Palavra é Arte

Palavra é Arte Alberto Valença




Resenhas - Palavra é Arte


6 encontrados | exibindo 1 a 6


Cami.Luna 23/04/2017

Poesia é compor em versos, e nesse livro a palavra é arte sim! Incrível como pequenas linhas podem tocar uma alma e trazer antigos e novos sentimentos à tona de maneira tão encantadora.

O livro contém textos de alguns poetas brasileiros de diversas regiões do país, onde vários temas são abordados. A leitura, embora tocante, é bastante fluida e fácil, extremamente envolvente. Maravilhoso e surpreendente!
Alberto 23/04/2017minha estante
Olá Camila. Grato pelas palavras de elogio ao meu livro. Fico feliz que tenha gostado.




Barbara Damark 03/04/2017

Há um encontro de Almas
Não esperava encontrar tão bela composição do amor, visto que ultimamente, parece que as pessoas pararam de falar a respeito. A linguagem desta obra foi tão bem adornada, que por um momento fui levada à era romântica, e depois voltei e caminhei pela modernidade. Os textos conseguiram conversar em tantos "idiomas" diferentes, passei por tantos caminhos, conversei com Elis, com Ray Charles, avistei Helena da antiga Grécia, contemplei Olinda, montei em Pegassus, de fato, carreguei o mundo em apenas algumas estrofes. E evidementemente, saí com a mais autêntica expressão de "amar", pude olhar o amor de diferentes ângulos, desde os mais singelos até os mais vorazes.
A poesia é isso ai, é o sentimento da alma de um escritor, que se encontra na alma de quem lê. Se você busca isso, esteja certo que neste livro encontrará
Alberto 21/04/2017minha estante
Que bom que você republicou a resenha Barbara. Muito grato por suas palavras e elogios ao meu livro.




Lizi 07/10/2016

Perfeição!
A felicidade transbordou em mim durante e após a leitura com tamanhos poemas simplesmente maravilhosos!! Todos eles com a sua importância, trazendo temas desde amores até fatos sociais. A leitura é limpa, com figuras lindas que ilustram as páginas e com palavras que tocam a alma. Muito obrigada por essa oportunidade, Alberto! Poeta incrível, parabenizo você e os outros autores por essa linda obra!
Alberto 09/10/2016minha estante
Fico muito grato a você Lizi pelas palavras gentis e elogiosas. Feliz por você ter gostado da obra e grato pela publicação de suas impressões.




Azevedo 21/07/2016

Coração às vezes partido, alma de poeta inteira pelos amores que se foram, pelos amores que se deixaram levar.
Alberto Valença Lima é, então, um poeta romântico, saudoso da suprema alegria de estar nos braços de amores transformados em musas ou musas transformadas em amores. Musas que fazem mais do que inspirar e que também fazem o escritor celebrar o amor.

Não só ao enamoramento o poeta dedica palavras. Há espaço para a saudade dolorosa da mãe e momentos para cantar a vida, como no trecho do poema “Um homem maduro”:

“Não vivemos na Terra para sofrer,
Só temos na história, uma missão:
Chegar ao céu, que é a perfeição.”
Alberto 21/07/2016minha estante
Olá Tom, você tem um dom de transformar em ouro tudo que toca tal qual o rei Midas. Adorei o que escreveu e fico muito grato pela gentileza de ter aceitado ler o meu livro. Um grande abraço.




Dany 08/06/2016

Poesia é vida
Resenha publicada nos blogs: Meu pequeno Vicio e Somos todos poeira estrelar


Olá, em algum dos posts antigo eu já tinha admitido meu amor pela leitura, o fato de ler praticamente de tudo um pouco e de sempre ler livros diferentes e de novos escritores tanto nacionais como internacionais. A resenha de hoje nos mostram não só o amor pela leitura, mas o amor pela escrita, pois os livros "nascem" assim, da necessidade de expressar tudo aquilo que estava em sua alma. Nosso querido Alberto (assim como eu, colaborador do blog Meu Pequeno Vicio Aqui e dono do blog Verdade de um ser Aqui ) além de criticamente e sensível em sua visão unica da sétima arte se dedica a doce e desafiadora arte de escrever poesias.



Sinopse:


Coletânea de poesias de diversos autores que fazem da poesia uma forma de comunicação com o mundo. A´poesia tem uma estreita relação com a arte e, essencialmente com a beleza. Ela é, em si, a síntese de todas as demais manifestações de ordem estética ou comunicativa. Sem ela de que nos serviria a pintura, a escultura, a música, a dança?

Alberto Valença Lima publicou em 2014 um poema de sua autoria numa antologia e, desde a infância, gostou de escrever. É poeta e escritor no Recanto das Letras e tem um blog chamado Verdades de um Ser desde 2006, onde escreve sobre literatura, cinema, música e outros assuntos do cotidiano. Nesta coletânea ele publica 15 de seus poemas e uma carta escrita para uma ex namorada. (Sinopse do Skoob)


Trechos do livro:


Estes versos, hoje tão tristonhos,
se mancham de alegria na janela,
a molhar a camisa, que nos sonhos,
chegam iluminando com vela.

(página 20, Saudades de você, Alberto Valença Lima)


Esse livro é um projeto, onde vários escritores tem quinze poemas publicados cada um. O livro não segue um tema, mas, apesar de não ter um "tema" estabelecido, todos os autores escreveram um ou mais poemas que falam de saudades. Os estilos de escritas, de emoções são únicos para cada autor, todos os poemas tem o nome do escritor embaixo. O livro é cheio de ilustrações simples que rementem a natureza, a simplicidade da vida, porém cheia de beleza, assim como as poesias do livro, que são belas, sonoras e presente no nosso dia a dia, nas situações vividas por todos nós.

Alguns dos poemas que mais gostei são os mais sonoro, com a estrutura mais "clássica"(com os versos com a terminação de palavras iguais) da poesia, sonetos ( com quatro estrofes duas com quatro versos e duas com três versos): Pela minha janela hoje, Versos na surdina, Para minha mãe e Soneto da saudade, Saudades de você, Pequena carta para Ray Charles, Flores, Um samba de amor, O que sou? Toxina sinistra, Pardalzinho do telhado, Para a alma não existe disfarce e Cura-me.

Enfim, é um bom livro. Uma leitura rápida, porém cheia de conteúdo, pois cada poema é um universo, uma situação, uma ação diferente, de cada escritor, que usou de sua experiencia, e extraiu de sua vida, arte da poesia, onde transformou o sentimento, na mais pura arte. É transformar uma carta, uma mensagem em poema, nos deixando assim, a ideia ( a certeza) de que a vida e a poesia estão lado a lado.

Eu espero que vocês tenham gostado da resenha, leiam o livro, que foi escrito com muito carinho, e se também gostam de poesia, me deem sugestões de livros e de poetas. É sempre bom conhecer novos escritores e livros.



site: http://meupequenovicioo.blogspot.com.br/2016/06/resenha-palavra-e-arte-do-autor-alberto.html http://somostodospoeiraestrelar.blogspot.com.br/
Alberto 17/06/2016minha estante
Adorei sua resenha minha querida Dany e fico muito agradecido por suas palavras e lisonjeado por você ter gostado dos meus poemas.




Wilton 27/05/2016

Vida em poesia
Hoje, tive a feliz oportunidade de ler poesias de Alberto Valença Lima, poeta de Pernambuco. Ele honra o nome de um outro Valença, também pernambucano talentoso, o Alceu. Alberto respira poesia. Seus versos são naturais e dão a impressão de que as rimas fluíram naturalmente da alma em forma de poesia. Sua performance tem certa pureza selvagem, incontrolável. Daí as referências ao mar, às plantas silvestres. Na forma, mostra refinamento ao aplicar com maestria os recursos do soneto, a poesia por excelência. Espero que o poeta maduro, como ele mesmo intitula-se, tenha a oportunidade de sempre brindar-nos com a pureza de seu talento.
Alberto 27/05/2016minha estante
Fico muito agradecido pelas suas palavras meu caro Wilton. São palavras que refletem sua sensibilidade e grandeza. Quanto à comparação com o meu primo Alceu Valença é apenas um exagero que você cometeu nestes breves mas ricos comentários. Mesmo assim fico agradecido pela comparação.




6 encontrados | exibindo 1 a 6