O Último Adeus

O Último Adeus Cynthia Hand




Resenhas - O Último Adeus


1200 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Cy 22/02/2024

Surpreendente
Eu não esperava o final.
Mas começando do início, você já sabe do que se trata a história desde o começo, e o desenrolar é um pouco previsível. Mas o modo como a autora conduz é primoroso, de muita sensibilidade, muitos detalhes em relação aos personagens e aos sentimentos da protagonista, e o modo com as pessoas na vida dela reagem a isso.
E o final é muito emocionante. Li esse livro aos poucos, digerindo devagar, mas o final é muito bom, triste pra 🤬 #$%!& , chorei, e devorei querendo saber o que ia acontecer. Esse livro mexe com temas sensíveis e com nossas emoções de uma forma complexa, e amei. É uma leitura que vale a pena demais.
comentários(0)comente



Jessica 21/02/2024

Triste, mas lindo!
Um dos melhores livro que já li.
No início até pensei em abandonar por ser bem pesado, mas dei continuidade e estou feliz por ter terminado. Simplesmente amei. Me fez compreender questões das quais nunca havia levado em consideração.
comentários(0)comente



Raquel1465 20/02/2024

O último adeus
Esse livro está entre os melhores que já li. É delicado, fala de suicídio, mas fala de uma forma nada brusca... é simplesmente lindo!

A Lex evolui muito e é lindo ver a mudança de percepção dela, as pequenas aventuras e mistérios da trama... fui lendo e vendo um filme detalhado na minha cabeça. Essa história me trouxe algumas lembranças pesadas, acabei o livro com uma dor no peito...

Mas não me arrependo nem um pouco, fico feliz demais por ter lido, e o final feliz é realmente possível em uma história triste!
comentários(0)comente



cyn deinert 17/02/2024

?Não existem borrachas na vida. Eu riscaria tudo e começaria de novo.?

Esse livro mexeu muito comigo, porque tenho uma amiga de infância que se matou quando tínhamos 16 anos. Brigamos 4 anos antes e sai da escola. A irmã dela seguiu sendo uma das minhas melhores amigas, com quem eu falava no telefone, trocava cartas e eventualmente visitava na escola. Numa sexta feira fui até a minha escola antiga e almocei com minha melhor amiga, a irmã dela chegou mais tarde. Conversamos como se ainda fôssemos amigas, aquelas do ?clube da Mia?. Pensei que depois de anos tínhamos muito em comum, ela gostava dos mesmos tipos de música e gostávamos de brincar de perfil fake no Orkut. Pensei que se eu pedisse desculpas a gente poderia ser grandes amigas. Quando eu estava indo embora e olhei pra ela e só disse tchau. Pensei que chamaria ela depois nas redes sociais e seria mais fácil! Terça, quatro dias depois, ela se matou. Pensei que ela poderia se sentir sozinha e que se eu demonstrasse que ela era importante e pedisse desculpas poderia mudar alguma coisa. Mas o que o livro diz é verdade, ninguém poderia salva-la além dela mesma. Senti muita culpa por anos. Senti também o vazio do natal quando a minha avó morreu. Eu me vi nesse luto, me vi nesses pensamentos. Me vi na raiva. Na mágoa com meu pai. Lembro quando comecei a escrever pra voltar a sentir algo também. Acho que por isso gostei tanto, apesar dele ter aberto tantas feridas dentro de mim que nem lembrava que existiam. Mas tb me faz lembrar que a vida é como tem que ser. Dura, real. Mas que nem tudo depende de nós!
comentários(0)comente



c.yara 09/02/2024

Resenha: O último adeus
?Ninguém além dele mesmo poderia tê- lo salvado. E você provavelmente está certo. Ele não ligou para ser salvo. Ligou para dar o último adeus.?


Livro impecável, trata do tema de forma delicada mas não banal. Todas as incógnitas que surgem, são resolvidas como o quadro de fotos de Tyler, a carta dele e mesmo que ninguém nunca vá entender a razão tudo foi tratado como respeito e cuidado. O tema do livro é mórbido querendo ou não, afinal trata sobre perdas, suicido e como a vida de pessoas que perdem alguém fica após, é delicado e sutil. É preciso muito cuidado e atenção aos gatilhos se você for sensível por natureza.

É um livro bom para você desabar de chorar e se comover com o mesmo. A perda e o luto da personagem reverbera no leitor, tudo vai ser sentido em um nível pessoal. Foi uma leitura sem igual, emocionante e cativante. Personagens bem construídos e descrição de cenários, a escrita era surreal.
comentários(0)comente



sixykane 08/02/2024

Melancólico
A leitura é bastante melancólica e até mórbida as vezes, mas num geral eu achei bem boa. Representa muito bem como é passar pelo luto e nesse caso, em uma situação muito mais complicada que a maioria. Foi tudo retirado muito bem.
comentários(0)comente



Eloá Tainá 08/02/2024

Dolorido e bom
Este livro é o equilíbrio perfeito de drama adolescente com questões sérias.Lex é uma garota que está terminando o Ensino médio e perde seu irmão para o suicídio. A história é narrada por ela, então é a percepção da vida por uma adolescente. Chorei no final.
comentários(0)comente



Duda 07/02/2024

O Último Adeus ? Resenha
Em O Último Adeus conhecemos a história da Lex, uma garota de 18 anos que perde o irmão 2 anos mais novo Tyler, que cometeu suicídio e deixou apenas uma mensagem de despedida em um post-it amarelo que dizia ?Desculpa mãe, mas eu estava muito vazio?. Ele já havia tentado alguns anos antes após o divórcio dos pais. A pedido do seu terapeuta, Lex começa a escrever um diário, para poder esclarecer melhor tudo que está sentindo. Tendo que lidar com o divórcio dos pais, a perda do irmão, um término recente e em manter boas notas para entrar na universidade, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão: fantasma, loucura ou saudade? Esta é uma das grandes questões deste livro.

O Último Adeus é sobre perda, a morte, suicídio, saudade, sobre culpa, sobre palavras não ditas e o mais importante sobre superação. Ele fala sobre tudo o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo com a própria vida, menos você. Infelizmente perder alguém que a gente ama é algo que todo mundo já passou ou vai passar, é inevitável. Então é fácil nos colocarmos no lugar da personagem principal e se emocionar com a história, ainda mais que no final do livro é descrito pela autora que ela se inspirou na própria história para escrever o livro, ao revelar que perdeu seu irmão aos 20 anos, que cometeu suicídio aos 17 anos. Sendo um romance contemporâneo, a escrita da autora Cynthia Hand é muito assertiva com um dos assuntos em questão que é de fato a depressão, tornando a leitura intensa, profunda, e que é capaz de prender do início ao fim. Por outro lado esteja preparado pois, ainda sim, é uma leitura pesada, melancólica e sensível. Ao terminar o livro podemos ter a conclusão que as pessoas lidam com a morte de maneiras muito diferentes, e que apesar da tristeza que sentimos, a vida precisa seguir em frente.
comentários(0)comente



"A MANA SABE LER" 01/02/2024

"Classificação do 68° Debate"
? O Último adeus


Deza - 5 ??
Duda K - 5 ?
Vitória - 5 ???
Ana k - 5 ?
Milena - 5 ???
Cams - 3,5 ?
Nicole- 2,0 ?
comentários(0)comente



xzribeirozx 31/01/2024

É um livro que te prende pela história forte que ela tem, não achei que fosse chorar no final, mas aconteceu, com certeza um dos melhores que já li e todos deveriam ler com certeza.
comentários(0)comente



Vini87 29/01/2024

Pesado, lindo e tocante.
Sem falar no capricho dessa edição!!!

Acho que o aviso de gatilhos aqui nem é necessário né, está explícito na sinopse.

A história de Lex e Ty mexeu muito comigo, e me tocou profundamente. Perder uma pessoa(da maneira que seja) deixa marcas imensas na gente e saber lidar com essas marcas é um poder que a gente precisa aprender a desenvolver, e creio que estou desenvolvendo aos poucos.

O livro foi escrito de uma forma muito pessoal, o que torna a experiência de leitura ainda mais real e pesada. Muito bom, super indico pra quem acha que precisa e pra quem acha que está pronto.
comentários(0)comente



Ana 29/01/2024

O último adeus
O suicidio é algo difícil de lidar, principalmente quando é feito por uma pessoa que você é próxima. Lex além de ter que lidar com esse luto ela também carrega culpa, ele se sente culpada.
Como o livro é narrado por ela, estamos sempre bem conscientes dos sentimentos delas, das suas dúvidas e tudo o mais, o que nos ajuda a nos aproximarmos da personagem.
Gostei do livro por diversos motivos, a personagem não é feita apenas de tristeza, nela também tem raiva, medo, insegurança, e amor.
Mostra o quão difícil é ter que lidar com isso, e que nem mesmo os adultos conseguem lidar com isso, porque não tem um manual de como fazer tudo isso. Mas um bom passo é falar, no da Lex foi escrever.
E mostrar que não existe a resposta para o porque, apesar de não deixarmos de pensar nos “e se”.
comentários(0)comente



emiigab 22/01/2024

Eu não classificaria esse livro como romance, mas sim como um suspense quase até um terror. Achei um livro devagar, sem muitos acontecimentos espetaculares, esperava mais dele.
comentários(0)comente



Lendo pra não surtar 19/01/2024

Reflexivo
Lex é uma jovem que recentemente fez seus 18 anos, mesmo com as dificuldades dos pais serem divorciados ela continua firme e forte não só pela sua mãe, mas pelo pai também.
Porém, em um certo seu irmão manda uma mensagem de texto pra ela, e ela não responde. Ela só não esperava que o resultado dessa mensagem fosse o suicídio do seu irmão.
E assim a história se inicia, com sua mãe em uma profunda tristeza, e ela tendo que ligar com as pessoas sempre tratando ela com pena e os ataques de pânico e pesadelos que tem tido frequentemente.
Desde o trágico dia 20 de dezembro Lex não tem sido a mesma, perdeu contato com seus amigos, se saiu mal em uma prova e ainda tem que lidar com a culpa de tantas coisas guardadas dentro de si, e ao mesmo tempo que todos querem estar ali do seu lado, ela quer ficar sozinha e chorar tudo que vem guardado mas simplesmente não consegue.
Durante toda essa história ela vai aprender a lidar com seus sentimentos, vai cuidar de sua mãe com todo seu ser e tentar ser a âncora dela, e irá reatar amizades antigas e há muito tempo perdidas.
Esse livro é lindo! Eu fico impressionada com o poder que os autores tem de saber expressar tanto e falar tanto com as pessoas através de uma obra fictícia. A escrita da autora é muito boa, a cada página a história se desenvolve e você aprende mais sobre o passado e o presente da vida da Lex e das pessoas que a rodeiam, aqui você realmente percebe a diferença que uma consulta psicológica ajuda em momentos como esse, e como conversar e desabafar é tudo que a gente precisa. E enquanto algumas pessoas encontram a forma de desabafar falando, outras escrevem, e como isso ajuda, as vezes nossa alma tá tão aflita que as palavras faladas não saem, mas a escrita ajuda muito. E ver o desenvolvimento da história da lex se reerguendo foi lindo, e ao mesmo tempo triste, pra mim o mais lindo e a relação dela com o Steven.
comentários(0)comente



Cami.BriAo 16/01/2024

No início achei a leitura um pouco repetitiva nos assuntos, parece que a cada 2 passos de avanço, um retrocedia
Mas da metade pro final, quando as coisas começaram a se encaixar, foi incrível!
O final foi belíssimo

Particularmente senti enorme afinidade com a culpa da Lexie, com o buraco no peito deixado pelo famoso "e se"

Foi uma superação de luto maravilhosa, escrita de forma estupenda

Recomendo demais!
comentários(0)comente



1200 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR