Todas as Estrelas do Céu

Todas as Estrelas do Céu Enderson Rafael




Resenhas - Todas as Estrelas do Céu


103 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Made 26/08/2015

Decepcionante...
Fico muito desapontada quando tanta gente fala bem de um livro e fico toda empolgada para ler... e aí, quando leio: BUM! Decepção total!

Antes de qualquer coisa, quero dizer que essa é minha opinião e ninguém é obrigado a concordar com ela. Eu não gostei do livro, mas se você gostou e não concorda com minha resenha, sem problemas.

Bom, para começar, acho que o pior de tudo é a questão dos protagonistas serem irritantes, principalmente a mocinha, Carol, que é uma mimada e sem educação.

O tema do livro é polêmico, mas achei que foi muito mal construído.

Os protagonistas, Lê e Carol, são irmão adotivos. Eles conviveram por 16 anos e, do nada, decidem que se amam loucamente. É um tal de "Eu te amo, Lê" para cá e "Eu te amo, Carol" para lá, que nunca vi. Não é uma coisa que te toca, sabe? É vazio. Não parece sincero. Tem alguns livros que quando os protagonistas chegam a dizer que se amam, você está com o coração na mão e acredita no amor dos dois. Mas em Todas as Estrelas do Céu isso não acontece. Parece coisa daqueles adolescentes bem bobinhos, que saem por aí dizendo que amam a tudo e a todos. Para mim deu a impressão que eles só querem ficar juntos porque sabem que não podem.

Os protagonistas fazem uma série de escolhas erradas e tem umas coisas contraditórias na trama que não dá pra engolir, como o fato do pai da Carol e do Lê ter dito para a esposa dele que ambos erraram em tentar separar a Carol do Lê, pois eles estavam realmente apaixonados e ele dá a entender que estava até arrependido. Aí, no final, o pai deles aparece todo bravo e violento. Porra, ele já não tinha aceitado os dois juntos?

O final foi um pouquinho melhor, mas meio sem sentindo (mais uma vez, o pai deles é Bipolar, só pode!).

A leitura é arrastada e não tem nada de emocionante, sem contar os papos sem graça entre os personagens.

Eu não gostei de nada, sinceramente. E fico muito triste, pois é muito raro eu ler livros de autores nacionais e quando leio é porque realmente me interessou e fico na expectativa de amar o livro.

Enfim, 1 estrela, infelizmente.
comentários(0)comente



Sâmmy 06/12/2014

Resenha original para o blog SammySacional

Caroline e Leandro fazem parte de uma típica família de classe média, até então bem resolvida, e enfrentando os conflitos naturais da adolescência. Romances, vestibular, colégio e amizades são os mais frequentes, até que um dilema maior aparece para mexer com a vida dos irmãos: um amor forte e inesperado. Nunca foi pretensão dos jovens se apaixonarem, mas quando isso acontece, eles percebem que é mais real do que parece. Contrariando os outros romances, porém, eles terão uma família, amigos e uma sociedade inteira para enfrentar diante do fato de serem irmãos - apesar de ainda encontrarem uma pontinha de esperança no fato de que eles não são irmãos de sangue, uma vez que Leandro é adotado. Mas isso é mero detalhe aos olhos dos pais, e viver esse romance arriscado, no fim das contas, poderá se tornar um caminho sem volta.

Já tem muito tempo que eu queria ler o romance de estreia de Enderson Rafael, de tantos elogios que eram direcionados à sua história. Ressalvas intensas sobre o amor do casal protagonista, até o seu desfecho inesperado e impactante. O tema do romance, polêmico como é, intriga bastante o leitor e divide muito as opiniões, sendo uma leitura realmente instigante e um enredo um tanto quanto imprevisível. O problema, porém, é que com isso tudo eu criei expectativas, e, no meu caso, quando eu finalmente li... não foi tudo o que eu esperava. Não foi tudo o que eu imaginava encontrar e vivenciar nessa leitura, e fiquei um pouco... decepcionada. Acontece que o enredo demorou a se desenrolar para mim. O desenvolvimento, pra mim, se seguiu lento, e a história não me prendia por muito tempo. Os personagens, muito menos. Sinto dizer, mas não senti empatia por nenhum deles. E o romance, infelizmente, não me cativou.

“Ela queria o mundo, como qualquer adolescente, mas não sabia quais armas usar, nem se as possuía.”

A partir do momento em que se descobrem apaixonados um pelo o outro, Carol e Leandro passam a agir como os eternos namorados com declarações de amor para todos os lados, mas eu particularmente achei que tudo isso transcorreu muito rápido na trama, após a descoberta inicial do sentimento. Além disso, também fiquei meio cansada e irritada com a melosidade de suas cenas, e, no fim das contas, eu não consegui sentir todo o amor que o casal tanto bradava. Não que eles sejam protagonistas ruins, mas não me foram marcantes; Carol é apresentada como uma romântica e poetisa, mas tomou algumas atitudes em alguns momentos que, ao menos pra mim, contradisseram isso. Leandro, por sua vez, é colocado como o filho mais velho e responsável da família, orgulho dos pais até, mas que logo mais toma algumas outras atitudes que não condisseram muito com suas características, e isso me incomodou um pouco.


Leia o resto da resenha em...

site: http://sammysacional.blogspot.com.br/2014/11/Resenha-TodasAsEstrelasDoCeu.html
comentários(0)comente



Vic 08/09/2014

Revoltante!
Creio que essa seja a única palavra que posso usar para definir esse livro..
Sua diagramação, e capa são muito bem feitas. Escrito em letras azuis e com uma constelação diferente para cada capítulo. Enfim, tinha tudo para ser bom.
Mas não foi.
Uma garota que se apaixona pelo irmão adotivo e os pais não aceitam esse namoro. A história é boa e até bem escrita, mas o tema revolta e mexe com sentimentos conflitantes dentro da gente..
A pior parte é o final. Me surpreendeu muito as últimas páginas.
Creio que seja um livro que todos tem que ler para mexer com sentimentos diferentes e formar uma opinião sobre o assunto!
comentários(0)comente



May 16/08/2014

Um livro bonito que poderia ter sido melhor explorado
Um livro com uma proposta bem interessante, de nos fazer refletir sobre o que é certo e o que é errado dentro da sociedade e as dificuldades encontradas para se amar sem medo.

Confira a resenha completa no link :)

site: https://coelhodalua.wordpress.com/2015/07/21/resenha-todas-as-estrelas-do-ceu/
comentários(0)comente



Arca Literária 08/07/2014

Lindo, Lindo, Lindo demais! <3
Por: Caroline TEixeira

Bom dia leitores.

Todas Estrelas do Céu conta a história de Leandro e Carol. Eles são irmãos. Ambos sempre foram conectados um com o outro e de certa forma, até mesmo confidentes. Já crescidos começam a sentir algo diferente entre dois. Enxergam no outro um conforto e segurança, querem estar mais perto,e começam a considerar não ser comum entre irmãos. A Carol namora mas não se sente feliz com o namorado que tem e o Leandro há muito tempo tivera uma namorada, porém depois dela não havia se apaixonado.

Um tempo passa e eles dois percebem que existe mesmo algo mais entre eles, mas neste momento também se dão conta que é um romance impossível já que são irmãos, além de ser socialmente reprovável um possível envolvimento. E os pais? provavelmente surtariam se soubessem disso.

Mas o que fazer quando o amor se instala de forma sorrateira nos corações puros da forma mais inocente possível, mais bonita e emocionante? Mesmo que a razão trave uma batalha acirrada com a emoção?

" Ele não entendera o sentido daquilo, que a felicidade chega sem bater, mas nunca se deixa compreender ".

Minhas impressões:

Hoje trago a resenha desse lindo livro nacional que a princípio, não fazia parte da minha meta de leitura. A Deb do Blog Leitor Sagaz havia comentado sobre ele comigo e fiquei com muita vontade de ler. Estava pensando em comprá-lo, e fui surpreendida com o empréstimo por ela. Eu recebi Todas as Estrelas do Céu na sexta passada e comecei a ler à noite mesmo, terminando em 4 horas. E o terminei maravilhada, como ela mesma havia me contado. É um livro maravilhoso.

Gente, estou aqui escrevendo essa resenha com lágrimas nos olhos porque é tão envolvente, mexe demais com nossas emoções. Sou uma romântica incorrígível e não poderia fazer outra leitura desse livro. É uma história de amor que não deveria nascer aos olhos humanos, que são acusadores mas que não teve escapatória. Como todo amor, ele preenche o coração das pessoas de forma arrebatadora, sem que os envolvidos possam controlar, e assim foi o amor de Leo e Carol, arrebatador.

Mas também como todo amor, muitas vezes encontram barreiras para se concretizar em plenitude. E foi isso que aconteceu entre dois, entre encontros e desencontros eles não conseguiram se separar, do inicio ao fim juntos, companheiros para sempre.

Todas as Estrelas do Céu lhe faz refletir sobre a vida, mesmo com essa temática adolescente, lhe permite sonhar um pouco também, lhe faz perceber como o amor dá sentido as nossas vidas e até que ponto abdicar de sua felicidade lhe trará paz? Se a felicidade está justamente em estar com quem se ama.

Mais que indico esse livro. Eu ainda quero ter o livro e vou comprá-lo. Esse é do tipo de livro que guardamos no coração e que queremos ler várias e várias vezes, e em todas elas sabemos que vamos nos emocionar.

Não posso adentrar muito na sua história porque faz parte você mergulhar em casa página e se encantar, torcer a todo momento para que esse romance se concretize. O final acredito que não seja o desejado mas com certeza foi épico e não deixaria de ler o livro por causa disso. Quero ler muitas e muitas vezes.
E como a própria Deb havia me alertado, faço o mesmo com vocês; leiam e não façam um pré-julgamento do livro. Se deixem envolver por ele, deixe que o livro fale com você.

Beijocas e espero que tenham gostado. Se já leram, compartilhe o que sentiu ao ler.


site: blogandolinhas.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Jubadaue 17/03/2014

CHO.QUEI!
Meninas, esse é aquele livro para um fds chuvoso que vai te deixar satisfeita e roendo as unhas ao mesmo tempo!
Não tem como não torcer pela Carol e pelo Lê! A história é toda simples e apaixonante!
E o final, meus amigos...o final é SENSACIONAL! Fiquei em choque total!
Com certeza recomendo! Você vai se surpreender!
comentários(0)comente



Livretando 31/01/2014

Resenha: Todas as Estrelas do Céu
Em todas as estrelas do céu conhecemos Carol e Lê. Caroline é uma menina doce que com seus 16 anos que está cursando o ensino médio, é impulsiva e tem um talento inquestionável para escrever poemas. Leandro é seu irmão mais velho, um jovem tímido e centrado, que sempre procura tomar as decisões mais coerentes. Dois irmãos que, por um golpe do destino, acabam se apaixonando um pelo outro. Embora Leandro seja adotado, os dois foram criados como sendo irmãos biológicos, com o mesmo amor e dedicação.

Ambos se veem diante de um dilema, a paixão entre dois irmãos, uma situação onde ficam sem ação, não sabendo o que fazer para lutar contra esse sentimento. Sim, lutar CONTRA esse sentimento. Pois essa seria a decisão mais correta a ser tomada, afinal este é um amor proibido, que vai de encontro com todas as questões éticas da sociedade e até religiosas. Como evitar esse amor tão arrebatador que os acompanha desde muito tempo?

“Todas” é uma leitura desafiadora, que faz você pensar sobre questões que até então estavam escondidas no seu inconsciente, questões já “resolvidas”. Honestamente não consegui me adaptar à idéia existir um namoro entre dois irmãos, mesmo que um deles seja adotado. Mas o romance construído por Enderson é algo esplêndido, mesmo já tendo uma opinião formada sobre o assunto, foi uma experiência magnífica conhecer de perto os dilemas e os desafios enfrentados por este casal. A narrativa do autor é excepcional, o toque jovial deu fluidez à leitura e nos aproximou ainda mais do mundo do Lê a da Carol, e nos possibilitou “entender” melhor as suas dúvidas e questionamentos. Mas não posso negar que em alguns pequenos momentos da leitura a narrativa tornou-se sim maçante, algumas descrições foram sim cansativas mas, nem de longe, foi algo que pudesse comprometer o conteúdo desta obra tão polêmica e original. Ah, e não poderia deixar de falar do final né?! O desfecho foi algo inesperado, realmente eu não esperava por aquele final, sem dúvidas, foi avassalador.

Pessoal, assim que tiverem a oportunidade de ler esta magnífica obra, LEIAM! Com certeza, assim como foi pra mim, será pra você também uma experiência muito gratificante. SUPER indico!

site: http://livretando.blogspot.com.br/2011/10/resenha-todas-as-estrelas-do-ceu.html
comentários(0)comente



Carolineadvfull 20/01/2014

Lindo, Lindo, Lindo demais! <3
Bom dia leitores.

Todas Estrelas do Céu conta a história de Leandro e Carol. Eles são irmãos. Ambos sempre foram conectados um com o outro e de certa forma, até mesmo confidentes. Já crescidos começam a sentir algo diferente entre dois. Enxergam no outro um conforto e segurança, querem estar mais perto,e começam a considerar não ser comum entre irmãos. A Carol namora mas não se sente feliz com o namorado que tem e o Leandro há muito tempo tivera uma namorada, porém depois dela não havia se apaixonado.

Um tempo passa e eles dois percebem que existe mesmo algo mais entre eles, mas neste momento também se dão conta que é um romance impossível já que são irmãos, além de ser socialmente reprovável um possível envolvimento. E os pais? provavelmente surtariam se soubessem disso.

Mas o que fazer quando o amor se instala de forma sorrateira nos corações puros da forma mais inocente possível, mais bonita e emocionante? Mesmo que a razão trave uma batalha acirrada com a emoção?

" Ele não entendera o sentido daquilo, que a felicidade chega sem bater, mas nunca se deixa compreender ".

Minhas impressões:

Hoje trago a resenha desse lindo livro nacional que a princípio, não fazia parte da minha meta de leitura. A Deb do Blog Leitor Sagaz havia comentado sobre ele comigo e fiquei com muita vontade de ler. Estava pensando em comprá-lo, e fui surpreendida com o empréstimo por ela. Eu recebi Todas as Estrelas do Céu na sexta passada e comecei a ler à noite mesmo, terminando em 4 horas. E o terminei maravilhada, como ela mesma havia me contado. É um livro maravilhoso.

Gente, estou aqui escrevendo essa resenha com lágrimas nos olhos porque é tão envolvente, mexe demais com nossas emoções. Sou uma romântica incorrígível e não poderia fazer outra leitura desse livro. É uma história de amor que não deveria nascer aos olhos humanos, que são acusadores mas que não teve escapatória. Como todo amor, ele preenche o coração das pessoas de forma arrebatadora, sem que os envolvidos possam controlar, e assim foi o amor de Leo e Carol, arrebatador.

Mas também como todo amor, muitas vezes encontram barreiras para se concretizar em plenitude. E foi isso que aconteceu entre dois, entre encontros e desencontros eles não conseguiram se separar, do inicio ao fim juntos, companheiros para sempre.

Todas as Estrelas do Céu lhe faz refletir sobre a vida, mesmo com essa temática adolescente, lhe permite sonhar um pouco também, lhe faz perceber como o amor dá sentido as nossas vidas e até que ponto abdicar de sua felicidade lhe trará paz? Se a felicidade está justamente em estar com quem se ama.

Mais que indico esse livro. Eu ainda quero ter o livro e vou comprá-lo. Esse é do tipo de livro que guardamos no coração e que queremos ler várias e várias vezes, e em todas elas sabemos que vamos nos emocionar.

Não posso adentrar muito na sua história porque faz parte você mergulhar em casa página e se encantar, torcer a todo momento para que esse romance se concretize. O final acredito que não seja o desejado mas com certeza foi épico e não deixaria de ler o livro por causa disso. Quero ler muitas e muitas vezes.
E como a própria Deb havia me alertado, faço o mesmo com vocês; leiam e não façam um pré-julgamento do livro. Se deixem envolver por ele, deixe que o livro fale com você.

Beijocas e espero que tenham gostado. Se já leram, compartilhe o que sentiu ao ler.

site: blogandolinhas.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Nati 06/01/2014

Esse livro inspirado em shakespeare, mas bastante original vem com um tema bastante incomum como moldura para o amor impossível de Leandro e Carol. Esses dois irmãos adotivos que se amam e acabam se apaixonando um pelo outro não tem como principal empecilho famílias rivais, pelo contrario o principal problema é justamente o fato de pertencer a uma única família.
Enderson Rafael brinda seus leitores com um romance autêntico e com uma leitura deliciosa, com sua linguagem jovem e deliciosamente mutante que se adapta ao local onde cada personagem reside.
Eu amei esse tour interestelar pela história de amor de Lê e Carol que são personagens simples, mas que conseguem passar a profundidade de seus sentimentos puros ao leitor.
Eu amei os versos escritos pela personagem Carol e também as ilustrações que a cada capítulo nos presenteava com uma constelação diferente. Fiquei com uma imersa vontade de conhecer cada lugar citado no livro que foi descrito de maneira tão poética pelo autor.
Torci muito por esse casal, por isso não gostei do final, chorei, e me lembrei o porquê de eu gostar tanto de finais felizes.
Livro maravilhoso, comecei o ano com muito pé direito.
comentários(0)comente



Leitor Sagaz 21/09/2013

Todas as estrelas do Céu - Enderson Rafael
O “ Todas” conta a história da Carol e do Leandro mais conhecido como Lê, dois irmãos que irá nos ensinar a força da amizade, o amor de forma pura e verdadeira e como tudo aquilo que acreditamos pode ser questionado. O que você faria por amor? E se esse amor fosse considerado errado? Então meu caro amigo leitor prepare-se porque irá precisar de muitos lenços de papel.

Como o autor diz esse romance é adolescente, e portanto, equivocado, imperfeito, e por vezes incoerente. Para um adulto. Bom eu sou adulta. E essa obra está longe de ser imperfeita equivocada ou incoerente. Ela é perfeita, correta e faz todo sentindo mesmo não fazendo. Não tem como não amar essa linda historia de amor, que conta de forma inocente, pura e poética como o amor amadurece e cresce onde sempre existiu.

Como continuar sem dar Spoilers???

“Você sabe as respostas ás suas perguntas, preguiçoso, é só pensar um pouco...Mais seja paciente, os ponteiros do relógio são seus amigos e, embora lento ás vezes, ás vezes velozes, nunca se adiantam ou se atrasam. Posto isto, espera, meu querido, que o tempo será generoso com você.”

Com isso digo leia-o em casa protegido dos olhares curiosos, de perguntas sem contesto e risadas sem sentido. Dê risadas verdadeiras gritinhos de surpresa e chore, chore porque é inevitável.

Gente eu torci por um final feliz, torci pelo amor mesmo sabendo que não poderia ter terminado de outra forma, eu torci pelo amor mesmo aos olhos dos hipócritas eu torci pelo amor juntos com Todas as estrelas do céu. E você também vai.

“ Se uma de vós se apaixonasse pelo Sol, me entenderia.
Mas Deus foi justo convosco, e nunca divides o firmamento com ele.
Á mim, no entanto, não foi dada a mesma graça, e acabei por amá-lo.”

Todo mundo sabe ou se não vai ficar sabendo que o Enderson o autor dessa obra fantástica escreveu esse livro quando tinha 19 anos isso há muito tempo atrás (risos) (risos de novo) ta brincadeira a parte, na pretensão de fazer uma festa para amigos em Búzios mais o livro foi publicado dez anos depois graças a muito trabalho, persistência, dedicação de grandes amigos e da família. Um livro que tinha o destino traçado: as nossas mãos.

Para mim um livro fantástico, com um tema nunca abordado antes e sem duvida com personagens que ficaram marcados para sempre em nossas vidas. Os versos da Carol farão muita gente suspirar e chorar por varias gerações.

É isso espero que gostem. Quem não leu ta esperando o que para ler? Para quem já leu corra e vá ler novamente. Beijão e até a próxima!




Deborah Aline França
comentários(0)comente



Caverna 17/07/2013

Caroline e Leandro são irmãos de criação, no meio da adolescência, sofrendo as consequências que a mesma traz. Normalmente a adolescência já é complicada por si só, com todas aquelas transformações que acontecem, sem termos que enfrentar outros dramas maiores. Infelizmente, eles tiveram que arcar com esse algo a mais. Eles se apaixonaram, uma coisa nada aceitável para a sociedade em que vivem. Principalmente para sua família, que mesmo que moderna, continua a ser um tanto quanto conservadora, especialmente nesse aspecto. Cansados de lutar contra o que sentem Carol e Leandro mudaram o foco: agora terão que lutar contra sua família, a sociedade e seus conceitos, que tentam separá-los.

Os dois tentam esconder o relacionamento, se encontrando furtivamente em lugares afastados da cidade, mas o esforço não prevalece por muito tempo. Por um descuido, eles acabam por revelam o seu amor não convencional, e para tentar acabar com o relacionamento e o amor dos dois, seus pais mandam Leandro para estudar para em Petrópolis (eles moram em Teresópolis), mas a distância não foi o suficiente para suprimir o amor dos dois. Quando o vestibular de Leandro passa, os dois arrumam um jeito de se encontrarem em Florianópolis, pra passar uns dias de férias, mas nem longe do Rio eles vão ter descanso, e as coisas tomam um rumo inesperado.

site: http://hangoverat16.blogspot.com.br/2013/07/todas-as-estrelas-do-ceu.html
comentários(0)comente



Queria Estar Lendo 28/06/2013

Só mais um - Todas as estrelas do céu
Resenha: Todas as estrelas do céu
Link oficial da resenha: http://migre.me/fdMhu

Hoje vou fazer a resenha do livro que é meu campeão de pedidos de trocas no Skoob, todos querem ele! Foi através da divulgação na blogosfera que descobri o Todas (apelido carinhoso para o livro Todas as Estrelas do Céu), e é por este dentre inúmeros outros motivos que acho de muita valia a apresentação de novos autores nacionais e a divulgação daquilo que é nosso.

Todas as Estrelas do Céu conta a história de Carol e Leandro, dois irmãos que acabam apaixonando-se e vivenciando uma história de amor impossível. Mesmo Lê, como é carinhosamente apelidado, sendo adotado, a forma como fora criado sem distinção alguma para com Carol, acaba por não facilitar as coisas. Carol e Lê são irmãos, e se tratam assim, chamando-se mutuamente de mano e maninha mesmo após descobrirem o amor que compartilham um pelo outro.

O livro é extremamente leve, apesar do tema central, e também muito pequeno. Acredito que o Enderson poderia ter desenvolvido um pouco mais a história, para que pudéssemos entrar mais no universo desses dois irmãos e entender melhor a paixão que nasceu entre eles, e também o drama gerado por isso. Repleto de diversos personagens e também com muitos diálogos jovens e com gírias, o livro tende a agradar aqueles que preferem leituras rápidas e dinâmicas, só recomendo cuidado para não se confundirem um pouco devido a grande gama de personagens, como eu fiz.

Confesso ter custado um pouco para ler o livro, apesar do tamanho, mas dedico isso ao fato de Todas não ser exatamente meu gênero preferido de leitura. Não sou muito fã de dramas, embora eu pense que poderia ter gostado muito mais do livro caso o autor tivesse aprofundado mais a história.

Enderson Rafael apresenta aos leitores um romance tão impossível ou mais que o de Romeu & Julieta. Um ponto negativo que eu encontrei no livro (mas isso é extremamente pessoal, já que vivo encontrando este ponto negativo em vários livros) é o fato dos personagens serem extremamente bem comportados e certinhos. Mas isso é extremamente pessoal e tenho certeza que não afetará em nada a leitura de vocês.

Levando-nos desde Teresópolis até Florianópolis (Floripa para os íntimos), Todas as Estrelas do Céu é um livro que nos encanta com o romance vivido por seus protagonistas. E apesar do tema polêmico, incesto, o autor acaba nos fazendo torcer pelo casal, e nos deixa sempre com a dúvida, desde seu início, sobre como Carol e Leandro conseguiriam, ou não, terminar juntos.

O desfecho é emocionante e muito lindo, e é também algo que, pensando agora com calma, seria um dos poucos finais prováveis. Indico Todas as Estrelas do Céu para aqueles que gostam de romances e dramas, e sugiro como uma ótima leitura para um final de semana!

______________________________________________

Gostou da resenha, quer mais? Então acesse o blog 'Só mais um' e venha viver este vício conosco! :)

Esta resenha foi feita por Eduarda Henker, membro do blog 'Só mais um', e a reprodução integral ou parcial da mesma é proibida. Plágio é crime.

Só mas um
blogsomaisum.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 28/02/2013

Todas as Estrelas do Céu_Enderson Rafael
O livro Todas as Estrelas do Céu, de Enderson Rafael, nos conta a história dos irmãos adotivos Caroline e Leandro. Leandro foi abandonado na porta de Lúcia e Marco ainda em tenra idade, o que resultou na sua adoção por eles e Caroline é filha biológica do casal. Os dois sempre tiveram uma ótima convivência e amizade no seio do lar, mas durante a adolescência, os sentimentos de ambos se intensificaram e quando deram por si, estavam completamente apaixonados um pelo outro.

"(...) Como vedes, a areia beija o mar, e ninguém se opõe. Eles também são irmãos, e Deus consente..."
Apesar de não estarem vivendo um incesto, já que não são irmãos legítimos e sim de criação, o amor dos dois é praticamente impossível, tanto pela rejeição da família, que sempre viu ambos como irmãos, sem distinção de um para o outro, quanto pelos tabus impostos pela sociedade. O relacionamento de Leandro e Caroline é repleto de turbulências e conflitos e os seus pais tentam de tudo para separá-los, mudando o rapaz para um outro estado.

Nada do que Marco e Lúcia fazem se mostra capaz de barrar esse polêmico e puro amor, e os amantes contornam todas as barreiras que lhe são impostas, até mesmo aquelas que poderíamos julgar intransponíveis, para viver essa paixão. O sentimento deles é intenso e cândido, e consegue tocar a alma do leitor de uma forma impressionante e até mesmo, devastadora.

Todas as Estrelas do Céu é um romance impactante e intenso, que fica marcado em sua memória mesmo após o fim da leitura. O autor soube transportar os sentimentos dos personagens para as páginas de uma forma singela e marcante, o que só contribuiu para que a história se tornasse apaixonante e deveras, emocionante. Narrado em terceira pessoa, acompanhamos todos os anseios, sentimentos e tribulações do jovem casal, de uma forma tocante e sensível.

"- Você sabe as respostas às suas perguntas, preguiçoso, é só pensar um pouco...Mas seja paciente, os ponteiros do relógio são seus amigos e, embora lentos às vezes, às vezes velozes, nunca se adiantam ou se atrasam. Posto isso, espere, meu querido, que o tempo será generoso com você."

Leandro e Caroline, acima de tudo, sempre foram amigos e companheiros fiéis. A família de classe média, formada também pela caçula Duda, sempre conviveu em paz e harmonia. Quando, aos poucos, os dois se percebem apaixonados um pelo outro, passam por um turbilhão de sentimentos, indo do céu ao inferno. Os pais não aceitam em hipótese alguma esse relacionamento, e prontamente separam o casal, alegando que o sentem um pelo outro não é verdadeiro, e que eles não tem maturidade para diferenciar uma mera atração de uma paixão intensa. O que Marco e Lúcia não poderiam supor é que estavam redondamente enganados...

"-Minha irmã, minha amada, meu anjo: nenhum amor é amaldiçoado, esta é justamente a face mais perfeita do imperfeito ser humano. Você tem a poesia em suas veias, e por isso sente tudo mais intensamente que nós, simples mortais. Eu também me sinto culpado às vezes, pois eu devia ter evitado as minhas próprias investidas, os moles que eu te dava, mas eu não pude resistir aos apelos do meu coração... e por mais que seja ilegal ou imoral, eu quero que você saiba que o fato de estar com você, de sentir você, seus lábios, suas mãos, estes seus olhos azuis lindos, meu Deus, como é que eu posso abrir mão do seu carinho, do seu amor?! Carol, vamos ser felizes, minha linda, a vida sem você é inaceitável, não tem porquê... Pode até parecer piegas, mas não é. Eu passei todo esse tempo procurando por alguém, e agora que eu te encontrei, não é uma crise de consciência que vai te tirar de mim."

Os personagens foram bem construídos, sendo quase que palpáveis, devido a emoção e ao ardor que transmitem. A linguagem utilizada por ambos é bem coloquial, o que realmente nos transporta para o universo da adolescência e para todos os dogmas e trejeitos vivenciados nessa fase. Leandro e Caroline são extremamente fortes, corajosos e lutam pelo que querem a todo instante, nos fazendo torcer pela consumação do seu amor. A capa do livro é simples, porém muito bonita e a diagramação está excelente, sem quaisquer erros, com fonte na cor azul e o nome e desenho de uma constelação em cada capítulo.

Em suma, Todas as Estrelas do Céu é um romance muito bem arquitetado, polêmico por si só, e incrivelmente doce e sutil. A história de Enderson Rafael nos levanta uma série de indagações e questões, e sobretudo nos mostra que o amor não tem dimensões e limites para se propagar. Fiquei completamente devastada com o desfecho final, e quando dei por mim, lágrimas desciam pela face, tamanha a intensidade do enredo e as emoções nele contidas. Um livro indagador, conflitante e irremediavelmente apaixonante. Recomendo, com certeza!

http://www.newsnessa.com/2013/02/resenha-todas-as-estrelas-do-ceu.html
comentários(0)comente



Tiane Fróes 04/12/2012

Resenha por Tiane Fróes
Todas as Estrelas do Céu, Enderson Rafael.

Editora: Novas Ideias
Gênero: Literatura infanto juvenil brasileira
Páginas: 160

Podem dois irmãos adotivos se apaixonarem um pelo outro? Caroline e Leandro são dois adolescentes de uma bem resolvida família de classe média, ele adotado, ela filha biológica do casal Marco e Lúcia. Diante dos conflitos da adolescência, do colégio, do vestibular, ambos se vêem diante de mais um dilema: um amor impossível e todas as consequências da busca pela felicidade ao lado da pessoa amada. O desafio dos dois em entenderem o que passa consigo mesmo, em enfrentar os pais, a sociedade e sua própria consciência é exposta neste romance honesto, ágil e de final surpreendente.

Há um certo tempo atrás li uma resenha em algum site e me interessei por esse livro, porém não o achei em livraria alguma na minha cidade - como se fossem mais que duas. Bom, o caso é que quando tive a oportunidade, muito tempo depois, o comprei pela internet juntamente com outros livros e este foi o primeiro que eu comecei a ler, sendo também o mais recente que terminei, então resolvi fazer dele a minha primeira resenha dele.

Começarei elogiando imensamente o designer do livro. Sou apaixonada por estrelas e, como se não bastasse a capa e o nome lindamente dedicados a elas, cada capítulo começa com a imagem de uma constelação e o nome da mesma. Eu achei bastante interessante e passei longos minutos analisando cada imagem pra tentar gravar na memória e aprender o nome de algumas constelações, afinal, um livro oferece muito pouco se for tão somente divertimento e passatempo, é preciso também ser fonte de conhecimento, seja ele denso ou sutil, sendo este extraído de pequenos detalhes como o citado.

A sinopse acima já foi bem efetiva e não creio que reste nada a acrescentar sem dar spoilers, então falarei sobre alguns detalhes, opiniões e pequenas impressões. O romance surge de uma circunstância bem peculiar que, como já foi dito, é o fato dos protagonistas serem "irmãos", e esse foi o motivo mais contundente (por ser singular) pra que eu me interessasse e comprasse o livro. Entretanto, confesso, o romance me decepcionou em relação ao modo com foi explorado, não só o romance em si, mas todo o desenrolar da história. À minha percepção foi meio vazio de intensidade, não foi aquele romance que faz a gente se remexer na cadeira e fazer caras e bocas de tanta animação ao ler e se entusiasmar e torcer por algo, pelo contrário. A história passa quase que a todo momento sem clímax, é sempre morna, com exceção do final — esse sim, sem defeito algum.

"É, não tem jeito, acho que vou acabar por render-me a este encanto teu. Daqui a pouco vai escurecer e nossas cúmplices estarão reinando absolutas no firmamento, elas que sempre guardaram, silenciosas, nossos segredos… Então, meu amor, confiemos também a elas nosso destino, nossa vida, nosso insistentemente lindo e eterno amor. A ti, meu amado, todas as estrelas do céu."

Ah! E que final! Acho que foi tirada toda a emoção do começo e meio e colocada no final, alojada toda compacta nas últimas folhas. Costumo dizer que mais importante que um bom começo e desenrolar de história é uma boa finalização da mesma, um bom final ameniza as ruins impressões anteriores e posso dizer que quando a última palavra foi lida eu fechei o livro e passei uns segundos pasma, encantada e mortificada com o que desfeche que tinha acabado de ler.

"Como vedes, a areia beija o mar, e ninguém se opõe.
Eles também são irmãos, e Deus consente..."
comentários(0)comente



Isa O.T 28/09/2012

Para quem não gosta muito de livros nacionais Todas as estrelas do céu é o livro perfeito para mudar seu conceito.
Uma história envolvente e emocionante!
comentários(0)comente



103 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7