Microfísica do Poder

Microfísica do Poder Michel Foucault


Compartilhe


Microfísica do Poder





O objetivo principal dos estudos de Michel Foucault, nos anos 1960, foi investigar as condições histórico-filosóficas de existência das ciências do homem, situando-as em relação a outros saberes da modernidade. Nos anos 1970 — época dos textos desta coletânea — seu interesse foi complementar essa arqueologia, como chamou, com uma genealogia do
poder que explicasse o aparecimento dos saberes sobre o homem como elementos de um dispositivo de natureza política, como peças de relações de poder. Microfísica do poder é uma coletânea de artigos, cursos, entrevistas e debates, em que Foucault analisa questões relacionadas à medicina, à psiquiatria, à geografia, à economia, mas também ao hospital, à prisão, à justiça, ao Estado, ao papel do intelectual, à sexualidade etc. Esses textos têm como tema central o poder nas sociedades modernas: sua configuração, sua difusão no corpo social, seu exercício em instituições, sua relação com a produção da verdade, as resistências que suscita. Além disso, eles explicitam o método genealógico
elaborado por Foucault para analisar como e por que os saberes se constituem a partir de práticas políticas e econômicas.
Há três novidades principais nos textos desta coletânea: primeiro, rejeitar a identificação entre poder e aparelho
de Estado, dando importância à rede de poderes moleculares que se expande por toda a sociedade; segundo, caracterizar o poder não apenas como repressivo, mas também como disciplinar, normalizador; terceiro, analisar o saber como peça de um dispositivo político que o produz e é intensificado por ele.

Filosofia / Sociologia / Ensaios

Edições (5)

ver mais
Microfísica do poder
Microfísica do Poder
Microfísica do Poder
Microfisica do Poder

Similares

(16) ver mais
O Poder
Arte, epistemologia, filosofia e história da medicina
A ordem do discurso
História da Loucura

Resenhas para Microfísica do Poder (15)

ver mais
on 28/5/21


Esse livro é a transcrição de várias entrevistas de Foucault concernentes ao seu método indutivo de análise do poder. Assim, temos entrevistas focadas em temas como a sexualidade, a tortura, a medicina, a justiça popular e a loucura. A proposta do filósofo é que os mecanismos do poder não são conceitos abstratos formados para serem aplicados genericamente, mas fórmulas adotadas em um meio prático para controle da população. Logo, o conceito de loucura teria sido criado por aquele... leia mais

Estatísticas

Desejam428
Trocam3
Avaliações 4.4 / 734
5
ranking 57
57%
4
ranking 31
31%
3
ranking 11
11%
2
ranking 1
1%
1
ranking 1
1%

38%

62%

Lucas B. Reis
cadastrou em:
07/03/2017 11:51:03
Samir Calaça
editou em:
03/12/2018 12:40:10

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR