O Intolerável Peso da Feiúra

O Intolerável Peso da Feiúra Joana de Vilhena Novaes


Compartilhe


O Intolerável Peso da Feiúra


Sobre as Mulheres e seus Corpos




No decorrer da história das artes houve uma ruptura no conceito de um padrão único de estética. Vários artistas sofreram por esta mudança, que significou um redesenho do belo e ampliou as possibilidades de entendimento sobre a forma. Nas artes, a tirania da figura-fundo e do desenho em perspectiva linear foi enfrentada, não sem preço - que diga Van Gogh, permitindo para o mundo culto e erudito uma estética das possibilidades e da tendência ao infinito pela multidiversidade.



No entanto, nosso corpo, e em especial o corpo feminino, não experimentou essa ruptura estética. O texto de Joana Vilhena de Novaes nos fala desta tirania estética. Se numa viagem no tempo descobrimos que esta imposição estética sobre o corpo ocorreu em várias épocas, de diferentes maneiras, ela agravou-se no tempo de hoje.



Joana nos oferece uma dimensão trágica desta tirania sofisticada do contemporâneo. Porque temos a possibilidade de modificarmos o nosso corpo com o desenvolvimento de uma infinidade de tecnologias, que vão desde as tecnologias de educação física às cirurgias de correção, a manutenção de um corpo nãp adequado passou a ser considerada socialmente como um desvio de caráter e um ato de vontade.



A tirania estética atual transformou o corpo inadequado de outrora, que podia ser considerado no locus simbólico do sujeito vitimizado, para um outro lugar, onde o sujeito passou a ser responsabilizado por não estar com seu corpo adequado.



A gravidade aumenta quando sabemos que no universo simbólico o padrão é etéreo e difícil de ser objetivado e mensurado. A perfeição idealizada encontra na realidade sempre alguma imperfeição que, segundo a autora, obrigarão o sujeito à submissão de uma bateria de esforços absolutamente insanos e cruéis, em busca de um modelo inalcançável.



Joana Vilhena de Novaes é uma crítica do comportamento contemporâneo e nos oferece um belo texto, permeado de uma ironia maravilhosa, que se oferece como um libelo de liberdade.”



Ricardo Vieiralves de Castro



Professor da UERJ



Diretor do Museu da República



SOBRE A AUTORA



Joana de Vilhena BNovaes é doutora em Psicologia Clínica pela PUC-Rio e coordenadora do Núcleo de Doenças da Beleza do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção Social (LIPIS) da Vice-Reitoria Comunitária da PUC-Rio. É também consultora de empresas para assuntos de estética feminina.




Edições (1)

ver mais
O Intolerável Peso da Feiúra

Similares


Resenhas para O Intolerável Peso da Feiúra (1)

ver mais
obra academica agradavel de ser lida!
on 14/3/11


Este livro tem embasamento nas pesquisas academicas da autora. É realmente complicado adaptar o texto puramente acadêmico para uma leitura agradável (opinião pessoal isto, ok?), mas a autora o faz com maestria! compara o padrão estético de beleza de mulheres com classes sociais diferentes na cidade do Rio de Janeiro. Por exemplo: mulheres de classe A/B tem como padrão Gisele Bündchen, enquanto de outras classes mais baixas gostam do padrão marombada/gostosona, de acordo com os dados p... leia mais

Estatísticas

Desejam8
Trocam1
Avaliações 4.3 / 14
5
ranking 43
43%
4
ranking 50
50%
3
ranking 0
0%
2
ranking 7
7%
1
ranking 0
0%

11%

89%

Betty
cadastrou em:
19/04/2009 18:36:52