O caderno rosa de Lori Lamby

O caderno rosa de Lori Lamby Hilda Hilst


Compartilhe


O caderno rosa de Lori Lamby





O livro, em grande parte escrito na forma de diário, apresenta uma menina de oito anos que vende seu corpo incentivada por seus pais proxenetas. A obra é, sim, obscena e põe em cheque a moralidade dos leitores, pois é quase impossível realizar uma leitura frígida dos relatos de Lori Lamby. Mas, apesar do impacto inicial causado pelo tema da pedofilia, o livro vai muito além. A própria literatura é alvo de obscenidades: gêneros intercalados, cartas, relatos, citações pervertidas de grandes autores como D. H. Lawrence, Henry Miller ou Georges Bataille e um Caderno negro dentro do Caderno rosa de Lori. Aquilo que, a princípio, aparece no texto como possíveis e singelos erros de escrita de uma criança recém-alfabetizada aponta para um estudo lexicológico, para uma etimologia das sensações fazendo soluçar a gramática.
'O Caderno Rosa de Lori Lamby' ainda guarda um segredo sobre o verdadeiro narrador da história. Apesar da obviedade do título sugerir que a pequena Lori Lamby é a narradora-personagem de seu caderno, é possível levantar dúvidas a esse respeito já que seu pai - gênio incompreendido - resolve escrever 'bandalheiras' seguindo o conselho de seu editor.
Neste ponto reside o aroma de crítica ao mercado editorial e a sua avidez por best-sellers e temas consagrados como a pornografia.

Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
O caderno rosa de Lori Lamby

Similares

(10) ver mais
Zonas Úmidas
A Obscena Senhora D
Coma de 4
Fortuna Crítica de Hilda Hilst

Resenhas para O caderno rosa de Lori Lamby (5)

ver mais
on 14/2/20


O livro não é o que parece , rápida leitura... leia mais

Estatísticas

Desejam20
Trocam1
Avaliações 3.9 / 108
5
ranking 32
32%
4
ranking 39
39%
3
ranking 20
20%
2
ranking 5
5%
1
ranking 4
4%

28%

72%

kalenda
cadastrou em:
21/02/2010 01:59:54
Dri
editou em:
03/04/2018 15:15:21