O Conto da Dama de Fogo

O Conto da Dama de Fogo Cassio A. Fernandes




Resenhas - O Conto da Dama de Fogo


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Portal Geeker 05/04/2018

Resenha: O Conto da Dama de Fogo
(...) Esse conto me pegou um pouco de surpresa. (...) quando peguei pra ler, me deparei um uma estória muito interessante e criativa, “a lá” mangá e com referências a RPG.

O autor criou uma estória bem original, elaborando o seu próprio universo, chamado de Linra, onde vivem criaturas das mais diversas espécies, como elfos, anões, demônios, Kemonos, e dentre muitos outros também não poderia faltar os humanos. Em meio a tanta diversidade e criatividade a aventura está garantida neste livro de fantasia!

(...)

Como leitora e amante de mangás e animes não pude deixar de fazer uma comparação, já que, em diversos aspectos, Daien me lembra o Naruto. Ela é cabeça dura, hiperativa, implicante, um pouco irresponsável, perseverante, idiota, além de perseguir com unhas e dentes um sonho/objetivo que parece ser impossível.

O livro passa por diversas fazes da vida deles, construindo o caráter e personalidade dos personagens, além do relacionamento entre eles e outros personagens coadjuvantes. Até que chega o ápice da estória. (...) os acontecimentos aqui são intensos e que nem tudo são flores. E com o desfecho desse livro um novo desafio aguarda Daien, e ela determinada como é vai encarar essa nova aventura de cabeça erguida.

Eu tô aqui morrendo, de curiosidade e ansiedade, para saber a continuação da estória. E louca pra descobrir o que Daien vai aprontar pela frente. Mas admito que pra ficar mais perfeito, essa estória deveria virar um mangá ou anime, por que ramo da animação e dos quadrinhos estão perdendo um ótimo conto.

*Leia a resenha completa em nosso blog

site: https://portalgeekers.wordpress.com/2018/03/28/resenha-o-conto-da-dama-de-fogo-de-cassio-a-fernandes/#more-4291
comentários(0)comente



Cristy 06/01/2018

O Conto da Dama de Fogo tem uma narrativa fluída e divertida, uma aventura digna de um anime
O Conto da Dama de Fogo tem uma narrativa fluída e divertida, uma aventura digna de um anime. Personagens cativantes, e claro, uma pitada de "crueldade" do autor em certas ocasiões.
Daien lembra muito uma versão feminina do Naruto, hiperativa, teimosa, otimista e Determinada.
De volta a Linra (que conheci através do livro 18 Almas, mas essa é uma história para outro dia) pude conhecer mais dos Kemonos, humanoides com traços de animais, e em especial a família Darterus. De cara é fácil se encantar pelo clã Darterus, são personagens cativantes e habilidosos, cada um possui um jeito de ser único. O livro gira em torno dos quatro irmãos, Krateien (o mais velho e forte), Ahizien (o segundo mais velho), Frahtien (a irmã do meio), e Daien (a caçula). Nós acompanhamos a evolução do s irmãos enquanto buscam suas feras compatíveis para domina-las e se transformarem em deuses.
A cada início de capitulo existe uma ficha técnica de cada um deles com direito a ilustração. Eu achei muitooooo criativo, e o detalhamento dos personagens na narrativa são fiéis ás ilustrações. A leitura foi rápida e agradável, e claro que deixou um gostinho de quero mais.
Ficha rápida de personagens.
Krateien – Obstinado e protetor
Ahizien- Gentil e corajoso
Luhgy- Romântico fofo que eu pegaria.
Frahtien- Imperatriz do gelo que está sempre de TPM (culpa da Daien)
Daien – Pestinha corajosa e determinada
Murakumos- Que diabos são elas??!! Quero saber mais.
Para não correr o risco de dar spoilers, termino dizendo que recomendo super a leitura, eu li imaginando cada cena como se fosse um anime, pois a narrativa criativa do autor nos permite esse deleite.
comentários(0)comente



Jeji 04/01/2019

Resenha o conto da Dama de fogo
A história vai se desenvolvendo de maneira que você vai percebendo o crescimento de cada um dos personagens.
Como um quebra cabeça, ou um jogo de aventura ou RPG.
Nós temos ação, lutas, e a apresentação a um mundo grandioso.
É possível perceber que teremos muita história pela frente.

Uma série de surpresas nos são apresentadas ao longo da leitura.
E quando chega seu ápice o clímax você fica pensando "não pode ser!!!" ??
E ao término mais uma surpresa: ele simplesmente termina e você fica se perguntando "meu filho cadê o resto?".
Bem mas para alívio total nós temos a informação de que teremos continuação.

Mais em: https://cartasdajeji.blogspot.com/2018/06/autores-nacionais-o-conto-da-dama-de.html?m=1
comentários(0)comente



Café com Leitura Blog 18/11/2018

Na raça dos Kemono, uma família dotada de muitos dons possuem seus sentidos aguçados. Eles são os Darhterus!
Lunien _ a mãe _ cria os quatro filhos só, pois seu esposo, um nobre guerreiro, falecera em combate, em missões de paz.
Para proteger sua família, sai em viagens, como maneira de cumprir sua atribuição.
Krateien é o mais velho, seguido de Ahizien, Frateien ,a irmã do meio, e Daien a mais jovem que carrega o sangue dos Darhterus.
Dos quatro filhos, ela imcumbe à Krateien, por ser o mais velho, a responsabilidade de zelar pelos demais. O jovem Kemono tem dezesseis anos. Dos quatro, é nítido e sincero o desejo de Daien por se tornar uma deusa. A jovem, mesmo em meio a ameaças e sofrimentos, luta pelo que sonha e acredita ser seu destino e sua maior conquista.
Certa vez, ao sair para uma caçada, Ahizien, Frateien e Daien vão brincar na floresta. Ao cair da noite, não perceberam os perigos que os acompanhavam. E por entre as adversidades do ambiente, os três correram sério risco de serem brutalmente devorados por um monstro durante uma terrível luta, sendo quase derrotados. Quando tudo parecia estar perdido, foram salvos por Krateien, que a partir daquele feito, passou a ficar conhecido como o "herói das chamas negras".
O tempo passa, e Krateien torna-se o líder do clã, com o encargo de proporcionar segurança e possível tranquilidade aos seus. Mas esse líder sofre constantemente com tentações, que o atormentam, e testam seus limites e crenças...
Por certo período, os Darhterus viviam em paz, até que a calmaria se afugenta pelo caos que se aproximaria...
... eram os Murakumos, uma organização, grupo de guerreiras que atacava aldeias, gerando riscos e desordem.
Seriam elas humanas?
Ou haveria algo a mais que as tornava tão poderosas?
( COntinua no blog!)

site: http://www.cafecomleitura.com/2018/11/resenha-22-o-conto-da-dama-de-fogo.html
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4