O assassino cego

O assassino cego Margaret Atwood


Compartilhe


O assassino cego





A irmã mais velha de Laura Chase, Iris, casou-se aos dezoito anos com um industrial politicamente influente. Agora, aos oitenta e dois anos de idade, morando em Port Ticonderoga, uma cidade dominada por sua outrora próspera família, tem de enfrentar problemas de pobreza e saúde. Enquanto aprende a lidar com um corpo não confiável, Iris reflete sobre sua vida, pouco exemplar, e em especial sobre os eventos relacionados à morte trágica da irmã. Dentre eles, o mais importante foi a publicação de O assassino cego, um romance que garantiu a Laura Chase não apenas a fama, mas um devotado culto. Um culto cujos reflexos atingem a própria Iris, que admite viver na “longa sombra projetada por Laura”.

Sexualmente explícito para o seu tempo, O assassino cego descreve um arriscado amor entre uma jovem rica e um fugitivo, nos turbulentos anos 1930. Durante seus encontros secretos em quartos de aluguel, os amantes criam uma trama folhetinesca ambientada no planeta Zicron. Enquanto o leitor acompanha a narrativa inventada por um verdadeiro labirinto de sacrifícios e traições, a história real se desenrola. Ambas parecem perigosamente próximas e projetam-se na direção da guerra e da catástrofe.

Simultaneamente dramático, sedutor e engraçado, O assassino cego é um romance marcado pelo microscópico poder de observação de Atwood. A um tempo natural e sofisticadamente elaborada, a prosa de Atwood é capaz de transformar detalhes em impressionantes metáforas, repletas de humor vigoroso, requintado e excêntrico. É Margaret Atwood em sua melhor forma.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (5)

ver mais
O assassino cego
O assassino cego
O assassino cego
O assassino cego

Similares

(21) ver mais
O Conto da  Aia
Je ne parle pas français
Os pescadores
Manual de Traducción

Resenhas para O assassino cego (8)

ver mais
Aos oitenta anos tudo é permitido
on 3/4/15


Em O Assassino Cego, laureado com o Booker Prize 2000, temos um livro dentro de outro livro, todo ele composto por notícias e reportagens de jornais, histórias folhetinescas de ficção científica e sobretudo pelas lembranças de uma canadense octogenária, Iris Chase Griffen. Lembranças que podem ser reais ou apenas divagações da narradora, quem sabe? Com essa obra Margaret Atwood nos leva de volta ao Canadá dos anos 1930-40, especialmente para Toronto e a cidadezinha (ficitícia) de ... leia mais

Estatísticas

Desejam245
Trocam1
Avaliações 4.2 / 105
5
ranking 45
45%
4
ranking 37
37%
3
ranking 12
12%
2
ranking 5
5%
1
ranking 1
1%

18%

82%

eduardo
cadastrou em:
06/08/2021 00:22:45
Pri Paiva
editou em:
10/08/2021 16:47:20
Pri Paiva
aprovou em:
10/08/2021 16:47:34

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR