Nunca é tarde para mudar

Nunca é tarde para mudar Mônica de Castro


Compartilhe


Nunca é tarde para mudar





Hebron, cidade da Palestina, 1929. Um grupo de muçulmanos fanáticos promove um ataque aos judeus. O massacre é sangrento, cruel e inexplicável.

Décadas depois, mundo contemporâneo. Bruno, jovem de família católica, desenvolve estranha obsessão pelo islamismo,
ao mesmo tempo em que odeia os judeus. Apesar disso, apaixona-se por Tamara, moça judia, amiga do namorado de
sua irmã. Tamara, contudo, o rejeita veementemente, fazendo recrudescer, na alma de Bruno, um desejo de vingança
nascido muitas vidas atrás. Da mistura de sentimentos confusos e incompreensíveis, surge o plano macabro que fará
reviver o ódio adormecido, porém, nunca esquecido.

Cada vez mais envolvido pelo fanatismo islâmico, Bruno planeja e executa a obra máxima de sua vida, colocando em risco
não apenas sua atual encarnação, como também sua própria permanência na Terra. Mas a vida obedece a critérios específicos de motivação espiritual, e não há atitude ou pensamento desprovido de causas, cujo conhecimento gravita nos recônditos mais distantes e sombrios da consciência. Mesmo as obras mais cruéis e inexplicáveis possuem um sentido oculto, ainda que totalmente desvirtuado dos caminhos do bem e da moral. Todavia, como o mal não é eterno, a oportunidade de mudança nunca deixará de existir.

Não importa o quão obscuro foi o seu passado. Ser uma pessoa melhor depende da vontade e de suas próprias escolhas.

Literatura Brasileira / Romance

Edições (1)

ver mais
Nunca é tarde para mudar

Similares

(1) ver mais
Só Por Amor

Resenhas para Nunca é tarde para mudar (4)

ver mais
Espíritos atrasados, muito bom os esclarecimentos. Trama muito envolvente!
on 21/8/19


Mônica de Castro mais uma vez surpreende com a sua escrita diferenciada ou ousada como quiserem. Nesse livro é narrada a história de um grupo de jovens cujas vidas estão ligadas a encarnações passadas. Em especial Bruno, um rapaz totalmente complexado e desequilibrado que desde a tenra infância apresenta comportamento opositor, intolerância e agressividade e também um cinismo descomunal, típico de pessoas psicopatas. Embora a história gire em torno de vários personagens como os ir... leia mais

Estatísticas

Desejam12
Trocam1
Avaliações 4.1 / 25
5
ranking 40
40%
4
ranking 44
44%
3
ranking 12
12%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

6%

94%

Carolina.Porne
cadastrou em:
08/05/2018 17:47:24
Pri Paiva
editou em:
14/05/2018 17:54:37
Pri Paiva
aprovou em:
14/05/2018 17:53:42