Monges de Salém e o Político Foragido

Monges de Salém e o Político Foragido Paulo Figueira


Compartilhe


Monges de Salém e o Político Foragido





A escrita angolana ocupa um lugar muito especial no território afetivo da nossa memória. A arte de escrevivenciar, em tempos que já lá vão, constituía o embarcar numa bela aventura pelas avenidas da emoção, que nos absorvia e nos prendia a cada momento que os nossos olhos entrelaçavam as palavras. Encontramos esta marca nas linhas do autor.
Paulo Figueira dá-nos a possibilidade de devorar com o olhar a sua obra, mergulhar no nosso eu interior e buscar a fulgente luz no outro!
Todo o enredo é um chamamento à reflexão. O Paulo Figueira usa as palavras quais gotas de redenção e esperança num mundo onde o Sol sabe colorir o horizonte, dando sempre o ar da sua graça, até para os que são descendentes da terra da Maldade.
Monges de Salém e o político foragido encontra pontos comuns no quotidiano de nossas vidas. É o desafio de um autor que mantém o seu olhar para um mundo que é nosso, cheio de malambas e bugingangas, onde a ética vai se esfumando. E, assim, caminha a nossa Gertrudes… em busca da sua luz! Na permanente procura dos seus deuses.
Isabel Ferreira — Belitabell

Edições (1)

ver mais
Monges de Salém e o Político Foragido

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam1
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

0%

Erika Daniela
cadastrou em:
28/11/2023 14:11:52
Erika Daniela
editou em:
28/11/2023 14:18:02

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR