Nietzsche e o Demonio Do Meio-Dia

Nietzsche e o Demonio Do Meio-Dia Jean-Baptiste Botul


Compartilhe


Nietzsche e o Demonio Do Meio-Dia





O relato que faz do encontro atesta que o Super-homem não vale muita coisa diante da Super-mulher. Pois Lou, nos termos de Botul, "era mais que uma mulher". Parente de Lilith e de Lolita, ela encarna um demônio mutante, moderno, o da "sexualidade" fêmea. Milagrosamente transcrito, este genial discurso de defesa confirma que Botul, esse desconhecido pensador, foi o maior filósofo de tradição oral do século XX.

Edições (1)

ver mais
Nietzsche e o Demonio Do Meio-Dia

Similares

(5) ver mais
El día que Nietzsche lloró
Quando Nietzsche Chorou
When Nietzsche Wept
Quando Nietzsche Chorou

Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 2.8 / 4
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 75
75%
2
ranking 25
25%
1
ranking 0
0%

53%

47%

Thomas
cadastrou em:
07/12/2009 21:24:42