Maigret e os Crimes do Cais

Maigret e os Crimes do Cais Georges Simenon


Compartilhe


Maigret e os Crimes do Cais





Dois homens são retirados vivos da água perto do cais: o velho Gassin e Emile Ducrau, um proprietário de barcos conhecido por todos que, segundo o outro, teria o agarrado dentro da água. A acusação desperta a curiosidade de Maigret a respeito de Ducrau e de seu passado.



Trecho do livro:

Um casal de namorados, sobre o cais, encostado no muro de pedra, escutava, imóvel, retendo a respiração. Um automóvel buzinou em Charenton.

E subitamente um berro, um gemido inaudito se elevou, rasgando a imensidão serena.

Era o velho que, dentro da água, berrava de pavor. Ele não fazia mais nenhum esforço racional. Debatia-se como um alucinado, dando pontapés que faziam a água borbulhar.

Outros barulhos surgiam nas proximidades. Pessoas se movimentavam em uma barcaça. Mais além, uma voz de mulher adormecida dizia:

– Você vai lá ver o que houve?

Edições (1)

ver mais
Maigret e os Crimes do Cais

Similares

(19) ver mais
O Caso Saint-Fiacre
O Assassino sem Rosto
O Cão Amarelo
Um engano de Maigret

Resenhas para Maigret e os Crimes do Cais (1)

ver mais
Primeiro contato
on 9/7/12


Foi meu primeiro contato com o livro de Simenon, alguns momentos pensei em desistir, é puro tédio, mas no todo é um bom livro, vou me aventurar nos outros livros com o Sr. Maingret.... leia mais

Estatísticas

Desejam4
Trocam4
Avaliações 3.7 / 40
5
ranking 25
25%
4
ranking 30
30%
3
ranking 38
38%
2
ranking 8
8%
1
ranking 0
0%

29%

71%

Eduardo
cadastrou em:
23/11/2009 00:17:46

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR