Apocalipse

Apocalipse Juliana Bizatto




Resenhas - Apocalipse


40 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Man 06/08/2020

A estória melhorou consideravelmente, ficou mais dinâmica e bem mais interessante.
Sam aprendendo a usar seus poderes de bruxa foi legal de ler e os novos personagens tornou a estoria divertida e misteriosa (ainda acho que eles tem alguma coisa a ver com os eventos).
O desenvolvimento do casal também foi bom e como o primeiro livro o final nos prende.
comentários(0)comente



Thais Caldeira 28/04/2020

Apocalipse
Sinopse: “As vezes a verdade é mais do que podemos suportar...”
Samantha sempre teve a impressão de que Benjamin era perigoso, Benjamin sempre teve certeza que seria perigoso... Para ela.
Samantha está prestes a descobrir a verdade sobre a sua família! E ainda que Samantha desconfie que algo sobrenatural a ronde, jamais pensaria que poderia ser ela mesma.
Algo que Benjamin sempre soube desde que chegou a Tormento. Enviado pela Ordem de Caçadores de Bruxas, ele tinha um único propósito: encontrar quem seria o responsável pelas mortes e acidentes misteriosos na cidade. Porém, ele que não poderia imaginar que fosse se apaixonar à primeira vista pela principal suspeita.
Benjamin está convicto de que Samantha é a culpada, e mesmo que custe seu coração, agora ele e os outros caçadores estão prontos para invadir a Ilha Hoffer.
Um acordo secular capaz tanto de proteger quanto destruir, uma vingança que ainda não tem permissão de ser cumprida, e uma nova vida repleta de obstáculos que vão desafiar sua própria noção de realidade aguardam Samantha e sua família em Apocalipse – Segundo livro da Série Herança de Sombras.
As nuvens em Tormento estão se alinhando para uma nova tempestade. Se Samantha precisa morrer, a caçada vai começar.
Um pouco sobre a história: Neste segundo livro da saga Herança de Sombras, (mas não menos importante que o primeiro) vemos um crescimento da Samantha como mulher, de todas as formas. O jeito doce que a garota escolhe se descobrir e descobrir, aos poucos, seus poderes. Claro que Samantha sempre vai contar com o apoio de Monica, sua melhor amiga, prima e fiel escudeira, o problema é que entre tantos acontecimentos, vemos uma Samantha um pouco mais isolada que o normal, já que suas primas acabam se afastando, talvez por ciúmes ou por não entenderem a nova realidade de Sam.
Claro, como já mencionado na primeira resenha sobre Luxuria (link aqui), Samantha vive em uma ilha com as primas, irmã, tias e avó. E nesse segundo livro que descobrimos que as Hoffer além de extremamente ricas, são também bruxas, na acepção literal do termo.
Então, finalmente, Samantha começa a irá, neste segundo livro, iniciar sua jornada de conhecimento pessoal e também explorar um pouco a história da família Hoffer rodeada de segredos e estranhos acontecimentos.
Além disso, Samantha, que até então namorava Martim se viu abalada por Benjamim e quando finalmente decidiu entregar seu coração ao garoto, além de levar uma bela surra de Martin teve o desprazer de perceber Ben como um possível inimigo.

Primeiras impressões: Primeiro, descobrir que Samantha é uma bruxa fez meu coração pulsar forte. Eu amo histórias de magia e tudo que é ligado ao misticismo. Além, obviamente, de um requinte de mistério.
Claro que o mistério todo da saga não gira em torno de saber ou não que Samantha é uma bruxa, mas sim em como ela vai lidar com tudo isso, além de descobrir coisas sobre sua família e amigos que antes ela sequer sonhava.
Além desses pequenos detalhes da vida de Sam, surge Benjamim, um garoto que até então se comprometia com Samantha pelo coração e, agora, se revela um possível inimigo da família Hoffer.
Impressões finais: Uma das coisas que eu mais gostei sobre esse novo livro foi perceber que Samantha, assim como a maioria de nós, mesmo tendo uma vida um pouco isolada e se sentindo um peixinho fora da água, quando descobre seus poderes e começa a querer controlá-los ela não fica absurdamente feliz ou se sente poderosa com isso, pelo contrário, ela só sente mais ainda que não se encaixa no mundo e se entristece por não poder ter uma vida normal.
Uma das minhas partes preferidas do livro é o encontro de Sam com Tui no mar, todas as vezes que os dois decidem largar o mundo pra lá e pegar uma onda faz parecer que é tudo fácil, como se fosse extremamente simples pular no mar e esquecer que os problemas existem ao menos por um tempo. A Samantha sempre tenta fazer tudo pelos amigos, deixá-los bem, ser uma boa ouvinte, sinceramente, senti pena dela nesse segundo livro quando os seus poderes, até então incompreendidos por ela, são também incompreendidos por sua família, gerando um ciúme ou desgaste natural na sua relação com as primas.
Diferente do primeiro livro, nesse segundo volume sabemos que a magia existe e vamos, junto com Samantha, aprender a lidar com ela.
E novamente o poder de persuasão da autora retratou que no fim das contas o que parecia uma descoberta cheia de magia desembocou em mais intrigas, mais aventuras e um requinte de crueldade (da Juliana, diga-se de passagem) com as idas e vindas de Sam e Ben.
Como já disse anteriormente, eu me apaixono por livros que trazem um epílogo bem construído com uma visão diferente sobre a trama e, como sempre, quis chorar e bater no Benjamin.

"Nada nunca volta ao normal depois de uma vez quebrado"

Outro detalhe importante, e esse é sobre Ben, é sobre as escolhas que fazemos, vi um garoto lutar entre o que sentia e o que julgava certo .

"Eu preferia morrer de tristeza do que por arrependimentos"

Obs: Senti meu nariz arder e coçar como quem segura um possível choro na cena final quando Samantha esfrega os olhos (sem mais delongas para não dar spoiler aqui. Só queria deixar registrado).

Sobre o autor: Nascida e criada em Jaraguá do Sul, Santa Catarina. Formou-se médica em 2010 pela Universidade da Região de Joinville e no programa de residência médica de ginecologia e obstetrícia na Maternidade Darcy Vargas em 2017. Apesar de que o apetite pela literatura tenha vindo cedo na forma de leitura, a escrita veio apenas mais tarde, sendo Herança de Sombras a primeira obra publicada aos seus 30 anos. Mãe do adorável Bernardo, reside atualmente entre Jaraguá do Sul e Tormento.

site: www.descajadaminhanuvem.com
comentários(0)comente



Juh 24/03/2020

Magnifico, surpreendente e cheio de reviravoltas.
Em Apocalipse acompanhamos uma Sam desnorteada com sua nova realidade, afinal não é fácil do dia para noite descobrir que você é uma bruxa e que o homem pelo qual você está apaixonada é o seu caçador. Sam está se sentindo traída por quem mais ama e abalada com todas as mentiras que acreditava serem verdades.
Após descobrir ser descendente de uma poderosa bruxa chamada Valerka Björin, Sam não tem noção de quanto poder possui e muito menos como usá-lo, ocasionando, por conta de seus pesadelos com o Tubarão, muita bagunça dentro do Casarão.
Procurando por ajuda, Vozinha entra em contato com uma velha amiga. E com o objetivo de convencer Hilária a dar aulas à sua neta ambas seguem caminho para a ""ilha das bruxas"" porém, não sem acompanhantes, que atualmente não são visto com bons olhos.
Os caçadores após descobrirem o laço de sangue das Björin e a verdade por trás da família ainda estão na busca do verdadeiro culpado das mortes e acidentes, Samantha que agora está em perígo e será uma ótima isca para encontrá-los .

Com muita ação, sentimentos e mistérios toda a obra é maravilhosamente bem escrita. Conhecemos três novos personagens, que pertencem a um mundo muito diferente e ao mesmo tempo muito próximo ao das Hoffers (a maioria é legal, juro). Conseguimos desvendar alguns mistérios e segredos durante o livro mas mesmo assim ainda há muita coisa a se descobrir.
Fiquei muito feliz por todas as primas estarem se acertando em suas vidas amorosas e é muito bom vê-las felizes.
Agora precisamos conversar sobre o Sr. Benjamim, nunca pensei que ia conseguir odiar um personagem que amava para depois voltar a gostar dele e no fim perder o pouco de fé que me restava nesse serzinho maravilhoso. Juliana não tem noção do que fez comigo!!

Estou muito curiosa para o que pode acontecer nos próximos livro e mal posso esperar para aprender mais com a Sam sobre esse mundo mágico e correr muito perigo com essa guria!!
comentários(0)comente



Resenhando Parágrafos 18/03/2020

Resenha by Resenhando Parágrafos
A verdade começa a vir à tona neste livro. Samantha, a irmã e as primas começam finalmente a saber um pouquinho mais sobre a família, e as regras da Avozinha e o fato de que elas nunca ficam doentes finalmente assumem explicações. Sam, a única de sua família que conseguiu desbloquear seus poderes de bruxa em séculos, precisa lidar com sua nova vida além de inimigos que não pouparão esforços para machuca-la.

Este livro é ainda mais maravilhoso que o primeiro. Com novos personagens e um ar de ainda mais fantasia, Apocalipse nos apresenta ao mundo das bruxas e a manifestação dos poderes da Sam, que precisa aprender a controlá-los antes que mais acidentes possam acontecer. O legal é que além de mostrar a evolução da protagonista, Apocalipse também narra toda a mudança que ocorre na família das Hoffer, ou Björin, para ser mais exata.

Com cada vez mais proximidade deste mundo mágico que antes era desconhecido, a ansiedade só aumenta para saber quais serão os desafios que as meninas enfrentarão e como tudo isso afeta o relacionamento da Sam com o Ben, um caçador.

Como citei anteriormente, temos o acréscimo de personagens: Dona Hilária, bruxa amiga da Vozinha e Caio e Rica, seus filhos. Ambos super carismáticos que espero ver cada vez mais nos próximos livros além do fato de que toda cena com o Caio se torna mais cômica.
comentários(0)comente



Gabi| @estante_perolada 01/09/2019

Não sei como, mas esse livro conseguiu ser ainda mais envolvente que o 1° (Luxúria), fiquei impactada com todas as revelações e acontecimentos, sem contar que ele é bem mais intenso também.
Confesso que em algumas partes quis bater em alguns personagens - Ben e Sam em especial -, mas o carinho que criei por eles só aumentou mais ainda.
A autora da continuidade a saga de forma maravilhosa, tudo é bem encaixado, é uma leitura que flui facilmente, a narrativa é divertida. A cada parágrafo é feita uma nova descoberta, sempre com aquele mistério rondando cada pedacinho do livro.
Um livro repleto de mistérios, magia suspenses e romances.
Com um final de deixar qualquer um muitoo ansioso para a continuação
comentários(0)comente



Mars Henrique 30/08/2019

#ResenhaDoMars APOCALIPSE| @julianabizatto | @herancadesombras | Nota: 4,5/5
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Oiê pessoal, tudo bem com vocês? Espero que sim, hoje trago a resenha de um livro que me proporcionou uma mistura de sentimentos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⚠️SPOILER ALERT DE LUXÚRIA⚠️
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
No final de Luxúria, primeiro livro da Série Herança de Sombras, acabamos descobrindo um segredo bombástico da família Hoffers, somos impactados com a notícia que as meninas são descendentes de bruxas. Essa revelação acaba mexendo com o Sam de uma maneira tremenda, pois de um momento para outro ela descobre que é uma bruxa muito poderosa.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Benjamin, e sua família, revelou-se Caçador de Bruxas e foi enviado pela Ordem de Caçadores de Bruxas para apurar informações sobre o desaparecimento de algumas pessoas na cidade Tormento, mas não é só isso, também foi ordenado que ele matasse a responsável por esses desaparecimentos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A vida de Sam desmorona e para ajudá-la, Vozinha leva sua neta a Santa Catarina para que a mesma venha a aprender com a bruxa Hilária, uma buxa muito suspeita, a controlar seus poderes. Ben e sua irmã Tami irão acompanhar as bruxas nessa viagem, no caso do jovem isso se deu para proteger e está perto de sua amada Samantha.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como reagir ao fato de seu namorado, ou ex-namorado, ser enviado para lhe matar? Ou ao fato de você ser uma bruxa super poderosa?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Não poderei me estender mais para não dá mais spoilers.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A leitura de Apocalipse foi simplesmente incrível, uma história maravilhosa. Em comparação ao primiero livro, nesse segundo há mais cenas de ação. Juliana consegue fazer com que o leitor adentro no livro e queira tá ao lado dos personagens, isso se deu pela escrita da autora.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Os personagens são muito bem contruídos e desenvolvidos, percebi isso especificamente em Sam, pois mesmo com tudo que aconteceu, ela evolui muito durante a narrativa. E nesse livro, Juliana também deixa uma gancho para a continuação, Ira.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Super recomendo Luxúria e Apocalipse para aqueles que gostam de leituras que misture romance, ação e suspense, e confesso que amo essas leituras

site: https://www.instagram.com/p/B1uXj6CjL7c/
comentários(0)comente



Calhamaço da Tati 21/08/2019

É uma delícia terminar um livro e começar outro tão bom quanto.
Em Apocalipse logo no inicio vamos conhecer um pouco mais do Bem que foi enviado para Tor para descobrir o motivo de tantas mortes. E adivinha ele acaba se apaixonando pelo principal motivo alguém quem ele deveria caçar e matar. Por dentro de Bem é aquela tensão de amor e ódio ... .
Já na vida de Samantha ela não é mais aquela adolescente preocupada somente em surfar e sair agora a preocupação maior é continuar viva e aprender a controlar seus poderes. .
Contamos também com a chegada de novos personagens, Hilária, Caio e Rita os novos bruxos que vão ajudar Sam com os poderes. .
Cada dia mais apaixonada por essa saga @herancadesombras


site: https://www.instagram.com/p/B1O2aRNDJs6/
comentários(0)comente



Babih (@nurseliteraria) 12/07/2019

Sam X Ben
Em Luxuria, Samantha descobriu do pior o modo os segredos que sua família escondia: que elas são bruxas e que seu namorado era o caçador que devia mata-la por seus crimes.

Já em Apocalipse, Sam terá que descobrir como controlar seus poderes e procurar o verdadeiro culpados pelas mortes que a rodeia. E provar sua inocência. E de quebra descobrir como conviver com Benjamin sem tentar mata-lo diariamente.

A Sam doce e ingênua sai de cena para dar lugar a sua mais nova versão: Bruxa e descontrolada. Sua prioridade agora é descobrir como controlar seus poderes e entender o porquê dela ter sido a única de sua família e ter os poderes desbloqueados. Enquanto lida com os sentimentos conflitantes em relação ao Ben.
.
?Amor ou a profissão? Matar ou protege-la?? Eis aqui os dilemas de Benjamin. Se antes era difícil para ele decidir, convivendo com Sam e lutando para protegê-la. Ben se vê em um total empasse. O momento de escolher está cada dia mais próximo e as consequências de suas ações dá as caras todo dia. Será ela ou sua carreira?

Apocalipse foi o livro. Ver o desenvolvimento da Sam como bruxas. Descobrir o que ela pode fazer foi maravilhoso. Sem contar nas brigas com Ben que são as melhores cenas. Dei altas gargalhadas com ele. E o final?! Ainda estou em choque!

Ju souber conduzir com mestria toda a desenvoltura da Sam e nos dá um final digno de filmes. Onde ela só tinha uma escolha: ela ou ela. E os novos personagens com certeza abrilhantaram ainda mais a história. JU arrasou mais uma vez!
comentários(0)comente



Marcelle 04/11/2018

Verdades que se revelam.
Luxuria terminou com aquele final arrebatador, descobrimos a verdade sobre as Hoffers e os caçadores e ansiedade para a leitura de Apocalipse era imensa. Como torcer pelo casal Bruxa e Caçador? Como não torcer por Sam e Ben?
De cara, a gente enxerga um Benjamin completamente dividido entre seu dever, sua missão, aquilo que foi preparado pra fazer e a crença no seu amor por Samantha. Ele e sua família, descobrem que Marilia não tinha nenhum pouco de boa intenção em vir atrás da Hoffers e isso acaba fazendo com que eles se separem dela. Nem Sam e nem nenhuma das meninas acreditam que ela tenha poderes, já que sempre foi a mais estabanada e desajeitada delas, mas Vozinha conta toda a verdadeira história sobre a família, que na verdade não é Hoffer, e sim, Bjorin. Agora, Sam e as meninas têm que lidar com um mundo de novas informações, que elas não faziam ideia que existiam, e Sam precisa descobrir como lidar com seus poderes recém descobertos é totalmente fora de controle. E é aí que Vozinha a leva ao encontro de uma velha amiga e bruxa, para que lhe ensine a controlar tudo que anda despertando nela, junto com os caçadores que resolvem que estarão ao lado delas até que a verdade seja revelada. E é assim que Ben e Sam continuarão torturamente próximos um ao outro e quando conhecemos Hilaria e seus filhos Caio e Rica. Eu sempre tive um pé atrás com Hilaria, não sei dizer se confio nela ou não. Caio é uma mala pretensioso e também não me passa confiança. Rica parece mais confiável, mas ele é meio enjoado, tem toda aquela pose de homem de outro século que é muito cheio de frescura pra mim. Sabem como é... eu gosto de homens meio ogros kkkkkk Mas Mô, ao contrário de mim, adoro o garoto cheio de boas maneiras e eles logo se tornam um casal. Sam passa a viver uma vida super difícil, tendo que aprender a lidar com seus poderes ao mesmo tempo em que tenta lidar com Benjamin e o fato dele ser um caçador de bruxas.
Entre o mundo se acabando, incêndios pra todos os lados, ameaças de morte, poderes e um ex namorado caçador, Samantha vai ser testada ao limite. Quando parece que tudo que podia acontecer, já aconteceu, aparece mais alguma m... na vida dela! A leitura mais uma vez, foi incrível. É surpreendente como a Ju prende a gente na história. É livro pra pegar e só largar quando termina. E sempre termina com gosto de quero mais. Esse livro foi de uma imensidão de sentimentos. Acompanhamos todo o processo e progresso de Sam na magia. Acompanhamos Sam e Ben oscilando entre o ficar junto e não. O relacionamento fraternal das meninas, é lindo de ver. O quanto elas estão juntas e se apoiam acima de qualquer coisa. Mô é a melhor amiga que alguém pode ter. E foi a coisa linda ver Tui e Regi. Como eu torci por eles!! Sam cresceu muito no livro e na mesma proporção que seus poderes foram crescendo e se estabilizando, ela também. Bem, isso até o grande final acontecer e ela recorrer a Hilaria, o que certamente não pode ser boa coisa. E agora, só me resta esperar por Ira pra ver o que Hilaria vai dar a Sam e o que vai acontecer com ela. Ansiosa é pouco! Que livro, gente!! Fantástico!
comentários(0)comente



Literaleitura 04/11/2018

Embarcamos mais uma vez nas águas misteriosas de Tormento, cidade natal da família Hoffer, e começamos a descobrir alguns dos segredos guardados a sete chaves pela matriarca da família.

O livro inicia no mesmo momento tenso o qual finalizamos 'Luxúria', com os caçadores investigando as diversas mortes e incêndios suspeitos na região, que não poderiam cair sobre os ombros de ninguém menos que Samantha.
Logo de cara descobrimos que a família Hoffer na verdade vem de uma antiga linhagem de bruxas, cujo nome verdadeiro é Björin, descendentes diretas de Valerka, uma bruxa muito importante que fez um acordo com a Ordem dos Caçadores para manter sua família protegida. Com o acordo elas praticamente perderam seus poderes, mas todos os incidentes revelam que Sam conseguiu de alguma forma reaver os poderes tão preciosos de sua ancestral.

Dentre todas as mulheres da família apenas as mais jovens não faziam ideia dessa herança e com os poderes de Sam aflorando e completamente descontrolados, a jovem embarca em uma viagem com a avó e sua prima preferida Mô, buscando ajuda de outros bruxos para que ela consiga lidar com sua nova vida, que além de poderes lhe trouxe alguns inimigos muito poderosos. Mas o que ela não esperava era que teriam a companhia de dois dos caçadores que até então queriam suas cabeças, Benjamin, por quem Sam é loucamente apaixonada e desconhecia de suas reais intensões para com ela e sua suposta "irmã".
Chegando lá eles conhecem um outro mundo, uma pequena sociedade alternativa onde os bruxos vivem em paz com seus poderes sob o comando de Hilária e seus filhos Rica e Caio. A avó de Samantha sugere que Hilária se mude para Tormento com os filhos, para que a mesma ajude Sam em sua transição e lhe ensine a controlar seus poderes.

Mesmo sendo inimigos mortais Benjamin ainda continua apaixonado pela bruxinha e passa o enredo inteiro tentando evitar seus sentimentos, escondendo o que realmente sente com a ajuda de diversas brigas e muita indiferença para com Samantha. Mas facilmente presenciamos seus ataques de ciúme, pois agora ele achou um concorrente que não dá trégua para seu amor proibido, Caio se mostra um verdadeiro mala na arte de "dar em cima" da garota, que odeia suas investidas sem limites.

Com um enredo repleto de mistérios e novos inimigos a história pega fogo literalmente e a família "Hoffer" passa por maus bocados com as invasivas ações da mídia local e acusações de envolvimento nos estranhos acontecimentos que afligem a cidade.

Em meio a tantas novidades ainda nos deparamos com a união das meninas, que se mantêm firme e forme mesmo com os segredos sendo revelados, temos também o crescimento de muitos dos personagens...além de festas, escola, roupas, viagens, namoros e muita intriga, que não poderia faltar! E o conflito interno do relacionamento dos personagens principais Sam e Ben (o que me deixou angustiada durante toda a leitura).

***

Confesso que mesmo com a angustia envolvendo o relacionamentos dos protagonistas, gostei bem mais dessa sequencia em relação ao primeiro livro da série. Gostei da forma como a autora evoluiu em relação às personagens, as garotas estão bem mais maduras, mesmo com suas crises de vez em quando, elas parecem ter amadurecido em relação aos relacionamentos amorosos e a futilidade excessiva do status que o sobrenome da família proporcionava na cidade.

Mesmo que pequena, ainda temos a presença de personagens queridinhos, como Tui, o melhor amigo de Samantha, que além de charmoso é um ótimo conselheiro e dançarino. E por falar em dança, isso é um fator que faz com que eu goste cada vez mais dessa série...as referências à cultura sulista do nosso país. É tão legal a gente ler algo com o qual nos identificamos, itens e características distintas da nossa cultura, por isso que adoro obras nacionais.

Outra coisa bem legal da obra é o companheirismo das garotas, que mesmo não apresentando os poderes de Samantha, e sabendo dos perigos que a família corre com essa novidade, não deixam de apoiar a prima e a ajuda-la no processo.

***

Mas como nem tudo são flores, mesmo eu morrendo de amores pelo enredo, algumas coisas me incomodaram um pouquinho, como a falta de maturidade por parte da protagonista. Gosto muito da Sam e torço pela sua felicidade, mas confesso que nessa sequencia ela pisou na bola muitas vezes, sempre se pondo em perigo, por mais que todos a avisassem que alguém estava querendo matá-la a garota saia por ai sozinha e sempre causava alguma confusão.
O "chove não molha" entre ela e Ben também me tirou do sério, e o desfecho deixou meu coração em pedaços...assim não dá! Vou entrar em ressaca literária em todo término de livro da série, certeza ☹

***

A narrativa da autora continua impecável, fluente e dinâmica, faz com que você não consiga desgrudar da obra...perdi duas noites de sono por conta de tamanha curiosidade.

Encontrei poucos erros durante a leitura, nada muito gritante. A diagramação é boa, mas não dispensaria uma fonte um pouquinho maior, o que tornaria a leitura ainda mais agradável. E quanto a capa, eu sou apaixonada por capas simples e 'Herança de Sombras' sabe me conquistar...encantando meu coração ❥

site: http://literaleitura2013.blogspot.com/2017/11/resenha-apocalipse.html
comentários(0)comente



Maria @ascronicasdemaria 03/11/2018

Apocalipse na minha vida <3
Hello, meninxs! Tudo bem? Então... já começo essa resenha, com um soco no estômago em formato de palavras. Tem agressão mais fofa que essa? rs. #brincadeira. Não sou adepta a agressões. De nenhuma forma u_u.
Em seu segundo livro, a Ju nos deixa mais intrigados e com uma vontade arretada de comentar o livro todo. Mas, se eu fizer isso, será um p*** spoiler e odeio spoiler. Quem me conhece, sabe disso. Por mais que me peçam, implorem, eu simplesmente não consigo. Quero que as pessoas possam ler e ficarem abismadas como eu fiquei. Ou não. Mas garanto que em Apocalipse, vocês ficariam.
Samantha sempre teve a impressão de que Benjamin era perigoso, Benjamin sempre teve certeza que seria perigoso... Para ela. Samantha está prestes a descobrir a verdade sobre a sua família. E ainda que Samantha desconfie que algo sobrenatural a ronde, jamais pensaria que poderia ser ela mesma.
Enviado pela Ordem de Caçadores de Bruxas, ele tinha um único propósito: encontrar quem seria o responsável pelas mortes e acidentes misteriosos na cidade. Porém, ele não poderia imaginar que fosse se apaixonar à primeira vista pela principal suspeita. Mesmo contra toda a sua vontade, quem resiste a uma Hoffer? Mais um motivo para insistir na hashtag #queremosserhoffer u_u.
Então, com todo o desenrolar da história, Benjamin está convicto de que Samantha é a culpada, e mesmo que custe seu coração, agora ele e os outros caçadores estão prontos para invadir a Ilha Hoffer. Sabe aquela história de que precisamos sempre agir com a razão e não com o coração? Benjamin acaba fazendo essa escolha. #GOD.
Um acordo secular capaz tanto de proteger quanto destruir, uma vingança que ainda não tem permissão de ser cumprida, e uma nova vida repleta de obstáculos que vão desafiar sua própria noção de realidade aguardam Samantha e sua família.
E é por isso, que nosso ranço vai crescendo aos poucos e transformando a nossa paixonite pelo Bê, em pleno ranço. Espero que a Juliana Bizatto não nos deixe com essa “coisinha” eterna, please u_u.

site: www.facebook.com/qualquercoisaltda
comentários(0)comente



Paloma.Isabelle 03/11/2018

Meu novo favorito
"Benjamin sempre teria esse efeito sobre mim, tão certo quanto o amanhecer de um novo dia."

Oi meus contos tudo bom?!

Como sempre a Tia Paloma anda mais atrasada do que tudo nessa vida, como vocês sabem conciliar a faculdade com o blog e o insta, as vezes é confuso, mais estou aqui pra provar que tudo é possível e principalmente para trazer uma das resenhas mais esperadas do ano.

Quem acompanhou o primeiro livro Luxuria sabe que emoções foram um dos fatos principais, já em Apocalipse eu acabei confirmando que a Ju sabe o que é matar os seus leitores do coração.

Em "Apocalipse" segundo livro de "Herança de Sombras", observamos que Hoffers e os Bellis são duas linhagens completamente diferentes, mais com algo em comum.

"Ele era uma ferida aberta que não conseguia parar de sangrar"

Sam desde o primeiro livro sempre soube que existia um segredo em sua família e quando ela realmente descobriu, não imaginava o tamanho da surpresa que a esperava, foi uma revira volta tanto pra ela, como para as outras Hoffers, que ficaram praticamente sem reação. Imagina descobrir que pertence a uma das maiores gerações de bruxas?! Acho que se acontecesse comigo, eu perderia um pouco do rumo da minha vida. Sam sempre foi uma garota muito esperta e ela também desconfiava que Ben escondesse um segredo dela, mas nunca passou pela sua cabeça o que realmente seria.

E agora a historia realmente começa, no inicio do livro o segredo de ambos é revelado, eles descobrem sobre as Hoffers que fazem parte de uma geração muito forte de bruxas, conhecidas por “Bjorin”. Já os Bellis são conhecidos como caçadores de bruxas, que mundo pequeno ne?! Quando Ben foi para Tormento ele foi enviado pela Ordem de Caçadores de Bruxas, para investigar sobre as mortes e desaparecimentos que estavam acontecendo, mais após conhecer Sam tudo mudou, ele realmente se apaixonou por ela e mal imaginava que ela pertencesse a uma linhagem de Bruxas.

Quando as duas famílias (Hoffers e Bellis) se encontraram tinha tudo pra sair morte ou uma boa briga, mais por muita sorte do destino eles se comportaram hehe’ mas ainda assim Sam estava muito confusa, pois as coisas estavam acontecendo rápido demais, tudo ali era novo, imagina como deve ser, apaixonar logo por uma pessoa que pode te matar a qualquer momento?! E também tinha o Ben que sabia, que a qualquer momento os caçadores chegariam na Ilha e mataria qualquer bruxa que estivesse naquele lugar, o que ele poderia fazer?!

"Era uma baita ironia um caçador de bruxas se apaixonar justamente por uma"

Seria possível um amor continuar entre os dois?! E poderia valer a pena passar por tudo isso, para no final os dois poder ficar juntos?! Ou as vezes desistir de quem amamos vale mais a pena?!

Entre Luxuria e Apocalipse eu prefiro mil vezes o segundo livro pelo fato da Ju, realmente pegar o leitor de surpresa, eu confesso que foi uma das leituras mais surpreendentes desse ano, eu apaixonei por cada um dos personagens, porque no segundo livro você acaba conhecendo uma galera incrível, claro que tem alguns que não fui com a cara, mais já outros fazem a gente esquecer-se dos mais chatos.

Sempre fiquei admirada pela forma que a Ju demonstra os sentimentos em seus livros é como se realmente você pertencesse a historia, isso acaba fazendo com que o leitor tenha uma afinidade muito gostosa com o escritor. No decorrer da historia você sente raiva, carinho, amor e às vezes uma vontade enorme de poder chorar em algumas cenas.

Falando em cenas, os lugares onde a historia acontece nos faz ficar admirados, não sei vocês mais eu amo imaginar cada detalhe da historia e em Apocalipse tem como você imaginar tudo, pois a historia desde o primeiro livro é rico em detalhes e isso eu amo demais nos livros da Ju.

A forma no qual a historia é narrada em nenhum momento se torna chato ou clichê demais, realmente você fica louco pra poder ler um pouquinho em cada pagina e quando acaba fica com aquele gostinho de quero mais, eu confesso que no final do livro eu fiquei puta, porque eu não queria que tivesse fim, lembro que fiquei uma semana de ressaca e demorei para poder ler outro livro. Ju, por favor termina o próximo livro depressa.

Sobre a diagramação não tenho nada a reclamar, eu gostei bastante e infelizmente não tenho os livros físicos, mais apenas pelo ebook da pra ter certeza de como o livro é lindo, as capas então não tenho o que falar, são meu xodó.

"Meu mundo tinha sido destruído duas vezes num intervalo de um mês, um apocalipse dentro do outro, e o pior é que este era apenas o princípio do fim."

Convido a todos vocês para conhecer melhor essa saga, em Apocalipse vocês vão perceber e desvendar muitos mistérios, segredos e descobrir um pouco mais sobre essas famílias que vão conquistar cada um de vocês. Uma Saga que a partir do momento em que conhecemos, fica impossível desgrudar.

Ju gostaria de agradecer muito, não por apenas ser uma parceira, mais por ser amiga e se importar realmente com cada um de nos, sou suspeita pra falar o quando te admiro e quanto sou fã do seu trabalho, sei que não estou tão presente por causa da faculdade, esse Direito ta me matando kkk mais saiba que estarei aqui sempre pra te ajudar e ficar do seu lado em todos os momentos, pode sempre contar com a nossa Equipe.

Espero que gostem e venham conhecer um pouco mais de Herança de Sombras.

site: http://www.contosliterarios.com.br/artigo/apocalipse-heranca-de-sombras-2
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



40 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3