A Princesa e o Malandro

A Princesa e o Malandro Gisele Souza




Resenhas - A Princesa e o Malandro


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Lari / @palavrasdalari 17/09/2020

E mais uma vez estamos aqui...
Livro: A princesa e o malandro ( Série Aparências livro 3)


Olha, se em o grandão e a rebelde eu praticamente devorei, eu engoli definitivamente, a princesa e o malandro! Que história maravilhosa e viciante!
Daquele tipo que a gente começa a ler e não quer parar, e se você estava procurando por uma história assim, felizmente achou.

Dessa vez, o livro vai narrar a história do nosso terceiro grandão do trio parada dura dos mecânicos: Jorjão e a sua paixão nada disfarçável pela irmã de mileni, Thays Santos.


Duas pessoas diferentes: Um cara marrento, todo forte, tatuado e de cara amarrada mas que guardava um instinto protetor e um coração de ouro, e uma mulher que, apesar de mais jovem que ele, é decidida e sabe bem o que quer.
Será que as duas personalidades dariam em um fator comum, o amor? E se houvesse algo que impedisse Jorjão de nutrir a atração que sentia por Thays, seria tão grave assim?


De um lado temos Jorjão, nosso tatuado e o último mecânico do trio: fortao e fechado, teve um passado familiar meio doloroso, e se culpa até hoje pelo que acontecera a sua irmã. E isso meio que acaba impedindo que ele ceda ao que realmente sente por Thays.


Do outro, temos Thays, a princesinha da história, que aliás, de princesinha só tem a aparência, porque por dentro ainda é a mesma jovem sonhadora e que vai atrás de seus sonhos com unhas e dentes, embora isso tenha sido possível graças a ajuda que Mileni sempre procurou dar à família.

Ela sempre foi bem resolvida com tudo, inclusive com relação ao sexo, e quando põe os olhos em um certo mecânico tatuado, uma avalanche em forma de atração e algo a mais que ela nao consegue identificar, a atrai pra ele feito ímã, embora ele tente a todo custo afastar-se do que também o puxa pra ela.

Mas será que ambos vão conseguir?

Ou será que a atração é forte demais para impedir isso?



Ahhhh gente, eu amei esses dois. E isso me deixa numa doideira pq eu fico na dúvida em qual casal eu amei mais, o que é impossível escolher né?

Cada um com sua peculiaridades, e Thays e Jorjão não seriam diferentes.


Esse livro não é apenas uma história de amor de duas pessoas completamente diferentes, com uma diferença de idade que apesar de aparecer como obstáculo, nada deveria influenciar na relação deles - mas sim uma história sobre medos e superações deles.

As vezes o passado fica incrustado como uma pedra no nosso caminho e isso dificulta que a gente possa seguir em frente, e foi isso que aconteceu com Jorjão. Mesmo com tudo passado, ele continuava se culpando por algo que sequer teve culpa, algo que o impede inclusive de ser feliz ao lado da princesinha.


Mas também fala sobre como algumas coisas não deveriam impedir o amor, idade não é amor, cor de pele não é amor, sexualidade não é amor, amor é tudo isso e muito mais

E independente de tudo, não deveríamos colocar obstáculos que nos impeçam de encontrar esse sentimento tão lindo

Super recomendo esse livro e a série inteira !
comentários(0)comente



Priscila 23/11/2021

Ruim...
História sobre a Thays e o Jorge. Ambos são um pouco sem noção das coisas e mimados. A Thays mira em ser uma mulher ousada e acerta na vulgaridade. O Jorge não pensa em ninguém além dele na maior parte do livro, expõe as pessoas sem pensar em nada além do ego dele.
comentários(0)comente



Raquel 23/03/2020

Normal
O livro é bom, mas não foi um livro ohh que livro maravilhoso, foi só ok.
comentários(0)comente



Thata 17/04/2022

Então...
Eu amo os personagens, demais mesmo! A personalidade de cada um é tão única, mas dessa vez não rolou, me esforcei pra gostar, e infelizmente não fluiu como imaginei.
Enfim, foi uma leitura arrastada pra mim, porém valeu a experiência ?
comentários(0)comente



Sayo 05/08/2019

Emocionante e Intrigante
Fechando com chave de ouro essa trilogia chegamos a história de Jorjão e Thaís. Era de se imaginar que ia ter muito obstáculo pro nosso casal, tivemos algumas pinceladas sobre isso nos livros anteriores. Maaaaaaas acho que nenhum leitor esperou que os problemas fossem tão grandiosos, ou que o Jorjão que era o adolescente da relação kkkkkkkkk vamos lá, por partes, Thais ficou interessada no malandro do Jorjão depois que foram apresentados na premiere do filme de Leni. E mesmo Jorjão tendo algum interesse nela, lutou contra isso firmemente, pois eles tinham uma diferença de idade de 13 anos. Ele não conseguia aceitar ter se apaixonado por alguém tão jovem. Embora Thais fosse bastante madura e tenha tentado conquista-lo. Ele não se rendeu. Ela então foi embora do país estudar e fazer sua carreira. Ficou fora por cerca de 2 anos, até que sua irmã sofreu um acidente e ela voltou para o Brasil. O reencontro dos dois foi recheado de maus entendidos, mentiras, grosseria e paixão. Mesmo Thais agora já sendo mais velha que antes, Jorjão ainda a achava muito jovem, e não conseguia aceitar essa diferença de idade, mesmo a amando muito. O motivo de todo esse receio era sua irmã, que sofreu muito com um homem mais velho, um romance que não terminou anda bem. Jorjão fez muitas besteiras, partiu o coração de Thaís, magoou seus amigos e quase perdeu tudo ao reencontrar um fantasma do passado. Graças a nossas senhora dos finais felizes, ele percebeu sua sequência de burradas e começou a tentar consertar tudo, mas claro que não ia ser fácil assim, Thais agora estava decidida a viver sua vida sem ele. Será que o malandro consegui o perdão da princesa!? Esse livro nos mostra que idade muitas vezes não quer dizer nada quando se trata de maturidade, experiência e bom senso. E principalmente quando estamos falando de amor. Jorge tinha 13 anos de vivência a mais que Thais, e tudo isso foi nada perto da falta de maturidade emocional que ele tinha. O amor não escolhe idade, nem cor, nem nada mais que tentam rotula-lo. Ele apenas acontece.
comentários(0)comente



@leiturasdajah 29/09/2019

Lindo demais
Mais uma vez me surpreendi com a facilidade da Gisele em escrever histórias marcantes que transborda emoção e nos prende eu nunca imaginei que a criaria uma romance tão intenso para o Jorjão e a Thaís mas estou apaixonada pela forma que ela conduziu o relacionamento deles e como eles cresceram.
comentários(0)comente



Rose 15/12/2019

Jorjão sempre fez o tipo malandro. Aquele que pega mas não se apega. Era o palhaço da turma, sempre com uma piada ou uma tirada engraçada na ponta da língua.
O que poucas pessoas sabem é da culpa que ele carrega em seu peito por conta de suas atitudes imaturas que acabaram afetando tragicamente as pessoas que ele mais amava.

Um pesadelo que o assombrava a todo instante e que ele viu se concretizar quando conheceu Thays, irmã caçula de Milena.

Thays acabara de fazer 18 anos, tinha uma vida inteira pela frente e muitos sonhos, tanto profissionais como particulares.
Ao contrário do que muitos achavam, ela não era tão boba assim. Apesar da pouca idade, sabia o que queria. E neste momento o que ela queria era Jorjão... Mas o malandro que nunca se apegava não ia ficar logo com um pirralha que mal tinha saído das fraldas. Mesmo que todo seu corpo pedisse por isso, sua mente gritava "Proibido!" E assim, os dois imaturos e impulsivos se afastaram e mergulharam em mentiras que criaram para esquecerem um ao outro.

Agora, 2 anos depois, eles ficariam de frente novamente. A atração de outrora estava ali, pronta para dar o bote, pedindo para ser saciada. Mas o grande problema ainda existia, a diferença de 13 anos de idade era um peso que Jorjão não estava preparado para assumir.

Será que os traumas de Jorjão seriam mais forte do que o amor que sentia por sua princesa? E a princesinha seria madura o suficiente para dizer que não queria um relacionamento nocivo, mas sim uma relação de amor completa?

Dois cabeçudos e impulsivos que vão precisar se despirem de seus medos se quiserem ter alguma chance de ficarem juntos.

Muito triste a história do Jorjão e toda a dor e culpa que ele carregava. Não era fácil olhar para si mesmo e ver que poderia ser a cópia do mal que atingiu sua família.

Uma trilogia que conquista os corações com seus mecânicos enormes e tatuados que não passam de corações doces.
comentários(0)comente



Giu Moreira 11/04/2020

A novinha e o velhop
Jorge , 31 anos. Thays, 18 anos. Tudo começou em uma festa, onde a menina mimada decidiu que deveria provocar o velhote, como ela mesma disse. Um beijo muda tudo. Thays se muda para os Estados Unidos, e Jorge tenho que esconder seus sentimentos para todos e inclusive pra si mesmo. Dois anos se passam, e é onde nossa história começa. Jorge contínua fingindo que não quer nada com Thays até ela decidir voltar ao Brasil, e de quebra trazendo um namorado.
comentários(0)comente



Keiliane G Krofke (Lian ou Ane) 14/02/2022

Superação
Superação é a palavra que define esse livro.
Sabemos que nessa vida cada um, carrega uma bagagem e lida com essa bagagem de uma forma que se acha melhor e bem aqui uma diferença de idade Foi algo que foi o ponto inicial ou ponto. Depende de sua visão.
Malandro que se esquivou do amor.
Uma princesinha determinar e obstinada uma verdadeira pimentinha.
No desenrolar da história você consegue entender e aprender que antes de amar alguém você precisa se superar e vencer seus próprios traumas para que depois tudo dê certo, mas às vezes a gente faz um universo tentando segurar
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR