Cidade das Máscaras

Cidade das Máscaras Mary Hoffman




Resenhas - Cidade das Máscaras


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Piu 20/04/2020

Fascinante!
A história começou devagar,meio monótona, mas quando eu menos esperava fui absorvida por uma história intrigante e apaixonante e com o final surpreendente.
Souza 14/02/2021minha estante
Gostei do livro ?




Isotilia 16/01/2017

Um leitura leve e interessante
A leitura é leve e fluída. Ela é recomendada para jovens, pessoas que se interessam pela Itália e Veneza e para quem quer passar o tempo de modo descontraído. Saiba mais no blog.

site: http://500livros.blogspot.com/2017/01/leitura-obrigatoria-para-amantes-da.html
comentários(0)comente



Ju Zanotti 24/09/2013

Misterioso
Lucien é um adolescente de 16 anos que vive em Londres e está com Leucemia, sua doença o impede de ter uma vida normal, de ir a escola e sair com os amigos. A quimioterapia o deixa esgotado e para ajudar o garoto o pai lhe dá um caderno com padrões venezianos em que ele poderia se comunicar através da escrita quando estivesse cansado demais para falar. Ao cair no sono, com o caderno em mãos, Lucien se vê em um lugar estranho, foi transportado para Belezza, na Tália e está no século XVI. Um mundo de possibilidades se abre para Lucien, sua doença não o acompanha ali, as aventuras pela cidade antiga com sua nova amiga Ariana ficam cada vez mais emocionantes, lá Lucien descobre que é um Stravagante e que pode viajar para Belezza enquanto dorme em Londres. Mas precisa tomar cuidado, existem pessoas que ficariam obcecadas por descobrir seus segredos.

A Primeira vez que li Stravaganza A Cidade das Máscaras foi há 8 anos atrás, quando uma outra editora

que não a ID teve a brilhante ideia de lançar o livro. Ele é o 1º volume de uma série e eu fiquei bastante chateada quando descobri que a Editora em questão não iria mais lançar as continuações, mas a ID está aí para me trazer novas esperanças. Este é um livro Infanto Juvenil que apesar de seu tom leve nos faz mergulhar em um mundo de mistérios, intrigas e de governantes impiedosos que fariam de tudo para proteger sua bela cidade. A Duquesa de Belleza não é uma mulher fácil de lhe dar e está disposta a muito mais do que se esconder atrás de uma bela jovem em festividades tradicionais. Ela ama Belleza, ela é Belleza e eu diria para que os ambiciosos Di Chimici terem cuidado com suas tramoias.

Se Marry Hoffman tinha a intenção de nos transportar para Belleza junto com Lucien ela com certeza fez um ótimo trabalho, sua forma de descrever o ambiente, os personagens e a situações faz com que sejamos parte de todo esse novo mundo criado pela autora. Arianna e sua irritabilidade adolescente soa tão natural que ela poderia ser sua melhor amiga reclamando sobre não poder fazer o que quer. Belleza apesar de parecer sua correspondente do século XXI é muitas vezes mais interessante tanto em aventuras quanto culturalmente. Uma cidade estado que se mantém independente da república e que por isso é alvo de grandes intrigas políticas.

O Livro é narrado em terceira pessoa com variação de personagens o que ajuda para conhecer todos os lados da história e a intenção real da cada um dos personagens. Apesar de achar que as vezes isso tira um pouco do mistério que poderia envolver alguns personagens e situações não é isso que acontece em Stravaganza. O Mistério está ali e é quase um outro personagem da narrativa.

Vou ser sincera com vocês me sinto meio impotente ao tentar falar deste livro, eu o adorei de certo, mas as palavras parecem estar presas na garganta e sem intenção alguma de sair. Isso não vem de hoje, eu reli o livro para poder fazer uma resenha coerente e não apenas de impressões e no entanto não me sinto confortável escrevendo para vocês agora. Não consigo me lembrar de um ponto negativo que me tenha saltado aos olhos, nem na primeira leitura e nem agora, o que posso dizer é que nesta 2º leitura ele não me pareceu tão brilhantemente bom quanto na primeira vez que o li e ainda assim ele é um dos meus favoritos. Espero que me desculpem pela falta de argumentos sobre o livro, aconselho que leiam e tirem suas próprias conclusões, eu recomendo com certeza. Stravaganza é um livro que não dá para se descrever em palavras!
Myh Barreto 16/05/2018minha estante
Amo tanto... Uma pena que não publicaram os próximos da série.


Ju Zanotti 16/05/2018minha estante
resumiu meu sentimento, comecei a ler essa série a primeira vez que saiu pela Companhia das Letras, acho que pra terminar terei que comprar de Portugal, ou seja daqui um século :'(


Myh Barreto 16/05/2018minha estante
Viagem no tempo não está tão na moda neh? Uma pena pra gente que gosta. Pensei em comprar os ebooks em inglês porque pelo que parece foram publicados em Portugal apenas dois também.


Ju Zanotti 16/05/2018minha estante
poxa que pena, em inglês eu acho que perderia muita coisa e iria demorar demais




Eliel Zulato 13/07/2013

Cidade das Máscaras
Um livro bom, mas não muito interessante.
Para quem gosta de trama envolvendo vidas e doenças.
Gostei dos detalhes entre as cidades citadas da trama.
Outra coisa, vão encontrar erros de português bem grosseiros...
Mas o livro é interessante e me prendeu de alguma maneira.
comentários(0)comente



AndyinhA 03/07/2012

Trecho de resenha do blog Mon Petit Poison

A sinopse promete uma deliciosa aventura em um século diferente e em um local que não lemos tanto nos livros, afinal a grande maioria sempre se passa em alguma cidadezinha americana. Então algo ser na Itália (mesmo que não seja exatamente lá), pois a autora tira como base, me fez devorá-lo. Mas faltou profundidade na história.

Eu gostei dos elementos apresentados, da sequencia, de como ela vai mostrando como cada personagem se conecta e de repente tudo para por aí. Quando chegamos em um determinado momento da história, onde deveria vir mais mistério e uma explicação detalhada, a autora mantém as mesmas coisas de quando o livro estava no início.

Assim que terminei o livro achei que por ser uma saga essa seria a explicação por deixar um enredo interessante ficar ‘meia-boca’, mas fui ler as sinopses e os próximos livros são de outros personagens, ou seja, ela termina de maneira fraca.

Para saber mais acesse: http://www.monpetitpoison.com/2012/03/poison-books-stravaganza-mary-hoffman.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Psychobooks 10/01/2012

Classificado como 2,5 estrelas no Psychobooks

Esse livro já tinha sido publicado por outra editora em 2004, mas não tinha me chamado atenção, ao receber o informativo que a Editora iD o estava lançando, gostei da sinopse e resolvi dar uma chance para essa série.

Lucien tem leucemia e está fazendo quimioterapia para se tratar, porém está tão fraco que muitas vezes não consegue falar, então, seu pai lhe dá de presente um caderno com uma capa bem diferente para que ele possa se comunicar através da escrita. Ao cair no sono, ele vai para um mundo paralelo na cidade de Bellezza em Tália no século XVI, muito parecida com a bela Veneza. Ele conhece Arianna, uma jovem aventureira, que estava colocando em ação um plano arriscado planejado por mais de um ano, mas com a aparição de Lucien – na Tália chamado de Luciano – ela vê suas aspirações irem por água abaixo para ajudar o novo amigo. Ao aprender um pouco mais sobre esse novo mundo, Lucien começa a entender como funciona a arte de Stravagar.

Mary Hoffman fez um belo trabalho aos descrever a cidade de Bellezza, com suas catedrais, cores, canais, dando vida à cidade com suas próprias crenças e costumes. O jogo de palavras usado – Bellezza/Veneza, Tália/Itália, Gôndola/Mândola – confere um charme a mais na narrativa.

Resenha completa em: http://www.psychobooks.com.br/2011/12/resenha-stravaganza.html
comentários(0)comente



Lilizz 10/07/2011

Livro muuuuuuuito bom
Achei muito bom, um dos melhores livros que já li na vida, pena que todos que o veem pensam: "Que nome estranho. que capa boba. não vou levar!" mas essas pessoas não sabem o que tão perdendo!
vc vai embarcar na história de Lucien, um garoto que está muito doente, com câncer, e que está com a vida um tédio. um dia, o pai traz para ele um caderno roxo que achou na rua. Lucien dorme abraçado com o caderno, que o transporta para Belezza, a Veneza de um universo paralelo, muitos anos antes do século 21. a partir daí, muitas aventuras se desenrolam, mt interessante. o final é triste, me fez chorar. mas recomendo com certeza,livro ótimo, se pudesse dava 6 estrelinhas!
comentários(0)comente



vanessa campelo 02/05/2010

Gostei. É bastante criativo e original, mas não é uma trama que prende tanto.
O final um pouco triste, mas necessário.
Enfim, nada de mais, mas uma boa leitura para descontrair. Eu indico.
comentários(0)comente



Aline Mor 17/09/2009

Achei o livro triste, é o tipo de leitura que faz uma pessoa sensível chorar. Adorei e leria de novo!
comentários(0)comente



Win 17/05/2009

Stravagante.
Adorei. Nada de extraordinário, mas bastante cativante e criativo. As descrições, em especial, são ótimas, de maneira que você pode se imaginar nos lugares que Hoffman descreve. Como sou apaixonada por Veneza, o livro também me deu esse gostinho à mais.
comentários(0)comente



12 encontrados | exibindo 1 a 12