles tem, quando ela passa por ele, e lógico, a carne é fraca, James esquece por alguns momentos o que realmente o levou aquele lugar e "persegue" Luna, claro que isso não passar despercebido aos olhos de Macalé, e James e fortemente repreendido por sua audácia.
Nota da Colunista:
Nesta parte eu já estava doida para saber o que é que Lana tinha para ser assim tão preciosa, e claro de todas as teorias da conspiração que criei em minha cabeça, nada andou perto do que viria a seguir....

James se ainda mais interessado e intrigado sobre os segredos dessa mulher, ao mesmo tempo sedutora e misteriosa, o que haveria por trás da história da ex bailarina em ascensão? Como ela foi parar no morro? E porque era tão ferozmente protegida?
Com uma trama cheia de nuances e muito bem escrita, Babi nos conduz numa estória cheia de luxuria, desventuras e perigos. É um livro que super recomendo e já estou arrancando os cabelos, pois é o livro um de uma série que com certeza esperarei ansiosa.
comentários(0)comente



Jéss 07/02/2016

A Sedutora - livro 1
Fui apresentada a esse livro por uma amostra impressa antes do lançamento dele, assim como outros parceiros da Babi. Nunca li nada dela, esse foi o meu primeiro contato com sua escrita, e foi algo realmente bom.

A princípio nós somos apresentados a Lana Lima, uma famosa dançarina de funk, ela já morou na Itália onde era uma renomada bailarina,mas acabou deixando tudo isso e voltando para o Brasil, onde faz muito sucesso nos morros do Rio de Janeiro como uma dançarina de funk. Mas essa sua vida toma uma reviravolta com a chegada do inglês James Dixon.

James é um verdadeiro Lord Inglês. Ele é rico, lindo e trabalha na embaixada da Inglaterra aqui no Brasil. Ele acaba indo a um show de funk, e sem querer esbarra em uma dançarina nada gentil, essa dançarina é a Lana, e ele sente logo uma atração por ela. James se vê obcecado por Lana, e isso o faz entrar numa enrascada, assim como Lana.

Lana é protegida pelo chefe de um dos morros, Macalé. Um homem atraente, porém muito cruel e possui uma obsessão fora do normal por Lana, ele a ama mas não é correspondido. Ele tem muitos negócios no morro, e é temido por todos. E James acaba atraindo a ira de Macalé.

Por mais que James tente seduzir Lana de todas as maneiras, ela não é tão fácil assim, e também ela quer que ele fique longe por sua própria segurança, pois ela sabe do que Macalé pode ser capaz. as ele não desiste, quer a todo custo ter Lana em seus braços, e não mede os perigos em que está se metendo cada vez que tenta se infiltrar na vida de Lana.

E como é de se esperar, eles acabam se entregando a esse desejo que os consomem. Com idas e voltas. E repleto de armações de Macalé, como imaginamos, ele faz de tudo para prejudicar ambos, sem medir esforços e sem nenhuma piedade.

Eu só tenho a dizer que a escrita da Babi é perfeita, ela mostrou tão bem a realidade dos morros, as prostituições, as gírias usadas pelo pessoal que reside lá, exatamente igual. O livro é narrado por James em certos capítulos, e em outros é narrado em terceira pessoa, contando a história da Lana. Eu gostei muito do livro, muito mesmo, a Babi tem uma escrita que não nos deixa nenhum pouco cansados, mas sim com vontade de não largar mais o livro.

Só não gostei em o James de início só quer transar e transar com a Lana, mesmo quando estava em risco, ele não entendia a gravidade daquilo, e só pensava em ter a Lana e transar com ela. Outro ponto também é o vai e volta, eu sou meia chatinha com isso, rsrs, tem gente que gosta de casais que não se decidem logo, mas no meu caso eu fico meio incomodada, rsrs.

Mistérios e mais mistérios rondam esse livro, e isso deixa a gente cada vez mais na expectativa em saber o que vai acontecer a seguir. Com cenas que nos deixam de boca aberta, o livro é envolto de ação do início ao fim, e com um final que nos deixa de cabelo em pé esperando ansiosamente o próximo volume. Eu recomendo o livro para todos aqueles que apreciam um romance com pitadas hot, e repleto de ação e mistério.

site: http://brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br/2016/02/resenha-72-sedutora-sedutora-01-babi.html
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 01/02/2016

Em A Sedutora conhecemos a irresistível Lana Lima, uma famosa dançarina de funk, nascida no morro do Limão, que já foi bailarina clássica profissional e morou na Itália. Lana é a mulher mais misteriosa que lembro de já ter visto nas páginas de um livro. Ela sabe o poder que tem sob os homens e não economiza na sensualidade porém, ninguém consegue se aproximar muito da real Lana, apenas de sua personagem, ou seja, ela possui uma máscara sobre sua verdadeira identidade, sobre o motivo que a fez trasnformar-se de uma elegante bailarina em uma apelativa dançarina de funk. Acreditem, há um forte motivo para isto e ela sabe o que está fazendo.
Aqui temos também James Dixon, um jovem Inglês que trabalha na Embaixada da Inglaterra. James é um tanto ingênuo, claro, levando em consideração que ele pouco conhece sobre o Brasil e sobre suas favelas e moradores locais. Ele custa um pouco a entender como as coisas funcionam nestes locais e isto se confirma depois que ele conhece Lana e se encanta por ela. James primeiro se interessa pela sedutora Lana e após começar a conhecê-la um pouco mais e conforme ela vai resistindo ás suas tentativas de conquista, ele percebe que ela é muito mais do que aparenta ser e que está rapidamente se apaixonando pela estranha e linda Lana.
Mas, não se engane com James, ele pode não ser assim tão ingênuo e talvez ele também vista uma máscara em nome de algum interesse maior, algo justo e perigoso. Digamos que ele não conhece as regras locais, mas que sabe com o que está se metendo e está disposto a ir até o fim em nome de seu propósito.
O romance entre Lana e James vai gradualmente acontecendo. De pouquinho em pouquinho James vai conquistando a confiança de dançarina que, depois de muita resistência, se entrega ao sentimento que tem por ele. Este relacionamete é eletrizante e cheio de altos e baixos, devido ás situações em que eles envolvem. Resumindo, este é um livro que eu indico à quem goste de muuuita ação, mistérios a serem desvendados e claro, sedução. Sabe quando a gente imagina que não há mais nada a ser esclarecido e quando menos se espera vem mais coisa pela frente? Então, é deste livro que estou falando...
A Sedutora definitivamente é um livro beeem contemporâneo, aqui temos uma obra realista e que pode se aproximar da realidade de muitas pessoas que convivem nos morros do Rio de Janeiro. Obviamente que nossos personagens principais são bem peculiares e difíceis de se encontrar por aí, me refiro mesmo a muitas das situações vivenciadas nas favelas com seus bailes funks, exploração sexual, medo, violência, libertinagem e abuso de poder por parte dos vilões. Aliás, Babi me surpreendeu muito com sua narrativa detalhada e tão bem ambientada, percebe-se que foi um livro cuidadosamente escrito, realmente pensado no leitor mais exigente que não se contenta com um livro raso pois, de raso A Sedutora não tem absolutamente nada, o livro é perfeito do início ao fim.


site: http://balaiodelivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Blog Stalker Literária 01/02/2016

A Sedutora - Blog Gordinha Assumida
Começando a leitura vi que ele era ambientado no Rio de Janeiro, e que teria cenas nos morros cariocas. Achei que por não conhecer nada daquele local seria uma leitura não tão aproveitada, mas para minha surpresa Babi soube situar o leitor tão bem, que quanto mais eu ia avançando nas páginas, mas me sentia no cenário, me sentia quase que em casa.

A descrição dos morros, bailes funks, guerras por poder e os perigos daquele local foram ficando cada vez mais claros, e confesso que morri de medo, afinal nosso ‘vilão’ possui uma maldade sem escrúpulos, e não hexita em matar qualquer um que entre em seu caminho. Alias, se você ganhar uma morte rápida pode se considerar um sortudo, afinal, as técnicas de tortura do morro são horríveis, e fico imaginando que seja mesmo assim na vida real.

Outra coisa que me chamou bastante atenção na obra, foi a crítica que a autora fez sobre a exploração sexual das mulheres no morro. Muitas são tratadas como escravas, trancadas em quartos sem comer ou ter uma higiene adequada, e somente são liberadas para serem acorrentadas em mesas para que os ‘fregueses’ de Macalé possam abusa-las, por um preço bem caro. Muitas não são do país, não falam a nossa língua, e muitas estão ali porque precisam do dinheiro e da segurança para os filhos e família.

James vai para o Brasil na tentativa de estudar e ajudar essas mulheres que são traficadas, mas acaba ‘usando’ uma dessas mulheres quando Macalé –o obriga- a estar na mesma sala que ele. Aí vemos como uma pessoa tida boa pode ser corrompida facilmente, não resistindo à beleza e a luxúria da situação, esquecendo de todo senso moral em troca de prazer.

Mesmo o livro sendo considerado erótico, recomendo a todos que tem receio pelo gênero, pois são poucas as cenas de sexo ou nudez, e a autora soube trabalhar bem em cima delas, não deixando nada vulgar ou detalhado de mais.

Lana é uma personagem muito bem construída. Com seu jeito forte e durão, ela é bem misteriosa, que pouco a pouco vai revelando mais de seu passado, e todas essas relações que possui com o morro vão fazendo sentido. É isso que torna o livro tão surpreendente. Você vai esperando que seja ‘mais do mesmo’, outro erótico bobo que se passa no Brasil, mas o livro é completamente inovador, rodeando o passado e presente de Lana Lima, o perigo que ela corre apenas por tentar consertar as coisa que envolvem sua família.

E o casal, o que posso falar dele? James fica completamente atraído por Lana quando a conhece, e a sua estratégia para ter aquela mulher em seus braços é vencer pelo cansaço, procurando mais sobre ela, o que gosta, onde passa o dia… É claro que ele no começo parece um perseguidor (até ele repara isso.. rsrsr) mas toda a paixão avassaladora que aquela mulher desperta nele, é algo que nunca havia experimentado. E Lana, mesmo sendo uma mulher toda envolta naquele mundo obscuro do morro carioca, é uma pessoa inteligente e rápida, ela sabe sempre o que fazer, quando fazer e principalmente o que não fazer para irritar os figurões, principalmente Macalé.

O relacionamento do casal ocorre aos poucos, passo a passo eles vão se entregando ao que sentem e realmente James vence pelo cansaço de Lana... E, tendo que confessar que no começo fiquei com um pouco de raiva da protagonista, afinal ela era difícil, não deixava James se aproximar e relutava em tudo que ele propunha, mas depois entendemos seus motivos e vemos a sua preocupação em envolver o gringo nos seus planos, que pode ser prejudicial para ambos.

Um pouco a frente da metade do livro, as páginas vão se virando quase sozinhas de tanto que o ritmo se torna alucinante. Babi colocou muita ação nas últimas páginas, e você vai descobrindo os mistérios do livro, vai vendo os motivos dos mocinhos, vilões, o suspense é incrível! E quando respira aliviado que tudo terminou, não terminou nada, acontecem mais coisas e bum! Acaba. Quando terminou eu fiquei desesperada porque o gancho para o próximo livro é gigante, e alguns dos mistérios só serão solucionais nele, então Babi, pelo amor de Deus lança esse segundo livro logo.. rsrsrsr

A Sedutora é um romance completamente no estilo: tiro, porrada e bomba, que vai te prender nas páginas mostrando toda a disputa por poder que acontece nos morros cariocas. Em 274 páginas você vai vibrar, se apaixonar, chorar e principalmente morrer de medo pelo casal, torcendo para que tudo se encaixe no final e que eles consigam fiar juntos. Os amantes de romance e suspense não podem perder esse lançamento, tenho certeza que vão se surpreender com a escrita da autora, e ficar desesperados, assim como eu, pela continuação.

Quote favorita:

Não era só sua beleza que me excitava. Era todo o charme e perigo que ela exalava. Ela me atraía de uma forma que eu não sabia definir, mas que era intenso o suficiente para que eu não conseguisse resistir.


site: http://www.gordinhaassumida.com.br/2016/02/a-sedutorababi-barreto.html
comentários(0)comente



estantedasuh 01/02/2016

A Sedutora - Blog Era Uma Vez o Livro
Lana Lima é uma bela mulher que arranca suspiros de homens e mulheres. Ela é muito forte e às vezes até arrogante. Mas ninguém sabe que por baixo disso tem uma mulher com uma história de vida triste e que tenta se defender para não se magoar mais. Ela é uma dançarina de funk, todos a conhecem como A Sedutora.

James Dixon é um Diplomata da Inglaterra e trabalha na embaixada aqui no Brasil. Um homem muito formal e que tem tudo que quer. Ele perdeu a confiança no amor, mas ama as mulheres. Sua família é muito rígida e ele veio ao Brasil para fugir disso. Um homem lindo que chama a atenção por onde passa.

James conhece Lana quando vai a um show numa comunidade. Ele se esbarra com ela e fica encantado com sua beleza. E quando ele a vê dançando a atração nasce logo de cara. Ele não sabe que na comunidade tem regras e tenta chegar em cima de Lana, mas o dono do morro se enfurece e o manda embora, mas não sabia ele que existia um emboscada preparada. Só que Lana o ajuda a fugir e a partir daí a história dos dois começa.

Quando comecei a ler o livro já fiquei impressionada pela escritora escrever a história onde o cenário principal seria um morro no Rio de Janeiro. Lana nasceu na comunidade do Limão, mas passou um tempo na Itália. Ela é uma mulher estudada, mas que preferiu voltar ao Brasil, pois existe um segredo que ela quer desvendar e para isso ela vai precisar da ajuda de pessoas que não é confiável.

O amor do casal nasce aos poucos. Lana é muito resistente, apesar de sentir uma atração muito forte por James ela não se entrega. Já James corre atrás de Lana a todo tempo e tenta vencê-la pelo cansaço. O livro apesar de ser Hot tem poucas cenas sensuais. Foi uma coisa que me agradou muito, apesar de gostar do gênero. Achei de muito bom gosto a escritora não exagerar nas cenas de sexo.

O livro é envolta em mistério por que até quase o final do livro a gente não sabe o real motivo de Lana está enfiada no mundo do crime, apesar de ela não fazer nada que manche a sua honra. Teve horas que fiquei com raiva de Lana, pois a achei que ela era fria, mas depois de saber todo o mistério me compadeci dela e achei as atitudes dela bem acertada.

O final do livro é eletrizante, por que é uma ação e um suspense que deixa o coração do leitor acelerado. Quando você pensa que tudo acabou, acontece uma reviravolta que a gente fica apreensivo de novo. E quando terminou me deu certa raiva de Babi, por que eu não sabia que tinha continuação e ela acaba na melhor parte da história deixando um gancho maravilhoso para o próximo livro. Nessa hora sai correndo para falar com Babi pelo Facebook e ela me garantiu que a continuação sai logo, logo. Então não se preocupem em ler, pois não vamos ter que esperar por muito tempo.

A capa está linda, li o livro em manuscrito por isso não tenho como avaliar a edição. Mas mesmo assim não vi muitos erros de ortografia, mas fiquem despreocupados, pois a edição final teve uma última revisão para que saísse perfeito para os leitores. Cada capítulo começa com uma letra de música que já dá uma ideia do que vai acontecer naquele capítulo.

Indico esse livro a todos que gostam de uma história inovadora, cheia de ação e suspense. Que vai levar seu coração de zero a cem em segundo. Quero parabenizar a Babi pela excelente história que ela criou. Só tenho uma coisa a dizer, vocês vão se surpreender com essa história.

site: http://www.eraumavezolivro.com.br/2016/02/a-sedutora-de-babi-barreto.html
comentários(0)comente



14 encontrados | exibindo 1 a 14